Quantcast
PplWare Mobile

Turbinas eólicas: Como se processa o seu fim de vida?

PUB

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Tiago says:

    Para os interessados sobre este assunto, sugiro artigo do INEGI, um instituto de engenharia que trabalha em diversas áreas e setores, inclusive energia eólica.

    https://www.inegi.pt/pt/noticias/que-futuro-para-os-aerogeradores-em-portugal/?l=30&s=27

  2. Sergio J says:

    Obrigado pela partilha

    O que me preocupa é que sempre tivemos governos que não conseguem zelar pelas florestas. Receio que possamos vir a ter paisagens cheias de monos. Acredito que a maioria será desmantelada, mas aqui é ali haverá sempre. Vejo tanta gente preocupada com a natureza, mas não não com este desvirtuamento das paisagens

  3. Joao Ptt says:

    Não era suposto retirarem os monos da paisagem ao fim de 10 anos presentes na mesma?
    Será que vai ser a mesma chico-espertice de sempre? E vão deixá-los lá até começarem a cair de velhos, ou pior… meterem lá outros no mesmo lugar ou na mesma zona uns metros ao lados para não dizerem que os meteram no mesmo sítio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.