Quantcast
PplWare Mobile

Volkswagen apresentou finalmente o ID.4, o primeiro SUV elétrico da marca alemã

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Michael says:

    Acho que a Tesla ainda não tem um rival a altura

  2. Joao says:

    Não consigo entender esta moda dos SUVs

    • Mf3rRo says:

      Não ó moda, é uma questão de gosto… eu gosto, eu compro, tu não gostas compras outro tipo de carro… a vida é simples…

      E por acaso, o carro é bonito…

      • Joao says:

        É gosto por ser moda, as modas vão de mãos dadas com o gosto. Porque é que ha uns anos atrás não se vendia a quantidade de SUVs que se vende hoje, sendo esse lugar ocupado pelos monovolumes que praticamente desapareceram do mercado?
        Estamos a falar de um carro,não de uma peça de joalharia. Um carro tem uma função muito especifica e é um “investimento” importante para o cidadão comun. Sendo que na maioria dos casos, e mais em portugal, têm mais desvantagens que vantagens, porque é que vendem tanto?
        O tue comentário leva-me a crer que tens um SUV. O que te levou a comprar um SUV foi meramente uma opção estetica? Por curiosidade, que SUV tens?

        • Mf3rRo says:

          Nenhum… Tenho dois velhinhos um utilitário e uma carrinha familiar, que são para durar ainda muitos anos, espero eu, porque não há €…

          Já agora, estás a contradizer-te… os monovolumes então também foram moda… Mas, tal como os suvs, são carros perfeitos para mais espaço, e fáceis de mobilidade das pessoas… continuo a não perceber esta conversa… se não gostas não compras… porque é que se eu gosto, sou um parvo da moda? cheira-me a extremismo… zzzzz

          • Joao says:

            Não é extremismo de forma alguma.
            Ao contrario dos SUV`s, devido à tipologia da carroçaria, são veiculos que realmente têm mais espaço interior. Os SUV`s não, tendo em conta veiculos do mesmo segmento obviamente. Os monovolumes têm a distancia ao solo de um veiculo “convencional” e sim foram uma moda, ainda que com sentido. Sendo veiculos tão praticos e tão racionais, como explicas que praticamente desapareceram do mercado?

        • Mf3rRo says:

          e já agora, tal como dizes, cada carro tem uma função especifica… o meu pai de 79 anos, ainda a 100% em tudo, comprou um, e foi o melhor que fez… não tem dificuldade em entrar e sair do carro, o carro por ser alto oferece melhor visão, e como viaja muito pratico no espaço de arrumação… pratico para ele… porque não podem existir suvs?

          Pq não gostas? LoL

          • Joao says:

            Até papo esse argumento de ser mais facil aceder ao habitaculo, o resto é falso. O campo de visão é o mesmo, isso é uma falsa sensação, a não ser que o objectivo seja ver melhor o interior de outros carros. O espaço idem; um “carro normal” com as mesmas dimessões exteriores vai ter o mesmo estaço interior e arrumação que um SUV e provavelmente mais espaço se esse SUV for 4×4. E se o principal uso que o teu pai dá ao carro é viajar, um não-suv teria a vantagem de ter menos consumo e ser mais estavel.
            Eu nunca disse que não podem existir, disse que não entendia a moda. E com isto o que quiz dizer é que não entendo tanto sucesso, sobretudo quando a esmagadora maioria dos SUVs que se vendem sao 2wd. Claro que podem e devem existir e em muitos casos fazem sentido, mas nao na maioria. E sim, até gosto de SUVs mas só do ponto de vista estetico. Sendo racional ou compro um carro para estrada e se quero espaço, uma station wagon, ou compro um TT de verdade. Não uma coisa que não é carne nem peixe.

    • Rui says:

      Ora nem mais!
      À 2 meses atrás comprei um diesel, e os vendedores sem excepção tentavam impingir um SUV, apesar de eu afirmar que um SUV não tem nenhuma vantagem, excepto se eu já fosse idoso e tivesse dificuldades em entrar num carro baixo (apesar dos SUV também não serem fáceis).

      Passaram-me para as mãos vários SUV, desde o Peugeot 2008 e 3008, Ford (já não recordo o modelo) e percebi imediatamente nas primeiras curvas, que um SUV é um desastre a curvar (coisa mais que óbvia ainda sem nunca ter-me sentado num SUV antes). Eu não consigo perceber como é que há tanta gente a comprar uma coisa que é tão fácil capotar, é lento e muito pesado, para além de não ter a mesma rigidez de um carro mais baixo (pilares mais curtos).

      Além disso há Braks no mercado lindíssimas (Peugeot 508SW, Audi A4 Avant, Mercedes Shooting Brake ou a C ou E Station, as BMW Touring……..). Não percebo porque é que as pessoas preferem coisas que às vezes nem se sabe para que lado fica a frente de um SUV!!!!!!!

      Secalhar quando eu tiver 70 ou 80 anos, ainda devo escolher um SUV…… mas dos 4×4, mas agora não muito obrigado!

    • Luis says:

      eu nao consigo entender a moda das calças ao fundo do cu agr Suv’s ? nao é o meu estilo mas consigo ver que sao bonitos e quem gosta de uma posicao de conduçao mais elevada sao perfeitos

      • Rui says:

        Posição mais alta? Compram uma Toyota Dyna ou Ford Transit e ainda dá para fazerem umas feiras!!!!!!

      • Joao says:

        A questão é essa, a maioria das pessoas que compra SUVs fá-lo por “estilo”, sem considerar vantagens e desvantagens. Estou convencido que para a esmagadora maioria desses compradores um carro de outro tipo faria mais sentido. Mas enfim…é o estilo.

        • Luis says:

          ou secalhar compram porque gostam ahah tambem é condnavel nao? a pessoa comprar uma coisa porque gosta, e quem gosta de certeza que vai ver varios e vê vantagens e desvatagens e ate eu que nao gosto vejo vantagens é um carro que nao tem os 6 metros de um carrinha mas tem na mesma imenso espaço um carro mais alto que para pessoas mais velhas facilita o sentar e levantar do carro

          • Joao says:

            Não é condenavel, eu não condenei ninguem. Voces é que estão a condenar a minha pergunta/posição. Eu apenas estou a ser objectivo e o vosso argumento é basicamente “gostos não se discutem”. Mas depois discutem sporting VS Benfica LOL

  3. cm says:

    O ID4 é para o mercado Americano o ID3 para o Europeu

  4. ervilhoid says:

    “A marca garante que a deterioração das baterias será de 30% em 8 anos ou 160.000 quilómetros”
    Será pelo carregamento rápido que apresenta tanta degradação? Temos opção para carregamento “lento”?

    • Mf3rRo says:

      O problema é geral… é como os telemóveis… Por enquanto funcionam de igual maneira… Mesmo que sejas “pipi” com os carregamentos, sabes perfeitamente que passado 2 anos, a bateria não é igual ao momento da nova… os carros é igual… O que temos de esperar, é que as baterias dos carros fiquem muito mais baratas, para compensar a troca… Imagina, que a troca é como fosse a correia dos carros, o problema atual, é o custo da troca ainda… 🙂

      • IonFan says:

        Não, não é igual. Além das químicas das baterias dos telemóveis ser diferente para optimizar a densidade energética, os telemóveis fazem ciclos mais profundos.

        Se gastares 100% da bateria do teu telemóvel por dia, em dois anos fazes 730 ciclos. Esses mesmos 730 ciclos significam 220.000km num carro com ~300km de autonomia.

        • Mf3rRo says:

          eu disse igual no modo “configurativo”… irra tanto bla bla para a mesma coisa

          • IonFan says:

            Imagino que querias escrever “figurativo”, mas confesso que é um argumento que nunca vi aqui. É tipo um “estava só a brincar” mas mais “pipi” 😀

            Também estavas em modo “figurativo” quando disseste que era como trocar a correia mas mais caro…

    • IonFan says:

      Esse “será” tinha que ser acompanhada por um “no máximo”. É a garantia padrão de as construtoras dão nas baterias. Significa que garantem que retêm pelo menos 70% da capacidade original após 8 anos ou 160k km. Num carro com esta autonomia, a degradação não é um problema grave. Mesmo que só se consigam tirar 300km por ciclo de bateria, 160k km são pouco mais de 500 ciclos.

      Quanto ao carregamento, carrega em AC (lento/em casa) até 11kW e em DC (rápido) até 125kW.

      • ervilhoid says:

        Deveria ter opção ainda mais lento e quanto a potência utilizável nunca devia ir nem 100% e a 0% tal como o Opel ampera

        • IonFan says:

          Não sei se estás a falar da capacidade disponível vs buffer, mas todos os EVs que conheço têm buffer abaixo dos 0% utilizáveis e/ou buffer acima dos 100%. Se te estás a referir à possibilidade de limitar a carga uma percentagem inferior, nem todos os EVs permitem, mas penso que o software da VW permite.

  5. tenho dito says:

    pois quanto a vw estamos falados!
    enquanto lesado do dieselgate, bem que podem lançar o melhor carro de todos os tempos que da minha parte enquanto nao me indemnizarem (nao tenho duvidas que nao vai acontecer), nao me veem la mais nem veem mais nem um tostao meu.
    Sem mais!!!

    • O servente says:

      A VW foi apenas a ponta do iceberg, todas as marcas foram testadas (peugeot, Renault, Nissan, Mitsubishi, Ford, etc) e todas mentiram, o grupo VW foi apenas o apanhado primeiro porque é o grupo que vende diesel nos EUA e achava que nos EUA tinham a cobertura da Europa…e lixaram-se.

      Os governos na Europa protegem estas marcas, assim como produtos chineses. Os EUA não, logo se fazes o que não deves (VW, Huawei, negócios negros chineses, etc etc) levas o troco.

      • Francisco Cirne says:

        Só não vê que, não quer. Todos aldrabavam os testes.

        A VW foi simplesmente o bode expiatório, o alvo a abater por ser a número 1 mundial.

  6. Hugo says:

    Os alemães não são lá grande coisa na fiabilidade electrónica. Daqui a 6 meses começam a dar problemas.

    • O servente says:

      Eu quase sempre tive alemães e zero problemas de electrónica (um par de bugs de software como em todos), peugeot também zero problemas de electrónica (mas muitos mecánicos).

      A questão aqui é a durabilidade das baterias e custo associado. Conhecendo as marcas europeias e nipónicas, o carro está ok mas as peças e em especial as baterias dos eléctricos são para preços de ficar na ruína.

      Até a VW ou outra garantirem pelo menos 200.000 km até baixar 20% a autonomia e que uma bateria nova não custa ainda de 5000€ com mão de obra incluída e IVA, não compro um eléctrico (ou um tesla se a bateria durar 500.000 ou mais).

  7. PeterSnows says:

    ID.4 ID.4MAx
    Qual a diferença entre eles ?
    Fiquem sem perceber

    • falcaobranco says:

      Apenas e simplesmente equipamento… tudo o resto é igual…

      Só para acrescentar: “No futuro está ainda prevista a chegada de uma versão menos potente (o ID.4 Pure) com cerca de 340 km de autonomia que a Volkswagen avança que deverá ver o seu preço arrancar abaixo dos 37 000 euros.”

      Sinceramente gosto muito da VW, mas um SUV com dois ecrãs apenas…não me convence…é muita tecnologia sem necessidade para tal… talvez por isso não vão fazer muitas unidades para já…para verem a reacção do mercado…

  8. Xnelox says:

    Tendo em conta que a marca não assume responsabilidades perante o mercado português quanto ao dieselgate, é uma marca que evito

  9. MalicX says:

    Sendo um SUV é logo para colocar de lado. Esta moda de comprar camiões tipo jipe sem ser jipe faz-me mesmo confusão. São mais pesados menos aerodinâmicos, uma vista a curvar e gastam que se farta.
    Quanto ao ID.4 se tiver o interior do id-3 que experimentei este fim de semana, podem esquecer. Qualidadede golf 3, nada ergonómico e uma posição de condução tipo monovolume. Péssimo. É silencioso como todos os elétricos e no id4 não deve mudar muito. Mas se o id-3 ao vivo é feio este ainda deve ser pior. Mas aguardo pela chegada do mamarracho.

    • Joao says:

      +1 Mas há quem diga que é porque gostam de ter “uma posição de condução elevada”, porque são giros…enfim…modas. SUV é mais um conceito estético que outra coisa.

  10. MalicX says:

    Queria dizer, uma bosta a curvar.

  11. Joao says:

    Um carro de 50k com travões de tambor, em 2021.

  12. Rui says:

    O carro é lindo mas o preço de 50k? Não sei onde… Quanto custará depois de 8 anos ou 160km?
    Poupamos em manutenção durante este tempo, mas chega para cobrir o custo inicial e a mudança de bateria?
    Até la não vejo vantagens nenhumas em ter veiculo eletrico

  13. Hugo Sá says:

    Não percebo como é que a VW ainda tem vendas com esta miséria de carro. Então o id3…
    Admira-me como é que os clientes cw ainda não mudaram mesmo depois dos escândalos todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.