Quantcast
PplWare Mobile

Vêm aí mais 50 radares de velocidade! Saiba onde vão ser instalados

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Zé Montanelas says:

    Rebentem com eles, bahahah cambada de chulos

    • David says:

      É assim mesmo, arranjar as estradas não é preciso gastar em radares é muito importante porque isto é tudo um esquema muito bem feito devido ao buracos e ondulações que as estradas tem ajuda a diminuir velocidade mais nos radares ajuda a manter essa velocidade eu apoio essa causa, força radares em Portugal, afinal a pandemia não afetou toda a comunidade económica 😉

  2. ToFerreira says:

    Tanto se muge a vaca que um dia seca de vez.

  3. A S says:

    Caça ao níquel
    Qual prevenção isso está nos livros nãos na prática

    • Euéquesei says:

      Ao saber que estão radares na estrada por onde anda, em princípio vai cumprir as normas para não ser apanhado.
      Eis a prevenção…
      Isto só lá vai assim, dizer às pessoas para não andarem a 200 numa estrada de 80 é o mesmo que falar para uma pedra.
      Ninguém liga, a única maneira do Tuga aprender é indo lhe ao bolso.
      É a verdade, infelizmente.

      • Milhais says:

        Muito boa explicação, para os portugueses aprender. Nao que sejamos os pior condutores, mas em termos de respeito pela sinalização e do pior mesmo.
        Pode se comprar por exemplo com uma Polónia, onde quando aparece o sinal de entrada na localidade, toda a gente, eu repito toda a gente baixa a velocidade para 50km/h. Enquanto em Portugal, dizer 50 ou 90 e a mesma coisa, pois depende do estilo de condução dos pilotos ao volante.

        • XBUZZY says:

          Em contrapartida na Polónia ninguém pára na passadeira para te deixar passar…

          • Milhais says:

            Verdade, mas em contrapartida eles deixam te entrar nos cruzamento. Ao contrario de Portugal que as vezes queres cruzar para o outro sentido e nem isso se deixam

          • Realista says:

            Ai é preciso licença para atravessar um cruzamento?
            Eu pensei que obedecia a regras… ando enganado este tempo todo.

      • ToFerreira says:

        “Ao saber”… para isso não se podem esconder os radares e sobretudo ser avisado que foi apanhado em excesso de velocidade meses depois.

  4. Marcio Graveto says:

    Para a malta que reclama, que parem para pensar e deixem de conduriz como gente doida, porque se respeitarem os limites impostos no local onde o mesmo se encontra nao ha multas para ninguem, a muita malta que deveria ser carta fora logo sem possibilidade de poder obter uma nova!

    • Patinhas The Second says:

      E esses têm algum problema em conduzir sem carta?

      • Euéquesei says:

        Teriam, se ao serem detectados a conduzir sem habilitação levassem uma multa gigantesca, diria de uns 5 ou 10 000 euros.
        Não pode pagar? Ok, penhoras sobre tudo o que tiver.
        Não chega? prisão, cada dia que lá passar desconta 1 euro.
        Simples, não acha?

        Aqui há uns anos estive uma temporada de férias na Suíça, com uns amigos que lá vivem.
        Fiquei impressionado porque lá toda a gente respeita a sinalização e falando disto numa conversa eles disseram-me que as multas podem ser gigantes, dependendo da gravidade da infracção e conduzir sem carta é muito grave.
        O tribunal que trata destas coisas de trânsito é um tribunal próprio, que toma decisões muito rapidamente e as multas podem ser astronómicas.
        Para as pessoas que fazem muitas infracções é-lhes retirada a carta e têm que ir tirar outra, uma carta especial para chico espertos, muito difícil de passar nos testes e custa uns 5 ou 6 mil euros.

        Agora imagine o que é um tipo ser apanhado a conduzir com a carta apreendida.
        Deve dar logo prisão, digo eu.
        As coisas lá, funcionam, aqui, não.
        Por isso a Suíça é a Suíça e nós somos o que somos…

    • Polo says:

      Os acidentes no ic19 são devido a excesso de velocidade?? A maior parte dos acidentes são em horas de ponta onde ninguém passa dos 30km/h!

      • Jorjão says:

        Mas esses são só chapa!!
        Os que verdadeiramente importam são aqueles, infelizmente, com vítimas mortais, em que a malta vai a voar!!
        Em Portugal continua-se a matar ao volante mas penas de prisão ZERO!!
        Vejam só o recente caso daqueles 2, coitados, GNRs na A1 que foram abalroados, por trás, por alguém, que segundo parece, iria na casa dos 180 KMs/h.
        Aqui ainda vos dizem onde é que estão colocados os radares!!!
        Parece que anda tudo sempre cheio de pressa!!
        Enfim . . .

        • Luis Santos says:

          Cavalheiro lhe garanto que se estiver em excesso de velocidade e matar alguem, vai cumprir pena de certeza absoluta

          • PML says:

            Não vai não. Nem passando um semáforo vermelho e atropelando e fugindo se vai para a prisão efetiva. Há de facto penas de prisão, mas muito raramente são efetivas. Basta googlar para ver isso.

      • Helio says:

        Mesmo a 30 e nas horas de ponta, esses acidentes não deixam de ser em excesso de velocidade.

    • Luis Santos says:

      Márcio graveto, a questão aqui nem passa tanto pelo facto de apanhar multas e sim que estes 8.5 milhões de euros deveriam ser investidos no combate à situação em que estamos (covid-9)!!
      Cada coisa a seu tempo é não acho que este seja o momento para se investir em radares mas sim em hospitais e mais meios de combate ao covid..

  5. ok says:

    A quantidade de inconscientes na estrada é tanta que é pena não serem mais.

  6. Artilio Cabaça LUIS says:

    Chulos de m3rda,gulosos,ladrões1!!!

  7. José Silva says:

    Radares parece me que chegam rapidamente mas os ventiladores para salvarem vidas ainda devem estar a ser fabricados. Enfim chulise

    • Luis Santos says:

      Ignorantes, não podem ver dinheiro a entrar para fundos perdidos oriundos da Europa que é logo investir em coisas para sacar dinheiro ao Zé povinho, tratem de matar a fome a quem precisa, é criar mais postos de trabalho e apoio à sociedade carente no nosso pai, infelizmente ainda existe muita pobreza e falta de condições, e tudo o que os HOMENS DE POLEIRO se limitam a fazer é simplesmente investir em situações super desnecessárias para roubar o povo, não bastando as 5 taxas que pagamos por pagar a casa, água, luz, gás, ordenado entre muitas outras, metam os radares no olho mas metam com força!!!!!
      Tristeza de governantes, tenho amor à minha bandeira e suor pela minha terra mas assim não vai dar, espero que a população portuguesa tome rapidamente enquanto temos força e tempo para agir, derrube este governo fascista pelo amor de Deus!!!!!

      • PML says:

        Ainda bem que o Luís tem amor à bandeira. Pena não ter à língua Portuguesa.

        • Luis Santos says:

          Pml você deveria estar no parlamento a mostrar de que é feito a sua língua, já que tem tanto amor por ela, eu vivo de atitudes, de palavras está o parlmaneto cheio, não sei até que ponto é que não deveria estar você no lugar do sr António Costa e limitada tenho a certeza que você faria melhor

          • PML says:

            Luís, lamento se o ofendi pois não foi com essa intenção. Agora confesso que quando me aparecem pessoas do Chega (que poderá não ser o seu caso) a defenderem a bandeira e os valores nacionais, o mau uso da língua torna-se inadimissível pois nós somos muito da nossa língua.
            Sobre o tema, quando alguém matou ou aleijou seriamente uma pessoa muito chegada a si e vê que nada lhe aconteceu, certamente irá defender mais rigor nas multas e maior fiscalização.
            Apesar de defender isto não sou nenhum exemplo, já que o mês passado tive uma multa e paguei-a. Não andei é com advogados e afins como muita gente para se tentar livrar dela e que já devia ter idade e idoneidade para assumir as suas responsabilidades.

        • Luis Santos says:

          PS : nem todos teem a sua escolaridade, infelizmente tenho a 3a classe mas muito argumento para sim ué talvez tenha um doutorado e vive de palas nos olhos tipo os burros

          • Luis Santos says:

            Caro PML não me ofendeu, talvez tenha absorvido mal o seu comentário, pois não sei o que lhe aconteceu a si ou a familiares seus , é de lamentar e apoio a 100% que sejam penalizados, pois quem mata, com atropelamento e fuga, com prisão perpétua deveria ser punido, a questão aqui é mesmo o facto de o dinheiro estar a ser mal injectado, em vez de radares invistam em crv cameras de vigilância, bem mais barato e bem mais funcional nesse tipo de situações…
            Neste momento sem querer ofende-lo há coisas bem mais importantes para se investir do que radares!!
            Tais como investir em hospitais nomeadamente profissionais de saúde, ventiladores entre outros…
            Sem desvalorizar a sua opinião claro!!
            As minhas mais sinceras desculpas pelo comentário anterior !!
            Não me revolta fiscalização rodoviária, revolta-me a má utilização do dinheiro que entra para ajudar o país, a rotura da economia vira em meados de Janeiro e Fevereiro de 2021, vamos nos pagar pelos investimentos feitos por estes chamados (governadores)!!!
            Um bem haja para si e desejo que seja punido como manda a lei quem cometeu tal crime

    • Yur-pt says:

      Que eu saiba, ainda não faltaram ventiladores para ninguém.

  8. Luis Santos says:

    Ignorantes, não podem ver dinheiro a entrar para fundos perdidos oriundos da Europa que é logo investir em coisas para sacar dinheiro ao Zé povinho, tratem de matar a fome a quem precisa, é criar mais postos de trabalho e apoio à sociedade carente no nosso pai, infelizmente ainda existe muita pobreza e falta de condições, e tudo o que os HOMENS DE POLEIRO se limitam a fazer é simplesmente investir em situações super desnecessárias para roubar o povo, não bastando as 5 taxas que pagamos por pagar a casa, água, luz, gás, ordenado entre muitas outras, metam os radares no olho mas metam com força!!!!!
    Tristeza de governantes, tenho amor à minha bandeira e suor pela minha terra mas assim não vai dar, espero que a população portuguesa tome rapidamente enquanto temos força e tempo para agir, derrube este governo fascista pelo amor de Deus!!!!!

  9. Jose says:

    Nem mais muita gente deve se manifestar sobre as nossas políticas foroooo9

  10. oeuropeu says:

    É só a mim que parece um preço abusivo 8.5m por 50 radares.
    O sistema SINCRO já esta implementado, trata-se de adicionar mais 50 radares a rede!

  11. jorge santos says:

    Vão gastar milhares de euros para chegarem à conclusão que não é a velocidade que causa sinistros… são as manobras mal ou não sinalizadas.

    • Jorjão says:

      Juntamente com os excessos de velocidade. Uma coisa está sempre ligada à outra!!!

      • Mig-21 says:

        Sinceramente, quanto mais devagar vou mais me distraio, e acredito que aconteça com outras pessoas que vão a contar os suportes dos rails nas autoestradas

        Se realmente fosse assim, eram só acidentes na autobahn. A diferença é que não autobahn tem consciência da diferença de velocidade e evitam fazer mudanças de faixa sem verificarem se o podem fazer em segurança, senão levam uma panada que ficam logo num fardo de sucata. Cá em portugal há os condutores de fim de semana, os idosos que tem um tempo de reacção de uma tartaruga, os preocupados com o telemóvel e as tatianas que nem um estacionamento em paralelo sabem fazer.

  12. Serodio says:

    Muito bem! quantos mais melhor. Bonito era inventarem radares que captassem as manobras perigosas, o estacionamento indevido, o nao uso de “piscas”, o conduzir em duas faixas… etc. Ou seja AI em camaras de segurança!
    Ah e tal a privacidade.. pois!
    Todos os que aqui comentam felizmente para eles nunca devem ter tido um acidente em que o anormal que os mandou para uma cadeira de rodas vinha em excesso de velocidade.
    Também devem fazer parte daquele grupo que foi homenagear os anormais que morreram na segunda circular.
    É verdade que não é a velocidade que mata, são sim os anormais que dela abusam em estradas publicas.

  13. Artur says:

    Por cá ainda vamos no tempo em que a GNR na parvalheira anda a arranjar problemas e truques para angariar multas para receber algum. Ainda nem sabem informar os deveres de informação que lhes compete para preencher um auto.

  14. Vitolas says:

    Portanto só 10% das multas de velocidade passadas são dos radares que a malta diz que são da caça a multa,os moveis.

    Agora chorem ai a dizer que não estão sinalizados e ninguém sabe onde estão e que é caça a multa.

  15. Adelino says:

    Isto é tudo uma hipocrisia! Então, por que motivo não obrigam as construtoras de veículos automóveis a limitar a velocidade a 120 km/h? Deveria ser bonito se tal acontecesse…

  16. Miguel Porto says:

    Se sempre for em estradas nacionais acho muito bem.

  17. jason says:

    Aposto que mais de metade dos acidentes são de manobras perigosas.
    Por norma não posso dos 130km/h, programei o carro para essa velocidade máxima e sempre que vou de Aveiro ao Porto (vice versa) não há uma vez em que eu estou apra ultrapassar e a personagem da faixa do meio põe-se a ultrapassar sem sinalizar primeiro (pisca).

    Neste caso é nas estradas nacionais que estão a colocar, menos mal.

    Já agora alguém que me explique, porque é que antes de uma curva apertada tem o traço interrompido e logo a seguir tem se uma recta de uns 500m,1km aparece o traço continuo ?

    • Mig-21 says:

      Pode ser uma destas razões:

      a) Quem fez o traçado não se deu ao trabalho de fazer traço interrompido, e quando a DGSV chegou la, como ja estava feito não alteraram
      b) O troço nem foi enviado para avaliação pela DGSV, ou se foi, quem estava lá estava com dores de cabeça e não se deu ao trabalho.
      c) Poupa-se em sinais, e é mais seguro se não existirem locais que possibilitem a ultrapassagem
      d) Juntamente com os benefícios da opção anterior, a gnr/psp pode aproveitar para colocar um radar móvel evitando acidentes por excesso de velocidade [LOL] ou ultrapassagem em linha continua.

      Quanto mais troços tiverem velocidades abaixo do que é possível em segurança e menos zonas de ultrapassagem mais lucro poderá ter o estado.

    • Filipe says:

      Se programaste o carro para 130 vais para aí a 122… Desde há uns 20 anos que as construtoras são obrigadas a ter velocimetros que marquem a mais como medida de segurança.

  18. darksantacruz says:

    Radares para controlo de velocidade? Sim se a intencao for mesmo reduzir a sinistralidade e não a caça à multa. E já agora que tal investir também no arranjo das estradas? Que eu saiba uma estrada em mas condições também contribui para a sinistralidade!

  19. Miguel Fonseca says:

    Eu até concordava com a instalação de mais radares caso os limites de velocidade fossem adaptados aos carros actuais e não aos carros da década de 70…

    • José Carlos da Silva says:

      E a proposta seria o quê? Se muitos nem devagar sabem andar, se não sabem fazer rotundas, se não sabem circular mais à direita em AE, se não sabem sequer cumprir o raio dos limites actuais. Vamos subir de 50 para 70 e vamos ver a malta a continuar a abusar e a chorar porque os limites não fazem sentido.

    • darksantacruz says:

      Concordo em parte. Dentro das cidades o limite de velocidade não pode ser alto. Nas autoestradas é na minha opinião ridículo andar a 120 mas também será algo cultural mesmo se o governo estabelecesse um limite de 150 certamente haveria quem andasse a 250.

  20. Miguel says:

    Mais um passo em direção á venezuelização. Rumo ao fascismo. totalitário.

  21. Nuno says:

    Radares fixos que sabemos onde estão, não vejo nada contra. Pior são os radares móveis colocados em locais “estratégicos” escondidos de toda a gente apenas para caça à multa!

    • José Carlos da Silva says:

      Se o limite é 50, se se vai a 50 e há um radar escondido, é caça à multa onde? Não tivemos todos instrução de condução? Não sabemos quais os limites? Então…?!

    • Woot! says:

      Lol mentalidade parvinha. Nunca levei uma multa na vida em nenhum radar, nem escondido nem a descoberto. Sabes porquê? Porque não ando em excesso de velocidade.

      • ToFerreira says:

        Mentalidade parvinha a tua. Queres convencer alguém que andas sempre dentro dos limites? Só se andares a pé. Nunca foste apanhado por sorte.

        • Woot! says:

          Não não foi sorte, se tu não sabes cumprir os limites tal como grande parte da população tu é que devias andar a pé. Achas que os sinais estão lá para enfeitar?

          Tenho sempre o cuidado de não ultrapassar 50 nas localidades, obviamente que já ultrapassei se formos mariquinhas ao ponto de considerar 55 ou 57 como excesso de velocidade mas ambos sabemos que não é de excessos de 5 e 7 km/h que estamos a falar.

          Digo localidades como exemplo apenas e também tenho sempre o cuidado de não ser aquele estúpido que vai nas autoestradas a 150-200. E não, não é por o meu carro não dar isso, porque se quisesse dava perto de 300 mas simplesmente acho estúpido e sem sentido acelerar em vão.

          Posso-te dizer um exemplo onde sei que não cumpri com o sinal mas foi pq não consegui. Em Espanha perto de uma praia tinha um sinal de 10km/hora não consegui de forma nenhuma andar aquela velocidade, aí tenho a certeza que não cumpri, mas mais uma vez não foi por falta de tentativas e por ter uma mentalidade azeiteira.

  22. Filipe says:

    Resolvia-se de outra forma menos lucrativa…. mas resultava penso eu.
    Penalisação nos pontos mais graves para excessos de velocidade… suspensao de tirar carta nova durante 1 ano, se forem apanhados a conduzir sem carta depois disto multas pesadas a dor mesmo…. iam ver se a malta nao tinha mais cuidado… ou entao metam lombas nas autoestradas hehehe

  23. Mig-21 says:

    Ainda bem que vão por mais radares, vão reduzir em muito a sinistralidade nesses troços *SARCASM*
    Quem acredita nisso tem de ser muito tapadinho.

  24. ToFerreira says:

    Artigo de 21 de Agosto com comentários de Julho?

  25. Luisão says:

    Concordo com a colocação de radares, antes isso que as autoridades fazerem a caça às bruxas, por exemplo, esconderem atrás de arbustos, colocarem-se logo após um sinal de limite de velocidade, etc… Contudo há tanto para melhor ao nível de segurança rodoviária, desde o estado das estradas, corridas ilegais, inspecções (vejo aí carros a deitar mais fumo que uma fábrica de celulose), mas sobretudo a mentalidade das pessoas que cada vez noto mais egoísmo, falta de sensibilidade e noção do perigo que põe a eles próprios e os outros

    • Luisão says:

      Para não falar daqueles que vão a conduzir e no seu smartphone a escreverem SMS, redes sociais ou em chamadas… se eu ganha-se 1€ por cada pessoa que visse na estrada no smartphone estava rico!

  26. falcaobranco says:

    Esses nem são os piores… sinceramente, tenho mais medo dos radares escondidos, radares em carros descaracterizados, carros parados á beira da estrada sem sinalização nenhuma ( suposto radar que nem é preciso estar á mostra )… entre tantos exemplos… esses sim, o pessoal devia ter medo… não é os fixos que ainda hoje vejo pessoal a travar nos radares fixos nas AE’s quando vao a 100km/h na faixa da direita…

  27. Polo says:

    ” Prevenção “

  28. Gusmão says:

    Como as pessoas são levadas… As mentiras mencionadas tantas vezes passam a verdades…
    Dizem que os condutores Portugueses são dos piores da Europa, essa afirmação é óptima para quem não conhece a realidade da Europa…
    Dizem que a velocidade a par com o alcoolismo (esse sim, verdadeiramente perigoso) são as verdadeiras causas da sinistralidade, mas esquecem-se de dizer que a sinistralidade com efeitos verdadeiramente graves é fruto de despistes e que por norma sem outro veículo interveniente, distracções…
    Distracções e não estou só a falar do telemóvel ou dos sistemas de entretenimento do carro, que ponham a “mão” na consciência, quem nunca olhou para a paisagem, para o parceiro do lado, pelo retrovisor para falar com quem vai nos bancos de trás, fumou, bebeu água, cantarolou, enfim, fez quase tudo, mais conduzir…
    Mais do que penalizarem a velocidade, deveriam consultar o cadastro do condutor para aferirem se existem acidentes, qual o tipo, feridos, causas… mas não, o cadastro é para as multas e pontos da carta.
    Verifique-se nas auto-estradas Alemãs (não em todas) onde não existe limite de velocidade não há praticamente sinistralidade (não me venham dizer que é do povo ser muito ordeiro, porque nem imaginam a quantidade de povos que se deslocam a essas vias para poderem andar na velocidade pretendida) e que segundo estudos realizados tal facto é devido aos condutores não terem algumas das “distracções” que são caracterizadas pela preocupação de um radar escondido, pela constante monitorização da velocidade no quadrante, entre obviamente outros factores…
    Terminando este já longo texto, não esquecer que os carros de há 40 anos já podiam legalmente circular a uma velocidade máxima de 120Kms e hoje com carros incomensuravelmente mais seguros, pasme-se, a velocidade máxima continua a mesma, sendo que ainda há movimentos para que esta seja reduzida… Sugiro que uns vídeos da Euro NCAP com carros da década de 80 e da actualidade…
    Este tema não é mais de uma forma do Estado ir buscar € e granjear contentamento por uma maioria que não sabe ou não gosta da velocidade…

  29. Monte Gordo says:

    Acho muito engraçado os comentários de muita gente contra radares, etc.

    Na realidade quem faz esses comentários são contra a organização e ordem, querem conduzir como lhes dá na cabeça, com o carro num estado miserável…

    Vejam o exemplo da Alemanha, norte da Europa, etc: poucos radares existem (ou controlos policiais) e as pessoas cumprem. Porquê? As pessoas entendem a necessidade de ordem e organização. Portugal e países do sul? Cada um por si e o que lhes dá vontade. Por alguma razão as economías refletem essa personalidade…

  30. Nilocalas says:

    Continuem a sacar o dinheiro todo da classe média, impostos, taxas, corrupção para cima e paralelamente a proteger “coitadinhos” que disso não têm nada, que vão ver onde isto vai parar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.