Quantcast
PplWare Mobile

Tesla, um local de trabalho racialmente segregado

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. Vitolas says:

    “No entanto, num momento em que os empregos na fabricação estão a abandonar a Califórnia, o DFEH decidiu processar a Tesla em vez de trabalhar construtivamente [connosco]”

    Já com cadastro e ainda queriam um ” vá la não façam mais isso”, e usam como escudo o facto de serem das poucas empresas lá do sitio, tão típico.

  2. Manso says:

    E novidades, há?

  3. Rui says:

    Cheira-me que a PPLWARE está a beber a cultura woke disseminada nos States pelo Soros e aquela etnia que nunca pode ser criticada (não a negra)……. e reparem eu nem sequer costumo defender a Tesla!

    A PPLWARE podia muito bem ser acusada das mesmas práticas, falta um jornalista negro, outro asiático, outro americano, outro com mobilidade reduzida…….

    A sério, não vão por aí…….

    • jorgeg says:

      +1
      cuidado pois sao muito sensiveis as verdades!

    • Semprealerta says:

      É mau sinal culpar o mensageiro. Tudo pode ser verdade, tudo pode ser exagerado, mas a Tesla (eu sou acionista) já tem razões para estar alerta nos locais de trabalho das fábricas, uma vez que nem sempre é culpa da empresa e sim de algumas maçãs podres xenófobos e racistas.

      • Rui says:

        A sério semprealerta? Então e o que sugere? Uma brigada em cada empresa que investigue o que cada funcionário diz, escreve ou pensa? É isso que quer sugerir?

        Cuidado…. olhe? E já agora, o Ventura é racista ou não? E o Mamadu Ba?

      • Luís Costa says:

        Tu sabes mesmo o que é o conceito de segregação racial? Estes wokes hoje em dia parece que caíram aqui de pára-quedas, ou melhor, foram ensinados nas escolas que o mundo é cor-de-rosa e depois é o que é.. que eu saiba nenhuma empresa obriga ninguém a ficar muito menos nos EUA.. se o pessoal está assim tão mal porque raio vai trabalhar para a Tesla? Interessante que a história é sempre a mesma, não vejo os chineses com esta palhaçada, não vejo os mexicanos, não vejo os cubanos, não vejo mais ninguém da américa latina, é sempre os mesmos wokes à procura de problemas

    • NsFdA says:

      Existe uma diferença entre sionista e judeu, não mistures as coisas .

    • cat says:

      A verdade há de andar algures no meio. Para mim, o cerne da questão, nem tem a ver com o que se sabe, mas sim com o que se faz, ou deve fazer, neste tipo de situações. Não sou a favor de “divisionismos” e acredito que podem existir soluções se as partes se comprometerem. Mas uma coisa é certa, este tipo de descriminação mete-me nojo.

  4. O que sera, sera says:

    Aparentemente, nada e bom hoje em dia para qualquer minoria.
    Antigamente trabalhavam com maior racismo mas hoje em dia so reclamam…E eu sou Africano, portanto sei muito bem do que falo.

    Embora sim, exista racismo e muito ainda em locais de trabalhos, nada e tao exagerado com o que se comunica. Maior parte das vezes a minoria quer que lhes seja dado de ‘graca’ o que outro trabalhou muito para ter

  5. Test User says:

    Ridiculo é tão grande. California Department of Fair Employment and Housing quando devia estar a preocupar-se com housing . Existem literalmente ruas cheias com sem abrigo e condições minimas de vida,
    Deviam ter vergonha. As minoria que precisa de ser ajudada é quem nada têm.

    Excusam-se de preocupar com Tesla, vai fechar fábrica. Vai-se acabar problemas.

    • Luís Costa says:

      Já era mais do que tempo.. estas picardias no estado da Califórnia não começaram agora, os democratas com a mania da perseguição nas taxas lembraram-se de atacar o Musk e a Tesla e foi tão simples como o Musk ir-se mudar para o Texas porque já não vê os malucos dos democratas à frente

  6. V.T. says:

    Hoje em dia tudo é racismo. Uma horita em Angola e depois conversamos…

  7. e.t. says:

    actualmente, ou se é politicamente correcto, ou está-se sempre a descriminar alguém … já parece a história do futebolista negro que, porque deu um chuto num gato passou a ser o pior gajo deste planeta (que se manifeste o primeiro que nunca deu uma chapada num animal e/ou numa criança) 🙁
    ainda sou do tempo em que fumar é que era bonito e levar no c* é que era feio, mas actualmente isso já não é assim 🙁
    triste mundo em que este se transformou 🙁

  8. NsFdA says:

    Qualquer dia temos que pedir desculpa por sermos caucasianos.

  9. John Doe says:

    “os trabalhadores negros estavam sub-representados na gestão da Tesla”
    Quando a raça se torna critério de contratação, roçamos o ridiculo. Porque é que nunca ouço falar em quotas, de raças ou género na construção civil, ou nas minas, por exemplo?

  10. Antoino Alverca says:

    Será que isto do pagamento terá a ver com as habilitações literárias, será ???
    É muito fácil falar em discriminação racial e esquecer que 36% do abandono escolar na California é de afro-americanos ?!?!
    Racistas há em todo o lado e de todas as cores, religiões e etnias (infelizmente).

    • cat says:

      Não vou aqui defender isto ou aquilo mas já pensou nas razões para esses 36% abandonarem a escola ? Talvez porque vivem num contexto onde necessitem de ganhar dinheiro para se sustentarem e não poderem fazer as duas coisas. Talvez porque vivem numa comunidade desagregada, com problemas de drogas e criminalidade. Poderia continuar com mais razões mas uma coisa é óbvia: As minorias nos EUA, não têm as mesma oportunidades que o patriarcado branco. E é esse mesmo patriarcado branco que impõem a sua cultura e o seu poder. Independentemente de “todas as cores, religiões e etnias”.

      • Antoino Alverca says:

        Claro que a culpa é da sociedade !!!
        Tal como foi quando eu decidi não acabar o curso de Eng EletroMecânica que eu estava a tirar ao fim de 1 ano …
        … ou se calhar foi porque eu decidi começar a trabalhar e estudar à noite e depois desisti !!!
        E não foi da droga que eu nem fumo !!!
        E não foi do álcool que eu só bebo de vez em quando !!!

        Parem de culpar a sociedade no seu todo pelas opções de cada pessoa !!!

        “Liberdade significa responsabilidade. É por isso que tanta gente tem medo dela.”
        George Bernard Shaw

        • cat says:

          Eu não digo o contrário. No entanto, as suas idiossincrasias são só suas. Portanto, a realidade é mais do que você nela inserida.

          É claro que somos responsáveis pelas nossas acções. Ou pelo menos, devíamos. No entanto, basta olhar à volta para perceber que muitas vezes, para muita gente, isso não é o suficiente para atingir um certo grau de independência. Por muitas boas decisões que tomem e por muito que lutem, estão rodeados de ignorância ou violência e estão sujeitos a situações ou ambientes que, se calhar, o António nunca esteve. Ainda bem que nunca esteve rodeado de drogados e alcoólicos. Muita gente não teve a sua sorte e essa foi uma realidade desde sempre: A pobreza gera ainda mais pobreza.

          Isto não se trata de justificar “coitadinhos”. Há pessoas que não conseguem sair desses contextos e só com muita perseverança e, muitas vezes, ajuda é que conseguem dar a volta à vida. O exercício da liberdade de forma responsável tem algo a ver com isso mas o mais importante aqui será a equidade. Portanto, não basta falarmos em igualdade de oportunidades sem falar num contexto social e comunitário.

      • AlexS says:

        ” As minorias nos EUA, não têm as mesma oportunidades que o patriarcado branco. E é esse mesmo patriarcado branco que impõem a sua cultura e o seu poder. Independentemente de “todas as cores, religiões e etnias”.”

        Mais ignorância e racismo. Os Asiáticos são o grupo nos EUA com mais rendimento per capita.
        Por isso é que a maioria das Universidades nos EUA que são racistas – mas não aparece nas notícias – os pune e os obriga a terem muito melhores resultados nas provas de aproveitamento para poderem entrar.

    • O Porra says:

      o que é um afro americano?

  11. Wilson says:

    Quando entramos em uma empresa para uma visita ou trabalho , vemos as pessoas que trabalham nela, não vemos as pessoas que foram chamadas para disputar as vagas, não vemos as pessoas que mandaram o currículo, não vemos as pessoas com as formações pedidas, etc … Vemos só o resultado final. Como podemos acusar uma empresas de forma rasa, só olhando quem foi contratado, deixando de lado todo o processo de formação, busca por emprego, disputa de vaga em uma entrevista e finalmente , pisar no chão de fabrica em que foi contratado.

  12. secaya says:

    Nada de novo.

    Já está na hora do charlatão, Elon Musk, se por a caminho de Marte e nunca mais cá voltar.

  13. PTO says:

    Considerando o nível de arrogância, egocentrismo e vaidade do dono da empresa, não é de admirar que a mesma seja o reflexo desses traços de personalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.