PplWare Mobile

Renault prepara-se para lançar um dos elétricos mais baratos do mercado


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Koso says:

    Finalmente uma notícia de jeito hoje. Se vier para Tugal e a esse preço, é meu.

    • barra says:

      A esses 7300 terá que colocar o imposto automóvel mais um par de taxas e voilá, dispara o preço.

      • Vítor Aleixo says:

        Se as pessoas estivessem um pouco atentas ou se antes de falarem se informassem não diziam disparates. Os veículos eléctricos não pagam, pelo menos para já, ISV nem IUC.

        • José Carlos da Silva says:

          Vamos aguardar então. Ninguém está aqui para ajudar ou facilitar no que quer que seja. Não tarda vão ter tantos ou mais impostos quanto os veículos a combustão. Para não falar dos carregamentos, que também hão-de chegar a valores parecidos aos dos combustíveis. É só uma questão de tempo, não vivêssemos nós neste país onde se rouba descaradamente o contribuinte.

          • z/OS says:

            Correcçäo: Onde se rouba descaradamente o cidadäo e se chamam a isso impostos (há que manter ou melhorar o nivel de vida de quem está ligado ao estado)

          • Não Interessa says:

            @ z/OS Não é por acaso que o governo está a tentar usar o GRPD para esconder os nomes de quem recebe subvenções do estado, quando já existia uma lei a dizer que era para divulgar e mai nada 😉

          • Wishmaster says:

            Exactamente… E infelizmente.

          • kokas says:

            A culpa é dos portugueses afinal são eles que escolhem os ladrões que logo os vão roubar.Eu nao escolho porque não há diferenças

      • Celso says:

        Ve isto:
        Assim, quem quer adquirir um automóvel elétrico pode já ficar a saber que o preço do veículo não inclui o Imposto Sobre Veículos (ISV). Estes beneficiam ainda de um baixo Imposto Único de Circulação (IUC), entre 7,91€ e 35,87€, e, em algumas cidades, não pagam parqueamento. Já no caso dos veículos híbridos plug-in, está determinada uma redução no ISV de até 562,50€, um número que caiu para quase metade, face ao ano anterior.
        https://www.kbb.pt/detalhes-noticia/incentivos-fiscais-carros-eletricos-hibridos/?ID=55

        • z/OS says:

          Com a teoria do aquecimento global criou-se um Mercado. Depois o estado criou Uma série de benesses para atrair as presas. Quando estas nao tiverem escapatória, vais ver o roubo legalizado (impostos) a incidir nestes veículos.
          Nunca se esqueçam disto: O estado só intervém quando ganha dinheiro com isso. Até lá estamos por nossa conta.

          • BRUNO COIMBRA says:

            Teoria…claro teoría ahahaa enfim

          • pedro says:

            isso z/OS …. é o comportamento típico do Estado !!! a experiência de vida é isso que nos diz …… (não é teoria)

          • Celso says:

            Se eu, ao ter instalacao fotovoltaica, me permite carregar o carro eletrico, sao menos custos para mim e menos dinheiro que dou as petroliferas. Se com isso tudo, ajudar o meio ambiente, melhor ainda. E, se tenho apoios para tal, ainda melhor. Teoria? O aquecimento global? É daqueles que acredita que a terra é plana? Quanto menos poluicao melhor, seja teoria ou nao! Ou és daqueles que gosta de viver no meio da poia?

          • Nuno V says:

            “teoria do aquecimento global”
            Não conheço nenhuma teoria cientifica com esse nome.

          • Pedro says:

            Teoria? Neste momento tens barcos a atravessar o ártico sem quebra-gelo, algo nunca antes visto. Achas que é porquê? Informem-se mais, leiam mais, em vez de andarem a lerem memes.

          • Gabriel Neves says:

            100% de acordo, primeiro fazem o pobre investir e depois do pobre investir roubam-no

          • Wishmaster says:

            @Pedro
            Não me digas que és outro que acredita na balela do aquecimento global ser causado pelo Homem.. 🙂

          • anon says:

            Aquecimento global existe sim apenas não foi causado por homem. Estamos é a assistir ao lobby de carros elétricos e o estado vai nisso. Queria era ver daqui há alguns anos vão descobrir que isso de carros elétricos não ter melhorado nada o ambiente, queria era ver o estado a devolver o dinheiro às pessoas.

      • int3 says:

        Se fosses esperto até ias ver quanto é que os elétricos pagam de taxas. ah, nada. só o IVA como qualquer outro produto 🙂

        • Wishmaster says:

          O que eles estão a dizer é que é preciso aproveitar agora porque depois incidirão taxas e impostos nesses veículos. Estão correctos…

          Quando o mercado eléctrico ganhar expressão considerável, é isso que vai acontecer, não tenhas dúvidas.

          Achas mesmo que o Estado abriria mão de receita? Que perderia receita dos veículos de combustão e combustíveis e não a recuperaria nos eléctricos? Estás a pensar mal…

          • anon says:

            Ninguém nunca vai poupar se comprar um carro elétrico neste momento. Daqui há alguns anos os impostos hão de aumentar sim mas também os preços dos carros vai baixar.

        • Realista says:

          Só nisso já são mais €1600 em cima dos €7300…

        • Gabriel Neves says:

          Nao pagam agora porque á poucos.

    • Pedro says:

      Deve de ser é como os Dacia. Pelo preço base nem rádio trazem.
      Mas mesmo que custe 10-12 mil ( e tenha uma autonomia de mais de 200km) já é bem bom

      • tatata says:

        Se, com sorte, as baterias não forem de aluguer, será uma boa opção sim

        • tatata says:

          Não ligando à questão de segurança dos ocupantes, está visto….

          • BRUNO COIMBRA says:

            Nao disse que nao existem versoes( as q sao mais usadas para comercial e frotas de empresas) que a entrada de gama nao trazem radio, muitas vezes nao so para poupar custos mas tb porque as proprias empresas que compram querem radio proprio com determinadas funcoes e sai mais barato fazerem a adaptaçao,, o que disse foi que os dacia tem radio e ate navegador (MediaNav EVO)
            Ate o novo Alpine tem uma versao sem radio, nao significa que seja um mau carro.
            Duster tem radio de base
            Logan tem radio de base
            Sandero Stepway tem radio de base
            Logan MCV Stepway tem radio de base

          • JOSE PEREIRA says:

            baterias de lítio de baixo preço podem explodir na cara do dono do veiculo pois o lítio em contacto com o oxigênio produz uma combustão rápida,altamente perigoso,pode se tornar uma bomba,se informem

          • JOSE PEREIRA says:

            baterias de lítio de baixo preço podem explodir na cara do dono do veiculo pois o lítio em contacto com o oxigênio produz uma combustão rápida,altamente perigoso,pode se tornar uma bomba,se informem

          • JOSE PEREIRA says:

            baterias de lítio de baixo preço podem explodir na cara do dono do veiculo pois o lítio em contacto com o oxigênio produz uma combustão rápida,altamente perigoso,pode se tornar uma bomba,se informem

        • Bruno says:

          Bem falar do q n se sabe da asneira, primeiro atualmente podes comprar a bateria em todos os veículos eléctricos Renault, segundo os dacia trazem rádio aliás trazem bastante equipamento basta ver o novo duster que não subiu de preço na nova versão aumentando equipamento e prestacoes( a evolução tecnológica não è só no habitáculo)

    • Pérolas says:

      Até estar à venda na tugalândia não nos doa a cabeça…

  2. TIM says:

    O meu relogio é mais caro que esse charuto bom para incendiar

  3. fc says:

    Provavelmente na Europa iremos ter um Dacia elétrico de baixo custo, e não um Renault

  4. Daniel Costa says:

    Acredito em 20k€ para fazer suar a concorrência 🙂

  5. Nuno Fernandes says:

    Falta saber a durabilidade das baterias

  6. Tiago says:

    Está em inglês mas dá para perceber o porquê do baixo custo:

    https://www.rushlane.com/2018-renault-kwid-crash-tested-12198216.html

    • Mf3rRo says:

      Obrigado tiago, pelo link… 🙂

    • BRUNO COIMBRA says:

      É verdade que levou 0 estrelas mas porque é para o mercado indiano onde o NCAP praticamente nao interessa, existe outra versao mais robusta e caso venha para o mercado europeu tera de aumentar o preco/estrelas NCAP

    • tatata says:

      Depois das melhorias que a Renault anunciou, passou de 1 estrela para 0 estrelas no capítulo da segurança? wow

      • Bruno says:

        Wow continua a ser no mercado indiano…mas ao menos lês os artigos? A viatura não è comercializada no mercado europeu. Caso venha será com estrutura e dispositivos de segurança diferentes. As marcas adaptam se as normas do mercado…

        • tatata says:

          Até podia ser vendido em Marte, Bruno…
          Onde é que este artigo do Tiago está a falar da comercialização do Renault Kwid na Europa? Quem parece que não o leu foste tu.

          • O que o artigo aborda é que a Renault indiana, face aos maus resultados do primeiro crashtest de 2016, desculpou-se dizendo que era por ser um protótipo.
          • 4 meses depois uma versão supostamente melhorada teve nota 1 num segundo crashtest feito pela Global NCAP.
          • 2 anos depois, em 2018, um terceiro crashtest e em vez a pontuação subir (o que seria mais lógico acontecer), desceu para 0, sendo o crashtest feito pela ASEAN NCAP.

          Embora tenham sido diferentes empresas “NCAP” a fazer os testes, parece que a Renault indiana andou a engrupir a malta.

          • BRUNO COIMBRA says:

            Primeiro dizer 1 estrela na india é preciso explicar o que isso significa meu caro…quais sao as normas a q obriga legislacao local?
            http://www.globalncap.org/results/
            Ficas aquí com os resultados de varios crahs test e tirando uma mao cheia (nem chega a isso) nem airbags levam e logo ai 4 estrelas vao a vida….
            As marcas adaptam a legislacao local (ate no mercado europeu as versoes q chegam a Portugal nao sao as mesmas que se vemdem noutros países..)
            Portanto a renault nao andou a engrupir a malta, porque a malta a q t referes n compra este carro (europa) mas a malta na india sabe perfeitamente porque o mercado deles é assim
            Portanto nao so leias o artigo mas podes interpretar e colocar os dados sob a prespectiva de onde foi feito, nao é muito complicao

          • BRUNO COIMBRA says:

            Ah e esquecime, a renault desde 2015 nas viatuas de turismo nao tem nada abaixo das 5 estrelas….ve la os mauzinhos que eles sao…!

    • Luís says:

      Bom post. Crash stars 0 niiice -.-

  7. Aj says:

    E a bateria? Está incluído nos 7300 €??

  8. Pedro Silva says:

    Que mudança mágica à bateria vao Fazer?

    • José Carlos da Silva says:

      O mais certo é que vão piorar a capacidade, sacrificando bastante a autonomia. Com sorte e boa vontade, deverá fazer uns 120/150km.

      • Pedro Coelho Silva says:

        Pois imagino, visto que as baterias rondam os 150-200€ por Kwh (mesmo na china) se tiver 40kwh, estamos a falar de 6000€ antes do resto do carro todo, transporte, margens de lucro, etc…

        Alguém tem link para notícias sobre isto com mais detalhe? Tendo em conta o panorama actual parece-me muito dificil (infelizmente) que a Renault consiga colocar no mercado europeu 1 carro 100% elétrico por 20.000€ e muito menos por 7.500€

        • BRUNO COIMBRA says:

          Posso dizerte que uma batería de um zoe 400 BT4 custa a PVC 11.000€ aprox
          Isso obviamente nao é o que custa ao construtor (que compra a LG)
          Obivamente que o preco nao ficara nos 7000€, agora será sempre uma gama low cost com prestacoes adaptadas ao preco que custa…obviamente nao podemos esperar 600km de autonomía num SUV de 10.000€

          Nao existe fonte oficial, ate aquí na central nao é certo que esta versao vai avançar nem vi as fontes deste artigo

  9. Moneldr says:

    E o preço do aluguer das baterias neste Dacia?

  10. Jorge Carvalho says:

    Este modelo não vai ser lançado nos mercados europeus porque não cumpre com as a regras mínimas de segurança ( alguém já colocou os crash ratings ) . é apenas um modelo para os países indianos e sul americanos e chinês provavelmente,

    Abc

  11. Pedro says:

    “sendo por isso possível que chegue também a Portugal.”

    Nem nos testes do euro ncap passou quanto mais. 1 estrela é o mesmo que dizer: vou comprar um caixao com rodas novo.
    Not happening 🙂

    https://www.autocar.co.uk/car-news/new-cars/improved-renault-kwid-scores-one-star-global-ncap-crash-testing

    • tatata says:

      E 0 estrelas, o que quer dizer? Foi essa nota que obteve este ano em Junho. Jizzzz……

    • BRUNO COIMBRA says:

      A versao que será possivelmente comercializada na europa (atencao isto nao e ainda uma certeza) será obviamente uma versao distinta a nivel estrutural e arquitectura da que se vende actualmente na india ou america do sul, onde as normas de seguranca sao digamos…mais suaves(para nao dizer zero) portanto crucificar ja um carro que nao é o que será vendido na europa nao serve de nada

      • Filipe says:

        Provavelmente tens razão, mas isso também significa que os 7300€ vão subir bastante… (infelizmente)

        • BRUNO COIMBRA says:

          Isso nao te posso responder porque nao estou dentro da equipa que define o preco de entrada da gama em cada país.
          Posso dizer que nao tem que ficar muito mais caro, as margens que tem nos países sub-desenvolvidos sao maiores do que no mercado europue (por causa da concorrencia) ou seja poderiam vender ao mesmo preço porque aceitam uma margem menor…agora isto tudo é no universo do supor, esperar para ver

      • Pedro says:

        Sim, tens razão Bruno.
        Imaginemos que o preço duplica: 15 mil€ por um SUV novo elétrico com boa autonomia acho um excelente negócio à mesma.

      • Pedro Coelho Silva says:

        Mas este carro existe em versão 100% elétrica por 7300€ em algum país? Que bateria tem?

        • Pedro Coelho Silva says:

          https://insideevs.com/renault-kwid-electric/ acabo de ler esta.

          Ou seja a Renault anunciou intenções a 12-18 meses. Como o preço das baterias tem caído relativamente rapido, se a Renault o lançar em 2020 podemos esperar um preço a rondar os 100€ por Kwh, se a bateria for pequena, tipo 30 kwh, 3000€ na bateria pode chegar a ser exequivel.

          De qualquer forma parece-me bastante improvável, ainda que possível, nessa timeline e muito menos que venha para a europa rapidamente. De qualquer forma em 2020 com baterias a 100€ Kwh veremos no mercado muitos EVs com preços bem mais acessíveis que os actuais.

        • BRUNO COIMBRA says:

          Nao existe versao eléctrica, este veiculo vai na sua primeira geracao, fabricado em Chennai -India e nao ha previsoes de sair este modelo, trabalho na central e posso garantir que isto nao é um assunto por aquí.
          Ideias existem aos milhoes mas que se convertem em algo de verdade que merece ser discutido é algo totalmente distinto

          • Pérolas says:

            Ui… fabricado na india…

          • BRUNO COIMBRA says:

            Perolas…fabricado na india porque é vendido nesse mercado!! Nao é vendido no mercado europeu, qual é a duvida?
            Os dacia sao construidos em marrocos romenia Brasil russia Colombia….nao entendo a surpresa, existem carros fora da europa caso nao saiba

          • Pérolas says:

            @BRUNO COIMBRA: sei que existem carros fabricados fora da europa e isso não significa que eu os queira comprar! Razão politicamente correcta: motivos pessoais!

  12. Marcos says:

    Se a versão a combustão custa aproximadamente 6736,47 euros no Brasil imagine a versão elétrica. Lembrando que o salário mínimo no Brasil é de 197,80 euros.

  13. Wave says:

    Impressionante a quantidade de comentários que criticam um carro destes. Para começar não é dito em lado nenhum que vem para a europa o carro, o máximo que diz é que pode vir…
    Quanto ao baixo preço, o que mais custa num carro destes são as baterias e o preço até está baixo, tendo em conta a quantidade de peças que são precisas para um carro. A autonomia disto deve ser muito baixa, é bom de ver isso.
    Um carro elétrico deveria andar a metade do preço do mercado atual ponto. Motores elétricos são baratos, a massificação de estruturas de veículos já existe, basta trocar o meio propulsor. Acresce a isto o preço das baterias, que aumentam com o aumento da autonomia e chegamos a um preço mais baixo do atual praticado. O problema aqui é o cunho petrolífero que influencia este mercado mais nada.
    Neste carro provavelmente a autonomia é baixa, o equipamento também e a qualidade de fabrico é o que se vê, que não da segurança aos ocupantes. Aumentando a qualidade de fabrico ou adaptando um kaptur/clio (exemplo), e aumentando um pouco a autonomia por menos de 15mil euros tem um bom carro. (pode ter pouco equipamento, mas da para ir de A a B da mesma forma que muitos e muito mais barato).
    Este carro embora não seja o ideal, pode servir para demonstrar que há possibilidade de se fazerem carros elétricos muito mais baratos, pressionando assim os mercados para baixarem os preços.
    Obs: Na minha opinião existe ainda outro ponto que muitos podem não estar a ver. Embora o preço baixo, isto pode ser um golpe planeado para desacreditar a mobilidade elétrica, pondo em causa a segurança dos ocupantes e reduzindo as autonomias. Se houver massificação na produção irão existir mais acidentes e o resto já se está a imaginar.

  14. Pérolas says:

    Pessoal, o que eu gostava, mesmo, mesmo, era de ver comercializado um Land Rover Defender electrico a um preço comportável. 😀

  15. TT says:

    um Bugatti com pilhas Duracell é que era.

    • Mateus says:

      Irias à falência lol

      Engraçado este Renault, feito pela Dacia com tecnologia China… as baterias devem durar 100 ciclos e a taxa de carros com problemas não deve ser inferior a 90% lol

      • Aj says:

        Esses 90% é em qualquer renault. Um Bugatti em escala telecomandado 🙂

        • BRUNO COIMBRA says:

          ai sim? e que dados tem para dizer 90% estou curioso porque os dados de incidentes por ppm sao bastante inferior a isso nem chega aos 15% curioso…
          Alias ser líder de mercado em Portugal 19 anos seguidos, 3 em espanha e ser o maior grupo construtor automovel do mundo tambem indica o contrario…mas de certeza que o especialista aquí debe ter dados q mais ninguem tem

          • H_730 says:

            Ser líder de mercado não quer dizer que não tenha problemas. Sinceramente Renault dispenso

          • BRUNO COIMBRA says:

            Nao so referi o facto de ser líder de mercado, referi que o valor indicado 90% esta longe do real, alias em comparacao com marcas de luxo vs unidades vendidas a % é bastante inferior
            Agora que alguem nao goste normal n se pode agradar a todos, principalmente aos q tem ideias pre concebidas de modelos com mais de 10 anos, agora outra coisa posso garantir um servico relacao cliente como a renault tem em pos-venda poucos existem e nao sou eu q o digo sao os numeros

          • BRUNO COIMBRA says:

            e ja agora se conhecer alguma marca que n tenha problemas e que agrade a todos gostaria de conhecer, seria extremamente interesante conhecer a única marca do mundo capaz de tal feito

      • BRUNO COIMBRA says:

        Errado a base do kwid é CMF a mesma para Megane, talismán, espace….as baterías renault sao debido a contrato de exclusividade LG, alem de que a versao vendida no Brasil KWID Mercosur obteve 3 estrelas NCAP (máximo possivel neste segmento)
        Mas podes continuar a inventar teorias

      • Rui says:

        Deves estar a falar das marcas premium alemãs ou dos fumarentos de Wolfsburg de certeza! Vai te informar melhor, a Renault actualmente é das marcas mais fiáveis do mercado, eu sei do que falo tenho 9!

  16. Gabriel Neves says:

    100% de acordo, primeiro fazem o pobre investir e depois do pobre investir roubam-no

  17. Pedro Boto says:

    Os eléctricos não pagam IUC…

  18. Silvio says:

    7300 euros convertido em moeda aqui do Brasil seria o preço do Kwid mais barato 35 mil reais. Se vier a esse preço irá vender como água 🙂

  19. Rui says:

    Eh pah! que ZOE é esse que custa 30 mil euros? Nunca vi nenhum!

  20. JOSE PEREIRA says:

    os carros elétricos fazem falta pela nao poluição atmosférica nas cidades mas o objetivo de serem comercializados massivamente e para relançar a economia mundial pois está saturado de carros de combustão interna,veja se ouve falar de electrificar as maquinas industriais como por exemplo as retro escavadoras,o ser humano acredita em tudo pois temos um lado ingenuo dentro de nós

  21. seguro para carros rebaixados 2017 says:

    Para gerar os resultados, são feitos alguns testes de colisão – com impacto frontal a 64 km/h, lateral a 50 km/h e de poste a 29 km/h -, usando-se bonecos que simulam seres humanos (peso e estatura média, por exemplo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.