Quantcast
PplWare Mobile

Portugal: Tesla é o veículo elétrico mais vendido em 2021

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Samuel MGor says:

    1612 ricos em Portugal… Quantos é que andam a fugir à AT?

    • Keyboardcat says:

      Talvez 1612 que em vez de estarem a gozar o RSI decidiram que queriam mais e trabalharam para isso?

      Eu sei que em Portugal invasão fiscal é uma realidade. Mas muitas dessas pessoas têm uma mentalidade muito limitada. Não têm inteligência suficiente para investir num carro elétrico.

    • gfasdsdf says:

      A maior parte nao precisa de fugir, compra em nome de empresas, tem o iva dedutivel, para nao falar que so por ser compra com dedula empresarial já têm desconto sobre o valor total do automovel. Como são eletricos ainda tem beneficios estatais.

      • gfasdsdf says:

        1 – “Para as empresas, os carros elétricos são isentos de Tributação Autónoma em sede de IRC e o IVA – Imposto de Valor Acrescentado é dedutível. ”
        2- “Isenção do Imposto Sobre Veículos (ISV) e do Imposto Único de Circulação (IUC) para Batery Electric Vehicle – carro elétrico a bateria (BEV) e redução do ISV para 25% nos carros Plug-in Hybrid Electric Vehicl – elétrico híbrido recarregável (BEV); ”
        3- “Incentivo fiscal ao abate na compra de carros novos, no valor de quatro mil euros para BEV e de 3.250 euros para PHEV; ”
        4- “Possibilidade de dedução do IVA para BEV ate 62.500 euros e para PHEV até 50 mil euros; ”

        Fazendo as contas um carro de 60k fica cerca de 40k para uma empresa ao fim da dedução. Se formos a ver 20k dá quase para comprar um carro familiar novo (ex. opel astra, peugeot 308, ford focus, etc….)

    • wtvlol says:

      1612 indivíduos sem gosto.

    • Jorge Silva says:

      Inveja é tramada.
      Só porque têm Teslas são ricos ou só porque são ricos fogem à AT?

  2. gfasdsdf says:

    “Tesla é o veículo elétrico mais vendido em 2021”, Tesla não é uma marca?

  3. Cláudio says:

    Na minha opinião podem compra-los todos que eu prefiro esperar por carros com melhor qualidade de construção e mais autonomia. O que me interessa as tecnologias usadas se depois para ir a Lisboa ou Porto tenho que carregar o carro meia duzia de vezes.

    • Jorge says:

      Tenho Tesla e vou de lisboa ao Porto sem qualquer carregamento pelo meio. Chego ao destino ainda com bateria para ir a Braga.
      Não falem do que não sabem.

      • Miguel Real says:

        Pois deixa-os falar sem pensar, não avaliam o custo total do bem dividido pelo tempo e utilização se o fizerem o patamar para ultrapassar os ICE é logo ali na esquina e se fizer essa viagem de ida e volta algumas vezes ao ano então é que poupa e ganha em quase qualquer nivel, acho que se perde alguma privacidade na forma como os veiculos estão e evoluir, (de forma geral mas afinal circulamos no espaço publico ) e que o mercado vai ser electrico mas muito mais H2Verde que baterias em quota de mercado a longo prazo.

      • Cláudio says:

        Então deve ser a 100km/h porque daquilo que sei, não aguenta tantos kms.
        A autonomia dos carros nem a 1000 kms. Os electricos para andar dentro da cidade acredito que seja bons para viajar ainda estão longe de ter uma autonomia decente.

  4. Jota says:

    Ainda dizem que não há dinheiro, ele está é mal dividido!

  5. Helder Monteiro says:

    Tesla é uma marca de automoveis électricos com varios veiculos, e nao um “veiculo”.
    Basta ver as vendas da Peugeot e Citroen, para constatar que o grupo Stellantis foi quem mais vendeu veiculos electricos em portugal no ano de 2021.

    • mlopes says:

      começas bem e depois enterras-te no teu próprio raciocínio de uma forma que chega a ser cómica.
      resumindo, a tesla foi a marca que mais ve vendeu em portugal em 2021 😉

      • Helder Monteiro says:

        Depende de como quiseres noticiar e analisar dados. Eu digo que a empresa Stellantis (empresa tal e qual como a Tesla), vendou mais carros em portugal.
        Da mais cliques falar na Tesla!
        Eu nao disse que a marca Tesla nao vendeu mais carros, muito pelo contrario, poderiamos era valorizar mais as nossas empresas europeias! (e sim, a Stellantis tambem tem fabricas em Portugal).

  6. Flavio Goncalves says:

    tanta asneira aqui. Fazei lá as vossas contas, quanto gastais num carro normal durante o uso. Gasolina, manutençao etc. Eu já poupei 15000 Euros em 60000 KMs em manutençoes e gasolina.
    Pensais que os 95% que em setembro na noruega não compraram um carro a gasolina ou gasóleo são burros? O quê que pensais que esses norguegueses faziam há 5 anos atrás? Diziam a mesma coisa, tinham as mesmas dúvidas, mas aprenderam. Ainda por cima diz-se que em condiçoes climáticas frías os carro elétricos tem mais problemas, olha que engraçado, onde é que os carros elétricos são mais vendidos? Noruega, Holanda, Suiça etc. E nem sempre há incentivos 😉

    Chama-se “disruptive tecnology”, como cameras digitais, USB, smartphone etc.
    Contra factos nao há argumentos, o tempo vai mostrar 😉 bom ano a todos.

    • Renato Vale says:

      Explique-me como é que já poupou 15000€ em 60mil Kms? Não sei como fez essas contas, mas assumindo que teria um carro com um consumo médio de 6,5L/100km’s, gastaria em combustível cerca de 3900litros que se falarmos num veiculo a gasóleo, com um preço médio de 1,50€/l daria um total de 5850€, ora assumindo que não paga nada pela eletricidade com que carrega o seu carro, a sua poupança teórica seria esse valor no máximo. E nem vale a pena falarmos na manutenção, pois se fosse com o carro à revisão de 20000 em 20000 kms teria de vazer 3 revisões, que com um custo de 300€ por revisão elevaria o seu total em 900€. Desculpe lá mas a sua matemática não bate certo…

      • DB says:

        Se andar sempre em primeira e acelerador no fundo, vai gastar os 15000 euros.. na boa….. bem poupadinho

      • Há cada gajo says:

        Não vale a pena. A malta dos VE arranja sempre estas estórias para ridicularizar os outros.

        • Flavio Goncalves says:

          ok, com essa lógica a malta dos ICE (carros a combustáo) fazem quê? São santos?
          Como a malta das câmaras analógicas, a malta dos telemóveis nokia que diziam que ninguém precisa de smartphones e a malta das floppy disks.
          Falamos em 10 anos 😉

    • gfasdsdf says:

      Gostava de ver essa conta explicada. Por assim sendo quase que pode trocar de carro a cada 3 anos.

  7. Flavio Goncalves says:

    é simples 😉
    o meu antigo fiat punto foi um carro banal e simples sem grandes extras -> barato. Mesmo assim, fazia 650 kms com um tanque (45l), com um consumo medio de 6.5l. 60000km / 650 * 1.72Eur * 40l (porque nao ia a fundo com o tanque) (preço medio conforme google. Sim existe mais barato mas SIM existe mais caro (autoestradas) e eu estive em quase toda a Europa) ~ 6500 Eur
    em 70000kms com o fiat fiz 5 serviços entre 600-1400 Eur (novos travões e discos 1x, novas baterias 2x, várias velas e óleo, luzes, inspeçao)-> 5500 Eur
    e o meu fiat com 69 CV não é o tesla com 500CV, mesmo assim foi simpático ao nao comparar com o X5 do meu pai que todos os anos tem avarias com custos a cima dos 5000Eur, nem o A4 do meu primo que sempre tem a caixa de marchas a mudar. Estatísticamente ja teria uma caixa ou uma suspensão mudada com esta kilometragem. E um carro com esta potencia (3.9 aos 100, T3 AWD com boost) é mais comparavel com um lamborghini ou M3 Competition, AMG BENZ etc (não comprei um smart). Mesmo assim abdico de adicionar estes custos todos, mas há que me permitir um consumo de digamos 8 litros e uma reparaçao mais cara em consideração. Digamos uns 3000 Eur em 60000kms -> 15000 Eur. Podeis tomar em conta as multas de CO2 que não paguei ao utilizar ferries ou portagens na Noruega, Suécia ou Itália ou estacionamentos nos centros na Itália, França ou Alemanha. Ao mesmo tempo o meu consumo é de 18.5 KWH (o seja 20% à mais do que o normal) porque 1. ando muito na autoestrada 2. gosto de dar gás 😉 aceito então gastar mais pelo prazer e o divertimento.
    Posso dizer que vivo na Suiça onde um carro com a minha potencia custaría 1000 Eur por ano. Tentei nao adicionar muito mas tambem nao esquecer de nada 😉 Tentei ser justo e são os meus amigos que tem gasolina no sangue, que quase me forçam a não esquecer estes custos. São eles – mais do que eu – que destacam as poupanças, porque veem que eu não tenho esses problemas.

    E sim, paguei quase toda a minha eletricidade, passei há pouco a barreira dos 2000Eur, pra semana vou fazer a minha primeira manutençao ao mudar o filtro do ar.
    Se quereis tomar outros exemplos com carros mais accesiveis, que tal uma Renault Zoe ou um Hyundai Ionic. Se olhar para as estradas portuguesas cheios de BMWs e Audis, não me parece nada enganador imaginar mais Teslas Model 3 (por exemplo) que se pode obter já a partir de 40000.

    Mas repito, podeis escolher uma Renault Zoe, um VW E-UP ou um Hyundai Ionic, e podeis fazer as contas as vossas maneiras, talvez mais, talvez menos. Facto é, que a mobilidade elétrica esta a crescer porque as pessoas realizam e aprendem. É imparável #disruptive tecnology e o tempo vai mostrar. Estou tranquilo.

    • Vitolas says:

      “Posso dizer que vivo na Suiça.”
      Se logo no primeiro post isto tivesse explicito aposto que ninguém se ia dar ao trabalho de responder por a quantidade de razões obvias a começar que, estamos a falar sobre o tema de carros vendidos em Portugal.

      E já agora um model 3 em Portugal base sem extras custa 51900€ .

  8. Flavio Goncalves says:

    Tasse. Vai-se sempre encontrar alguma coisa contra. Vemonos em 10 anos 😉

    btw atualmente não há Standard Range nem Plus em Portugal para emcomendar.

    boas 😉

  9. Paulo Renato Viana de Almeida says:

    Onde está a fonte de dados desses números??? É que a fonte oficial ACAP diz o contrário !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.