PplWare Mobile

Estará um novo Tesla realmente acessível já a começar a tomar forma?


Autor: Pedro Simões


  1. King Banido says:

    Do que que adianta criar um carro “acessivel”, se apos ser importado para Portugal, leva com não sei quantos impostos?

    Falando à coisa de 6 anos atrás, fui ver um camaro no stand da chevrolet que custava 100 mil€. Eles nos EUA(Pais de origem) custam 20 mil€. Como é possivel sermos taxados em 80 mil€ de impostos?
    Temos a fabrica da autoeuropa em Portugal, onde a maioria dos VW’s sao feitos, pelo menos só tenho a certeza no caso do Scirocco, mas mesmo assim é bem mais caro cá em Portugal do que na Alemanha… Depois esperam que as massas troquem para carros novos…

    • Filipe Almeida says:

      Infelizmente em Portugal tudo é mais caro que noutros países. Devemos mesmo achar que somos ricos que os outros ou que temos todos mais poder de compra. Como é possível, por é exemplo, as motas serem mais baratas na Inglaterra ou na Alemanha, que são países com massa salarial superior à nossa?

    • Cesar Nobre says:

      Estás a falar de carros poluentes ou de carros eléctricos??

    • King Banido says:

      @Cesar, Provavelmente os electricos, de momento não pagam tantos impostos, mas achas que vai durar para sempre? Os 80mil€ vão ser pagos com outros imposto a ser criado na altura. Estamos em Portugal afinal de contas, e tudo é taxado ou passa a ser taxado.
      Tens o MBway como exemplo. Fazem com que a malta goste e use, para depois taxarem. O mesmo vai acontecer com os electricos.

      @Filipe
      Não faço ideia, mas a unica coisa que me veem a cabeça é por ser Portugal… Taxas e taxinhas de tudo e mais alguma coisa…

      • Nick says:

        Taxas e taxinhas sao necessarias, sim senhor. Ou queres viver sem func. publicos? Isso e’ um disparate.

      • King Banido says:

        Foi como o Filipe disse.

        Portugal é dos paises com o IVA mais elevado… porque? Porque pode, porque o povo só se chateia quando se trata de futebol, e mesmo no futebol, não vês muitos com tomates para irem fazer manifestações… Basta vir a policia com os cacetetes e começa tudo a correr.

        Se comprares algo fora de Portugal, ao chegares a Portugal cobram-te o IVA do produto! onde é que isso já se viu? Este caso acontecia a uns anos atrás, neste momento secalhar tou só a falar da boca para fora, alguem que me corrija se tiver errado sff.

        Somos um povo comodista e estas poucas vergonhas vão continuar a acontecer. Contra mim falo, sou muito comodista.

    • jAr says:

      Os impostos são elevados, sim, mas esse exemplo não é o melhor.
      Em cima do preço anunciado eles também pagam os impostos estaduais, que podem variar de estado para estado, e em Portugal um carro que consome e polui tanto paga muito mais impostos.

      • King Banido says:

        Claro Jar, eu concordo contigo. Se polui mais, deveria pagar mais… Mas dai a pagar 80mil€ em impostos?

        Achas justo virem com as historias de mudar o parque usados nacional, para soluções recentes ou +amigas do ambiente, para depois levares com 80mil€ em impostos!? Fazerem proibições para obrigar a malta a mudar o carro, mas depois nem uma ajudinha dão…
        Obvio que estou a falar no caso do Camaro e não tou a generalizar, mas em termos percentuais é o mesmo praticamente para todos os carros…

  2. Realidade Portuguesa - IISV says:

    O automóvel sempre foi uma das principais fontes de receita do Eatado directamnte via , IVA, ISV e IUC e indirectamente através dos combustiveis. Citando “O ISV – Imposto Sobre Veículos (substituiu em 2007 o antigo IA – Imposto Automóvel) – é um imposto de matriculação, ou seja, é pago uma única vez quando o veículo é matriculado pela primeira vez em Portugal, seja novo ou usado.

    O ISV é calculado principalmente com base em dois critérios: a cilindrada e as emissões de CO2 do veículo. Alguns tipos de veículos, como os comerciais e as motos, pagam ISV com base apenas na cilindrada.

    Existe um desconto sempre que um veículo usado é importado da UE. Um veículo é considerado usado sempre que tem mais de 6.000km e 6 meses de matrícula inicial (no país de origem) – se apenas cumprir um destes critérios é considerado novo. Este desconto vai até aos 10 anos de idade, a partir dessa idade o desconto é sempre o mesmo.

    Veículos exclusivamente eléctricos não pagam ISV (nem IUC).” Assim, quem, quiser penalizar o estado pode comprar um VE e escapa aos impostos referidos (por enquanto!)

    • Miguel says:

      o automóvel é a principal despesa do Estado.
      direta e indiretamente dá despesa a torto e a direito.

    • Miguel says:

      não podes considerar o IVA como receita do automóvel.
      porque se não gastares parte do teu salário em carro gastas essa parte do teu salário noutro(s) produto(s) que faz receita de IVA exatamente igual.

  3. ahramis says:

    E depois ainda há quem acredite que o Estado vai continuar a dar borlas ao VE´s. A folha de cálculo não mente. Estou para ver os felizes proprietários dos eléctricos com centenas de cavalos de potência a ler a tabela do IUC qdo o dinheiro proveniente do sector automóvel começar a faltar… Haja bom senso tb nisto tudo!

    • Paulo Santos says:

      Mas aí os atuais proprietários não serão penalizados. A lei não poderá ser retroactiva. Vê a tabela de IUC para 2020, por exemplo, para veres a diferença entre os anos de matrícula.

      • King Banido says:

        Como assim Paulo?

        Apartir do momento que os EV’s passem a ser taxadas com IUC, todos, incluindo o antigos vão ser taxados… IUC é um imposto de circulação e não de compra.

        • IonFan says:

          Os impostos e alterações nos seus cálculos não podem ser aplicados retroativamente. Viola o princípio constitucional da confiança. Um exemplo disto são os veículos anteriores a 2008 (ou lá o que é) que pagam uma fracção do IUC dos carros novos. O imposto foi alterado mas isso não pode ser aplicado aos veículos existentes.

          • Paulo L says:

            Aplicar um imposto é diferente de retroactividade.

            Se alteram a forma de cálculo para o imposto de 2021 e sai em decreto de lei que se aplica aos veículos em circulação com matrículas após 2000, isto é legal.
            Se decidem aplicar essas regras com efeito a 2010 ou seja pedir 10 anos de imposto retroativo, isso sim pode violar o direito constitucional e como tal ilegal (até que 2/3 da assembleia decida mudar a constituição )

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.