Quantcast
PplWare Mobile

Inspeções: É melhor não retirar o filtro de partículas do seu carro

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Filipe F. says:

    Finalmente. espero que os chumbem a todos, e aos fumarentos que andam por ai. E devia ser obrigatorio mostrar faturas de intervenções visiveis recentes. Por exemplo se alguma solda tivesse aspeto de nova ter que se comprovar o que tinha sido com fatura, não vá haver aqueles espertos que mandam por um no dia anterior e tiram de novo.

    • Vítor M. says:

      De facto os fumarentos parecem estar a aumentar…

    • Haiw says:

      O meu e fumarento de 1989 e ando no centro de lisboa e nunca me disseram nada. Era so o que faltava comprar carro novo por causa dos ambientalistas, oferecam me um ou calem se.

      • Ze says:

        Ninguém lhe deve nada, mas você deve muito ao planeta onde vive.

        • Realista says:

          Só faltava o abraçador de árvores.

          • Almeida says:

            Ou o agarrado ao snif de partículas que acha que o mundo tem uma dívida para com ele e que nos concede o privilégio de existir. Vamos dar-lhe um carro novo. Devemos-lhe isso e muito mais 😀

        • Luis Pedro Duarte Sousa says:

          Tenho a certeza que a maior parte das pessoas que dizem isso têm TDIs do grupo Volkswagen ou algo do gênero em vez de optarem por japoneses a gasolina que com o mesmo preço tem mais potência, mais fiabilidade e um terço das emissões

          • Manel says:

            Como ?
            Caso não saibas todos os veículos automóveis na Europa têm que cumprir a norma Euro 6d-Temp, portanto não interessa que sejam Japoneses, Chineses, Coreanos, Americanos etc.
            Os veículos a gasolina emitem mais CO2 que os veículos a diesel, ao contrario os diesel produzem mais NOx e menos CO2 que os a gasolina.
            Os veículos com os motores (diesel) mais modernos, em termos de poluição estão equiparados com os a gasolina.

          • Gtikiller says:

            Lol, e os bmw, mercedes, peugeot, citroens, renaults, etc não contam? Cada cromo…

          • Louro says:

            @Manel,
            cO2 é o menor dos nossos problemas quando falamos de emissoes dos veiculos a combustao.

      • Urtencio says:

        Por um lado tens razão.. as taxas e taxinhas para depois uns e mais uns quantos poderem ter regalias de 8 motoristas e mais não sei quantos carros, faz que muitos dos comuns “percam” a oportunidade de adquirir carros mais recentes! Juntando com rendas de casas superiores ao ordenado mínimo…
        Típico de um pais aprendiz de Venezuela!

      • oeuropeu says:

        Muitos centros de inspecção vão fechar os olhos.
        Isto só la vai quando a policia começar a verificar os carros, e vendo que este não esta a cumprir as normas passar o auto, e acontecendo n que passaram na inspecção e não cumprem as normas e pertencem ao mesmo centro de inspecções, pedir uma inspecção ao centro por uma entidade competente.
        Só assim os centros de inspecção eram rigorosos, para não terem problemas ou serem fechados

      • Marco Oliveira says:

        O Problema não está num carro de 1989 que nem sequer tem filtro. Aliás o facto de ter um carro 1989 quer dizer que está a ajudar o ambiente ao não trocar de carro regularmente.

        • Robin says:

          Até que enfim uma resposta inteligente, e além disso mostra que é uma pessoa financeiramente inteligente porque, um carro serve para queimar km, seja velho o novo, com o novo os gastos são maiores e grande parte das vezes representa um endividamento por muitos anos o que corresponde a ser um escravo da divida e Portugal além de ter uma elevada divida publica, ainda tem uma da maiores dividas privadas, tudo a ajudar as crises em Portugal, mas ninguém pensa nisso, prosperidade não é sinonimo de endividamento, mas não se ensina as pessoas ,aquilo que passa muito é o convite a dívida.

        • Toni says:

          O problema é que na inspecção eles andam se for preciso 1 hora atrás de alguma anomalia pra reprovar o carro obrigando você a comprar um novo

        • Manel says:

          Um carro do ano de 1989 (se não foi alterado) está em conformidade com a legislação em vigor nesse ano.
          Outra coisa é comparar os níveis de poluição de um motor de 1989 com os parâmetros actuais.

      • Pedro says:

        Tantas palavras para dizer que tem um carro velho e podre.

        Mais valia ser logo directo.

        • Robin says:

          Essa é uma mentalidade de pobre,porque ter carro antigo não quer dizer rebentado ou estragado, também existe assim como novo e arruinado eu costumo dizer mostra-me o teu escape e digo-te o condutor que tu és.
          Essa mania de dizer que carro antigo está estragado é conversa de vendedor de automóveis e só vai nessa conversa quem não percebe de carros e motores.

    • Filipe says:

      E se eu fizer as reparações eu proprio que fatura é que levo? Parece que assumes que são todos aleijados que têm de levar o carro a um mecanico ou que o estado possa proibir cada qual de intervencionar os seus próprios veículos

    • Pirata das cabernas says:

      O que tem A FAP a ver com os fumatentos? O meu carro anda sem FAP e vão continuar assim por muitos anos e não faz mais fumo.
      E sim vai continuar a passar nas inspeções.

      • qqq says:

        não vai não. eu vou estar atento.

      • oeuropeu says:

        Pois não importa mesmo ser fumarento ou não.
        O problema de vocês e outros milhares que tiram as FAP’s deixando os gases NOx todos para atmosfera, que são altamente prejudiciais para o ser humano e responsáveis por muitas doenças pulmonares.
        O meu carro tem FAP e nunca removi, quando da problemas que remédio fazer uma limpeza ou comprar uma nova.

        Que ignorância achar que porque não se vê fumo ta-se bem, mais que o problema visual é os problemas de saúde que advém de tirar o filtro. Se não pensa em si, pense na sua família, amigos, não tem filhos?

        • Toni says:

          Agr andam todos preocupados com as substâncias nocivas antigamente os carros andavam e as pessoas duravam até aos 90 anos

        • Pirata das cabernas says:

          Então se estás assim tão preocupado com o ambiente compra elétrico. Se não chegar anda de bicicleta. Já não fazes poluição. Ou nem bicicleta tens?

          • D4rx says:

            Conduzir é um privilégio e não um dever.

            É preciso haver respeito.
            Tirar o filtro pode ser bom para a carteira mas péssimo para o ambiente e para a saúde!
            Sinceramente custa assim tanto ser normal? Custa seguir regras?

            Se a polícia fosse informada pelos centros dos veículos sem estes filtros, é que penalizassem os condutores o assunto ficaria resolvido em poucos anos… 1 ponto por cada mês passado sem resolver o problema… Quem não quiser, fica sem direito a conduzir… Paciência…

    • José says:

      Eu acho que não percebe como é que as coisas funcionam, os carros que já trazem filtros de partículas trazem também motores muito mais eficientes que não fazem fumo como os mais antigos que são autorizados a andar sem filtros de partículas, é tudo um engano. Eu tenho um diesel com 20 anos e não tem filtro de partículas, passou sempre na inspecção e sempre passará, mesmo tendo emissões piores do que qualquer carro diesel moderno. Os incentivos estão ao contrário, se não cobrassem impostos mais caros nos carros novos e não obrigassem a pagar 1000 euros de cada vez que se tem de mudar filtro de partículas, eu já tinha investido num carro bem mais recente, assim sendo sou condenado a andar com o meu carro mais poluente, mas também mais económico para a classe social mais baixa.

    • Paulo Vinagre says:

      Quem intervenciona e repara os seus veiculos? Era obrigado a deslocar-se a uma oficiona e pagar por serviços só para ter a fatura?

    • Janus says:

      Felipe F., Fumarento anda a tua cabeça.
      Foram pessoas como tu que me fizeram mudar de ideias relativamente ao aborto.

  2. ervilhoid says:

    mais tarde ou mais cedo ia acontecer

  3. Abreu says:

    E aqueles TDI alterados que quando aceleram a fundo faz uma fumarada preta?

    Era mandar ABATER, e a empresa que fez a alteração era pagar uma multa por atentado ambiental! Só assim acabava com essa moda

  4. Rui says:

    Muitos donos de carros que já tiveram filtro de particulas, estão neste momento preocupados. As empresas que os retiraram nem por isso, porque voltam a ganhar dinheiro a colocarem o filtro!!!!!

    Faltou referir que muitos “jeitosos” que retiraram o filtro numa operação mal feita, mais tarde pode provocar um incêndio no carro!!!! Um filtro de partículas não é mais do que um mini-incinerador que trabalha a temperaturas altíssimas!!!!!

    É verdade que o filtro de partículas e o catalisador castram o motor e retira-lhes potência, mas melhora e de que maneira a poluição. Experimentem ir atrás de um diesel de 20 anos (que nós ainda permitimos) e vejam se aguentam ir muitos km atrás dele sem ficarmos enjoados!

    Em vez de se atacar os carros modernos e menos poluentes, devíamos incentivar o abate dos carros antigas, ah, mas espera lá, quem usa carros antigos é porque não pode trocar por um carro novo, ou é uma empresa de transportes públicos ou de transporte de mercadorias, transporte naval, transporte ferroviário……. pois, se calhar essa medida tem custos!!!!!

    • André R. says:

      Olha lá, o meu Corsa B 1.7 D tem 20 anos e aposto contigo que faz menos fumo que os TDI, que por aí andam… isso que dizes não se aplicam aos carros velhos de certeza…

      • Rui says:

        Eu nem sequer falei em fumo!!!! Já andou atrás de um carro Corsa B 1.7 D com 20 anos? E com 30 anos? Quanto tempo aguenta andar atrás deles? E tractores? E papa-reformas?

        • jose says:

          Rui, sai dessa bola em que vives e para de dizer merda, obrigado

        • Luis Pedro Duarte Sousa says:

          Desculpe mas tenho que discordar consigo, ao contrário do que muita gente pensa os sistemas de catalisação de escape de carrospouco evoluíram nos últimos 30 anos( eu sei disso pois sou engenheiro mecânico) se por acaso isso enjoa é por que esse carro está a queimar óleo, o que pode acontecer em veículos com mais de 400000 km, mas caso o veículo seja pouco rodado (até cerca de 250000km) é provável que não poluia mais que um carro a diesel novo, quanto aos tratores e papa-reformas concordo consigo, pois muitas vezes sai de fábrica com linhas diretas.

        • Robin says:

          Os meus têm 30 anos com 100.000Km e outro com 25 anos 160.000 km ao lado de um carro novo têm melhor aspeto não fazem fumo preto,azul ou qualquer cor, mas conheço muito carro novo a km óleo com fartura e também posso dizer que os carros novos poluem muito mais, começam logo por ser construidos para o 1º dono e para a garantia, depois disso acabaram.
          Conheço um tipo que disse tive um Mercedes fez 3 milhões de Km, comprou um Ford Mondeo NOVO !! pois e disse-me neste já foram 2,500€ para cx de velocidades , a FAP é a toda hora e motor parece que se parte todo resumindo é novo, mas tem um merd de um carro.

        • Ivan says:

          Como ja disseream, isso de enjoar é oleo a queimar. Tambem tenho um Corsa B 1.7D de 96, com 450mil km, SEMPRE BEM MANTIDO, e nao deita nem fumo preto nem azul nem amarelo as riscas rosas. Não são os anos que importam mas sim o estado de conservação do mesmo. Ja vi uns quantos BMW e VW com menos de 5 anos à minha frente a queimar oleo, isso sim enjoa e faz um mal terrível!

      • Abreu says:

        Eles fazem fumo preto porque foram alterados, era mandar ABATER mais nada! Aqui na madeira tem muitos túneis e quando esses carros lá passam deixam os túneis cheios de fumo, os vecotecs disparam as ventuinas!

        Sabes quanto custa em electricidade 5 minutos de uma ventuinas ligada? Não gastas isso em 3 meses numa habitação

        A única saída era mandar ABATER esses TDI , e com multa para o proprietário, logo essa merda ia acabar

        E as oficinas que fazem essas alterações deviam de pagar uma boa multa ambiental!

        Não sabem o tormento que e ficar avariado num túnel e passar esses Cronos e respirar aquele fumo!

        • Hugo Figueiredo says:

          Compras um tdi assim não ficas apiado dentro do túnel…….

          • Abreu says:

            Tenho um 1.4 TDI polo de 2001, não faz fumo e nunca me deixou apeado.

            Trabalho em assistência e muitas vezes estamos dentro de túneis a aguardar o reboque e passa um cromo com um 1.9 alterado e fica tudo negro! Onde anda a polícia? Onde anda os ambientalistas?

            Alguém tem que fazer algo, uma coisa e o carro fazer fumo normal outra coisa é fazer aquela fumarada toda, as tantas aí no continente não tem esses Cronos

          • Carlos Rocha says:

            Isso é o que tu pensas, ou queres mesmo te enganar a ti próprio.

          • Carlos Rocha says:

            Isso é o que tu pensas, ou queres mesmo te enganar a ti próprio.

        • Manel says:

          O meu faz fumo quando faz a regeneração, e está em conformidade com a Lei.
          E agora como ficamos ?
          Os fundamentalistas no futuro vão andar de bicicleta ou a pé, basta ver que a cruzada conta os automóveis está a dar resultado, é ver o preço dos veículos novos.
          Carlos Tavares (Peugeot) já alertou à uns anos que uma família normal não vai ter rendimentos para comprar carro no futuro.

    • Joao says:

      Concordo gosto muito do planeta e do ambiente mas entre o ambiente e a carteira vai sempre a carteira e a verdade é que os filtros de particulas podem trazer montes de problemas ao carros e beneficiar o ambiente prejudicando toda a gente tambem nao acho correto se começara dar problemas ao carro concordo que se tire façam coisas que nao dêm problemas e toda a gente usa, tambem é verdade que se formos atentos podemos evitar os problemas tais como quando o carro aumenta as rotaçoes sozinho quer dizer que esta a queimar e nunca se deve desligar o carro nessa altura o que acontece muito com pessoas a fazer viagens pequenas mas secalhar em vez de criminalizar todos os que tiraram o filtro para o carro nao dar problemas podemos por exemplo começar a ensinar as pessoas que estao a tirar a carta este tipo de coisas mas o que é importante é ensinar coisas que nao servem para nada

      • Brilhasman says:

        O Tuga gosta de carros a gasóleo, mas não sabe conduzir, ou seja, não faz km para compensar um carro novo a gasóleo…tenho dito…e não percebo nada disto…

    • Robin says:

      Esta é uma resposta que representa o porquê de Portugal estar endividado até ao tutano o importante é a divida, as pessoas devem endividar-se para ficar um País limpinho.Sim porque quem diz que a FAP mantém um motor limpinho, de certeza que não sabe o que é a fap nem o que faz aos motores e já agora convém também dizer que quem não tira a fap também incendeia não só os motores como os carros, dou 2 exemplos um carro de 2013 (50.000€ ) e outro 2019 (70.000€) nunca mexidos.

      Respostas de idiotas

      • Gtikiller says:

        Tive um seat leon fr tdi 170 fiz 200 000 e nunca tive problemas com o filtro nem nunca se incendiou… Tudo tretas… O pessoal tira o giltro apenas para ganho de potencia nada mais

    • Ricardo Gouveia says:

      Nao sei qual é a tua cena com carros antigos… Se nao gostas de carros antigos tem paciência… Temos pena meu amigo… Tens de respeitar quem tem carro antigo.
      Quem tem carro antigo é porque gosta

    • Toni says:

      Um carro novo é pra estar sempre encostado na oficina?? Não obrigado velho e bom!

    • Nelson says:

      por lei ,, so os carros a partir de 2009 é que são obrigados a ter fap ,, até essa data quem os tirou nao tem de os voltar a meter ,,e se fosse mais mais informado os carros que incendeiam sao justamente os carros com o filtro estragado ,, e por falar em carros incendiados ,, hoje é dia de incendiar carros por toda a França ,, sabia disso ,,, a noite do 14 de julho ,,,

      • Filipe says:

        Não amigo, segundo o diário da República , qualquer carro que tenha saído de origem com filtro de partículas, não pode retira-lo, e assim chumbar na inspeção.

  5. Nuno says:

    Grande problema, levam o carro ao mecânico e ele leva-o à inspecção e passa de certeza e paga-lhe 10€, bem mais barato que ter de reparar o filtro de partículas ou voltar a pô-lo. Se acho bem, claro que não, mas infelizmente é assim que as coisas funcionam em Portugal.

    • BC says:

      O valor de pagar ao mecanico para levar o carro, mais pagar ao inspetor para fechar os olhos, é mais caro do que meter o raio do filtro e levares tu o carro à inspeçao.

    • Louro says:

      Precisamente, por isso é que em caso de suspeita a policia deveria de ter autotidade para te enviar para um centro de inspecoes (a escolha deles) de forma imediata.

      Assim acabava a história, e caso o carro tivesse feito inspecao nao há muito tempo, o centro de inspecoes deveria de ser investigado.

  6. pedro says:

    agora é que vai ser ganhar dinheiro !!!! o meu filtro de particulas novo custa perto de 2.000 euros …..

    • BC says:

      Nao o tivesses tirado…

      • pedro says:

        não tirei, mas no dia se precisar de mudar/limpar é que vai duro ….

      • Hugo Figueiredo says:

        És um campeão a falar do caraças so tu fazes a página dos comentários…. A vida é feita de escolhas, 1o uma boa modificação não faz fumo como muitos azeiteiros que andam na rua 2o isto da fiscalização não vai dar em nada porque passa tudo desde que metas lá a nota 3o os filtros de partículas são demasiados caros ora se trocamos por um mais recente levas por tabela se manténs o carro antigo és criticado 4o muita gente tira o filtro porque não tem como pagar um novo para por no carro 5o ah mais gente a tirar o filtro por não ter guita do k aqueles que querem por mais cv’s…..

        • me and me says:

          @hugo:
          Passa tudo desde que deixes lá a nota…. Se soubesses a raiva que isso me dá…. Espero que a polícia meta opacimetros nos carros e manda apreender tudo o que ande sem o filtro… Não tenho pena…
          Se acham caro o filtro comprem um carro sem ele…. É a vida. É o que dá ter um carro moderno… Não chorem e cumpram as regras.

          • me and me says:

            Um carro que venha sem filtro de fábrica claro

          • Hugo Figueiredo says:

            Pela tua lógica tenho que andar com um carro do ano de 2000 deixa de ser boneco…. Já havia carros de 98 a vir com esse sistema de FAP só apartir de 2010 é que passou a ser obrigatório informa te

  7. ok says:

    Finalmente. Já estava farto de ver azeiteiros na estrada e no youtube com a sua carroça velha que não anda nada e a deitar fumo preto.

    • Luis Pedro Duarte Sousa says:

      Não andam nada??existem TDIs em Portugal com quase 500 cv, claro que continuo a preferir um Honda série b ou k , pois sou um petrolheart mas dizer que não andam nada?
      Estuda antes de falar, ok?

      • Abreu says:

        Deviam de ir abater esses caros, sucata com eles, se querem fazer fumo que meta o carro na garagem e dá-lhe gás.. esses gajos só tem m¿$?%a na cabeça

  8. márcio says:

    de acordo com a CWR, uma ONG que se dedica ao combate às emissões poluentes, os 15 maiores navios do mundo, sozinhos, emitem mais NOx e enxofre para a atmosfera do que os 1.300 milhões de automóveis a circular em todo o mundo.
    pois é… os automoveis e tal… o eletricos e tal…

    • Luis M says:

      Faltou-te dizer que esses 15 navios sozinhos transportam mais carga que os 1300 milhões de carros… Não te esqueças que cada compra que fazemos de material electrónico e não só, estamos a contribuir para que esses navios poluam. Para se reduzir a poluição global é necessário, entre outras medidas, alterar mentalidades. O consumir local tem que vingar.
      Em relação à noticia em si só peca por ser tardia, embora vá haver sempre inteligentes a dar a volta ao sistema, como centros de inspeções a fechar os olhos.

      • márcio says:

        concordo com tudo!
        saliento que carga não são pessoas que se movem todos os dias. Consumir local tem de ter vontade politica e financeira.
        e soluções racionais para os navios? mais de 50% dessa poluição estava resolvida em 15 unidades, já que controlar 1300 milhoes de automoveis…

      • Rui says:

        Não é verdade!
        Esse número de 1,3 mil milhões de veículos já inclui camiões e autocarros!!!!!
        Sabe que pelo menos essa carga transportada por esses navios chega ao destino por camião, certo?
        https://www.carsguide.com.au/car-advice/how-many-cars-are-there-in-the-world-70629

        • márcio says:

          a questão é a fonte de poluição e a precupação (ou a falta dela) aqui debatida, se 15 navios poluem tanto como todos automoveis porque não tornar esses mesmos navios mais “ecologicos” e tomar medidas sobre esses 15 meios de transporte em vez 1,3 mil milhões? não quero dizer com isto que não atue sobre os automoveis, mas vamos é por as hipocrisias de parte! é triste mas é verdade… no fim resume-se tudo a lucros.

  9. Louro says:

    Lá se vai a poupanca que o pessoal dos diesel dizia ter.

    Acho muito bem, esta regra só peca por já ser tardia, deviam de munir a policia com formas de fazer testes de emissoes na rua ou entao fazer com que pudessem enviar os carros para fazer uma inspecao caso achassem que fosse adequado.
    Nao é encontrado nada de mal, inspecao é grátis e a pessoa segue a sua vida, é encontrado algo mal, é logo a multar e inspecao com preco pelo menos 3 vezes superior ao normal.

    Querem mais potencia, pura e simplesmente comprem carros mais potentes, o que nao falta é oferta no mercado.

  10. ze says:

    Eu tambem queria era que acabassem com os desportos motorizados, por ex, f1, moto cross, rali,,,, etc… Issso ja nao convem,,,,, dá dinheiro…

  11. eu says:

    Será que também vão ver os filtros de partículas dos NAVIOS?
    É que esses não poluem nadinha.
    Ahhh esperem lá… Qual filtro de partículas num NAVIO?
    Pois é…

  12. Fernando says:

    É preciso ser se muito ingénuo para pensar que um simples carro de um proprietário particular, irá fazer alguma diferença na poluição global.
    Os maiores poluidores do planeta são TODOS financiados ou subsidiados pelos estados e nós, Zé povinho, andamos aqui a pagar multas pesadas porque fomos apanhados num esquema viciado. Os filtros de partículas vão todos dar problemas, em 90% dos casos é inevitável e resolver isso fica caríssimo, então muita gente tem de os retirar porque é como remover um cancro do carro.
    Mas volto a dizer que os carros particulares em termos de poluição global, equivale a menos que nada

    • Luis M says:

      um simples carro não faz nada, 1300 milhões a rodar todos os dias são capaz de fazer…

      • Manel says:

        Tens a certeza ?
        Soma o transporte marítimo (que os motores queimam tudo o que se mete lá dentro) e transporte aéreo e vais ter uma surpresa, esqueces logo os automóveis.

    • Toni da Adega says:

      Então o que é que está a contribuir para a poluição das cidades? Temos cidades cobertas de SMOG e fumo.
      Muitos afirmam que os carros não poluem então o que é que faz com que a qualidade do ar nas cidades seja tão má?

      • Luis Pedro Duarte Sousa says:

        Jonas industriais, portos marítimos nas redondezas, aeroportos, matadouros nas redondezas,metros com mais de 30 anos, é pressiso continuar??

        • Toni da Adega says:

          Portanto uma cidade no interior o Smog é provocado por transportes eléctricos (metro), portos marítimos, matadouros e aeroportos que ficam a dezenas de km de distância?

          • Luis Pedro Duarte Sousa says:

            Foi erro do corretor eu queria dizer apemetros que são filtros das chaminés, e caso tu não saibas existe o porto de Lisboa, dois grandes matadouros em loures, o aeroporto da Portela e grandes zonas industriais em Vila Franca de Xira, tudo isto dentro da zona urbana da grande de Lisboa.

          • Manel says:

            Smog numa cidade do interior ? Só se for industrializada.

  13. Rui says:

    O meu ainda tem FP direitinho. Tenho sempre cuidado em ir com ele a auto estrada para ele não estar em regeneração. Agora há uma coisa, as pessoas têm que avaliar esses gastos antes de comprar um carro. Quem não tem dinheiro para manutenção de um carro a gasóleo compre um carro a gasolina.

  14. Coelho says:

    o governo que baixe o preço da gasolina, acabam com o problema dos motores diesel

    • Rui says:

      Sim, porque os carros a gasolina não poluem nada!!!!
      Nem emitem muito mais CO2 que os carros diesel nem nada!!!!!

      • Luis Pedro Duarte Sousa says:

        Não é só o CO2 que polui, muitos outros gases piores são produzidos por motores a diesel, para não falar que nem se torna muita diferença na economia porque os motores a gasolina consomem menos e com metade da cilindrada(menos gases/consumo) de um motor a diesel consegues facilmente ter o dobro da potência.
        Não venhas regatear que eu sou engenheiro mecânico.

        • Luis Costa says:

          Dizes então que um carro a gasolina consome menos que um carro a diesel? Ai jasussss.. Nem te vou perguntar em que Uni tiraste esse curso para não envergonhar essa escola

          • Luis Pedro Duarte Sousa says:

            Sim, consomem praticamente o mesmo porque a cilindrada é inferior, por exemplo um golf 7 1.4 tsi cosome exatamente o mesmo que um golf 7 2.0 tdi mesmo o tsi tendo mais 10 ou 20 CV e produzindo menos gases.
            Eu sei o que estou a dizer, não sou apenas um desinformado a tentar ter razão.

          • Alberto Gameiro says:

            Esse engenheiro mecânico tem razão

          • Rui says:

            Qualquer carro a gasolina que tenha de fazer percursos com inclinação, no mínimo consome o dobro de um carro diesel.
            Vejam bem que carros usam as pessoas em Trás-os-Montes, Guarda, Douro, Covilhã…… motores diesel e com alguma cilindrada. Vejam bem quantos carros a gasolina encontram em sítios montanhosos!!!!

          • Luis Costa says:

            Comparas veículos com cilindradas totalmente diferentes, queres comparar compara 2.0tdi com um a gasolina idêntico e aí veremos. É como já te disseram aqui, mete um carro a gasolina a fazer longas distâncias e com subidas inclinadas e depois vem aqui falar. E olha que já tive tanto uns como outros na mão, e quando toca a dar esforço ao motor o de gasolina vai sempre gastar mais pois não é um motor para esse efeito.. Agora podes me dizer é que vais gastar pouco a não ir a grandes velocidades, óbvio! No meu diesel se for a velocidades constantes e baixas gasto pouco também!

        • Pedro Brettes says:

          Que motor a gasolina faz 3.5l/100 kms?

        • Rui says:

          Óh senhor Engenheiro. Então resolva-me lá este inbroglio.
          Eu durante 1 ano e meio alugava um carro, ao serviço da empresa, para não ter de me deslocar com o meu pessoal (certificação da qualidade).
          No início eu alugava carros a gasolina, porque o aluguer é 20 e picos euros mais barato. Fazia percursos de montanha, a atravessar o douro até Vila Real e regressar, cerca de 140km de cada vez.

          Como compreende, eu tinha de devolver o carro e voltar a atestar de combustível. Olhe, experimentei os famosos carros de motor minúsculo de 1000 a 1200ccm (desde Fiat 500, Renault Twingo, Renault Captur, Peugeot 107…..). Explique-me como é que todos estes carros de matrícula de 2019, motor a gasolina, faziam todos sem excepção, médias entre 12 e 17 litros aos 100km? Repare, não é 12 a 17 litros nos 140km, é mesmo uma média de consumo de 12 a 17 litros aos 100km!!!!! Explique-me lá este fenómeno já que não percebo nada de Engenharia!!!!!!

          Passei a pagar mais 20 e tal euros, e passei a andar com o Dacia Duster 1.5DCi, Fiat Tipo 1.6 diesel, Renault Clio DCi 1.5 de 85cv. E a média de consumo andou sempre entre 6,5 e 7,5 aos 100km!!!!

          Explique-me lá o fenómeno. Ah, o Captur a gasolina foi o recordista com 17 litros aos 100km!!!!

          E olhe que tenho aqui facturas na contabilidade e o registo de km para comprovar tudo o que afirmo!!!!!

          • Luis Pedro Duarte Sousa says:

            Deve de estar a fazer alguma confusão, alugou um Captur ou Camaro v8?
            Eu tenho um fiesta 1.0 ecoboost e faz médias de 3.8l 100 a fazer 350km a 100km/h

          • Rui says:

            Venha passear pelo Douro e diga-me que carro a gasolina faz menos de 10 litros aos 100km.
            Estou a ver que conduz muito!!!! E conhece bem o país onde mora!!!!!
            E então o Twingo a gasolina que é um carro que na A24 a subir consegue uma velocidade máxima de 70Km/h da Régua a Vila Real!!!!!!
            Vá lá experimentar com o seu Ecoboost e veja lá a média que faz a subir a A24!

          • Luis Pedro Duarte Sousa says:

            Conheço bem a24
            Durante 2 anos ia a chaves quase todos os fim de semana e sei o quão má essa estrada é, já lá tive muitos sustos, mesmo assim é impossivel um Captur fazer 17/100, nem um gpl faz isso

          • Rui says:

            E consegue chegar a Chaves (Régua-Chaves) num carro a gasolina a fazer menos de 10 litros aos 100Km? Eu gostava de ver uma viagem dessas!!!!!!!

        • Toni da Adega says:

          Se um Diesel, é mais caro, tem menos potência e maior consumo, então nem se compreende a sua existência.

        • Manel says:

          Como ?
          Qualquer pessoa, nem e necessário ser Engº. para saber que o diesel é o motor com mais eficiência energética.
          Deves é ser engº do facebook, ou tiraste o curso num domingo.

      • zedascouves says:

        E que tal andares a pé ou de skate se estas de mal com vida não temos culpa.
        não respires ,nem comas bifes ou peixe porque estás a contribuir para poluição.

  15. jose says:

    Não sei qual é o problema do pessoal em portugal com carros com tuning aka fumarentos… frustados …

    • Luis Pedro Duarte Sousa says:

      Também não compreendo, tenho um Honda Civic eg K20 VTEC turbo que eu desenvolvi de maneira a que tivesse toda a segurança, visto que sou engenheiro mecânico e gostava de saber porque é que em Portugal não é possível legalizar turbo, visto que é legal em muitos outros países da Europa e pouco altera nas emissões, e as barras que eu coloquei parra que o carro curva-se melhor para garantir a minha segurança e também das outras pessoas na estrada São ilegais mesmo sendo um item que são originais em alguns modelos do carro e que ajuda na segurança.
      Eu acho que isto precisa de ser revisto, porque eu acho isto uma estupidez e eu não ando ká sem catalisadores, por exemplo se o meu carro fosse belga estaria completamente legal pois eu tenho toda a papelada de origem das peças, mas como é português não é possível.

    • Ricardo Gouveia says:

      É mesmo… O pessoal que tem carros originais tem dores de cotovelo

  16. Paulo Fernandes says:

    FAP nos navios, já!

  17. Tiago Oliveira says:

    O maior problema de todos nem é voltar a instalar o filtro de partículas, que normalmente anda à volta dos 1500€, depende.. O problema são os motores dos carros mais antigos que perdem óleo e têm fugas e assim nem vale a pena instalar um filtro de partículas novo porque se vai estragar logo… Tendo que reparar o motor mais vale comprar um carro novo! Vai ser um problema grande para muitos porque existem centenas de milhares de carros a gasóleo (não só TDI da VW como se fala aqui) que tiraram o filtro de partículas e agora não se sabe como se vai contornar esta situação. Nem todos têm dinheiro para comprar um carro mais recente. Era uma boa altura para voltarem os incentivos para abate do carro antigo.

    • Luis Pedro Duarte Sousa says:

      Carros com mais de 25 anos é praticamente impossível apelar para abater, pois são considerados carros de coleção.

      • JMCXL says:

        Não é por ter 25 anos que um carro é de colecção.
        Para um carro ser considerado de colecção tem de cumprir uma série de requisitos, e em que a idade nem é o mais complicado.

        • Luis Pedro Duarte Sousa says:

          Sim, mas muitos dos donos iam alegar isso e também poderiam se ir registar, pois basta o carro ter uma ou outra peça original e pagar 15€ numa inspeção num centro qualificado e fica com um certificado com validade de 6 meses

      • Manel says:

        Deves é trabalhar no Estado.
        Por os conhecimentos que esbanjas-te por aqui, sendo Engº mecânico, não tinhas lugar numa empresa privada, tal a dimensão das barbaridades que dizes.

  18. Paulo Campos says:

    Agora é que vou começar a faturar hehehe, venham eles.

  19. Rui says:

    O filtro de partículas é um artigo de luxo, como não tenho carteira para luxo não uso. IVA de 23% pensem nisso…para além de quando fazem regenacoes os níveis são 50vezes superiores

  20. ervilhoid says:

    Se é bom ou não ter filtro de particulas não sei, se ajuda o ambiente ou não, penso que sim..
    ir atrás de certos carros é dose, o cheiro é insuportável..

    cá em casa há 1 carro que se retirou o filtro e digo que estar com aquele carro num espaço fechado é preciso uma máscara com garrafa de oxigénio

    agora não venham é com aqueles filtros que só actuam com o carro parado 🙂

  21. NjsS says:

    Só por curiosidade, existe algum estudo que tenha feito medições de emissões quando os carros estão a fazer a regeneração do dito?
    Pelo menos no meu caso, é mais fácil estar ao pé de uma incineradora que ao pé do meu carro quando está a fazer a regeneração 🙂

  22. Adrisoares says:

    BLACK SMOKE MATTERS

  23. Salazar says:

    O que mais vou gostar de ver é que o pessoal da Honda e afins vao ter que passar a usar também as FAP…

  24. Euéquesei says:

    Pessoal pagou umas boas massas para retirar o filtro, não o pediu na oficina para devolver, já que estava operacional.
    Agora as oficinas têm lá milhares de filtros prontinhos para vender, que lhes saíram a preço zero..lol.
    Isto há cá coisas…

    Em relação ao engenheiro mecânico, estou a ver que os cursos de engenharia foram todos dados no mesmo sítio e pelo mesmo professor.
    Espero que não se tenham encontrado todos às 3 da manhã de um domingo para obter o canudo…

  25. Carlos marques says:

    Para quê tanta coisa, o meu último automóvel passou na inspeção sem sequer sair do meu estacionamento. Enquanto houverem centros de inspeção a aceitarem dinheiro para passarem os carros mesmo carregados de problemas ou todos quitados, nem vale a pena fazerem este tipo de medidas.

  26. zedascouves says:

    Muita gente com a mania que o carro velho é fumarento, tem piada eu tenho visto é os novos, todos quitados a fazer fumo.
    Não são os velhos que andam a fazer corridas, esta gente precisa de limpar as cabeças até metem pena, de mecânica não vêm um boi, mas mania lá isso têm.

  27. Rui says:

    Comprei há uns anos um carro usado com FAP, entretanto as minha situação económica piorou, a FAP avariou e entre gastar €1500 numa nova e €300 em retirar, claro que optei por retirar. No próximo ano não passa na inspecção, o que faço? Fico sem carro (não posso pedir crédito para pagar a FAP por estar desempregado) ou vou dar o rabinho, é isso? Nem me importava de encostar o carro, mas não tenho transportes públicos num raio de 12km.

    • Rui says:

      Ha, e não sou tuning, tenho uma carrinha ford, a teoria do “é bem feito para os fumarentos” não se aplica.

    • Monte Gordo says:

      Rui, de facto a solução passa por comprar um carro a gasolina usado trocando esse ou pagar um FAP em mensalidades. Além disso em ferro velho há peças usadas a bom preço.
      É triste que a situação financeira piorou e no seu caso não é por “tunning”, mas as leis são feitas para o geral e não casos específicos.

      • Robin says:

        As leis são feitas muitas vezes com a intenção de manter pobres as pessoas e passo a explicar.
        Começa pela mentalidade uma pessoa rica, começa por não desperdiçar o dinheiro, um carro é visto como um bem que desvaloriza rapidamente e serve para fazer Km, queimar estrada, depois evita ao máximo pedir emprestado porque quem pede emprestado é escravo de quem empresta, como faz ?
        Arranja um bom carro usado que tenha um motor a diesel ou gasolina fiável, com facial manutenção e barata, ( vou dar um exemplo que conheço o meu irmão tem um veiculo com + de 20 anos é uma marca premium tem actualmente 75.000 km mudar a correia de distribuição naquele motor não se muda, custo = 0, se tiver um carro novo da mesma marca, mudar a correia de distribuição fica em cerca de 4.000 €, e carros desses e mato na rua, e a função é a mesma queimar Km ) agora eu pergunto prosperidade é o quê ?
        Se olhar-mos o reverso da medalha o que vê ? são os tipos como apenas o seu ordenado fazerem papel de teso e endividarem-se para comprar um carro novo que além do custo da prestação ainda ,vão levar com manutenções e reparações de fazer chorar a carteira.
        se replicarmos isto temos o País que temos sempre com o credo na boca e de mão estendida e de quem é a culpa ? pois é.

  28. Monte Gordo says:

    É curioso ver que muita gente nesta página são de certo jovens e no entanto a maioria com zero sentido de ambientalismo. O que interessa é potencia, barato e passar na inspecção. Se emite X ou Y não lhes interessa… por isso há países que são ricos porque o povo é rico na cabeça, e outros são pobres porque o povo também lhe falta riqueza “cinzenta”.

  29. rodrigues says:

    Esta medidas podem estar sujeitas ao fracasso… os carros tem cinzeiros, palas e outros “buracos” onde cabe, perfeitamente, uma nota de 50 paus…

    Os carros nem iam à inspecção, foi preciso a foto comprovativa… engraçado o carro que no ano anterior tinha “passado” numa “tele-inspecção” voltou a passar já no centro…

    Sei de quem tenha retirado o FPA porque, efectivamente, estava a dar problemas… não devia retirar, deveria substituir… sim… um dos problemas com os carros até nem é os adquirir, é o seu sustento! E os rendimentos da maioria dos “portugas” é baixo, não chega para tudo…

    Sem dúvida que se vê muita vaidade em ter um carro de uma determinada marca/modelo… um carro para mim não passa de um meio de transporte que não me enche de vaidade… se pudesse não ter carro era muito bom

    O meu carro tem 20 anos, gasolina/gpl… um Honda 1.7i. Não levo nada nos “buracos” quando vou à inspecção… nada a apontar, está tudo dentro da legalidade

  30. Jorge says:

    São milhares de carros que já não tem .ou entao estão ocos por dentro. Todas as oficinas de bairro e são bastantes pelo país. Pois sei do que falo..
    Não sei se os centros de inspeção vão conseguir detectar todos pois uma grande parte deles são subernaveis. Em muintos aspectos.

  31. Bruno.T says:

    É por estas e por outras que não compro um carro novo.. a medida faz todo o sentido sem duvida mas olhando para o rendimento médio dos portugueses substituir um FAP é algo extremamente pesado no orçamento familiar assumo eu.

    Só espero que não venham com uma lei para meter FAP’s em carros mais antigos ou recentes que não disponham como fizeram com os catalisadores em carros antes 1992 embora o preço de um catalisador não se compare a um FAP.

    Vamos ver o que o futuro reserva.

  32. Nuno José Almeida says:

    Nem é o filtro de partículas o pior, é a desactivação da válvula EGR. Depois lê-se os comentários e percebesse quão comprometidos estão os portugueses com a poluição ou a redução da mesma.

    • jca says:

      Mas o problema dos carros ditos fumarentos não é mesmo esse? Retirarem o FAP e não eliminarem a válvula EGR? Corrijam me se estiver enganado.

      • Nuno José Almeida says:

        O filtro de partículas é mesmo só para as partículas não tem nada a ver com a quantidade de fumo que emite. Quando vires alguém a deitar fumo por todo lado, “desligou” a válvula EGR isto para ganhar um pouco de potência em regimes baixos, só isso.

      • Nuno José Almeida says:

        Também pode ter mudado a programação da centralina e normalmente até fez as duas coisas e até as três (tirar a FAP), que isto de vez em quando gastar um bocadinho de gasóleo para queimar as partículas é para os outros.

  33. Almeida says:

    157 comentários! 158 com este! Que poluição! 😀

  34. Louro says:

    Eu muito gosto deste pessoal.

    Compram carros, depois tem de andar a retirar filtros de particulas e afins porque fica muito caro trocar…
    Para esses, epah porque é que compraram um carro que nao tinham dinheiro para manter entao?

    Os que retiraram para aumentar a potencia, porque razao nao compraram um carro mais potente logo a partida?

    Vou ali a garagem, fecho as portas e janelas, e ligo os dois ao mesmo tempo, posso lá estar sem qualquer problema… eletricos.

    • Boa noite virgens ofendidas says:

      Deixa estar que carro a “pilha” são muito amigos do ambiente! Sabes a exploração do lítio não é nada evasiva para a natureza! e quando as “pilhas” “morrem” elas são aproveitadas….para nunca serem recicladas! pelo menos até ao momento é assim que se passa….

      “Os que retiraram para aumentar a potencia, porque razao nao compraram um carro mais potente logo a partida?” Isso é um argumento saloio de quem ganha a vida atrás de um PC…da mesma forma porque aqueles que compram uma casa sem jardim e churrasqueira não compram uma casa já com tudo?! Não compreendo o porquê de construírem depois…senão têm dinheiro vão comprar
      às prestações?!

    • Hugo Figueiredo says:

      Mais um campeão das pilhas.. Que uma coisa tem haver com a outra?? Se tu compras um carro e tens dinheiro para manter porque compras peças de segunda marca e não compras originais?? È exatamente a mesma coisa 3.000euros um filtro ou 300 euros para tira lo???? Ê matemática

  35. Hugo Marafona says:

    Tantos comentários e só confusão…

    o meu carro custou 20.000€, o filtro custa 3.000€, o meu carro não avisa quando está a fazer a limpeza, se o desligar a meio, corro o risco de o saturar e ter que pagar 70€ na marca para fazer limpeza forçada…e isto faz que o filtro em vez de durar 10 anos dure 5 ou menos… ou seja pago 20.000 mas no fim o carro com a treta do filtro fica pelo dobro porque houve engenheiros que preferiram por um filtro manhoso em vez de fazerem um bom motor realmente…

    O filtro foi uma maneira de os fabricantes cumprirem as normas 6d ou o caraças. em vez de realmente fazerem motores menos poluentes. O meu carro polui o mesmo que um de norma 4 ou 5 sem o filtro e não deixa fumo nem co2 pois tem manutenção em dia, não faz reciclagem de filtros, usa bom combustível e bons óleos.

  36. Miguel says:

    1) O filtro impede as partículas de saírem para o exterior? Apenas temporariamente. Ficam presas até incinerar, depois de x em x Kms tem de incinerar cujo resultado são partículas de muito menor dimensão do que as iniciais.
    2) O processo é inócuo para o motor? Não, o impedimento da saída de gases não favorece o motor, nem no rendimento, nem na durabilidade.
    3) O processo exige mais combustível? Sim por duas razões: pelo acto de incineração necessita de estar funcionamento, nem que seja ao relentim. Por outro lado, o filtro vai enchendo, dificultando a saída de gases e reduz a potência instantânea do motor. Dependendo do tipo de condução, pode aumentar o consumo de combustível.
    4) As partículas muito menores resultantes da incineração são inócuas para a saúde? Também não, são múltiplas partículas de Carbono, algumas tóxicas na mesma, com a agravante do organismo não conseguir filtrar tão bem devido às suas dimensões tão nanométricas entram e alojam-se muito mais facilmente no nosso organismo.
    5) O processo de incineração é seguro? Não é habitual surgirem problemas, mas há alguns casos relatados de ter gerado incêndio do automóvel pois esse processo atinge temperaturas até 700º C, ou por outras razões de pressão, como relata este acórdão: http://www.gde.mj.pt/jtrg.nsf/86c25a698e4e7cb7802579ec004d3832/3481fd5a14d71e22802581950037289d

    Em suma, o filtro de partículas tem um objectivo de louvar. Contudo não cumpre bem esse objectivo, nem para a saúde, nem ambiente. Em vez disso acrescenta uma despesa considerável de manutenção, pode prejudicar o motor e até aumentar o consumo de combustível…. portanto é mais um negócio. Tem muito a melhorar, mas será que querem?

  37. Marco Silva says:

    Aí, aí, aí…os chicos espertos tem ainda até setembro de 2021 para andarem fora da lei e sobretudo á margem! Somos tão somente uns provincianos! E o melhor exemplo disso mesmo, neste momento, é verificar o que se passa com as matrículas! Se a lei impusesse a troca da matrícula, saíam todos da toca para criticar! Mas como não é obrigatório, já todos trocam voluntariamente! A isto chama-se provincianismo! O filtro de partículas é ótimo, veio para ficar, e só os provincianos agarraram e propagaram a ideia de que é bom tirá-lo! Pagaram para o tirar, e agora param para o colocar, com os perigos que isso vai trazer! Na verdade daqui a pouco mais de doze meses só terão duas hipóteses…ou o carro tem filtro montado e a funcionar, ou andam a pé! Portugal não precisa de gente que está constantemente a viver fora das regras e quem assim vive deve procurar países que se identificam com a falta de regras….

    • Euéquesei says:

      O filtro de partículas foi criado devido a uma boa ideia ( menos poluição ), mas o aparelho em si não presta, por diversas razões.
      É muito caro, dá imensos problemas a quem usa o automóvel para trajectos curtos, retira potência ao motor e aumenta os consumos.
      Quem usar carro para fazer muitos kms seguidos em autoestrada, provavelmente nunca terá problemas, agora para quem faz poucos kms e ainda por cima no pára arranca, esses estão tramados, o filtro é uma bomba relógio pronta a rebentar.
      Entope, devido a não atingir a temperatura e rotações do motor adequadas, e o carro entra em safe mode e já não sai dali.
      Depois é uma pipa de massa para limpar… até à próxima vez que entupir.
      Por isso muita gente os mandou remover.
      Ganharam mais potência no motor, menos consumo e problemas derivados ao filtro foram eliminados.

      O pessoal fala em comprar inspectores para o carro passar, mesmo sem o filtro.
      Isso é muito bonito, mas imaginem a seguinte situação.
      Operação STOP, carro analisado, inspecção feita, aprovada, e filtro de partículas está lá o sítio porque o filtro nem vê-lo.
      Próximo passo, fiscalizar o centro de inspecções que aprovou o veículo e fazer umas perguntinhas ao inspector em causa.
      Pronto, ficam logo todos com medo e acabam-se os subornos.
      Dizer que alguém meteu o filtro antes de ir à inspecção e depois o retirou, isso não pega.
      Ninguém faria isso dados os montantes elevados em causa…

  38. Edm says:

    1°- Parece que os carros foram só feitos para andar em Autoestrada…
    2°- sei de transportadores com carrinhas de muita autoestrada, que já tiveram que inventar para não comprar filtros de partículas, ou seja, mais tarde ou mais cedo terão que gastar dinheiro.
    3°- Carros a gasolina com baixas cilindradas ainda não são grande solução. Tragam um carro desses com 5 pessoas para as zonas de montanha, e depois poderemos conversar, sobre consumos.
    5°- pessoalmente para mim, um diesel dos novos consegue ter muito maior disponibilidade de potência. Para se ter uma equilavência num carro a gasolina terá que ter cilindrada e cv’s.

    • Euéquesei says:

      Os automóveis, com estes FAP, não são feitos para percursos curtos.
      O meu carro é diesel sem FAP porque é antigo.
      Com as minhas voltinhas se tivesse carro novo estava tramado.
      Os meus percursos quase nunca passam os 10 km.

  39. warysdadd says:

    Eu tenho um carro sem FAP, na altura comprei sem ele pelos vistos, e não me disseram. Se nunca tive nenhum problema, definitivamente que não.
    Devo pôr, talvez, mas a FAP custa mais que o meu carro ( vw polo 1.4 tdi 2007 ).
    Eu zelo pelo bem ambiente, sou o primeiro a reciclar, sou o primeiro a tomar cuidados ( quando vou à praia a levantar o lixo, guardar o lixo no carro e deitar num cesto ), mas se ele assim nunca me deu problemas porque haveria de pôr?
    Entendo as várias opiniões, mas as marcas ganham bastante com isso.
    Atentatamente,
    Pedro Fernandes

  40. Silva Sérgio says:

    Expliquem lá como vão controlar isso???
    Tenho uma Ford Focus Break II de 12/2004 1.6TDCI 110cv que não possui FAP de origem , e há irmas do mesmo ano e ano seguinte com FAP…Como é que os centros vão saber se saiu com ou sem FAP

  41. Jorge campos says:

    Nos centros como vão ver se carro tem ou não?
    Será a partir de algum ano específico?

  42. JP says:

    Tudo bem que se deve preservar o hambiente, mas parece-me que essa atual preocupação é só fachada, produtos em geral feitos para durar menos.
    Será que não se polui menos se não incentivasse o consumismo.
    Depois é fabricar novos produtos par fazer limpeza aos FAP, mais poluição, não vai para a atmosfera, mas se calhar também não leva o devido tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.