PplWare Mobile

Código da Estrada: Quando se devem ligar as luzes de nevoeiro?


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Ramiro says:

    Pois, a lei é muito bonita mas é extremamente ambígua… Não define o que é nevoeiro e depois aparece gente com a luz acesa só porque o céu está nublado… Deveria estar definido qual a distância a que seja visível o carro da frente para que a luz de nevoeiro deva ser ligada.

  2. miguelito says:

    Quando vem um atrasado atrás de nós com os máximos ligados

  3. Marco says:

    A resposta óbvia seria quando ocorre nevoeiro ou fraca visibilidade, no entanto, existem muitas almas (mais do que se imagina) que defendem o uso dos “quatro piscas” quando está nevoeiro intenso em vez da luz de nevoeiro traseira…se calhar percebem mais do fenómeno do que os construtores de automóveis! 😀

    • Técnico Meo says:

      Já passei por nevoeiro intenso de tal magnitude de madrugada de inverno que nem as luzes de nevoeiro todas avessas de um carro se 2018 nem os 4 piscas ligados serviram para sensibilizar um jovem a acelerar por nevoeiro cerrado que não se via 2 metros na a25 ao encontro da sua morte 3 km mais á frente. E atrás de mim vinham muitos e ficaram atrás e ligaram os 4 piscas para alertar de perigo imediato, que é para isso que servem. E foi assim até encontrar uma saída pra umas bombas onde ficamos muitos até o nevoeiro levantar e a GNR desimpedir a estrada do acidente em cadeia que se seguiu. O nevoeiro já matou mais gente do que possas imaginar em acidentes em cadeira.

      • Marco says:

        Exacto, mas só estava a me referir a quem não usa o farol de nevoeiro traseiro mas sim os 4 piscas. Se usar o farol de nevoeiro e os 4 piscas é porque achou necessidade e concordo plenamente, agora só os 4 piscas com nevoeiro não.

  4. Rui says:

    Enquanto não houver actualização aos conhecimentos dos condutores, vamos ter condutores que conduzem com os faróis de nevoeiro ligados só porque é de noite e nem vestígios de nevoeiro existe e vamos continuar a ter condutores-morcego que dispensam as luzes e guiam-se pela eco-localização, porque para estes últimos inteligentes, não é preciso serem vistos, basta eles verem bem por onde passam!

  5. jorjão says:

    O artigo 61º não pode ser dissociado do artº 19, que transcrevo abaixo, uma vez que a definição de visibilidade reduzida ou insuficiente é fundamental para a obrigatoriedade/proibição de utilização das luzes mencionadas.

    Artigo 19.º – Visibilidade reduzida ou insuficiente
    Para os efeitos deste Código e legislação complementar, considera-se que a visibilidade é reduzida ou insuficiente
    sempre que o condutor não possa avistar a faixa de rodagem em toda a sua largura numa extensão de, pelo menos, 50 metros.

    Espero ter ajudado a dissipar algumas dúvidas, que ninguém se lembrou de colocar.

  6. T. says:

    A lei não é assim tao ambígua…

    Recomendação…adicionem a definição de visibilidade reduzida no presente artigo.

    “Artigo 19.o

    Visibilidade reduzida ou insuficiente
    Para os efeitos deste Código e legislação complementar, considera-se que a visibilidade é reduzida ou insuficiente sempre que o condutor não possa avistar a faixa de rodagem em toda a sua largura numa extensão de, pelo menos, 50 m.”

  7. LSousa says:

    Não percebo porque é proibida noutras situações sem serem as previstas por lei. Aquilo não incomoda nada….

    • ToFerreira says:

      Não incomoda nada?! Só se for de óculos de sol… E então se a estrada estiver molhada, a refletir, é uma maravilha!

    • LFC says:

      as da frente não incomodam mas a luz de nevoeiro atrás é tão ou mais forte que as luzes do travão. E, à noite, encandeiam.

      • Rui says:

        Pode não incomodar a sí que provavelmente não usa óculos, mas se usar óculos e apanhar um nabo de frente com os faróis de nevoeiro ligados sem nevoeiro e o piso estiver molhado, o desgraçado nem distingue a estrada da berma, como já aconteceu comigo n vezes!!!!

        Experimente usar óculos, mesmo sem graduação e vá conduzir de noite, com a estrada molhada e de frente com um matarruano de faróis de nevoeiro ligados!!!!!

    • Rui says:

      O LSousa que use óculos como eu uso e experimente encontrar um matarruano com faróis de nevoeiro ligados em alturas de chuva e vai ver que nem consegue distinguir a estrada, das bermas ou da terra à volta como já aconteceu várias vezes.

      É que estes faróis estão especificamente direccionados para a estrada, para aumentar a visibilidade a curtas distâncias, mas se não existir nevoeiro e for de frente com condutores que usem óculos, é como a vítima estivesse a conduzir contra o sol!!!!!! Não conseguindo distinguir a estrada as marcas quase imperceptíveis nem nada!

      Conduzir com faróis de nevoeiro sem nevoeiro é criminoso!!!!!!!

  8. JS says:

    Expliquem-me uma coisa… Tenho um carro recente com luzes diúrnas em LED automáticas, e quando faço uma curva/rotunda, isto é, um movimento que me obrigue a girar o volante, o farol de nevoeiro liga-se (mediante o lado da curva). Este farol é o mesmo de nevoeiro ou é outro farol ou o mesmo com menor potência ? Segundo a lógica da lei, a polícia pode alegar que estava a usar os faróis de nevoeiro e vir lá multar-me.

    • Gustavo Garcia says:

      Essa é uma opção dos fabricantes absolutamente estúpida. Se querem luzes que orientem para as curvas, façam-no com faróis móveis. Com os faróis de nevoeiro é só um engana-tolos…
      A polícia não o vai multar porque, efectivamente se está nas tintas para estas infracções. Se não estivesse tinham multas para todos os dias que a quantidade de gente que conduz com os faróis de nevoeiro ligados sem necessidade é gigantesca. Mas podia, e devia… A ver se os fabricantes se deixavam dessa parvoíce dos carros pisca-olhos…

  9. anon says:

    Alguém conhece o caso em que alguém foi multado por usar mal as luzes ou por falta deles? Vejo tanta gente a abusar dos máximos ou andar sem luzes à noite.

    • Tiago E. says:

      Sim.
      Um amigo meu foi multado por seguir em dia de chuva com as luzes desligadas.
      Segundo o polícia, com chuva, é obrigatório andar com as luzes ligadas, preferencialmente os médios.
      Sinceramente, concordo plenamente!

  10. Sergio says:

    De facto luzes de nevoeiro frontal nunca me incomodaram, contrariamente aos médios mal calibrados que apontam mais para os olhos do que para o chão, então nos Smart é mato, deve ser de fábrica, os médios parecem máximos.

  11. João Gouveia says:

    “Acho que todos os carros deviam ter uma faca no volante apontada ao peito do condutor, haviam 0 acidentes”, quem disse isto?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.