PplWare Mobile

Código da Estrada: Sabe quando deve ligar os médios do seu carro?


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Pirata das cabernas says:

    90% dos condutores não sabem usar as luzes do carro. Assim como os piscas… Sempre que chove vejo a maioria sem luzes.

  2. Rui says:

    Não se esqueçam do pisca pisca, tem em todos os carros

  3. Filipe Rafael says:

    Cá eu não tenho como preocupar o meu Dacia Duster liga as luzes sozinho, de manhã ao anoitecer, quando chove, etc… e quanto aos piscas eu uso sempre já existem pessoas na localidade onde moro não devem saber usá-los..

  4. David Guerreiro says:

    E nos túneis vejo gente sem luzes

  5. xupaxupa says:

    E andarem sempre com medios ligados tipo motociclista?

  6. Fulano says:

    Em certos Países da UE é obrigatório circular com os médios ligados independentemente das condições climatéricas.
    Em Portugal, até de noite se vê malta a poupar nas lâmpadas… e piscas nem vale a pena falar.

  7. Marco says:

    Parte da culpa é dos construtores, a grande maioria dos painéis de instrumentos são iluminados mesmo com as luzes desligadas, é mais difícil perceber se as luzes estão acesas não fosse o símbolo de médio lá numa esquina do painel, como se não bastasse, as luzes diurnas ainda dão alguma claridade, induzindo em erro.

    Deveriam manter o painel sem iluminação de forma a que obrigasse o condutor a acender as luzes para conseguir ler o painel, porque se está escuro dentro do carro, de certeza que no exterior necessita de médios…

    • BSousa says:

      Marco, parte da culpa é dos construtores!? Está a querer dizer, por exemplo, que as multas e acidentes por excesso de velocidade também são, em parte, culpa dos fabricantes!?

      Falemos a sério, cada vez mais os fabricantes estão a tirar responsabilidades aos condutores, desde luzes automáticas, travagem automática, todo o sistema de condução assistida e autónoma.

      Lembre-se da primeira aula de condução que teve. Lembre-se do procedimento antes de iniciar a marcha! É-nos “dada” a ferramenta… a responsabilidade de como é utilizada, é nossa!
      (Vamos a um exemplo mais mais básico! Se o display de um smartphone parte por uma queda, é culpa do fabricante por não implementar um display inquebrável?)

      • Marco says:

        Concordo consigo, mas referia-me ao facto da grande maioria dos carros trazerem displays LCD constantemente ligados e que iluminam sempre o painel de instrumentos, estes induzem em erro de que as luzes estão acesas.
        No meu quando entro num túnel, mesmo que me esqueça, noto que está muito escuro e chama a atenção…se for o modelo mais recente está sempre iluminado e é fácil não reparar.

    • Vitolas says:

      O que conta é exactamente essa tal luz lá na esquina tudo o resto é palha,se a pessoa não tem sequer a capacidade de ver isso pode explicar muito bem o porque de se ver certos tipos de condução.

      E o painel de instrumentos só é iluminado quando as luzes estão em posição de mínimos,o que acontece é que grande parte dos carros mais recentes trazem sensores de luz por isso é que o painel automaticamente se ilumina,uma vez que o carro liga as luzes sozinho.

      Se o condutor desligar o sensor de luz o painel imediatamente deixa de estar iluminado caso, lá está, não esteja com os mínimos ligados.

      • Marco says:

        Vamos la ver, por exemplo o Clio IV, tem o velocímetro digital e este está sempre aceso (dia ou noite, luzes acesas ou desligadas), ou seja, temos o painel de instrumentos sempre com claridade pois o painel lcd tem fundo branco e dá a sensação de que temos as luzes acesas, o símbolo de médios é uma coisa minúscula que fica ao lado do painel.
        Daí o meu comentário…

  8. antonio manuel almeida henriques says:

    parace mais um campo de guerra romena e grega que estrada para condutores…so falta o espadachim…..batem bum e quase a pancadaria…la se vai o carro de 18 ou 19 com 6 velocidades e fumar de vidro aberto e musica xipaxipaxipa…quamdo nao e de vidros fechados e nao se ve ninguem…..e si de dentro um ze tripa ou um tritazona…porra eu quanto a mim dou logo de frosques.

  9. LFC says:

    Ás vezes também têm os médios mal ajustados. Se tem muita carga atrás pode mudar a altura dos faróis (lâmpadas) mas depois tem de voltar a colocar na posição ‘0’ senão vai ofuscar os outros sem se aperceber.

  10. Tiago says:

    Isso, e os parolos que andam a conduzir com os mínimos.

  11. Zagas says:

    E também se vê muitas pessoas que querem parar o carro em segunda fila ou á berma com o intuito de apanhar alguém ou mesmo encostar só, que em vez de anunciarem o pisca ao lado direito para encostar, ligam logo os 4 piscas que um gajo fica a toa do que querem fazer e depois permanecem com os 4 piscas ligados. Não sei como é que ainda a pessoas que não sabem que os 4 piscas só se ligam quando a uma travagem brusca ou perigo na estrada para avisar os condutores deveras que se passa alguma coisa e para tomarem as devidas precauções. Agora 4 piscas para estar encostado esqueçam que não existe, pisca para o lado que estão encostados is the way.

    • pedro martins says:

      Sim tá muito bem..
      Mas também deve saber que existem carros que ao se desligar o motor corta a corrente do pisca…
      Daí ligar os 4 piscas…
      Antes assim que nada ligado.

      • Zagas says:

        O que devia ter respondido é que proibido estacionar, logo se vai parar, não precisa de desligar o motor até porque não faz bem ao motor estar a desliga-lo por uns segundos, mantê-lo ligado com o pisca sem sair do carro, se sair do carro é considerado estacionamento abusivo e dá multa, não tem lugares para estacionar espere até que encontre um, custa mas assim manda a lei.

  12. hfilipe says:

    “…de acordo com a GNR no Facebook …”. Não sei, mas talvez fosse mais interessante colocar a verdadeira fonte de informação: o Código de Estrada.

  13. Edgar says:

    Onde vivo (fora de Portugal), é obrigatório usar os médios sempre, quaisquer sejam as condições.

    O que para mim pode ser um momento com boa visibilidade, pode não ser para outros.

  14. Nuno Almeida says:

    A partir o momento que usas pala, deves acender os médios.

  15. Justus says:

    Mas no seu País está sempre tudo escuro e chove bastante não é o caso de Portugal, concordo sim deve-se usar as luzes médios sempre que as condições climatéricas o exijam mas não cair em exageros e ir logo para a Caça Multa , outro assunto já tenho reparado que alguns condutores durante a noite ou quando está escuro NUNCA Ligam as LUZES e isso sim é criminoso pode provocar muitos acidentes e as Autoridades competentes nem sequer chamam a atenção ou nem quer saber para além de outras infrações que essas sim provocam acidentes,tais como Não respeitar a sinalização , não parar nas passadeiras, não ter seguro, não ter carta , não ter inspeção do veículo, conduzir sob o efeito de Drogas e álcool, ultrapassagens Perigosas, conduzir em contra mão , excesso de velocidade em estradas com a sinalização por exemplo de 40 kilometros por hora e andam a 80 e 100 km hora, em especial nas localidades e bairros e a Polícia não vê e não querem ver só lhes interessa a Caça a Multa.

  16. censo says:

    Mais importante que ver é ser visto. E hoje a maioria dos veículos tem sensor de luz que faz com que a partir de determinada luminosidade as luzes acendam. E mesmo assim há quem desligue todos esses automatismos…não vá estragar a viatura. E há ainda quem circule no meio do nada …em mínimos !

  17. Graça Martins says:

    Devia ser OBRIGATÓRIO ligar SEMPRE as luzes, p/ segurança de todos. Sempre defendi isso.

  18. Ejvieira says:

    Por aqui nas Americas andam sempre acesas, desde que se ligue logo o carro, dia noite ou de sol.

  19. André T says:

    Luzes de nevoeiro, os parolos que andam com estas ligadas sem nevoeiro deveriam ser autuados de forma ainda mais severa.

  20. João Coelho says:

    Este assunto e a recomendação da autoridade policial são exemplares da descoordenação em que vivemos! Na verdade nos últimos 10 anos, assistimos a uma delapidação efetiva da responsabilidade a que qualquer condutor está obrigado! Inclusive assiste-se a comportamentos de riscos, praticados por motoristas de transporte público, agentes da autoridade e até instrutores de condução! A questão das luzes (ver e ser visto) é só um um episódio de entre um rol preocupante de comportamentos levianos ao volante!

  21. Diogo says:

    Tenho uma dúvida, em Portugal é legal andar com os médios sempre acesos independentemente das condições? Mesmo que seja dia de céu limpo pode-se andar com elas ligadas?

    • PeterOak says:

      É legal sim. Pode circular com os médios ligados durante o dia, mesmo em dias de céu limpo. Não há nada no código da estrada que o proíba.

    • João Coelho says:

      O CE só tipifica as situações em que é obrigatório circular com as luzes ligadas. Assim em tudo o que não esteja previsto podemos circular com as luzes desligadas ou ligadas. É ao critério de cada condutor! Cabe pois a cada condutor avaliar em cada momento as circunstâncias que devem levar a ligar ou não as luzes! Eu defendo simplesmente que circular é o bastante para ter as luzes ligadas!

    • Carlos Silva says:

      É legal circular com os médios sempre ligados, não pode circular é com luzes de nevoeiro sempre ligadas, essas estão previstas apenas quando devem ser ligadas.

    • Louro says:

      Nao só é legal como deveria de ser obrigatório.

  22. Nano says:

    Mas também há os que acham que ligar as luzes de nevoeiro é de azeiteiro.

  23. Bruh says:

    Alguns até agradeço que andem com os médios desligados. Carrinhos novos todos xpto e tal, mas numa estrada sem separador físico leva-se com cada lamparina apontada para os olhos, vinda dos carros em sentido inverso, que quase fico cego.

    • Louro says:

      Se ao levares com a luz dos carros no sentido inverso ficas cego, ou tens algum problema de visao e deverias de visitar um oftalmologista, o outro carro tem os farois mal regulados…

      Em terceira hipotese, e se tiver em consideracao o teu comentário dos carrinhos novos todos xpto e tal, é a dor de cotovelo a afectuar a tua visao.

  24. Carlos Silva says:

    É ver os manos que passam pelos sinais com a obrigatoriedade de ligar os médios antes dos túneis e ficam à espera que elas liguem sozinhas já dentro do túnel… Logo após o sinal já podem mamar multa, pena que a GNR não actue, nem na ausência de piscas, senão o pessoal de certeza que tinha mais cuidado.

  25. Rui João says:

    Ainda bem que não há mecanismos que controlem isso automaticamente. Oh wait.

  26. J Castro says:

    E para que servem os QUATRO PISCAS ???

  27. Filipe says:

    Deveria ser obrigatório andar sempre com médios ligados mesmo que o carro tenha luzes de circulação diurnas, porque essas luzes são só na frente
    Deveria imperar o princípio de ver e ser visto. Até porque a percepção de movimento d’um carro ou qualquer outro veículo é bem maior com luzes, exemplo disso são as motos à já vários anos são obrigadas a circular com médios

  28. Rui Miguel says:

    Eu só usarei os piscas quando pagar a prestação deles…

  29. Fak says:

    Cenas que não entendo:
    -multas que provêm do entender de cada 1 (que no caso, é o entender do polícia e a minha opinião que se lixe)
    – o pessoal que, à noite, anda só com mínimos ligados
    -as regras de que, até podemos estar dentro de um túnel (que é mais iluminado que uma árvore de natal) mas mesmo assim temos de ligar luzes para sermos vistos porque os 1001 holofotes não chegam
    – as luzes xénon, aquela porra provoca encadeamento por todo o lado e continua a passar nas inspeções
    – a falta de piscas, ume pessoa não fazer uma vez ou outra é normal mas há manetes por aí que já devem ter teias de aranha

  30. Senna says:

    Hoje fiz 750km de estrada, sendo meia dúzia deles em cidade que de si já é ativa. Ora na auto estrada durante o dia, confesso que os carros atrás de mim com os faróis ligados, deram jeito mas piscas… Tá quieto!
    Durante a noite, tornou-se mesmo muito cansativo a condução. A porra dos LED’s ou xénon, encadeiam muito, mas piscas poucos vi. Assisti a muitos 120 na esquerda, o que não está incorreto, mas os condutores da esquerda quase que me arrancavam o espelho, pelo menos a 160km/h. Agora deixo a minha opinião, com led ou xénon, temos que nos adaptar ao atual momento de fase de segurança automobilística. No entanto somos nós condutores que mandamos nos carros.
    Bem haja.

  31. Sennaa says:

    Hoje fiz 750km de estrada, sendo meia dúzia deles em cidade que de si já é ativa. Ora na auto estrada durante o dia, confesso que os carros atrás de mim com os faróis ligados, deram jeito mas piscas… Tá quieto!
    Durante a noite, tornou-se mesmo muito cansativo a condução. A porra dos LED’s ou xénon, encadeiam muito, mas piscas poucos vi. Assisti a muitos 120 na esquerda, o que não está incorreto, mas os condutores da esquerda quase que me arrancavam o espelho, pelo menos a 160km/h. Agora deixo a minha opinião, com led ou xénon, temos que nos adaptar ao atual momento de fase de segurança automobilística. No entanto somos nós condutores que mandamos nos carros.
    Bem haja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.