Quantcast
PplWare Mobile

Windows 11 bate o Linux e mostra-se bem mais rápido nos processadores Alder Lake-S da Intel

                                    
                                

Fonte: Phoronix

Autor: Pedro Simões


  1. António says:

    Nem sei como adoptar o linux! Antes da saída do W11 ainda tentei o Linux e foi uma desilusão a todos os níveis, fraco visual, pouco dinamismo, interatividade fraca, demasiado estático… parece que tinha voltado ao século passado! Resultado: hoje tenho o W11…

    • Ze says:

      Dizes isso porque és um user “normal”, um power user não se limita ao que vem por default num sistema.

      Tens imensas coisas no linux, usei durante vários anos Arch Linux e fui mudado os vários ambientes gráficos.

      Tive desde gnome shell até ao i3 window manager.

      • LarilasOS says:

        É por essas e por outras que os users “normais” (que é o comum existente no planeta terra) não adota o Linux…ah, e esses termos “gnome Shell” “i3 Window manager” sao completamente alienígenas para os users “normais” o que leva esses mesmos users a desistirem….no mundo Windows também existem alguns termos técnicos…mas não precisas de os saber…é o “explorador de ficheiros” e não “explorer”…

        • Mutu says:

          Não adotam Linux porque grande parte dos PCs trazem Windows.

          Se viessem com distribuições linux, tais como PopOS, Ubuntu ou Linux Mint não desistiriam e adaptar-se-iam porque não há muito que aprender.

          • Golo says:

            Isso e treta, eu comprei um portatil com linux e muita gente que conheco fez o mesmo porque era 100 euros mais barato que a versao com o windows. Resultado, acabamos todos por instalar o windows no mesmo dia. Linux nao serve para nada ponto final.

          • Vilna says:

            Essa é a grande e única verdade. Outra são as empresas, se lá usam Windows por obrigação e são formadas para isso então em casa não querem outra coisa.

            Qualquer ubuntu é simples e bonito e chega para o comum dos mortais. Só não usa quem não quer.

        • g says:

          Pah, é como tudo na vida. Quem quer saber mais, perde tempo e aprende. É como no Android: ha pessoal que fica contente com o telefone como ele vem, outro “perde tempo” e muda as Roms e adapta o sistema como gosta.
          Mas na era do instagram e do Facebook, é mais difícil o pessoal interessar-se por alguma coisa para além da imagem da capa.

    • Mutu says:

      Depende da distribuição linux que experimentaste. Garanto-te que algumas batem o Windows 11 a léguas em visual, dinamismo, interatividade e desempenho.

      • LarilasOS says:

        Sim,de facto é verdade …até agora, o melhor sistema que vi foi o Deepin Linux…a Microsoft devia copiar esse…tem muito mais efeito de blur do que o próprio macOS

        • Golo says:

          engracado nao saberes que o deepin linux e copia chapada do macos, admitido pelos proprios devs no site.

          • LarilasOS says:

            Oh, é como a MiUI 12 dos Xiaomi’s…é praticamente igual ao iOS…
            Mas Oh Golo…compraram PC’s com o Linux e no mesmo dia tiveram de instalar o Windows…? Oh, é caso pra dizer…até o ChromeOS teria mais serventia do que o Linux!

        • Miguel A. says:

          Eu tenho ChromeOS e só ficou um sistema completo no dia em que liguei o subsistema linux para instalar aplicações Linux. Dizer que o Linux não tem serventia para nada é de uma ignorância atroz, e de não saber mesmo nada sobre o mundo da informática.

    • André says:

      .Não sei porque dizes isso –
      Eu uso os 2 sistemas Windows 8 e 10( virtuais) e Linux e a nivel de “visual” não vejo vantagens no Windows (Quanto ao demasiado estático há uns anos atrás podia dizer sim que o Windows era demasiado estático comparado com os desktops nos linux – cubos a 3D).

    • Shenmue says:

      Experimenta o Zorin Os 16 core, ou melhor ainda a versão pro

    • Paulo Jaime says:

      Não vou discutir o tema deste post porque não uso W11 nem tenho o hardware referido. Mas a si uma coisa lhe posso dizer: Não sabe do que fala! Existem centenas de distribuições Linux para todos os fins e sectores, domésticos, empresariais, governamentais e militares. Em termos visuais em cada sistema operativo ( uns mais que outros ) temos centenas senão milhares de configurações gráficas que alteram e ajustam o visual a seu gosto, nas cores, nos botões das janelas, ícones, barras de tarefas, letra…tudo. Pode mudar tudo! Se quiser configurar com visual igual ao Mac BigSur, penúltimo S.O. da Apple ou W10 ou W11! No Linux tudo é personalizável. Quanto a segurança e estabilidade, entre dezenas senão centenas de exemplos, dou-lhe estes: Estação Espacial Internacional, Departamento Defesa dos USA, Aviação, Lançamento de Mísseis, Comboios, Amazon, Google, Facebook, grandes multinacionais, bancos submarinos nucleares e o seu Android, tudo em plataformas Linux! O Windows tem maior número de utilizadores em computadores finais e destina-se essencialmente a utilizador doméstico e administrativo porque assim foram acostumados e não sabe nem querem usar outra coisa. Mas lembe-se que esses pcs na sua maioria são geridos por servidores Linux! Deu para perceber a diferença e o seu desconhecimento na matéria?

    • Afonso Rodrigo says:

      Linux Deepin

    • Carlos Magalhães says:

      Foi exatamente a minha sensação há uns anos atrás. No entanto, à medida que vamos percebendo melhor as diferentes opções disponíveis e como tirar partido delas, geralmente nunca mais se quer perder este poder de personalização.

    • João says:

      Quase todos os utilizadores são “utilizadores normais”

      • LarilasOS says:

        Exato…quando instalo um sistema operativo, estou na espetativa que as coisas funcionem sem que eu “utilizador normal” perceba alguma coisa disto ou seja um Rui Pinto dos computadores….e a cena é…eu uso o Davinci Resolve para edição de vídeo….sou editor de video, faço disso a minha vida, a minha profissão…e quando testei o Linux (testei várias distribuições até) não consegui meter o Davinci Resolve a funcionar nem a pau….a aplicação simplesmente não fazia nada….não iniciava….não aparecia uma mensagem de erro…nada mesmo…experimentei um monte de comandos que vi nos fóruns para resolver a questão (tive de aprender chinês portanto), quando na mesma máquina, em Windows 10 era só instalar e pronto….já estava a funcionar. Pah, em bom português, o “utilizador normal” está-se a borrifar para “aprender chinês” ou “aprender linhas de comandos” ou tirar um curso com o Rui Pinto….simplesmente quer instalar o sistema e esperar que tudo funcione como faria no Windows! Só que no mundo Linux não é assim….instalar drivers no Windows é extremamente fácil…é só Next Next Next Finish….agora em Linux tens de ir escrever Sudo não sei mais o quê…e não é só o driver da gráfica que tens de instalar….são as bibliotecas também…ou as chamadas “libs”…ui, e eu agora sou bruxo para adivinhar que “lib” o Programa X ou o Programa Y precisam para funcionarem…

        • António says:

          Subscrevo!
          Pode-se até perceber de Linux, mas o tempo que se perde naquilo, nas mudanças… configurações que queremos….instalações e alterações!

          • LarilasOS says:

            Eu recomendo VIVAMENTE a verem este vídeo até ao fim.
            https://www.youtube.com/watch?v=8cxASZAsl8g

            Tiago Ramos, Youtuber, tentou como eu instalar o Linux na sua máquina de trabalho para usar o Davinci Resolve…e Guess What…NÃO DEU…pra variar! E ele ainda foi mais longe porque experimentou em VÁRIOS hardwares, perdeu horas e horas só pra configurar aquilo e o Davinci…esquce lá isso…não abre nem a pau!
            E ele refere várias vezes aí que não é contra o Linux nem contra o Windows…e que adora o Linux…mas, epah, na mesma máquina o Davinci Resolve tipo não funciona, mas depois formatas, instalas o Windows, espetas lá o programa e simplesmente dá….hum, é caso pra dizer…aqui há gato…não, não há gato nenhum…em Windows TUDO funciona!

  2. AM says:

    Deve ser da magreza!

  3. Miguel A. says:

    Eu notei uma melhoria de desempenho nos meus dois pcs, tanto um i5 de 8ª geração, como um i5 de 3ª de um portátil com 8 anos. O W11 promete, apesar dos anunciantes do apocalipse da Microsoft….

  4. Amilcar Alho says:

    Será que foi por causa disto:
    “Quando a Intel apresentou os seus novos processadores Alder Lake-S, a Intel destacou o trabalho que tinha realizado com a Microsoft. Este passou por desenvolver o Windows 11 e adaptá-lo da melhor forma para estas novas propostas da fabricante de processadores.”…?!

    • Vitor Tavares says:

      Também acredito que essa é umas das causas desse resultado…e,na minha modesta opinião,é mesmo assim que se deve trabalhar! Deve ser o SO que deve estar otimizado para os componentes que o fazem trabalhar…da mesma forma que devem ser as apps que se devem preocupar em “rodar” de forma decente dentro do SO e não o contrário! Quando isso acontecer (quase) a 100% a maioria dos chamados bugs simplesmente desaparece…

  5. Coisotal says:

    É um processador recente e no Linux as coisas demoram algum tempo até se tornarem totalmente compatíveis.
    Tenho a certeza que com o tempo os resultados vão acabar por não ficar muito atrás do Windows.
    O autor deste artigo é que podia ser menos tendencioso e mais neutro e ao invés de apenas relatar uma notícia, a cada parágrafo só diz indiretamente “Windows melhor que Linux, Windows melhor que Linux” repetidas vezes sem necessidade, quando há muitos outros pontos que o Linux bate no Windows e vice-versa.

  6. Joãoza says:

    Windows 11 é o melhor Windows até hoje..

  7. Abóbora says:

    Portanto, a Microsoft trabalhou com a Intel, ou seja, pagou para poder ter primeiro , drivers feitos á medida, e logo depois, mandou os “influencers” de serviço fazerem uma testes.
    Engraçado, os mesmos tipos não fizeram testes da distro de Linux feita pela Intel. Seria interessante, aliás, mais interessante e honesto, seria primeiro ter drivers optimizados para Linux tbm, e depois fazer qualquer tipo de comparação.
    Porque numa arquitetura já bem implementada, quer em Linux quer em Windows, o Windows fica a léguas.
    Mais publicidade a fingir que são testes.
    A Microsoft e a Apple têm umas técnicas de marketing que realmente, para a maioria da baralha, é como calçar a luva perfeita, entra sempre e fica perfeitamente á medida.

    • Carlos Magalhães says:

      Esperemos que as melhorias de desempenho não sejam lentas e que também sejam integradas nos kernels LTS…

      Não sabia da existência de uma distro feita pela Intel. Obrigado pela dica.

  8. Edgy says:

    Por isso mesmo é que sou fã da AMD….

  9. João Guerreiro says:

    Vejo tanto comentário parvo… Que nem vale apena responder.
    Vejo que o pessoal até se dá ao trabalho de instalar Linux e vêm o ambiente gráfico e ficam desiludidos…. Não se fiquem por aí, não julguem o livro pela capa…. Explorem todos os dias um bocado e um dia vão olhar para trás e vão ver que havia muito, mas muito mais que aquilo que o Windows vos dá.

  10. Carlos Sárria says:

    Linux não é para todos.

    Quem não pode ou sabe usa o 11.

  11. SANDOKAN 1513 says:

    Microsoft e Intel,é aquela base.No que foi e é bom não se mexe. 🙂

  12. Corvo says:

    para mim instalava linux, mas com muita pena minha os jogos do dia a dia iam à vida!.. é apenas e só a grande razão para não usar Linux for life!

    • Samuel MGor says:

      Isso não é desculpa 🙁 Tens o Wine que corre os jogos e até tens um cliente steam!! Por exemplo eu ando a jogar um MMORPG que só tem cliente Windows no Linux.

      • João Ferreira says:

        Correr jogos por emuladores ou espécie de emuladores é simplesmente ridículo.. É o que acho..
        No caso qd isso deixar de ser entrave Windows perderá grande cota de mercado isso não tenho a mínimo duvida.

        • Samuel MGor says:

          E o que é que achas que o steam é ? O steam é um emulador e muitos continuam a usa-lo.

          • João Ferreira says:

            Nada a ver =) Lolol é uma plataforma na qual os jogos apenas abrem! Td o resto é uma parte integrar do desenvolvimento para Windows, nd t haver sequer com steam, origin, epic games, etc.. Aliás alguns jogos “crackados” contornam esse tipo de “emuladores” que chamas.. Lolol.. Linux só não rouba clientela ao Windows pk os produtores de jogos desenvolverem para quem lhes dá garantia de “sucesso” digamos. Linux apesar de gostar do SO em si para leigos como eu andamos a patinar uns dias, dps de muitos vídeos, fóruns etc lá o metemos funcional.. Isto para trab, já jogos é esquecer, nd funciona em condições e não me venham a história de emuladores isso é lixo, tanto em performance, nos jogos que tenhamos a sorte e abram, quer em crashes estúpidos.

          • carlosmag says:

            Ainda não me aventurei no mundo dos jogos em Linux. Mas já dei uma vista de olhos e estou à espera da loucura que descrevem para ter as coisas a funcionar…

  13. EacHTimE says:

    Tinha curiosidade era saber em comparação com o Win10. Provavelmente serão exatamente iguais

  14. António says:

    Depois de ler todos os post, chego à conclusão que só os utilizadores do Linux são tão iluminados e digitalmente esclarecidos (ou não) quanto fundamentalistas!
    A Microsoft tem falhas, mas é mais universal já o LINUX nunca se conseguiu impor, essa é que é a verdade! Disponibilidade, atualização, interatividade, dinamismo, versatilidade, movimento, cor e, cada vez mais, fiabilidade é a Microsoft, com tudo ali à mão, nisto, a Microsoft bate em muito o Linux!

    • Carlos Sárria says:

      Aqui em casa não entra o Windows. Lá porque usas sapatos não quer dizer que não possa usar ténis. Cada um usa o que gosta.

    • Carlos Magalhães says:

      Tem piada que acho que Linux é melhor em todos esses aspetos que refere. A vantagem do Windows é ser uma oferta consolidada, trabalhada por uma empresa. Já o Linux é altamente fragmentado, tendo-se por vezes que ir buscar conhecimento a vários sítios para pôr as coisas a trabalhar e à nossa maneira.

      • João says:

        Carlos Magalhães , no meu ponto de vista ainda bem que existe fragmentação, mas essa fragmentação é a nível gráfico em qualquer um pode escolher aquilo que mais gosta, mas vendo bem de baixo “capô” o kernel é algo muito à frente e altamente versátil e super estável.

        • carlosmag says:

          A fragmentação é uma força de Linux, tal como o próprio Linus Torvalds o diz. Ajuda à inovação.

          No entanto, a fragmentação vai muito além dos aspectos gráficos. Os packages incluídos nos repositórios de cada distro são diferentes, muitas vezes nem é possível atualizar sem corromper outra coisa qualquer. Para instalar algo em Ubuntu é um comando, em Arch já é outro e muitas vezes os nomes dos packages tbm são diferentes…

          • carlosmag says:

            O kernel também não é algo muito estável para o comum do utilizador, na minha opinião. Já me aconteceu várias vezes ter de mudar de versão de kernel (downgrade ou upgrade) para ter os componentes de hardware a trabalhar corretamente.

    • Samuel MGor says:

      Pois… pois… Mas esqueceste que o Windows vai buscar muito ao Linux!! Se não fosse o Linux ainda estarias a usar o Windows 98 SE 😛

    • tuga says:

      O Linux leva o seu tempo até suportar devidamente novo hardware… é normal.
      Já o Linux nunca se impõe pq na minha opinião, tem o esforço dividido em tantas distros… falta foco.

      • iDroid says:

        É mesmo isso, falta foco. Se a comunidade centralizasse a maioria dos seus esforços numa (ou duas) distros, o Linux conseguiria ter uma quota de mercado bem superior.

  15. LarilasOS says:

    Vejam este vídeo em que o DioLinux comenta um vídeo que o Linus TechTips fez sobre Linux para Leigos…agora vejam os problemas todos que tiveram…desde bugs gráficos no Linux Mint, até instalares a Steam e por algum motivo ou bug, ficas sem a interface gráfica…portanto…tudo o que um Leigo gostaria de experienciar quando vê um sistema destes pela primeira vez…e estamos a falar do Linus TechTips que é um dos grandes Youtubers no mundo da tecnologia.

    • João Ferreira says:

      Como referi acima, para a grande maioria do ppl que apenas joga, faz stream etc linus é uma carta fora do baralho! Tas a ver as cartas do “burro” 8,9, joker 🙂 linus é isso em Gaming, por vezes fazem parte do jogo mas quase ng o usa para jogar.

  16. Realista says:

    Queixe-se e atirem pedras à vontade. Eu vou continuar a usar Ubuntu budgie no meu portátil que segundo a Microsoft já não deveria ser usado pois não têm um SO que o suporte pela antiguidade do mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.