Quantcast
PplWare Mobile

Microsoft voltou a mudar os requisitos para instalar o Windows 11

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Elektro says:

    Vou-me deixar estar quieto apesar de ter PCs compatíveis, parece que ainda há muito trabalho para fazer até a data de lançamento e que vão haver ajustes a baixo nível. Recomendo aos que participarem no programa Insider e que estão com ideias de sair quando o W11 for lançado que o instalem de raíz para não ficarem com lixo da versão Insider 😉

  2. ChiNelo68 says:

    como assim um zen1 não seria capaz de correr o win 11? eles devem ter um acordo qualquer com os fabricantes e neste momento querem obrigar a compra de novos equipamentos..
    se tens portátil com win 10 e aparece uma mensagem a dizer que não é compatível com o 11 muitas pessoas iram atualizar as máquinas só para terem o sistema mais recente

    • Luis Rosalino says:

      Pois, nao faz lembrar o mercado dos smartphones por exemplo? aliás, faz lembrar muitos mercados de muita coisa…desperdício, desperdício, desperdício, lucros, lucros, lucros…

    • Manuel da Costa says:

      O maior problema foi que a microsoft apresentou a versão Pro. Essa já irá exigir muito mais segurança. A Home não precisa de TPM e corre em computadores com 1gb de RAM e 32gb de disco (apesar de precisar da alteração igual ao win10 para as actualizações e cópias de segurança ficarem num cartão de 64gb ou 128gb).
      A versão que mais circula é a Pro beta 18. Essa exigia o TPM 2.0. A seguinte já só pedia o 1.2.

    • anon says:

      ainda tenho um i7-3630QM e no momento no W10 com 11 separadores abertos (10 deles youtube) e mais uns quantos programas (mail, vpn, gyazo, etc) e vai a alternar entre os 2 e 10% de uso… a microsoft é capaz de dizer que não corre o Windows 11? mas esse sistema é um jogo triple A de última geração ou quê? o que não suporta é o tal TPM, que muitos destes processadores recentes trazem embutido, ou então a motherboard… mas atépor aí parece que eles podem muito bem retirar esta limitação, que foi o caso… é uma estupidez esta imposição. um computador a funcionar perfeitamente ficar obsoleto por um sistema que já não recebe updates (2025) quando podia perfeitamente estar a correr o novo…

  3. Ruben says:

    Não faz sentido um processador que comprei á 3 anos não dar no novo sistema operativo, seria ridiculo.

    • Filipe Rocha says:

      Pior é o Surface Studio 2 de 4-5k€ que ainda está a ser vendido oficialmente na loja da microsoft e não suporta o Windows 11, pelo amor da santa microsoft…

  4. Ricardo Santos says:

    Eles têm hard e soft floor requirements. Significa isto que vai ser possivel instalar em outros processadores, mas vai provavelmente existir um aviso (e o utilizador tem de aceitar) a dizer que a experiencia de utilização não será a mesma.

  5. art says:

    Que grande confusão que para aqui vai…. o meu portátil baratito , e não muito recente , segundo a app Verificação do Estado de Funcionamento do PC dava para instalar o Windows 11 , por isso não entendo como é que gente com máquinas muito melhores que a minha dizem que não podem passar para o 11 ……..qualquer dia vou mas é experimentar um macbook….

    • Pedro says:

      Simples a tua máquina suporta e tem TPM, fTPM ou PTT
      Isto é uma das coisas que está a deixar muitas máquinas de fora, o meu não tem TPM e o CPU não tem PTT mas tem mais que capacidade de correr o W11 sem problemas

      • anon says:

        se é desktop há sempre módulos TPM à venda para colocar na motherboard, os portáteis é q se lixam mais lol. estes nos últimos dias também já estão a ser alvo dos scalpers… estes gajos são o lixo do planeta.

  6. Macopio says:

    Testei numa máquina virtual e instalou sem problemas, mas ao correr a app de compatibilidade diz que meu PC não é compatível com o W11.Será?

  7. João Silva says:

    Ainda começam como os telemóveis. Ao fim de 2 anos perde o suporte das novas versões.

  8. Brutosaurus says:

    O que ainda não consegui ler (talvez não tenha procurado também) é o que representa o W11 relativamente ao W10 em termos de melhoria (ou pioria?) da performance, ou seja trás alguma vantagem que não seja meramente gráfica (e isso é suscetível, claro) ou será sobretudo um SO moderno mas pesado que só vai “ajudar” à obsolescência programada do hardware?

    • Joao Ptt says:

      Supostamente é para também reduzir em até 60% o sucesso de malware actualmente em circulação no seu sistema operativo novo, e para isso precisa que os CPU’s suportem também algumas funcionalidades mais avançadas. Pelo menos foi uma das justificações que li.

      • anon says:

        creio que podem fazer isso sem impor limites a todos os utilizadores… quem tem processadores compatíveis usufrui da dita segurança reforçada, quem não tem fica sujeito ao maior risco como está agora com o W10 ou outro… não vejo pq não… agora dizer que não podem correr o sistema…

    • Manuel da Costa says:

      A utilização da RAM está ao nível do 7, 3 vezes melhor do que o 10.
      Nos temporários, o 11 usa menos 25% de espaço, o que permite acelerar a maioria das funções.
      Depois há o suporte de drivers. O 10 vai começar a ficar com drivers desactualizados já a partir de Junho de 2022.

  9. Str says:

    Bem até foi rápido, e só vem confirmar o que disse na semana passada, a Microsoft não tem qualquer interesse em excluir milhões e milhões de PC’s, menos ainda quando o Windows passou a ser oferecido.

    • Manuel da Costa says:

      O problema foi a leak da versão PRO de testes.
      A microsoft terá preparado para colocar a versão PRO disponível para computadores novos já a partir de Setembro (para aproveitar o regresso ás escolas e universidades). Essa versão será a mais segura e com muito maior exigência.
      Depois então a versão home deverá funcionar com qualquer computador comprado após 2014, que seja compatível com o win10. Essa só devia estar disponível lá para Maio de 2022.

  10. KaPutnixZ says:

    É impressão minha ou o look & feel está muito parecido com o MacOS ?!

  11. SANDOKAN 1513 says:

    “O próprio TPM 2.0 está de fora desta versão, garantindo que o Windows 11 é testado no máximo de plataformas e configurações.” Alguém me consegue explicar isto por miúdos,se for possível ?? O meu muito obrigado.

    • Ola says:

      Pois não foram muito claros nessa afirmação. O que eu acho que estão a dizer é que removeram o requisito sobre o TPM, ou seja, passam a ser compatíveis equipamentos que não suportam TPM 2.0.

    • Pedro says:

      A MS removeu o requisito que prevenia imensos computadores de correr o W11 isto não faz sentido se o voltarem a introduzir though

    • Manuel da Costa says:

      O instalador deixou de ser o Win11Pro. Passou a ser Win11 e deixou de verificar a existência de secureboot e TPM.
      Assim, qualquer computador que esteja correr o win10 consegue instalar o win11, mesmo que tenha muitos problemas com drivers e programas de terceiros.

      • Mário says:

        Manuel, estas enganado, acho!
        O meu pc roda o windows 10.
        Ontem acedi pelas configurações ao insider. E deu-me logo que o meu pc. não tem os requisitos mínimos para actualizar para o windows 11.
        Ou será que mesmo assim, depois de ter um iso do windows 11 no pc, conseguirei fazer a actualização do Window 10 para o Windows 11, sem me dar erro?

  12. scp says:

    Quem tem ryzen 1600x ou mesmo da mesma gama mas mais recentes têm de ativar o Amd fTPM na BIOS e o Trusted Computing também tem de estar ativo. Se à mesma disser que não está compatível voltem a reiniciar e já deve aparecer a atualização do Insider Dev build.

  13. Hugo says:

    Estou a correr o W11 num i7 de 5° geração e está tudo a correr lindamente, os senhores da Microsoft deviam baixar o requisito do processador.

    • anon says:

      não se trata das gerações abaixo daquelas não conseguirem correr o windows 11, pois o meu i7-3630QM com o Windows 10, sendo que tenho vários programas a correr e vários separadores abertos, está a alternar entre os 2 e os 10% de uso (a tender mais para o mais baixo lol), e por consequência, dado que supostamente o 11 será mais eficiente que o 10, correria ainda melhor… o que estes processadores antigos não têm é o tal suporte ao TPM 2.0 … pelo que tenho visto, ou pelo que têm feito, é possível que retirem esta limitação com o Windows 11 Home mas mantenham com o Windows 11 Pro, ou seja, eu com a minha chave do W10 Pro provavelmente não posso usar, só mesmo instalando com a chave de raiz que é ainda do W8 lol e que deverá dar acesso à versão Home do 11 como acontece com o 10 (se instalar sem usar a chave do Pro)…

      • Hugo says:

        No meu caso o portátil tem o referido TPM 2.0, a única coisa em que falhava era mesmo a questão do processdor não estar na lista. Seja como for como faço parte do Programa Insider há bastante tempo deu-me acesso a atualização a qual foi instalada sem um único problema e o computador tem estado a trabalhar desde manhã e não houve ainda um único problema, lags ou anormalidade. A Microsoft em relação aos processadores pode argumentar o que quiser mas para mim é só mais um meio de conseguirem vender uns processadores de última geração ou máquinas inteiras em parceria com as muitas cadeias de venda de material informática do mundo fora…

  14. jorge says:

    Ridiculo é segundo dizem um surface que esta ainda a ser vendido e nao aceitar o windows 11, processadores com 3 anos e nao aceitar windows 11, a microsoft esta pior que a apple so quer lucros lucros, que vergonha, aonde chegou esta microsoft, a culpa nao é dela, é dos cordeirinhos que a seguem.

  15. PTO says:

    Não entendo muito bem a razão do processador ser factor de exclusão de utilização de uma nova versão do Windows.

    Será que o Windows 11 é assim tão mais pesado que o Windows 10, que obrigue a só se poder usar processadores de 7ª ou 8ª geração e para cima?

    É que eu estou a correr o W10 no meu portátil com um Intel Core i7-4700MQ, um SSD EVO 1TB, 8GB RAM, etc, e não tenho problema nenhum de fluidez ou de processamento.

    O W11 deve ser mesmo um SO pesadão!

    • Hugo says:

      Para já do que vi corre tão bem como o W10… Aliás parece-me um W10 com um skin nova. É claro que não é isso, mas corre igualmente fluido, mesmo nos supostos processadores fora da lista de compatibilidade. Isto é só negócio… O mercado dos processadores devia andar um bocado estagnado por isso…

  16. Mário says:

    Microsof 0 – Linux 1
    A Micosoft, nunca antes tinha criado limitações para instalação, ou atualização do SO.
    Fá-lo para o windows 11. E com isso, dá um tiro no pé. Com isso, dá uma vitória para o Linux.
    É então um erro crasso.
    Quem me dera ter dinheiro para poder comprar um computador novo, para poder rodar o windows 11. Mas não tenho. Por isso, só me resta continuar com o meu pc, que já tem muitos anos.
    O meu pc, apesar de ter muitos anos, roda o windows 10, sem problema algum. E faço as actualizações, sem problemas.
    Ou a Microsoft muda isso, rapidamente- E torna o windows 11 compatível, com qualquer computador, como sempre foi. Ou, não vai demorar muito, a dar-se conta do erro que cometeu. Mas aí será tarde…

  17. Mário says:

    Perdão pelo erro: Microsoft

  18. Hugo says:

    Quero acreditar que ainda mudam de ideias… já mudaram em relação ao TPM (mas só para algumas situações) e quanto ao processador também! Se a atualização fosse a pagar ainda compreendia… agora gratuita… só entendo isto numa relação entre Microsoft e Intel/AMD na tentativa de aumentar as vendas de processodores/computadores.

    Já rodo o W11 à um dia no meu ASUS com 5 anos e não noto qualquer tipo de atraso ou outro problema no computador!

    Por isso Micrsoft… Shame… Shame…

  19. Mário says:

    O que a Microsoft está a fazer é uma vergonha. Vergonha!
    Que erro está a cometer.
    E o Linux a rir, com este enorme tiro no pé, da Microsoft.
    O Windows 11, seja o Pro, e todas as restantes versões, deveriam instalar, ou actualizar, sem requisitos mínimos, como sempre foi, até aqui. Mas está a ser assim. E vai-se virar contra a Microsoft!
    Microsoft, pagas-me um computador novo, para poder rodar o windows 11? -É que não tenho!
    Volto a dizer; vergonha!

  20. Mário says:

    Não está ser como sempre foi.
    E com isso; a Microsoft, está a dar ganhos ao Linux.
    A Microsoft pensa que a maioria das pessoas nadam em dinheiro, só poder!

  21. Jorge says:

    Vergonha fazem vocês em criticar a microsoft, so compra pcs com sistema windows quem quer, existem outras alternativas, se nao houvesse alternativas até os compreendia, mas neste caso nao, a microsoft quer é o dela nao quer saber do resto, existem também alternativas com o office e quase todos usam, eu tenho um mac de 2012 nao posso atualizar para o novo sistema operativo pois nao reclamo da apple, porque tenho alternativas, mas a apple continua a me atualizar no nível de segurança, migrem para outros sistemas se puderem.

  22. Jorge says:

    Todas as empresas como apple, microsoft, google, samsung, facebook e outras abusam porque sabem que os cordeirinhos vao atras delas, embora por vezes algum cordeiro va mudando.

  23. Valter Pinho says:

    Tenho 4 PCs equipados com i7 de sexta geração e tpm 1.2…portanto vão ficar obsoletos!
    Obrigado Microsoft, quando chegar a 2025 e o suporte do Windows 10 terminar, transformo aquilo em Hackintosh, não é assim…? Ah, não ia dar…a Apple também vai possivelmente deixar de lançar a versão do MacOS para x86/x64….oh bolas…assim ‘ta difícil…editar vídeo no Linux não dá com nada…

  24. Alberto lopes says:

    Boas, tenho um i5 7400 com 8Gb de ram DDR4, gráfica GTX 1050 Ti e o TPM 2.0 ativo e não tenho PC para o 11? não percebo como estou de fora.

  25. Mário says:

    A Microsof tem lançado um SO mau e outro bom.
    O Windows 11 começa mal, muito mal.
    Que tiro no pé, eles estão a dar.
    Se por acaso não corrigem isto, até à saída da versão final, E permitirem que qualquer computador, mais antigo, ou mais recente, instalem ou actualizem para o windows 11, vão dar-se muito mal.
    A Microsoft, com esta postura arrogante, está a fazer a Linux esfregar as mãos de felicidade, pois muita, muita gente, por todo o mundo, vai abandonar o windows e vai para o Linux. Ou a Microsoft coloca uma pedra, sobre os requisitos mínimos, ou vai arrepender-se depois. E isso é certo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.