Quantcast
PplWare Mobile

Microsoft corrigiu em silêncio falha grave do Windows Defender

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Informático Amador says:

    A Microsoft elogia o Windows Defender. Mas a verdade é que revistas da especialidade falam em fraquezas ao nivel de deteção/erradicação do malware e aconselham mesmo a usar o malwarebytes em conjunto com o Defender. Dizem que para o “utilizador comum” que não navega por sites manhosos o Defender chega. Mas a ideia não é navegar por onde se quiser, e estar protegido? Prefiro Comodo Firewall + bitdefender antivirus free e desligar o Defender.

    • Rui says:

      O Windows Defender é muito bom naquilo que faz, mas a própria Microsoft reconhece que não deve ser a única defesa do PC. Já agora que falas tão bem do Comodo (eu também o uso), confessa lá quantos programas é que o Comodo bloqueia, incluindo redes wi-fi e redes cabladas, só porque o Comodo acha que deve bloquear? Olha, um deles é o próprio programa offline do preenchimento do IRS. Se não travares o Comodo, o programa nem arranca!!!!!

      Outro aspecto que podes estar esquecido, é que o Comodo é pesadinho, arrasta muito o desempenho!

    • kekes says:

      É muito dificil apanhar bichosidades se não navegas por sites manhosos. O Defender chega perfeitamente para isso, e o Malwarebytes a correr de vez em quando para estares descansado.

      • Arkan says:

        concordo…mas se por um mvps, e nao navega por sites adultos, ou crackers, jamais pegara virus.

        no android se por um adclear, e um via, pronto jamais tera aquelas janelas de cuiiiidado vc pegou virus, seu aparelho tal pode estar com virus…execute issso e aquilo..

    • diogomm92 says:

      O melhor antivírus é o utilizador e isso está mais que provado, e não, o utilizador não deveria navegar por onde quiser. Apesar do esforço da Google para apresentar primeiro os site mais confiáveis, à sempre algum que passa pelo filtro, e é aí que o utilizador tem de saber filtrar o que está na internet.
      Eu utilizo apenas o Windows defender e tenho tido 0 problemas. A diferença que faço é não arriscar em aceder a sites de origem duvidosa ou que sei que pode conter algum malware, mas continuo a ter a tal liberdade em navegar onde quiser que falas.
      É usar Malwarebytes de 6 em 6 meses, só é bom para confirmar que está tudo bem com o sistema.
      Tu tens o teu direito de utilizar outras soluções, mas não podes “criticar” quem prefere usar apenas o WD.

    • Toder says:

      Windows defender nunca teve a idea de competir com os antivírus, é so uma opção básica para que não quer saber de antivírus e etc, mas utilizar antivírus gratuitos é a mesma coisa, alias o defender ja é mais confiável que os gratuitos

    • N'uno says:

      O problema é que nos dias de hoje podemos estar a aceder a sites “manhosos” sem dar por isso. Ou até sites que são perfeitamente legítimos mas que estão comprometidos sem ninguém dar por ela. E depois, como conseguem classificar um site como sendo “manhoso”? Pela natureza dos seus conteúdos? 🙂

    • Informático amador says:

      Cada um é livre de navegar por onde quiser, de usar o Defender se quiser, ou de usar outros se quiser, consoante o que acha melhor. Mas parece que ninguém, ou quase ninguém, olhou para o título deste artigo …

  2. Tiago E says:

    E fez ela muito bem.

  3. joao says:

    entre o windows defender e o virus, prefiro o virus..

  4. Alvega says:

    Pelo que entendi, no artigo, a Microsoft…por vezes…faz o trabalho de casa, aliás como é devido e exigido.

    Pelos posts, acima, sobressai a velha TEORIA, de que o utilizador é sempre o CULPADO, de TUDO,…nao podiam uma vez por outra reconhecer a INCAPACIDADE, de quem faz, promove, e vende tecnologia, para obstar a que tal aconteça ?
    Que teoria, de ter NET, e somente poder navegar por onde os Srºs Duotos, possuidores de uma inteligência acima da media, acham que é seguro e como tal me devo restringir a isso mesmo. Noutros tempos e (hoje , igual, digo eu) isto era chamado de CENSURA.
    Calculo que algum, ou todos , dos que assim pensam tenha carro próprio….para quê pergunto eu ?
    Se é para andar na “LINHA”, UTILIZEM O COMBOIO, QUE NAO SE DESVIA, pode é descarrilar.

    Se os sites existem, e muitos, que disseminam, virus, malware, e outros “mimos”, porque quem de direito os nao encerra ?

    Onde param as almas “puras”, tao lestas a encerrar sites de musica, partilha, torrents, e outros que tais, desde que os SEUS, interesses económicos ou os dos “amigalhaços”, estejam em risco ?

    Isto é uma TRETA, e com muitos interesses, uns disseminam, outros VENDEM, suposta Protecção, outros fazem disso publicidade, e todos ficam felizes, ganhando MUITO, dinheiro. Quem se “lixa”, por vezes…o user, claro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.