Quantcast
PplWare Mobile

Primeiras apps do Project Centennial chegaram à Windows Store

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. David Guerreiro says:

    E logo aplicações bem úteis…

  2. Tiago E. says:

    Muito bom. Assim cada vez que precisar de formatar o pc é só ir à loja e reinstalar as aplicações.

  3. André says:

    Na minha opinião este é um dos projectos da Microsoft que tem tudo para ser bem sucedido. É um mais valia para os utilizadores domésticos poderem instalar todo o software de que necessitam através da loja. Ganha-se em facilidade/comodidade e em segurança. Outra grande vantagem é a convergência das diferentes plataformas da Microsoft. O Windows 10 veio possibilitar que as pessoas tenham a mesma experiência de utilização em diferentes dispositivos. As coisas estão no mesmo sítio, comportam-se e configuram-se da mesma maneira. Quanto à possibilidade de se ter as aplicações desktop no telemóvel é uma boa alfinetada para aqueles que dizem que a loja do Windows não tem aplicações e que o Android é muito bom. Por mim até pode ter montes de vezes mais, se forem fracas como é a maioria não serve de nada ter muita coisa. Antes poucas e boas do que muitas e fracas.

    • Tomás says:

      não dá para ter estas aplicações no telemóvel.

      • Pplzz says:

        Falta aí um ‘ainda’

        • Tomás says:

          esse “ainda” só acontecerá se a ferramenta de conversão da Microsoft ou o UWP sofrer mudanças muito significativas, para suportar todas as APIs Win32 dessas aplicações. A isso se somará muito provavelmente o problema de código dependente de processador x86 e o interface gráfico ser para desktop clássico. Quem estiver à espera de ter essas aplicações convertidas a correr no Windows 10 Mobile é melhor esperar sentado.

  4. irlm says:

    Como converter com essa ferramenta Project? Link.

  5. Portimão says:

    Espero que este projeto seja bem sucedido. O Windows 10 é fantástico! esteticamente muito bonito e é incrivelmente fluido no portátil do meu namorado com Intel Atom F3735F a 1.33GHz e 2GB de ram.
    A aplicação do Facebook que chegou há um par de dias está mesmo muito bem feita e já se encontram outras apps na loja Windows de muita qualidade, como o mTalk (bem melhor que o Tapatalk), o Perfect Tube, etc.

    A loja Windows está a crescer e a cada dia aparecem aplicações bastante interessantes.

  6. irlm says:

    Já agora, que estamos a falar de conversão de aplicações tem esta app na loja do windows que consegue converter a extensão .apk de um desktop windows para qualquer dispositivo android, a desvantagem é que está limitada a 100mb por cada ficheiro:
    http://apk2mobile.com/
    https://www.microsoft.com/es-es/store/apps/apk2mobile/9nblggh5kn7x

  7. KITT3000BLACK says:

    Ca para mim a Microsoft quer ver o mar a arder…

    Se isto for a frente (bem sucedido) vai também abrir portas a pirataria programas como lucky patcher no android podem tornar se reais no Windows phone,

    com conhecimentos, criatividade e a app da Microsoft será uma questão de tempo

    A Microsoft a cavar o próprio buraco :p

  8. Victor Fernandes says:

    Eu bem digo que o WindowsPhone é um iPhone low-cost. Basta ver a app do Instagram e o quão bem funciona (ok, tem uns bugs aqui e ali), só falta mesmo implementar as restantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.