Quantcast
PplWare Mobile

Internet da Starlink já funciona a 300 Mbps (Com antenas até com gelo)

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Fabio says:

    O problema é mesmo o upload. Continua sendo medíocre. Quem quer ter net ultra rápida também o quer para ter um upload rápido. Para streaming de conteúdo 4k uns 25 megas down chegam. Mas para fazer backup de um sistema na cloud 25 megas de upload é muito lento.

  2. Vitolas says:

    Mais uma opção no mercado o que é sempre bom, no entanto, não me parece que vá ser nos próximos anos a opção de referencia para a esmagadora maioria das pessoas tendo em conta o custo x beneficio.

    • Diogo says:

      Isto não é para quem mora em Lisboa ou no Porto e por 35€ mês mete 500mb/s.

      Isto, na realidade portuguesa é para quem mora no meio da montanha em Bragança e só tem 2mb/s de download a pagar 30€ mês e é quando funciona.

      Se formos para a realidade de US e Canadá (nem vou falar de países sub desenvolvidos), temos milhões de pessoas que só teem acesso a ADSL de muito má qualidade e é quando tem. Estamos a falar de empresas por exemplo que trabalham no meio do nada, como explorações agrícolas, minas, construções etc, que estao dispostas a pagar bem por um serviço de qualidade. Já é existem alguns, há muitos anos no mercado, com muito menos velocidade, com tráfego limitado e bem mais caros! Por isso existe sem dúvida mercado para o starlink, mas não é para mim que moro no porto. Mas se calhar se eu quiser ir viver para a casa da minha família no campo onde a meo só me consegue meter 4mb/a de fibra, e quiser trabalhar a partir de lá, ia usar o starlink quase de certeza!

  3. Fifi says:

    É uma alternativa boa para quem tem adsl 4 , 6mb e sim ainda existe muita gente assim por cá.

    • Manuel da Costa says:

      O problema é a mensalidade… 99 euros (mais 563 pelo equipamento). Além de que, nos teste realizados em Castelo Branco, tanto tinha velocidades de 150mbs, como ficava 11mbs. E chegava a estar abaixo dos 2mbs, principalmente ao nascer do sol. Depois de vários mails a pedir ajuda para perceber porque é que naqueles 45 minutos a velocidade ficava muito baixa e chegava a perder o lock nos satélites, lá me disseram para colocar a antena com um desnível para norte, para evitar os raios de sol, ao nascer e por. Foi funcionando mas, duvido que consigam manter velocidades acima de 100mbs quando começarem a vender para o mercado geral. Mesmo com baixa latência, as ligações terra-espaço-terra-espaço-terra, quanto mais ligações tiver, mais latência irá ter.
      Uma das coisas que a SpaceX está a tentar vender é as redes locais. Uma empresa/autarquia, adquirir o receptor e comprar um routeador de alto débito e larga cobertura, permitindo que, por exemplo, uma pequena aldeia fique com cobertura WIFI a rondar os 4mbs. Isto anda a ser apresentado a várias autarquias portuguesas e espanholas.

  4. Wagner Albuquerque Braga says:

    Considero uma revolução. Aqui no Brasil temos sobrando internet fibra ótica mesmo em lugares distantes dos grandes centros urbanos. Paga-se em torno de 15€ para uma internet de 250mbps. Mas muitos moram distante do litoral (distante me refiro a mais de 2 mil km) indo para o Brasil central ou floresta amazônica onde existem muitos rios o que dificulta a passagem de fibra.

    Musk foi muito visionário em sua empreitada. Já colhe e vai colher bons frutos por isso.

    • Douglas Ferreira says:

      Na minha cidade, no interior do RJ, temos apenas uns 23 mil habitantes; apesar disso, temos 3 ou 4 provedores locais.
      A popularização da internet banda larga no Brasil teve grande evolução graças a esses pequenos provedores. Os serviços e a qualidade das grandes operadoras não é bom, mas não tenho nada a reclamar da minha conexão fornecida por um provedor regional.
      Atualmente pago 80 reais (12 Euros) por uma conexão de 100 mbps que realmente entrega essa velocidade. E agora lançaram um plano de 420 mbps por 100 reais.

  5. David Guerreiro says:

    De ressalvar, que a parabólica tem função de aquecimento para remover gelo e neve.

  6. José Cartaxo says:

    Perante o serviço prestado em Portugal por todos os operadores de comunicações, comparativamente com o resto da Europa, falando apenas de países do chamado primeiro mundo, em que a Internet é um serviço gratuito em todo o território, é sempre bom saber que existe uma companhia que disponibiliza, acesso a quem poder pagar, num país que pagamos tudo! Possivelmente vamos todos pagar uma taxa, para a possibilidade, de irmos pensar em um dia querermos ter um serviço destes. É uma vergonha pagar no mínimo 25/30€ por TV/net/fixo quando em países ricos custa 10/15€.

    • KikasDE says:

      Que países são esses? Na Alemanha tens ligações VDSL (um mas autêntica bosta) a 100Mbps e com sorte 250Mbps pela mesma tecnologia. Se metes com 3 play (onde os canais que tens acesso são os mesmos que tens por antena terrestre) pagas a módica quantia de 85€ … E dizem voceses que pagam muito 35 ou mesmo 40€ mês…

  7. José Cartaxo says:

    No final da década de 80 em Portugal existiam dois canais de televisão, apesar da quantidade de antena s espalhadas por todos os telhados. Quem queria mais colocava uma parabólica, tal como os meus pais. Ao mesmo tempo, no país onde o meu pai trabalhava, na Suíça, pagava na altura 6 CHF por 120 canais em casa, pois não eram permitidas antenas nos edifícios…

  8. PTO says:

    Eu em casa tenho 500Mbps e bem mais barato que o Starlink.

    • Diogo Alves says:

      E moras onde?

      Já foi dito centenas de vezes. Isto não é um servico para quem fibra em casa.

      Este é um serviço para quem mora num local onde com sorte tens ADSL e quando funciona. Que em boa parte do mundo (África, Ásia, América latina) são milhões de pessoas.

      Felizmente na Europa temos uma cobertura brutal da população. Mas nós US e Canadá tens milhões de pessoas com redes ADSL que num dia bom dão 2mb/s. Num dia mau nem funciona. E algumas dessas pessoas pagam hoje em dia bem mais por serviços bem piores que o starlink.

      Parem e percebam, o starlink não é para os que tem fibra a porta de casa. É para aqueles que só tem ADSL e que mesmo assim funciona mal, e as operadoras não vão meter-lhes fibra a porta, quase que preferem oferecer lhes o starlink do que gastar largos milhares a meter lá fibra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.