Quantcast
PplWare Mobile

Hackers invadem supercomputadores para minerar criptomoedas Monero

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Pois Zé says:

    Não pode ser…! O Linux tem falhas de segurança? Pensei que as falhas era só uma exclusividade do Windows!

    • Spoky says:

      Tal como todos os Sistemas Operativos, afirmar que Linux não tem falhas é um incompetente.

      Qualquer Sistema Operativo tem as suas falhas, e alguns até são graves e só se descobre anos depois ou só é exposto anos depois.

      Qual é o problema? Nenhum. Linux, Windows, Android etc todos eles tem os seus problemas, uns mais, outros menos.

      Se alguem te disse isso, lamento. Mas Linux não é assim tão mau quanto pensam, agora afirmar e dizer que nunca teve falhas de segurança é totalmente mentira.

      Já paravam com o “hate” contra o Linux.

    • Luis says:

      Não existem sistemas 100% seguros ou infalíveis, isso é impossível, e nunca irá haver. Quem disser o contrário está errado. Existem sim uns mais robustos, eficazes e seguros que outros. Um sistema operativo é desenhado por humanos, como tal nunca serão previstas todas as situações que possam ocorrer. Um verdadeiro hacker explora qualquer coisinha que para pessoas comuns passam completamente despercebidas.
      Posto isto deixem de ser fanboys, todos têm os seus prós e contras, e cada um é livre de utilizar aquele que melhor o serve, e não é por isso que tem de dizer mal dos outros.
      Quanto à notícia, só não percebi a escolha da criptomoeda, visto que a Monero até tem estado baixa.

  2. LA says:

    Cambada de anormais. Ataque a máquinas usadas para investigação. Mau demais.

  3. Jota says:

    Isto está a ficar uma verdadeira pandemia de Hackers! Não há um único dia que os amigos do Rui Pinto não atavam ou roubam alguém! ´Há desgraçados a ir para a cadeia por roubar alimentos, estes… que nem tenho palavras, roubam aos milhões e ainda têm defs a pedir para os soltar! Realmente estamos a ficar num mundo ao contrário! Depois queixam-se que os Venturas ganham terreno!

    • Spoky says:

      És obcecado pelo Rui Pinto, estou a ver. Continua, ao menos ele faz o que os outros não fazem. Enquanto tu, estas sentado numa cadeira a perder o teu tempo a escrever um comentário inútil que não beneficia ninguém.

      Típico vindo de um utilizador que só sabe queixar-se e fazer scroll no Facebook o dia inteiro.

      • Alvaro Campos says:

        Não tenho nada contra o SLB ou o FCP ou o SCP (nem a favor, convenhamos!) mas tenho contra os Rui Pinto deste mundo que tentam ganhar com o que roubam. Se calhar lias bem as noticias para confirmar que ele antes de ser “bonzinho” foi “mauzinho”, tentando extorquir dinheiro a quem roubou documentos e, como não conseguiu (ou não consegui o montante que queria) passou a “soprador”.
        Sim, (para mim!) são tão criminosos quanto os que entram numa mercearia e roubam para comer mas terão menos atenuantes pois estes não roubam para sobreviver mas sim para enriquecer à custa de outros tal e qual outros parasitas!

  4. miguel says:

    Já existe novidades sobre as vulnerabilidades usadas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.