Quantcast
PplWare Mobile

E agora? Cloudflare tem de bloquear IPTV ilegal ou paga uma multa diária elevada

                                    
                                

Fonte: Série A

Autor: Pedro Simões


  1. Luís Silva says:

    Vocês do pplware recomendam que serviço de IPTV?

  2. PeterSnows says:

    o que é a CloudFlaire ?

  3. Atento says:

    Ultimamente vejo a Pplware mais preocupada com a IPTV do que as próprias operadoras. Sempre com notícias a dar ênfase ao fim da IPTV, até parece que alguém por aí tem necessidade de “assustar” os utilizadores desse serviço.

    Não sendo a IPTV ilegal nem cá nem nos EUA, porque é que a cloudflaire tem de cancelar esse serviço???? E mesmo que isso seja verdade existem centenas de serviços como a cloudflaire…. Preocupem-se em colocar aqui notícias que sejam úteis e não “lixo”

    • Vítor M. says:

      Não estamos preocupados, apenas estamos atentos. Até porque se fosse tudo legal, nada destas coisas seriam notícia. Apesar disso, o IPTV não é ilegal, o que é ilegal são os esquemas dentro dele. O curioso são algumas pessoas, duas ou três, que ficam preocupadas quando estas notícias são publicadas, isso é que é de admirar… ou não 😉

      • António says:

        Não sei se é o local adequado para colocar uma questão, mas penso que está relacionado.
        Tenho um dispositivo Chromecast numa TV que está ligada à antena de casa. Quando pretendo ver a Sporttv 1, com subscrição, através da app MEO GO na Chromecast, não dá imagem, só dá o som. No entanto, os outros canais da Sporttv funcionam perfeitamente. Desde já agradeço se me puderem ajudar.

    • Atento (o verdadeiro) says:

      Concordo plenamente com a coação a quem presta serviços ilegais. Distorce a concorrência e e o mercado.
      Aliás, esse é o mesmo motivo pelo qual sempre discordei da taxa sobre os dispositivos de armazenamento. Claro, com a aplicação de tal taxa, seria de esperar que um sentimento de impunidade se disseminasse e os consumidores aproveitassem para justificar o moralmente inaceitável.

    • JS says:

      Não vejo porque motivo isto é uma notícia “lixo”, muito pelo contrário.
      Deve ser bem útil para quem utiliza IPTV ilegal saber que poderá estar com os dias contado o serviço que usa, e que é o que a notícia relata, IPTV ilegal, e está bem explicito….
      Eu uso IPTV todos os dias, a app da Vodafone TV e MEO Go.
      Já usei sim IPTV ilegal, mas prefiro de longe pagar um pouco mais para ter um serviço além de tudo legal e 100% funcional.

    • SSD says:

      Quando vejo comentários percebo porque é que algumas páginas simplesmente não autorizam comentários de todo.
      Ora bem, não se pode comentar sobre o IPTV, sobre o Covid, notícias sobre a Apple tem de ser na dose certa, mais que 2 e o pessoal queixa-se que estão a dar graxa, menos e vai o pessoal adepto da Apple dizer que se está a dar demasiado tempo de antena a “chinesices”…

  4. André Correia says:

    Isto abre um precedente grave.. Vejamos não sou mínimo utilizador de iptv a não ser a da Meo, mas levando a letra os senhores da sky teem que bloquear todos os seus clientes que façam upload de torrents ilegais já que também são responsáveis pelo que os seus clientes enviam com o serviço que lhes é fornecido ou para a Cloudfare é diferente?
    Cumprimentos

  5. Marcio says:

    não gosto muito de iptv mas isto já é demais os bloqueios…então que culpa tem a empresa que fornece o ip ou domínio??…então pk não multam os ISP por fornecerem internet as pessoas que a vêem e provavelmente é transmitido o sinal por eles também?? realmente…a internet esta mesmo a ser controlada pelos governos e tribunais quando ela mesma foi criada para o sentido liberdade do utilizador. opah deixem a internet da mão…pessoas a morrer a fome e a espera de ser julgadas pra receberem indeminizações e eles a ocuparem tempo com bloqueios de internet!!

  6. Desconversador says:

    Bem, a Cloudflare e a Google não são italianas. Em Itália podem mandar os tribunais italianos. No resto do Mundo, não.

  7. j says:

    Mas se não der para ver futebol na net, nem um cêntimo vão levar pelo canal pago.

  8. Rebenta anilhas says:

    A Cloudflare desliga o acesso a estes 160 serviços e os outros 25487568652 que existem continuam a funcionar na boa.

  9. JJ_ says:

    A industria da musica e dos filmes, quando percebeu que a estratégia para combater a pirataria foi alterar a forma de venda desses produtos, passando a fornecer os mesmo a preços mais baixos e em formato digital mais diversificado, só tiveram vantagens. Hoje voltaram a ter grandes receitas através do YouTube, Spotify, Netflix, HBO, Disney+, entre muitos outros que nem estão disponíveis em Portugal. Já não anda a caça dos torrents e afins, pelo menos com tanta “loucura”.

    Agora é a vez das televisões, encontram não perceberem que a estratégia para obter mais receita, não é andarem a caça dos IPTVS ilegais, mas sim oferecerem os seus serviços a preços mais acessíveis e flexíveis, vamos estar a ler varias noticias como estas… Mas eles vão perceber…

    • Euéquesei says:

      Para eles, que ganham alguns milhares por mês, fora o que vem pela porta do cavalo, os preços são acessíveis.
      A culpa é do tuga que não quer gastar em tv dinheiro que é preciso para bens essenciais e por vezes nem para isso chega.
      Empresário tuga é assim, visão muito curtinha, na generalidade.
      Ganhavam mais em baixar os preços e aumentar o número de clientes e no final o valor que entrava era igual ou superior do que andar atrás de bruxas.
      Uma pessoa com um rendimento normal não está para pagar mais de 100 euros mês para ter os canais premium.
      Estamos em Portugal e os salários normais são o que são.
      Mas pronto, eles é que sabem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.