Quantcast
PplWare Mobile

CovidCheck: Não se deixe enganar sobre a COVID-19

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Dark Sky says:

    Parabéns pela iniciativa.
    A informação da DGS não cobre tudo – e não cobre a desinformação e fake news.
    Por exemplo 🙂
    – Comer gelados é desaconselhado por causa do coronavírus?
    – Tenho de lavar a roupa a 90 graus por causa do coronavírus?
    – Na Austrália é obrigatória a implantação de microchips para controlo da Covid-19?

  2. BlackFerdyPT says:

    Não se deixem enganar pelo *Governo Português*. Pois, aquando do início da suposta pandemia,

    1.1) Primeiro dizia este que o uso de máscaras era contraproducente: https://web.archive.org/web/20200319150014/https://covid19.min-saude.pt/perguntas-frequentes/

    1.2) E agora diz o contrário (e até obriga as pessoas a usarem máscaras).

    Também, nesta mesma altura,

    2.1) Veio dizer que um certo medicamento era bom para combater o vírus.

    2.2) E depois veio a OMS desmentir tal afirmação: https ://www.cmjornal.pt/opiniao/editoriais/detalhe/o-virus–dos-factos

    E ainda,

    3) As estatísticas de mortes por este novo vírus estão a ser aldrabadas – pois, o próprio governo admite que inclui nas mesmas pessoas que apenas também tinham o vírus, mas que morreram doutras causas: https ://ionline.sapo.pt/artigo/693471/vao-ser-retomadas-as-atividades-suspensas-no-sns

    • Dark Sky says:

      Sobre as máscaras, já dei para esse peditório. E convém perceber de que máscara se está a falar. Na altura a DGS estava-se a referir a máscaras para pessoal de saúde, que mesmo agora continuam escassas para uso pela população.
      Podia ter avançado mais cedo com as máscaras de uso social? Podia, já reconheceu isso, mas era um conceito que não existia, em particular máscaras de material não tecido e com filtros Também os organismos internacionais foram alterando as recomendações.
      Sempre se diga que às tantas, sem se dar por isso, passa-se de máscaras de uso profissional para uso pela população para “use uma máscara qualquer, o que é preciso é que use uma máscara”. Tenho visto máscaras de algodão tecido (o que sobrou de alguma cortina), que enfim …
      https://pplware.sapo.pt/ciencia/oms-novo-coronavirus-pode-nao-se-transmitir-atraves-de-objetos-e-superficies/#comment-2587889

      Agora, quanto à contagem de mortos, o que se faz em Portugal é o habitual na generalidade dos países – faleceu, tinha coronavírus entra para a estatística dos que faleceram com o coronavírus (não é faleceu “do” coronavírus). Mas nem todos os países fazem a contagem da mesma maneira, podem não testar se o falecido tinha coronavírus. Outros não contam os falecimentos fora dos hospitais. A Bélgica que tem, de longe, a maior taxa de mortalidade da Covid-19, diz que conta de forma diferente dos outros países: “conta os falecimentos nos hospitais, nos lares (há quem não conte), mesmo que não haja teste mas uma suspeita”.

      • Dark Sky says:

        Falei da Bélgica que tem 786 óbitos atribuídos à Covid-19 por milhão de habitantes.

        A Rússia tem 19 por milhão de habitantes – mas só atribuem o óbito à Covid-19 se for a principal causa de morte. A Rússia tem 300 mil infetados e 2837 óbitos, contados dessa maneira.

        No Daguestão (Cáucaso), de 2,9 milhões habitantes, estão a morrer pessoas aos montes da Covid-19 e nem sequer há testes. São tratados e morrem como se tivessem gripe. Oficialmente morreram 29 pessoas de Covid-19 e 657 de pneumonia, incluindo 40 médicos.

  3. Ricardo says:

    Viva o Ministério da Verdade!

  4. Winston Smith says:

    @Ricardo
    Nem mais. Nunca o 1984 foi tão atual.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/1984_(livro)

    e parece que por aqui também temos um Parsons.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.