Quantcast
PplWare Mobile

Construa o seu website em apenas 5 passos

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Mário Sousa


  1. Nuno Monteiro says:

    E o índice de websites de **** vão voltar a crescer 🙂
    Querem bons websites com boa gestão? Simplesmente dirigiam-se a empresas cuja qualidade seja do vosso gosto.
    Quanto mais barato mais deficiente o serviço vai ser. Contem sempre com pelo menos, no mínimo dos mínimos 800€ para um site com o mínimo de acompanhamentos.

  2. Developer says:

    +1. No mínimo!! Faz lembrar os casos em que não contratam um fotógrafo profissional para tirar as fotos do casamento para poupar alguns trocos (“o meu sobrinho faz isso de graça”)… depois choram com a qualidade do serviço num momento tão especial da vida.
    Nos websites, costumo dizer aos clientes que também tem um “familiar” que faz de graça: “Força. Aqui tem o meu contacto quase necessite de ajuda.” Depois de 1 ano, telefonam…

  3. Joaquim de Oliveira says:

    A meu ver isto é um artigo de encher chouriços, só para fazer publicidade à OVH… Porque eu li do inicio ao fim e não vi nada relevante para quem queira se aventurar nisso…

  4. ah pois foi :( says:

    ATENÇÃO – escolher um dominio .pt só porque está disponivel pode levar a tribunal. Para evitar esta situação, deve ir ao INPI e verificar se o nome escolhido entra em conflito com alguma marca registada. Cuidado.

  5. Sergio says:

    Discordo profundamente a simplicidade que este artigo tenta transmitir na construção de um site.

    Quem quer construir um site, que nao seja um mero noticiário ou blog ( e atençao nao me estou a referir ao pplware, nem nada que se pareça), que pretenda ter uma loja on-line bem sucedida, tem que dar muito ao pedal e ter a noção que se depara com diversos problemas nos templates.

    Adaptações de logotipos, resoluções de fotografias profissionais, artigo de loja bem fotografado e editado..

    Para não falar da complicação que é associar apps externas como e-goi, mailchimp ..etc
    Vêm sugeridas em muitas plataformas mas depois por aquilo oleado, para quem está a iniciar não é facil.

    Se não houver orçamento e tiverem tempo, tentem. Se a empresa esta folgada e vocês tem o tempo contado, cedam o serviço a uma empresa externa.

  6. Pedro F. says:

    Pior que não ter site, é ter um site caseiro…
    Transmite uma má imagem e pode afugentar clientes…

    • Vítor M. says:

      Não deixas de ter alguma razão. Mas no fundo, mesmo tendo um site caseiro que tenha os contactos já é alguma coisa. É verdade que o impacto não será o melhor, e aí vou ao encontro do que dizes, mas pelo menos tem os contactos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.