Quantcast
PplWare Mobile

Amazon despediu trabalhadores ativistas ilegalmente, diz o NLRB

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. David Guerreiro says:

    Malta do BE lá da zona, só sabem reclamar

  2. Kabindas says:

    Esta malta “progressista” acha que forçar até partir funciona com tudo. Pois com estas estas empresas, não é assim que funciona, pois usam a maxima portuguesa de: “quando o mar bate na rocha, que se fd$% é o mexilhão “

  3. zakarias says:

    Quando o mar bate na rocha … quem se f#$3 é o mexilhão

  4. Miguel says:

    Não admira que só contratem robôs agora, não reclamam, não mijam, não faltam… Só espero que a empresa contribua para a segurança social o valor pela totalidade de humanos que cada robô representa. O futuro vai ser assim!

  5. JS says:

    Se Fosse ca no Burgo seria Colaboradores mas como não é
    Chama-se colaboradores em Portugal por ser mais bonito
    Mas no Código de trabalho esta la bem explicito Trabalhadores
    Muito bem este titulo e noticia

  6. Joao Ptt says:

    As empresas precisam ver-se livres desses malditos humanos que querem dar bitaites. E depois se possível vender as suas porcarias para robôs e depois acabar com os cargos dos CEO’s e dos accionistas que são inúteis e só dão/ criam despesa à empresa.

  7. Vasco says:

    Eu comparo um pouco a chamada “gig economy” ao mundo das drogas. Enquanto existirem consumidores, existirão “dealers”. Num mundo caracterizado pelo imediatismo no consumo, a tendência é para que as empresas tradicionais desapareçam lentamente, e os empregados de colarinho azul e colarinho branco sejam substituídos por tarefeiros, pagos quase à jornada / projecto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.