Quantcast
PplWare Mobile

TSMC inicia produção de processadores “A12” de 7 nanómetros para os iPhones

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Helder says:

    Não para…

  2. Miguel says:

    O tamanho dos chips não tem alterado, pelo que dizer que usar uma tecnologia com gate pitch inferior conserva espaço interno está errado. Uma das razões pela qual a performance aumenta é mesmo por se conseguir fabricar mais transístores/área.

    • IDroid says:

      Então,se se conseguem fabricar mais transístores por área significa que,para o mesmo espaço interno,a performance aumenta,está correcto.

    • acs says:

      Meia verdade. Nem sempre o espaço extra é usado para mais transístor do mesmo processador. Por exemplo, esse espaço extra já foi usado para colocar um processador gráfico, um de baixo consumo para medidas, outro para guardar e processar o touchID e fala-se também em enfiar lá um só especializado em AI. O A10 tem o mesmo tamanho que o A5 mas dentro do chip leva também com o M8 que já esteve fora entre outros.

  3. abdu says:

    Ao longo do tempo o chip tem ficado cada vez maior apesar da miniaturização do processo do fabrico.
    intel 4004 ocupava 12mm²
    80286 ->49mm²
    80486 ->173mm²
    Pentium Pro ->307mm²
    Pentium iv ->217mm²
    Core i7 (2011) ->216mm²
    Xeon E5 -> 356 mm²
    Core i9 -> 471 mm²

    Quando se usa o mesmo número de transístores o tamanho do processador diminui, com a melhoria do processo de fabrico, mas há medida que o processo de fabrico permite criar processadores menores também são adicionadas mais features ao processador: mais memória, gráficos integrados, MMX, etc … o que no final leva a que os processadores acabem por ficar maiores que os das gerações anteriores, por isso é que as wafers passaram para 300mm e equaciona-se passar para 450mm de diâmetro, mas o preço proibitivo da migração para estas dimensões vai adiando o processo.

    • Helder says:

      Uma das razões de se fazerem processadores maiores também tem a ver com o espaço para terminais que têm de ser soldados).

      E podem dizer “ai mas eles não mudaram muito o número de pinos no socket”, mas é porque a maior parte desses pinos não estavam ligados a nada… e agora estão.

      Mais terminais ajuda com a largura de banda.

      • Belmiro says:

        “Uma das razões de se fazerem processadores maiores também tem a ver com o espaço para terminais que têm de ser soldados”

        Uma coisa é o processador em si, outra é a “embalagem”. O tamanho que se fala é a do processador e não do invólucro com contactos com a motherboard

        “é porque a maior parte desses pinos não estavam ligados a nada… e agora estão”

        Andas enganado. Os únicos pinos que podem não estar ligados é se (por ex) a motherboard não tiver quad Channel ou usarem todos os canais PCIe e o CPU aceitar. Nesse caso esses pinos não serão funcionais.

        • Helder says:

          Mais uma vez a revelar ignorância atroz.

          Os pinos são no exterior do chip sim, mas têm de estar soldados ao circuito integrado. E têm de haver espaço para os contactos no circuito integrado era os fios que são soldados, os “pads”. Além de que a voltarem no CI é muito inferior à dos pinos, e têm de ter step up converters para cada pino.

          Quanto à motherboard, a revelar ignorância mais uma vez, a Intel por exemplo, nos CPUs recentes, apesar de fisicamente serem iguais aos de geração anterior com os mesmos pinos, por os da geração anterior terem pinos não utilizados, já não funcionam as motherboards com os novos CPUs.

          Ex: Intel skylake e coffee lake.

          • Miguel says:

            Lol, por isso é que modders conseguiram meter coffee lakes em motherboards para skylakes sem qualquer tipo de modificação ao hardware e apenas uma uefi alterada, né? É sempre fácil chamar de ignorantes aos outros. Se fizesses uma pequena pesquisa ias ver que os pinos que estavam “reservados” nos sky/kaby lake são agora pinos ground ou vcc nos coffee. Não há incompatibilidade, há um power delivery mais restrito e uma intel a querer vender boards novas. Um chip tem várias dezenas de pinos para power, não é a falta de alguns que vai fazer que deixe de funcionar. No máximo pode é dar instabilidade num overclock abusado. E vá, deixa lá uma resposta a defenderes-te e a chamar-me ignorante, etc.

    • Belmiro says:

      Abdu, a ideia de diminuir o processo de fabrico não é fazer chips mais pequenos mas manter o tamanho metendo mais transistores, aumentando a velocidade e funções e diminuindo os consumos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.