PplWare Mobile

Tesla: Model 3 com dois motores tem novo preço e novas opções


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. BGG says:

    Para quem quer mudar o mundo não entendo o preço em questão destes modelos…será que os custos de produção são assim tão elevados?

    • José says:

      Verdade. E o Renault Zoe então, um Zoe a gasolina ficaria por quanto, com o IA !?!

      • Carlos says:

        Zoe a gasolina? Não estarás a fazer confusão com o Clio?

        Quanto a quanto custa um Zoe, basta ou ir procurar no Google, no site da Renault, ou, até mesmo, simplesmente ir a stand da Renault e perguntar que tenho a certeza que terão muito gosto em te responder.

      • Carlos says:

        Ah, e já agora, os carros elétricos estão isentos de ISV, só estão sujeitos ao IVA.
        Mas mesmo assim, pelo barato um Tesla fica por uns 60 mil euros, que dá para comprar 2 Zoë e ainda te sobram uns 3 ou 4 mil euros.

        • Rui Girão says:

          Os carros eletricos não estão isentos de ISV, a questão é que o ISV foi apenas pensado para veiculos a gasolina ou gasoleo, se o veiculo não tiver nenhum dos dois não paga ISV, o mesmo acontece com IUC, um BMW i3 se tiver o motor de extenção de autonomia vai pagar IUC e ISV pois já tem um motor lá dentro.

          • Carlos says:

            Estás a dizer que quem faz o Orçamento de Estado é completamente idiota e desde que há carros elétricos ainda não teve tempo para alterar as regras do ISV para incluir os carros elétricos?
            Ou não te parece antes que a razão para estarem isentos de ISV é deliberada?
            Aliás, nem fazia sentido ser doutra forma, era um bocado estranho o Estado pagar um incentivo de 2 mil e tal euros (aos primeiros 1000 compradores) que depois nem sequer iria cobrir o ISV…

          • Rodrigo Da Silva says:

            So que o BMW i3 nao tem motor. Tem um gerador que gera energia para as baterias.
            O gerador nunca poe o carro em movimento directamente.

        • José Carlos da Silva says:

          E nesses Zoe estão incluídos os 7000€ a mais, por cada um, pelas baterias? Ou os 80€ por mês pelo aluguer (que deixa de compensar para quem gasta menos que isso em gasolina/gasóleo)? Ninguém quer saber do ambiente. Só importam os lucros.

        • Carlos says:

          Ok, o simulador do ISV do site da AT é uma treta porque deixa escolher que é um carro elétrico mas depois obriga a preencher a cilindrada…
          Mas enfim, lendo melhor a cena, os carros exclusivamente elétricos de tipo plug-in com autonomia mínima de 25 quilómetros estão sujeitos a uma taxa fixa de 25% de ISV.

    • Ok says:

      Evidente, do que serve atingir os 5 mil/semana se não há rentabilidade do produto, óbvio que arranjam pequenas alterações, mas o propósito é aumentar preços, é essa a guerra dos accionistas.

      • BGG says:

        Assim quais as vantagens em ter um carro deste relativamente aos existentes? a Tesla não pode alegar as emissões de carbono 0 (zero) porque senão está a dizer que as emissões de carbono no planeta está reduzido ao negócio e condenado à partida, porque a maioria da população mundial não tem recursos para adquirir pelo menos estes modelos…pode é tentar alegar autonomia energetica e outras coisas parecidas, mas talvez seja altura da Tesla assumir que apenas está preocupada com o negócio e não em mudar o mundo para melhor…é apenas mais uma empresa que viu uma maneira de explorar as alterações climáticas, não tem objectivos maiores do que qualquer outra empresa nem uma visão de futuro para um mundo melhor como alguns alegam…que tenha de fazer dinheiro e que tenha de justificar o investimento, até aí tudo bem, acho que não tem é o direito em usar um desastre que são as alterações climaticas e tirar partido disso para lucro próprio…prefiro que se assuma como é, como empresa que visa produtos inovadores e a preços apenas alcançáveis por poucos, e que não quer saber de alterações climáticas, nem de CO2 ou lá o que se pareça, senão acho que haveria modelos mais modestos e para os bolsos de todos. Pode é por ventura e aí já não sei, tentar ser um um ponto de começo e revolução onde outros entrem neste negocio com produtos semelhantes mas mais em conta, talvez eu esteja enganado e esta seja a verdadeira intenção…a verdade é que gostava de ter um carro electrico mas mais acessivel em termos de preço e com autonomia espectacular, livre de emissoes de carbono e recarregavel atraves de energias limpas, e alias gostava que fosse este o rumo que o mundo tomasse para nosso bem e das espécies que vivem nele…mas o aproveitamento das alterações climáticas ainda vai só no inicio, porque até já estou a ver aquelas mentes brilhantes a ver onde vão tentar tirar maior partido, com taxas e impostos ao simples facto de uma pessoa poder ter a sua própria energia renovavel em casa e não ir aos postos de gasolina, porque eles não querem que sejamos independentes energeticamente de nada…alias as guerras no mundo anda tudo à volta dos recursos energéticos e porquê, porque é o que dá dinheiro…vejam a história do senhor Tesla e percebem que houve muita gente a querem o negócia da energia bem como hoje porque é o que faz girar o mundo

        • Paulo says:

          A Tesla já tem criado o ecossistema, para poder publicitar as emissões zero. Comprando a eles ou a outros, é possível. Consegue com um carro a funcionar a um combustível fóssil,anunciar o mesmo?

    • Z/OS says:

      Isto não se trata de ecologia ou pensar no bem do planeta. É mais uma questão de moda e mostrar aos outros o que conseguem comprar produtos “exclusivos”. Ou seja, o habitual. A raça humana não tem mesmo futuro algum neste planeta!

  2. Luis Parallax says:

    Corriguem lá sff… -> “Notácias” ^_^

  3. Pérolas says:

    @Elon: Aumenta mas é a produção e começa a enviar para portugal!!!

  4. Mentecaptor says:

    “preço a começar nos 53 mil dólares… e o motor tem 258 cavalos.”
    Não é uma proposta assim tão aliciante.

    • Ricardo says:

      O meu começou nos 73 mil dólares e tem 270 cavalos. Que tem uma coisa a ver com a outra?? Mercedes just.

    • Pérolas says:

      O modelo 3 base começa nos 35k, o que o coloca dentro do “price range” para um veiculo a este nível. Vou ter curiosidade no hyundai kona (kauai), mas, este é mais pequeno e tecnológicamente não sei se estará ao nível.

    • PetrolHead says:

      Manda ai uma proposta mais aliciante de um carro novo

      • Mentecaptor says:

        Volvo V60 D6.

        • pedro says:

          Lol eu vou ficar pelo toyota cr-x hibrido. Estas tecnologias sao muito verdes ainda, nao por serem amigas do ambiente (só os plásticos, borrachas dos pneus e baterias… Ui), mas porque estão pouco desenvolvidas. Era eu miúdo para ai há 35 anos e na FIL Lx estava um nissan cheio de sensores, calculava distancias de travagem sozinho nao deixando aproximar do veiculo da frente e monitorizava se o condutor tinha as maos no volante e se as tirasse, o carro imobilizava-se sozinho e se adormecesse acordava-o. O banco e o volante pareciam de um avião. Em termos de imagem… Simplesmente espetacular. Fiquei babado mesmo sendo um protótipo… há 35 anos.
          Por outro lado, havia locomotivas, umas latas velhas, em que o diesel acionava o alternador que fornecia energia elétrica aos motores elétricos… Locomotivas dos anos 60 parece-me…
          Portanto, 3 conclusões:
          O marketing faz milagres.
          O mundo nao desenvolveu mais os motores elétricos porque nao quis.
          Muita gente precisa de se identificar com algo, a sua igreja, a sua religião, neste caso a igreja tesliana.

          • PetrolHead says:

            Está me a dizer que a 35 anos um carro fazia isso tudo mas não havia um processador no mercado com clockspeed que não chegava aos 100MHz ??? Mas o carro tinha essa features todas, só não sei com qual processamento…

          • Jorge says:

            PetrolHead chegamos a lua com computadores menos putentos do que uma calculadora de bolso dos chineses. Por isso sim tudo isso era possível.

          • PetrolHead says:

            Mas queres comparar a NASA como o apoio do governo numa corrida espacial contra a Russia a o que um carro(se foi real sequer) na FIL é capaz ??? Devem ter tido o orçamento da Nasa nessa altura tb para fazer o carro.
            Apollo 11 – Cost $25.4 billion (1973) ($107 billion 2016)

    • Rui Girão says:

      O motor da frente, tens outro na traseira, mas olha antes para os numeros de acelaração e velocidade maxima que ai é que a historia é contada…

      • Mentecaptor says:

        A versão interessante nesse aspecto “começa nos 64 mil dólares”…
        Atenção que a elevada performance só é possível durante um curto espaço de tempo por causa do sobreaquecimento.

  5. censo says:

    Sem futuro. Apenas dependente de uma moda. Não há mercado para estes preços e que por sua vez dê para a Tesla sobreviver. Isto acabará mal.

    • BGG says:

      É o que eu acho…senão colocavam modelos mais modestos e a preços mais acessíveis…

    • Rui Pereira says:

      não há mercado?
      são só 450 mil reservas worldwide lol

      • BGG says:

        Isso é ridiculo em termos de mercado e de consumo, se o objectivo é um mundo com menos poluição, se há tanta moral e genialidade por detrás da mente brilhante dos donos da empresa ou pela parte de quem guia os destinos da empresa e tentarmos alcançar um mundo melhor…não entendo a restrição em termos de público-alvo…ou então não estamos a falar de uma visão mas apenas de um negócio como outro qualquer…apenas conta o lucro, não o produto e o conceito ou visão por detrás de uma moral e isso não traz nada de diferenciador nem de inovador(inovador é, mas só para algumas carteiras, não algo que tenha impacto de verdade e acessível a mais gente) que possa ser alcançável por qualquer um mas apenas um determinado grupo de pessoas que possuem mais recursos económicos…tinha uma ideia diferente no conceito por detrás dos veículos eléctricos e do próprio senhor que criou esta empresa que pensei ter uma visão diferente para o mundo…talvez me tenha enganado…claro que negocio é para gerar dinheiro mas pensei que ideia ou o sonho fosse além disso, fazer lucro mas de maneira a abranger o maior nível de opções para várias carteiras e assim mudar o rumo que estamos a levar enquanto espécie no consumo de combustiveis fósseis…por exemplo mesmo que eu queira ter um eléctrico esta definitivamente não poderá ser uma opção para mim…talvez saiam modelos mais em conta…não preciso de 200 ou 300 cavalos de potencia, chega-me 90 ou 100, o importante era ter carros electricos que tivesse impacto a nível climático…

      • censo says:

        Isso são três dias de trânsito na ponte 25 de abril!

    • Gonçalo says:

      Supostamente então também não haveria mercado para Iphone X a mais de 1000€, mas a verdade é que toda a gente que quer ter um, tem, nem que seja a pagar em 10 anos.

    • Rui Girão says:

      Qualquer tipico BMW serie 5 é igual ou mais caro que o model 3 e até mesmo o model S, o que não falta nas estradas de portugal é carros a rondar os 80 e 100 mil euros…

  6. NN says:

    Ficaria contente com um Tesla de 160 kms de autonomia. dá sensivelmente para 3 a 4 dias sem carregamentos ( na minha rotina). nem preciso de 270 cavalos … e ficava a metade do preço … era capaz de vingar.
    Tendo tambem em conta que na empresa onde trabalho existe espaço e disponibilidade deixar o carro na tomada.

  7. Carlos says:

    “Falar em carros elétricos é quase sinónimo de falar na Tesla.”

    Curioso que ainda ontem no Marquês de Pombal, no tempo que estive parado à espera para atravessar a rua nenhum dos 2 carros elétricos que passaram eram Tesla.

    É um mistério mas até parece que se calhar há carros elétricos muitíssimo mais acessíveis e que as pessoas realmente compram do que os Tesla…

    • David says:

      Concordo, neste momento os Tesla encontram-se demasiado overpriced a meu ver… preço por preço, em portugal, compensa muito mais comprar até mesmo um híbrido, do que neste momento um tesla, existem carros com autonomia igual ou superior a este Model 3 por 2/3 do preço a venda… Pode existir mercado para os Teslas, mas não é para os portugueses com certeza hahaha

      • Gonçalo says:

        Para a realidade portuguesa um carro é um produto que muita gente não pode ter, pelo menos novos. Quantas pessoas não compram carros de 20000/15000€ a pagar em 10 anos com ordenados de 700€?

        É ridículo e nem percebo como conseguem viver…

    • goncalo says:

      la por haver menos em portugal nao quer dizer que nao sejam os melhores caros eletricos que existem o que é que ves mais renault ou ferraris? entao renault sao melhores ?? ahha que amendoim

  8. Cardoso says:

    O Luis paralax Corrigem nâo leva u! Corrige la isso

  9. Cardoso says:

    O Luis paralax Corrigem nâo leva u! Corrige la isso

  10. Hefesto,o Grande says:

    Com estes preços mais vale é andar a pé ou usar os transportes públicos ou táxis.Mais vale,foge !! 🙂

  11. Belmiro says:

    Há pessoas aqui que nao andam muito por dentro do assunto ou pensam de modo muito simplista: dizer que 53 K dolares ou euros por xxx cv ou dizer que com esse valor se compraríam x quantidade de Zoe…
    Mas por ventura o valor pago por um carro é proporcional aos cv que tem ou quantos carros utilitários se podem comprar pelo mesmo valor??? LOLOL

    Entao se eu tiver um Clio com 300cv por 30.000€ é muitíssimo melhor que ter um BMW Serie 1 com 218 cv por 45.000€, como se um clio fosse equiparável a um Serie 1… No Comments

    Um Tesla 3 inclui muitíssimo menos manutencao, valor intrínseco, valor pela (nao) poluicao, inovacao, sistema (quase) autónomo de conducao, etc etc que qualquer dos carros acima comparados. Isso paga-se.

    • Pedroa says:

      Já percebi que o Sr. pelas suas afirmações, deve um ser especialista no ramo automóvel, como tal gostaria que expicasse os conceitos que referiu “Tesla 3 inclui muitíssimo menos manutencao, valor intrínseco, valor pela (nao) poluicao, inovacao, sistema (quase) autónomo de conducao, etc etc”

      • ScavengerPT says:

        Manutenção perante motores térmicos tem razão em relação aos outros eléctricos puros não… em relação à inovação parece-me fácil de perceber tem o dobro da autonomia da concorrência, custa o mesmo que o bmw3 apesar de ser um carro de um segmento c por oposição ao b do bmw, valor da não poluição é em relação às emissões de , o sw de condução autonomo é mais do que conhecido do s e do x , custo abaixo dos 2 euros /100 km etc etc etc

  12. Pedroa says:

    Os veículos eléctricos têm tido ultimamente uma “boa imprensa” e estão de certa forma na moda. Os lobbies da electricidade têm feito bom trabalho, e não há dia nenhum em que não surja qualquer notícia a reforçar o conceito. É um facto que os veículos eléctricos têm boa aceleração, são silenciosos, são de facto muito agradáveis de conduzir. Para quem os compra é um factor de diferenciação, e fugir às opções mais tradicionais. Acontece, que , existem muitos mitos que deveriam ser escrutinados:
    -um carro eléctrico tem emissões 0: A energia eléctrica em Portugal é maioritariamente produzida em centrais termoelétricas, que funcionam a petróleo, gás ou carvão, e que têm processos altamente poluentes.
    É um facto que as energias renováveis, designadamente as hidroelétricas, eólicas e as fotovoltaicas( com pouca expressão) têm vindo a aumentar a sua cota, só que o grande problema é que são intermitentes. Nem sempre existe água nas barragens, nem sempre há vento, daí termos esta eterna dependência das termoelétricas que poluem significativamente.
    Custos: É verdade que um eléctrico não tem que mudar óleos, não tem tantas peças de desgaste como um veículo tradicional, o custo de carregamento da bateria é mais baixo, a questão é que quando tiver o azar de, por exemplo substituir bateria, pode contar com um valor muito, muito elevado
    Autonomia

    • Traveller says:

      E a gasolina/gasóleo sai diretamente da bomba não há poluição na produção?
      Em Portugal tens meses que só há consumo de energias renováveis.
      Custos: quando acabar a garantia da bateria já poupaste o preço dela só em revisões de um carro (mudança óleo, correias, etc) se não tiveres o azar de por exemplo um turbo pifar.

      • Pedroa says:

        O processo de refinação da gasolina e o gasóleo são também poluentes. o que muita gente precisa de saber é que os eléctricos apenas têm emissões zero quando circulam. A produção da energia eléctrica também tem emissões, bem como os processos de produção das baterias, e no final de vida, a sua reciclagem. Quanto aos custos, é verdade que o energético é mais baixo, a manutenção preventiva também, mas quando houver a necessidade de substituição por exemplo de uma bateria (que é o mais certo) os custos são exorbitantes. A depreciação, que não sei se sabe, é o maior custo inerente à posse de um automóvel, é também uma enorme desvantagem num electrico, face a veículos com tecnologias mais conhecidas, designadamente por parte das gestoras de frotas. É expectável que num futuro, o TCO dos eléctricos melhore, mas de momento, no plano econômico não o é.

      • Pedroa says:

        Relativamente às renováveis o maior periodo de consumo de energia eléctrica proveniente dessas fontes, foi de 3 dias e não meses como afirma, e que ocorreu em Março deste ano, não sei quem lhe deu essa falsa informação. Infelizmente Portugal irá sempre necessitar das termoelétricas, que poluem pois a produção de renováveis é intermitente. Não temos a sorte da Noruega, onde nunca falta água nem vento, conseguindo produdir 98%.

        • Traveller says:

          “De acordo com dados da REN (Redes Energéticas Nacionais) a eletricidade de origem renovável produzida em março (4 812 GWh) ultrapassou o consumo de Portugal Continental (4 647 GWh). Este valor traduz-se numa representatividade das renováveis de 103,6% do consumo elétrico,”

          Para os custos apresento fatos Nissan leaf 24 Kwh preço de compra 27.000€ tem 3 anos e 234000Kms fez 3 revisões de 70€ cada e paguei 0€ de IUC nos 3 anos contas 27000/1.23 não paguei IVA porque é elétrico da 22000€ poupei 13.000€ em gasóleo 5 litros aos 100 a 1,29€ o litro como pagava avença num parque em lisboa 60€ mês faz as contas entre o que poupo e a diferença de amortização/depreciação que alegas posso dizer que tenho um custo total da posse 50% inferior (Iva,IUC,Tributação autónoma,manutenção, combustível, mais valias na alienação). A desvalorização de um carro a diesel o ano passado na Alemanha foi 30%

          • Pedroa says:

            Só está referir uma parte que lhe convém, não sei porquê, a realidade É esta do relatório diz” que período de 70 horas, com início no dia 9, em que o consumo foi totalmente assegurado por fontes renováveis. Seguiu-se outro período de 69 horas com início a 12 de março.

            Contudo, houve alguns períodos em que centrais térmicas fósseis e/ou a importação tiveram de completar o abastecimento das necessidades elétricas em Portugal, mas isso foi “plenamente contrabalançado por períodos de muito maior produção renovável”.

  13. Sérgio J says:

    Não dou um defensor da Tesla, bem pelo contrário. Basta ver aqui as minhas constantes críticas à forma como publicitam o Autopilot.
    No entanto não posso deixar de notar que qualquer tecnologia quando surge, começa pelas gamas altas. Uma tecnologia nova ainda não atingiu maturidade e estão sempre sujeitas a muitas correções. Ao colocar o produto numa gama alta está se a restringir o número que está no mercado. Na realidade as pessoas que compram estes produtos estão a ser beta testers, mas tem como vantagem usufruírem de um produto inovador e exclusivo.
    Outro ponto é o ISV. comparar preços com os veículos tradicionais é altamente enganador. Dizem que os veículos eléctricos não têm ISV, mas mais dia menos dia isso vai mudar. O governo precisa de impostos e como não temos recursos, nem a indistrka é muito forte as receitas têm de vir de algum lado. O ISV não existe por uma questão ecológica, mas simplesmente porque os governos precisam de catcanhol. Além disso existe um outro ponto que levará todos os governos a colocar um travão: a energia gasta por estes veículos estará a concorrer com a energia gasta pela nossas indústrias, pelo nosso quotidiano. É um contracenso fala-se em produzir energias limpas e depois quer se duplicar ou triplicar o consumo com a utilização destes veículos.
    Outra questão 6o consumo eléctrico dos veículos autónomos. Os veículos autónomos preparam se para gastar num futuro próximo uma quantidade brutal de energia para a computação.
    Sinceramente acredito que é muito mais escalável a utilizado hidrogénio, além disso o modelo de negócio será uma transcrição mais evolucionaria do que a do modelo utilizado pelo eléctrico que é revolucionária. As pessoas pensam que usar um carro eléctrico é só ligar a uma tomada e já está. Não podiam estar mais enganados. Isso só funciona se houverem meia dúzia de carros.

  14. Informático Amador says:

    O Tesla está cada vez mais caro e é pena. Num País com salário médio de pouco mais de 900€, é possivel, mas muito dificil… E o Opel Ampera de 2017, quando chega cá?

  15. Traveller says:

    Acho piada aos comentários a criticar o preço, se não há produção possível ainda para as encomendas a este preço se o preço fosse mais baixo então encomendavam hoje recebiam daqui a 5 anos.
    Só pensarem no lucro a Tesla nunca teve lucro, se perder muito mais dinheiro no carro como pode sobreviver?
    Se não tenho dinheiro para um Tesla e não necessito de X autonomia, Y cavalos, etc compro outro o Leaf, Zoe, I3,Ioniq, etc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.