PplWare Mobile

Neutrinovoltáico, a solução para obter energia mesmo quando não há Sol


Imagem: Neutrino Energy

Fonte: Neutrino Energy

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. int3 says:

    “com apenas uma superfície do tamanho de uma folha A4, já podem ser entregues mais de 2,7 watts”
    2,7W numa folha A4? 1 metro quadrado de A4’s são 16 folhas. Isso dá um, suposto, performance de 43,2W. Parece-me muito esquisito ter uma potência de, que seja, de 40W. Isso dá para acender uma lâmpada das antigas que até aquecem bastante. Esta energia vem de onde? Radiação? Vendo a quantidade de radiação: “The magnitude of the energy of cosmic ray flux in interstellar space is very comparable to that of other deep space energies: cosmic ray energy density averages about one electron-volt per cubic centimetre of interstellar space, or ≈1 eV/cm3, which is comparable to the energy density of visible starlight at 0.3 eV/cm3, the galactic magnetic field energy density (assumed 3 microgauss) which is ≈0.25 eV/cm3, or the cosmic microwave background (CMB) radiation energy density at ≈0.25 eV/cm3.” Isto significa que se temos um flux 1 electron-volt por cm3 (ou então 10^-6 por cm cubico). Dado que esta radiação desloca-se à velocidade da luz então podemos concluir ~5×10^-5 W por metro quadrado. Acabei de provar que isto é treta. No sistema solar esta radiação é até 1 décimo da radiação, o que torna ainda mais improvável. Seriam precisos 21000 metros quadrados para apenas 1 watt. Isto são 3 campos de futebol só deste painel. Isto se a conversão fosse 100% eficiente e estivesse-mos fora do sistema solar. Porque senão teríamos que ter 30 campos de futebol. Para acender uma lâmpada LED seriam precisos 300 campos de futebol… Hilariante!

  2. zezinho says:

    radiações solares debaixo de terra… yeah, right!

    • Alfie says:

      Ir à escola tinha-te evitado esse flop. Pena que a ignorância não gere electricidade
      Os neutrinos (partículas vindas do espaço, é disto que trata o artigo) não são travados por nenhuma matéria.

      • JFCA says:

        Não são travados praticamente por nenhuma matéria, visto que já construímos detectores que os “vêem” através da detecção de iterações que ele têm com matéria na sua passagem pelo nosso planeta.

        https://en.wikipedia.org/wiki/Neutrino_detector

        A questão é que eles raramente interagem com matéria, obrigando por isso à criação de enormes detectores, com enormes áreas, logo qualquer transferência de energia que possa ocorrer dai será infinitesimal, por isso creio que esta noticia ficaria melhor num belo filme de ficção cientifica que em outra coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.