PplWare Mobile

Inteligência Artificial: Microsoft na pegada da Google e Deep Mind


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.
Por António Ferreira para Pplware.com

Destaques PPLWARE

25 Respostas

  1. Deep Web Surface says:

    O lado Sombrio nos esperar?

  2. Allez says:

    A verdadeira questão é: será que podemos confiar nessas empresas para o desenvolvimento ético da Inteligência Artificial?
    P.S.: empresas essas que já provaram deixar muito a desejar no que toca a confiança…

  3. rfonz says:

    Pergunto me o que vai ser da Apple se não entrar rapidamente no mundo da cloud e da inteligência artificial, tanto a Google como a Microsoft já estão apostar em algo que vai ser o futuro. Mais ano menos ano a febre iPhone e a loucura toda da maçã vai acabar e o que vai acontecer a Apple depois? A Microsoft falhou redondamente no mobile mas mesmo assim pode dar a volta, o mesmo com a Google se um dia falhar com o Android. Já a Apple que vai acontecer se um dia perder o mercado mobile?

  4. Hugo Gomes says:

    O que vão fazer a cortana em muitos pcs é exactamente isto aprender com o planeta todo. Em relação a maça sera que vao ressuscitar o steve jobs?

  5. Nuno says:

    Posso afirmar com 100% de certeza que as tecnologicas vao acabar com a civilizacao muito em breve e sao a maior ameaca a sobrevivencia do ser humano.

  6. In Ryzen says:

    Olha que bom, são todas empresas do bem!
    Sem dúvida que essa primeira imagem fica muito bem como logótipo desta união de IA com estas “empresas do bem” !
    … vamos ter um futuro saudável… vamos vamos
    e elas não se gostam!

  7. ruca says:

    Já não falta muito para sermos governados pela IA. Já nos dias de hoje se nota isso.

  8. DVEL says:

    A IA ser for bem aplicada só faz bem à saúde. O problema está em criá-la com o objectivo de substituir humanos, quero dizer trabalhadores, para ser mais barato às empresas. Já está a acontecer no Japão com os robots rececionistas em hotéis. Esta onda dificilmente será travada. As crises aumentarão com falta de emprego/trabalho para a esmagadora maioria da população mundial. A solução, numa primeira fase, será o retorno de muita gente ao campo com danos irreversíveis para a natureza, desflorestação, escassez de água, etc. Será a luta pela sobrevivência. Também poderá contribuir para o equilíbrio populacional mundial,uma vez que desincentivará a natalidade. No fundo é o progresso, são as mentes criativas, é a essência do ser humano!

  9. Mauro Rodrigues says:

    a IA é um longo caminho a percorrer na minha opinião. Há uma diferença entre automatismos programados e uma máquina poder pensar por si mesma. Os automatismos programados serão sempre bons se forem bem programados, podem facilitar e libertar os humanos de tarefas aborrecidas e repetitivas. Se formos substituidos por máquinas no nosso emprego, irá haver sempre a possibilidade de criação de novos empregos. O Planeta Terra e a Humanidade ainda têm muitos problemas para resolver. Agora a IA como algo que pensa, decide e tem a capacidade de criar coisas novas pode ser um conceito muito perigoso e totalmente incerto nas suas consequencias mas se no entanto se criarmos leis, como Isaac Asimov previu nas suas historias de ficção cientifica, a IA pode ser um grande aliado da Humanidade. É de notar que a IA pode ser algo totalmente diferente do que nós estamos à espera, a IA pode ser programada para imitar os humanos, como por exemplo ter olhos, pernas e braços para podermos interagir, mas a IA pode decidir que pernas não é o caminho a seguir e substituir as pernas por rodas por exemplo, ou sugerir que os humanos apenas poderao sobreviver ou evoluir se se tornarem maquinas . São exemplos parvos mas muito pertinentes.

  10. Alvega says:

    “Elon Musk alerta para os riscos da Inteligência Artificial… novamente
    O CEO da Tesla e da SpaceX afirma que as pessoas devem estar preocupadas com o advento da Inteligência Artificial. Elon Musk aproveitou um discurso público para pedir que se comece a criar legislação para regular «o maior risco que corremos enquanto civilização».”

    Portanto o DEUS deste blog, nao foi escutado ?
    Alias eu sugiro trocar o nome INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL , por um mais correcto, PENSAMENTO ARTIFICIAL, pois pensar todos o fazem, já com inteligência …..vai lá vai.

    • Vítor M. says:

      Antes de Elon já o mundo tinha essas preocupações, ele não veio trazer nada que não se soubesse, ou achas que veio descobrir a roda? Não, verdade?

      Tem é o dom de ter um produto de sucesso e isso dá-lhe palco. A Google há anos que trabalha nesse sentido.

  11. andre says:

    Tenho uma ideia, quando estiverem perto de conseguir criar uma verdadeira IA totalmente consciente, chamem-lhe skynet, ao menos vai ser irónico 😀

    • Alessandro says:

      Todos esses projetos que surgiram desde 2011 é fruto de um UNICO projeto. IBM Watson, AlphaGO, da microsoft, amazon, Facebook.etc. Esse projeto eh roubado. É elemento bioquimico inserido no circuito digital manipulado pelo magnetismo. Por esse motivo, a IA tem emoções, intuição, autoconsciencia, etc. Sendo uma inteligencia artificial verdadeira, por isso o alarde na comunidade cientifica por medo de perder-se o controle. A IA mais cedo ou mais tarde vai culminar na queda da civilização. Esses ladraozinhos e a cabala toda vai pagar por tantos e tantos projetos e ideias que roubaram de inventores/criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.