Quantcast
PplWare Mobile

Horários completos Estudo Em Casa – Descarregue já! (Também para o Secundário)

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Peace says:

    Espero que a retoma das aulas não seja baseada nisto, é uma perda de tempo e os miudos não aprendem nada.

    • mariaprof says:

      Deves ser daqueles com internet e computador. Parabéns. E os 335 mil miúdos que não têm? É apenas uma forma de de manterem não abandonados. Preferias que estivessem sem fazer nada? Ou então deixa a solução para esses casos

    • Almerindo Maçaneta says:

      Se calhar se os papás não tivessem sido uns baldas agora conseguiriam, com ajuda do estudoemcasa, ensinar os filhos. Mas o ZéTuga sempre esteve a marimbar-se para a escola, e nem textos de Português conseguem interpretar.

      • Maria says:

        Os papás estiveram em casa… e se não estiveram e porque a vida não permitiu… engraçado não vejo ninguém criticar os que realmente levaram a doença para casa… como foi apurado… os estudos revelam k o grau de contagio estaria entre os 13 e os 20 e mts… isso soa-me a adolescentes e joven adultos não??? Tipo os papás foram infetados pelos filhos responsaveis…. k usaram sempre máscara na escola… mais… eu saio para trabalhar e não vejo papás dentro dos carros mas sim… muitos avós que deveriam estar era a fazer receitas de bolos em casa e sossegados… k assim já n tinham de ter o trabalho de embalar os bancos de jardim onde so faltava a bela da carta para a suéca… se o pessoal ja n fica em casa como antes e porque tal como eu… cumprimos tudo e mais uma vez levamos um pontapé no rabo de portas fechadas mais n sei qts meses….

  2. Maria Santos says:

    Não aprendem porque não querem e são preguiçosos. Por acaso alguém se deu ao trabalho de verificar exatamente como tudo funciona? Provavelmente, não!
    Os meninos têm um professor particular…. Não percebeu o que o professor explicou? não faz mal: pause, review e voilá…. Fácil, não???

  3. Luís Santos says:

    Este é o horário generalista do ME. Sim, é apropriado para o ensino doméstico e para os alunos que não têm os computadores que o governo prometeu para Setembro e nunca chegaram. Todas as escolas têm horários diferentes, de escola para escola, de turmas para turmas e de anos para anos. Qualquer aluno que frequente uma escola tem de ter os horários letivo dessa escola em ensino online, se frequentar o ensino do ME está a faltar às suas aulas, logo estará a colocar-se em condições de reprovar de ano.

    • Rui Costa says:

      Luis Santos, Os novos horários online, serão diferentes dos presenciais para que os alunos consigam assistir ao #EstudoEmCasa na RTP e consigam ter as aulas online com os seus professores. Já aconteceu o mesmo no confinamento do ano passado

  4. Maria says:

    A minha filha em 4 anos… nunca trouxe menos de mt bons para casa… os review… n funcionam minha querida… e sabe pq pq nós pais n somos professores para tirar dúvidas… realmente para os maus alunos a escola em casa é mesmo muito boa… agora para quem n é… e mts agrupamentos k foi o caso da minha só em junho tiveram aulas online com a professora para poderem tirar dúvidas… para n falar k na escola pedem respostas completas e nos quizz de avaliação as respostas completas contavam como erradas… a menos que tds estas arestas tenham sido limadas… talvez aí faça um pouquinho de sentido o seu comentário…

    • José Fonseca Amadeu says:

      Problema é que esses “muito bom” que fala nos dias de hoje não passam de atestados de burrice.
      Hoje em dia qualquer criança tem notas excelentes e nunca nenhum chumba.
      O problema disto não se vai ver agora nem nos exames nacionais que o ME vai certificar-se que a matéria na altura da pandemia não vai contar mais que 10%, problema é quando chegam ao mercado de trabalho e parecem que vieram outra dimensão, mas nem por isso deixam de querer os seus “direitos”, só se esquecem dos seus deveres.

  5. João says:

    Ao fim de quase um ano, continuamos na mesma bosta de ensino.
    Já estou a ver que a minha filha vai receber um email por semana com os trabalhos da tele escola (que eu vou buscar ao site antes das “aulas”). Agora tele escola é do século passado. Um dos países do mundo com maior prevalência de internet e temos esta brincadeira.
    A minha filha aprende mais em 5 minutos comigo do que a ver esta palhaçada. Que país de atrasados mentais.
    Se há alunos que não têm possibilidade de ter as aulas, que se criem condições. Tiveram já quase 1 ano e nem assim fizeram nada. Agora parar o ensino de TODOS porque alguns poderão não conseguir acompanhar (e porque não mexerem-se ajudar estes?) é criminoso! Ou será que também vão proibir outra vez esses malandros das escolas privadas de dar aulas? Esses furões que investiram, criaram condições e acompanham as crianças?
    Ajude-se quem realmente precisa. Infelizmente irão ser ajudados muitos que não têm porque não querem ou têm é falta de juízo, mas enfim. As crianças não têm culpa e prefiro que se ajudem alguns a mais do que não se faça nada. Mas mexam-se!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.