PplWare Mobile

Google, Microsoft e Amazon pagam para contornar Adblock Plus


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Não Não says:

    Não é novidade nenhuma, meus caros…

    A solução é simples: instalar o AdBlock original, sem o “Plus”.

    Shame on you, AdBlock “Plus”.

    • miguel says:

      eu tenho 3 adblocks diferentes…
      no dia que me aparecer publicidade apago esses a meto outros. simples

    • Andorinhas says:

      Quem conhece o adblock plus sabe o porquê da lista e que para desabilitar basta um click.

      A apresentação do artigo está tendenciosa e apresenta o adblock da maneira como os grandes anunciantes querem que é descredibilizar o adblock uma vez que é vital para eles.

      Quando na realidade é ao contrário.

      Por exemplo a Google coloca bots a clicar nos próprios anúncios e comprou várias empresas de métricas de anúncios online para “trabalhar” a apresentação das métricas nos vários sites que não sejam Google para garantir os resultados.

      É uma táctica típica dos EUA ao estilo da Uber.

    • Joao says:

      Para quem não quer ver mesmo nenhum anuncio tem lá a opção para bloquear tudo “Permitir alguns anuncios não incómodos”… só desmarcar e já está.

      A ideia é financiar o desenvolvimento, e além disso permitir que os web sites/ redes publicitárias que colocam anuncios não agressivos possam continuar a faturar.

      Agora é preciso não esquecer na quantidade de esquemas fraudolentos e programas malignos distribuídos pelas redes publicitárias… e não consta que os web sites que faturam com a mesma (publicidade), paguem indeminizações a quem ficar infetado ou cair em alguma burla através da publicidade no seu web site… por isso também não podem reclamar muito. Isto não é só exigir e depois quando dá para o torto, não tem nada haver com o assunto.

  2. silva says:

    Não uso esse aplicativo.

  3. Luis says:

    Usem o ublock agora tambem para o firefox muito bom e mais leve
    https://github.com/gorhill/uBlock/releases/

  4. Lazim says:

    Não me é novidade alguma, mas vale tornar público. Quando se envolve dinheiro em muita gama, aí as barreiras começam a aparecer brechas na ponta do usuário. Sempre funcionou assim, desde o feudalismo…. Particularmente uso o Ghostery e é muito bom.

  5. Mota says:

    Bom este noticia não é propriamente nova para mim, já tinha conhecimento de algo semelhante com esta mesma companhia daí não usar desde à 2 anos sensivelmente. E acho mal, alias.. muito mal.

    Temos um exemplo perfeito aqui no pplware. O pplware tem os seus parceiros e isso não interfere em nada com os utilizadores.

    Pq em vez pop-ups, usam barra laterais com banners e isso é perfeito! O utilizador vê a publicidade e o pplware tem o seu lucro. (sim há quem ganhe por cliques, mas isso não é uma boa experiencia para o utilizador certo?)

    • Vítor M. says:

      Mota, a Internet (não estou a falar em software), a Internet sem publicidade morre. Ao contrario de software que é impingido dentro de um sistema operativo que já pagas e mesmo assim nesse software para teres as totais funcionalidades tens de voltar a pagar e mais… para conseguires ter um software eficaz tens de comprar produto que o alimente… o negócio é outro.

      Na Internet (em 99% dos casos) se não há publicidade para suportar os serviços, os servidores, o pagamento de licenças, de marcas de trafego… além de pagar o trabalho (e grande parte das vezes nem podemos falar em lucro, porque ainda se pagam impostos brutais) isto tudo acaba e todos nos perdemos.

      Alguns visitantes são piadéticos: não querem ver publicidade quando vão a um site, de borla, buscar conteúdos, beber informação, alimentar o conhecimento. Não querem, como eu não quero, pagar uma assinatura, acho ue não faz sentido, mas depois também não querem ver publicidade (excepto quando precisam de comprar algo e usam a pub para ganhar descontos ou usufruir de bons preços)…

      Está mal, se nao há pub eles também não vão “beber” à borla o conhecimento, não vão ter serviços na web de borla. Está mal.

      No software já é outra história. Eu compro software porque quem trabalha para o desenvolver tem de receber.

      • Zero Zero Sete says:

        Isso de vir software pré-instalado, é só porque as empresas de software pagam por isso, aliás, devido a isso, a licença Windows fica de borla (porque precisa do Windows para instalar esse trialware), ou mais barato que usar Linux para os OEM.

      • César says:

        O pplware esta na minha lista a não bloquear publicidade no adblock. O youtube por exemplo e um site onde eu não entro sem adblock, apesar de o ter desactivado em canais que eu vejo regularmente, como o vsauce o numberphil e o veritasium por exemplo.

        Mas enquanto me continuarem a aparecer links que abram carradas de janelas de anúncios alem da página que quero visitar e pop-ups que só desaparecem se clicarmos neles, meu caro, do adblock nao me livro!

        Quanto aos videos que vocês insistem em publicar no sapo… Faço um esforço e clico no anuncio para vos ajudar 🙂

        • Vítor M. says:

          Antes de mais agradeço o teu bom senso, eu pessoalmente não uso adblock, se vou a algum lado e tem pub que insiste em abrir-me páginas e popups… simplesmente não volto lá, o que não falta são opções. De resto não oculto pub de ninguém, se lá vou é porque algo me chamou à atenção ou são serviços/páginas que me interessa visitar, logo têm de ganhar a vida para pagar as despesas.

          A pub também é algo que eu aprecio, quando bem feita. Por vezes vejo bons produtos e como sou um comprador online, cada vez mais aficionado por comprar pela Internet… faço bons negócios. Logo, há muita pub que me serve.

          Quanto aos vídeos do Sapo. Ninguém reclama mais que eu com o Sapo. Embora tenha melhorado, há coisas que me irrita forte… mas quando somos parceiros de um projecto… ou somos ou então saímos para não estar a meter nojo. Por isso temos os vídeos no Sapo, embora tenhamos a nossa conta no YouTube e Vimeo.

          Para aligeirar a pub nos vídeos, clico na pub, fecho o separador se a pub não me interessar e faço play. Gasto 3 segundos, vejo o vídeo mais rápido que no YouTube que tenho de gramar 5 segundos, no mínimo!!!

          Mas, como disse e tu próprio tens essa consciência, Internet sem PUB não existe. E era bom que as pessoas tivessem isso memorizado, embora que de vez em quando, felizmente estão a desaparecer, aparecem umas criançolas que se queixam da pub, que ficam ofendidos porque temos pub… como se lhes estivéssemos a ir ao bolso, ou a fazer um peditório à sua porta. Estão tão indignados que me parece que são uns injetados do sistema. Uma verdadeira anedota.

          Manter um serviço como o nosso é caro (temos mais de 10 milhões de PV por mês, em média), ter tantas pessoas em volta do projecto exige que haja pagamentos, trabalhar de borla ninguém gosta. Pena que estamos em Portugal e é difícil manter as coisas num ritmo certo… é duro fazer muito com tão pouco! Por isso é que eu, pessoalmente, me revolto e insurjo contra determinadas mentalidades mesquinhas.

          Felizmente o pplware tem hoje milhares e milhares de visitantes que sabem viver a realidade, que têm a percepção correcta da vida, pessoas modernas, maduras e esclarecidas. Dos outros já não reza a história. 🙂

          Abraço.

          • Manuel Santos says:

            Na minha opinião a ideia de:
            “se vou a algum lado e tem pub que insiste em abrir-me páginas e popups… simplesmente não volto lá, o que não falta são opções”
            não é muito prático. Por muito que se queira fazer isso, temos sempre publicidade.
            Por outro lado, há situações onde existem limites de tráfego. Parece ridículo, mas existem situações. Quando se viaja e se usa 3G/4G, (sem ser em roaming) temos mesmo que ter muito cuidado. Carregar uma página pode custar muito mais.

          • António Colaço says:

            «Mas, como disse e tu próprio tens essa consciência, Internet sem PUB não existe. E era bom que as pessoas tivessem isso memorizado, embora que de vez em quando, felizmente estão a desaparecer, aparecem umas criançolas que se queixam da pub, que ficam ofendidos porque temos pub… como se lhes estivéssemos a ir ao bolso, ou a fazer um peditório à sua porta. Estão tão indignados que me parece que são uns injetados do sistema. Uma verdadeira anedota.»

            Acho que para um CEO este parágrafo é agressivo demais tendo em conta que, ou se explica a nossa opinião como utilizador, ou na qualidade de responsável pelo projecto, utilizam-se frases e pareceres menos agressivas. Aceito alguma pub dado que também efectuo muitas compras pela Net, nomeadamente ao estrangeiro; a que por aqui existe, não me afecta em particular e só clico no anúncio que eventualmente possa interessar-me. O que não posso aceitar são termos quase ofensivos vindos de um CEO, como os acima mencionados, mesmo que não me atinjam em particular dado que a fase de criançola já lá vai há mais de 60 anos.

          • Vítor M. says:

            António, não é agressivo de todo 😉 e certamente, como referiu, não serão essas palavras para si, contudo, devo acrescentar, como CEO tenho obrigação de “chamar os bois pelo nomes”, como se diz na minha terra e de apontar exactamente os comportamentos, isto porque nós cá, temos uma atenção a cada um dos visitantes de forma individual, cada um conta e não são números, é gente. Tenha isso em atenção.

            Depois o tom, bom o tom é sempre simpático, directo e respeitoso, até porque não são ditas nada mais que verdades e de forma até… simpática.

            Se estivesse deste lado, meu caro António, entenderia muito melhor, mas isso fica para outras núpcias. Agora resta-me explicar-lhe que não é de agressão o tom que uso e, muitas vezes, pode é do outro lado da conversa ter entendido como tal 🙂 mas isso ultrapassa-me.

            Certamente não gosta e a sua idade já nem permite, que as pessoas sejam tratadas de forma desonesta, é isso que aqui não acontece, nunca em condição alguma escamoteamos a verdade, respeitamos cada visitante conforme este nos respeita.

            O António conhece um ditado melhor que eu “quem não se sente, não é filho de boa gente”, verdade? Então é assim que cada um de nós “deste lado” encara cada comentário, como discurso directo.

            Reforço: falamos abertamente e com respeito de pessoas para pessoas.

            Abraço meu caro. 😉

          • Zero Zero Sete says:

            Muito bom…

            Mas deixo aqui outro artigo bastante interessante…

            https://pplware.sapo.pt/truques-dicas/quer-remover-a-publicidade-do-skype-eis-a-solucao/

            😀

          • LP says:

            007:
            Tau! Na mouche… 😀

      • Nuno Vieira says:

        Eu não me importo de ver publicidade. O problema está quando os operadores de páginas usam publicidade de forma abusiva. Ou são animações enormes que consomem bastante tráfego (que é preocupante nos aparelhos móveis porque regra geral nos telemóveis são curtos), ou então é publicidade que ocupa uma boa parte do ecrã (estilo como às vezes acontece aqui no pplware)

      • Arcanjo says:

        Vítor M. concordo plenamente, eu utilizo sites em que se paga a inscrição de 10 euros e depois eles aceitam doações para mante-lo aberto, não tem nenhuma publicidade. Como a mim esses sites ajudam-me imenso no meu hobby e n
        ao me encomodam com publicidades, pago de bom gosto.
        Mas, tambem utilizo sites que não pago e não me importo nada que tenha publicidade não invasiva, como é aqui o pplware. A unica coisa que não gosto neste site, são os videos da sapo, que muitas vezes temos de esperar quase um minuto para ver o video, isso já acho um abuso, aceita-va uns 15 ou 20 segundos maximo, e já a abusar, mas salvo o erro já encontrei anuncios de mais de um minuto…

  6. nuldev says:

    Adfender… mesmo para browsers sem extensões (maxthon…) como é o meu caso….

  7. Eu cá vejo os anúncios todos…
    Se achar que os anúncios de determinada página säo demasiado obstrutivos, deixo de o visitar.
    Se alguém me fornece algo de útil, e a maneira de eles receberem algo por isso, é mostrar publicidade, acho muito bem.
    Enquanto o valor do conteúdo fornecido for superior ao incomodo da publicidade, continuo a usar.

  8. bismarques says:

    Uso e recomendo! 🙂

  9. Francisco says:

    Por isso é que eu tinha o Addblock e recebi uma mensagem a dizer para fazer o upgrade porque ia ficar descontinuado ou assim

  10. Redin says:

    Esta é uma daquelas situações a que o projeto antispam P2T nunca vai poder ceder. A não ser, claro está, que a compra do produto de uma grande companhia se faça por um preço irrecusável, mas mesmo assim está previsto que fique no contrato algo que assegure que isso não aconteça.
    Se é para bloquear a 100% então é mesmo senão passava por ser um qualquer filtro igual a tantos outros.

  11. Andrey Oliveira says:

    De forma alguma essa informação coloca o AdBlock plus em descrédito uma vez que o programa oferece a opção “Permitir algumas propagandas não-invasivas”.

    O programa é gratuito e achou um jeito de se manter, se as propagadas de quem financia está encomodando é só desmarcar a opção.

    • João Reis says:

      Mesmo sem essa opção activa, já não te filtra a mesma quantidade de publicidade.
      Vinha a notar isso mesmo no Facebook, o AdBockPlus já não impede de veres essa publicidade, exactamente porque anda a facturar.

      Estou a experimentar o uBlock e já noto melhorias. Experimenta também.

      As alternativas são muitas, adblockplus ja nao entra mais em nenhum dos PCs que mexo.

  12. fornost says:

    Estou lendo os comentários , bem interessante… uso adblock aqui mas apesar de nunca ter desbloqueado o Pplware ainda vejo todas as publicidades. Nunca tentei bloqueá-las e faço como o colega ali em cima no youtube (desativo em determinados canais)

    quando o pplware acho que, por eu ser de outro país, cuja lista não inclui as publicidade de portugual, elas nunca foram bloqueadas pra mim 🙂

    Ps: sapo vídeos é um saco mesmo , mas até que eu “gosto” da publicidade só pra escutar o sotaque de vocês, amigos de PT… adoro esse tipo de coisa e mesmo as propagandas ficam menos chatas assim…

    ps: odeio e bloqueio a publicidade do meu spotify… gosto de heavy metal e insistem em “vender” músicas “sertanejas” e “axé” (não sei se vcs conhecem, mas é um lixo²)…. quando não tentam me empurrar katy perry… A publicidade tem que evoluir nesse sentido também.
    Não faz sentido gastar dinheiro num público que não seja o alvo, é jogar dinheiro fora. (acho que até vcs fizeram um excelente artigo sobre o assunto nas “publicidades para email/mail list” ou algo assim, não lembro do título agora)

  13. Nélio says:

    Não vou fazer aqui um testamento, mas em minha defesa, eu não preocupo com os anúncios que existem por aí nas páginas e tal, tanto me faz se eles existem ou não, até fico feliz por ajudar.
    Mas anúncios daqueles que se sobrepõem nas páginas, ou anúncios com som, animações e páginas enormes com uns 50 anúncios é usar e abusar!
    Para além de estragar toda a beleza da página, consome um enorme montante de dados (isto em dispositivos móveis, que como alguém disse aí em cima, regra geral é existir um limite nesses mesmos) mas o que me chateia, é que eu tenho um portátil com um dual-core e embora seja tecnologia já meio ultrapassada… tem lentidão no YouTube ao ponto de nem conseguir ver um vídeo de 720P sem ter um encravamento de vez em quando. O YouTube, é dos meus sites favoritos e tem problemas destes que me chateiam imenso devido a, principalmente, abusarem dos recursos de processamento, está mal!
    Ou as empresas passam a usar os anúncios de forma correta ou Adblock neles!
    Querem mais dinheiro arranjem outra maneira, stressar computadores e internet não é forma de se tratar o utilizador!
    Esta é a minha única razão pela qual uso AdBlock.

  14. sakura says:

    I love Pub, Spying ads, invisible trackers, e os pop-up, sim clik para fechar ou ??????
    então a pub só para mi é o ideal a google que va la ler o meu email……
    https://pplware.sapo.pt/truques-dicas/quer-remover-a-publicidade-do-skype-eis-a-solucao/
    como se volta a por a pub? I need pub.

    pois, a pub é que se passa dos limites.

  15. Deus says:

    Gostava de deixar aqui a dica para o pessoal do pplware sobre um artigo onde falem da importância da publicidade para os sites que tem conteúdo online grátis.
    Eu tenho um site e bloqueio todos os utilizadores que usam adblock, tive um espertinho que me disse que preferia nao ver o site a tirar o adblock ao qual eu respondo que sou eu que prefiro que ele não veja o site que veja com o adblock, assim pelo menos não me consome recursos.
    As pessoas tem que perceber que por muito que tenhamos um site por gosto aquilo tem de pagar as despesas e o tempo que perdemos com aquilo ou vocês que vem para aqui dizer que eu uso isto e aquilo para fugir à publicidade iam gostar de ter de pagar uma mensalidade de 5€ para terem direito a ler as noticias no pplware?

  16. K0izo says:

    As excepções são estas: https://easylist-downloads.adblockplus.org/exceptionrules.txt e para desactiva-las é só tirar o visto das excepções do adblock plus como podem ver: http://i.imgur.com/7Kiz6tb.png

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.