PplWare Mobile

Facebook, YouTube e Twitter juntas no combate ao ódio online


Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

  1. Marcos Morsch says:

    Quanto ao youtube e twitter acredito que eles já trabalham retirando conteúdo ofensivo, porem o facebook é seletivo quanto ao que eles consideram ofensivo, há vários videos que mostram como bloqueia certas paginas e mantem outras.

  2. Henrique says:

    “Quando a populaça tiver voz, o que será de nós!”

    Sinceramente, as pessoas do facebook deviam ser deportadas para um país próprio para o efeito.

    É tanta mas tanta negatividade nessa rede “social”, que pode-se dizer que é mais uma rede “anti-social” hoje em dia.

    Ainda me lembro de quando o facebook era bom. O pessoal postava fotos e escrevia coisas no mural seu e das outras pessoas, abria-se o FB e apareciam-me “gatas” e não gatinhos, mais os minions e avós a mandar vir com os políticos.

    Esse país do Fb era o melhor país do mundo, morriam todos à fome, porque todos criticam, mas ninguém faz nada pela sua mão.

    • miguel says:

      eu sou da opinião de que o FB virou o politicamente correcto ,todos criticam quem não o é, estilo carneiros só para ficar bem na foto. ( mas depois a trás da tela do pc, são uns hipócritas) , do género “faz o que eu digo mas não o que eu faço “

      • miguel says:

        Os ditos social Wariors, que não passam de gente reles insignificante que querem impingir as suas ideologias aos outros.
        Mas esses já não vão ser bloqueados pelo facebook, etc

      • Henrique says:

        Há uma diferença entre “politicamente correcto” e “carneirada”.

        O facebook é claramente o segundo.

        • miguel says:

          hoje em dia o politicamente correcto e a carneirada andam de mãos dadas.
          temas gerais:
          -sem abrigos(todos são defensores, mas nem 0.001 dos “indignados” alguma vez fez alguma coisa para ajudar)
          – animais(virou moda, touradas, vegetarianos, pets. mas depois esses “indignados”, são capazes de ter la para casa um cão fechado 24h/7 o cão fechado em casa, usam produtos de cosmética testados em animais, etc)
          -Os sírios, entre outros (todos os defendem “mas depois 90% dos indignados ” não iam querer ter um vizinho sirio, entre outros)

          Eu nem sou a favor nem sou contra de nenhum desses temas.
          Eu no máximo dou comida a quem precisa, la de tempos a tempos(quando calha)
          E por isso não vou ver hipócrita “social Warior”, porque dizer o que é politicamente correcto é facil, mas fazer é que não.

          Esses são género os políticos, “vamos fazer caridade, ajudar os pobres,etc”, mas é com o dinheiro dos outros(do contribuinte), porque caridade com o dinheiro deles ta quieto.
          Se eu quiser ajudar alguém ou fazer caridade, faço com o meu dinheiro e tempo. E não preciso de escarrapachar isso na cara dos outros

  3. Ricardo says:

    Desactivar a zona de comentários era uma boa opção.

  4. Bside says:

    O pplware também se podia juntar ao clube….

    • Vítor M. says:

      Já fazemos isso. Sempre que apanhamos gente que não está com boas intenções, sem serem miúdos que estão ainda casais da casca (esses estão ainda a ganhar pelo na cara) nós limpamos a maldade. E olha que não falta gente cheia de ódio. Mas aqui não tem lugar.

      Contudo, são menos de 0,0001%. A restante parte são pessoas de bem, pessoas civilizadas.

  5. miguel says:

    negatividade ou não isso não interessa, ha tanta ideia estupi#$ que é “politicamente correcta”.
    Porque é que eu não posso dar a minha livre opinião?? ofende pessoas olha temos pena.
    não é por não se ver essas opinioes que elas deixam de existir.
    A mim também ha muita coisa que me ofender e eu tenho de viver com isso.

    HIPOCRITAS é o que 90% das pessoas é, ainda ontem eram todos “charlies” (um atentado a liberdade de expressão) agora ja acham bem o dito “combate ao odeio”
    Ou acham o que que os muçulmanos acho muita piada a isso?? claro que não, isso incentiva o odeio (e viu-se)

    • luislelis says:

      Miguel, “90%” das guerras e desavenças começam por mas palavras ou mas interpretações.
      Tentar moderar isso seguramente que não cria ódio.
      Muçulmanos? Contra? Desde quando?

      • AP says:

        “90% das guerras e desavenças começam por mas palavras ou mas interpretações.”

        Ou tu chamas guerras a outras coisas, ou então estás completamente desligado da realidade.

        • miguel says:

          90% ou mais das guerras são criadas por €$€$$$$, não por palavras.(quem achar o contrario é porque anda a dormir)
          -como achas que a industria do armamento sobrevive???
          estão sempre a criar coisas novas, e o stock antigo tem de ser vendido(é um negocio)
          -com achas que agora andas a por gasóleo a baixo de 1€ e os impostos estão sempre a aumentar??
          -As guerras não aparecem do nada, são criadas por N motivos”motivos para o povinho comer, e ir a luta”, mas alguém anda a lucrar muito com isso.

          “Muçulmanos? Contra? Desde quando?” a revista charlie goza com a sua religião, bem como muita outra coisa.
          E da perspectiva deles, cria odeio, que se viu e bem…

  6. alan says:

    censura travestida de “discurso de ódio”, é apenas a desculpa da cultura politicamente correta que acha que pode calar os outros por sentimentos subjetivos… triste.

    Que todas essas empresas venham à falência…twitter já dá prejuízo e não é de hoje…. que face sofra o mesmo.

    https://www.youtube.com/watch?v=jvNtoV6jacc

  7. Rita Alves says:

    A mim parece-me mais um modo de censura do que outra coisa qualquer.
    O problema é a educação das pessoas. E pessoalmente acho que se vierem com censura para cima da “Internet”, só vai piorar as coisas. Liberdade de expressão anyone?
    E sim, concordo quando dizem que existe “ódio online”.
    A melhor coisa a fazer a meu ver é simplesmente ignorar posts/comentários feitos por trolls, mas aparentemente vivemos num mundo em que certas redes sociais transformaram os seu utilizadores em autênticos narcisistas que explodem numa guerra de palavras ao mínimo comentário menos simpático.
    Enfim, esta é apenas a minha opinião. Sintam-se livres de discordar.

    R. Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.