PplWare Mobile

Eric Schmidt apresenta Nexus S


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. neon says:

    A ser fabricado pela Samsung, vamos ver se já trará o novo processador “Orion” Dual Core.

    http://eon.businesswire.com/news/eon/20100906005442/en

  2. 1500 mAh de bateria parece-me ser tremendamente pouco para um telefone destes.

  3. Kaixas says:

    O facto de a bateria ser da Samsung se calhar indica que será um telemóvel da Samsung…

    🙂

  4. Ryan says:

    Há um pequeno problema que a indústria destes telefones pode até estar muito inclinada a resolver mas que parece não resolver. Oviamente estamos numa sociedade de consumo e o que interessa é fabricar para vender em massa. Pessoalmente e porque a vida o obriga não posso andar a comprar telefones todos os 6 meses ou que raio seja. Mas eles têm de começar a tratar do consumo de energia a sério. Os processadores móveis já conseguem ser tão bons como alguns netbooks mais antigos. Então seria bom que olhasse para os consumos com mais seriedade uma vez que estes telefones muitos deles quase que nem um dia aguentam. Eles podem ter tudo o que precisamos para computação móvel. Obviamente que nenhum smartphone por muito bom que seja será tão bom com um computador. Pelo menos para mim nada substitui qualquer máquina que tenha.

    • dajosova says:

      Leva mais tempo… mas a seu tempo a questão da autonomia deixará de ser o problema que é; acredita que vamos acabar por chegar a ter autonomias que hoje ainda só são ficção! 😉

    • dbrenha says:

      a logitech tem uns produtos interessantes no que toca ao consumo de energia. seria bom ver a samsung ou outro bom fabricante de telemoveis a juntar-se com a logitech para lançar um telemovel com bateria que durasse meses sem carregar (energia solar?).

  5. dajosova says:

    Estive a ver a entrevista e gostei da abordagem do Eric aos principais temas que se têm falado acerca da Google.

    • Eduardo says:

      Barrete x2? O Nexus One foi um barrete?
      Sabes ao menos qual foi o objectivo da Google com o Nexus One?

      Compara as specs e os preços dos telemóveis vendidos pela HTC antes do Nexus One e depois.
      O Nexus One foi uma jogada de génio por parte da Google. Obrigou os fabricantes a correrem atrás do prejuízo, não porque o Nexus One oferecia concorrência, mas sim porque grande parte da produção e desenvolvimento eram feitos tendo em conta as specs do One.

  6. carlos says:

    o preço deve ser giro… os telemóveis fazem todos a mesma coisa. por isso pode ter as specs melhor que o outro, mas para mim faz tudo igual

  7. pill says:

    pois parece que não.

  8. carlos says:

    só faltam dizer que o vosso telemóvel tira café, ou não??? loool

  9. carlos says:

    ah pessoal que gasta mais de 600 euros ou 800 euros num tlm. e tiram o partido do tlm todo? ou só têm esse tal tlm para dizer que este tal tlm é melhor que o teu? pode ter um hardware potente mais nunca conseguimos usar esses valores. temos que arranjar aplicações para fazer overclock

    • BrunoM says:

      um gajo que fume gasta bem mais por ano e ninguém lhe diz nada agora vêem aqui dizer que se comprar um telefone de 500 euros já está mal e sou criticado… pois

  10. carlos says:

    ninguém diz nada? loool.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.