Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: Quer tomar a vacina? Vai ter de responder à SMS

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. António Coutinho says:

    E quem não tiver telemóvel? Muita gente de idade avançada não tem telemóvel e, os que têm, não sabe mexer nele a não ser para marcar os números ou seja, fazer chamadas e recebê-las.

    • Urtencio says:

      Concordo contigo que muitos deles nem sequer tenham telemóveis!
      Mas olha que não foi a muito tempo em conversa com um farmacêutico ele me disse que muitos dos idosos já levantam os seus medicamentos com a receita que é enviada para o telemóvel.

      Só não concordo com isto que acho que é vergonhoso tendo em conta que são idosos.
      “ou não houver resposta, o utente não é convocado” <- vergonha

    • R says:

      Planeamento vergonhoso

      • Woot! says:

        Gostava de saber quem teve a ideia e quem ouviu a ideia e disse “Brilhante, é isso mesmo” e ainda quem a aprovou.

        Se isto fosse uma empresa e eu o dono, eram todos postos no olho da rua. Não há paciência para este desgoverno.

  2. Miguel says:

    Com a da Gripe foi uma maluqueira, e tudo queria vacina, tanto os que necessitam como os que não necessitam.Como resultado ficaram pessoas crónicas com problemas de imunidade por levar a vacina.
    A vacina da gripe é para quem necessita, não para pessoas saudáveis.

    Já estou a prever o mesmo para esta do covid-19.

    • João says:

      Onde vistes esse problema de imunidade gerado pela vacina da gripe em pessoas saudáveis? Tens a fonte?

      • João says:

        Correccao: em pessoas crônicas

      • Miguel says:

        Não percebeste nada do que escrevi. Vou tentar mais simplificadamente.

        O PROBLEMA foi todos correrem atrás da vacina da gripe, MESMO PESSOAS QUE NÃO NECESSITAM DELA (caso de pessoas saudáveis ), e acabarem com os stocks, ficando muitas pessoas que relamente NECESSITAM da vacina (COMO PESSOAS COM DEFICÊNCIA IMUNOLÓGICA) sem levar a vacina porque não HAVIA!

        Percebeu?

        • ze pedro says:

          O que respondeste nada tem a ver com o que disseste inicialmente.
          Tenho a mesma dúvida que o João

          • Diogo says:

            Ele disse exatamente a mesma coisa com palavras diferentes.
            Talvez o problema seja teu…

          • João says:

            Agora acho que percebi. No Português europeu “por levar a vacina”, significa que a pessoa não recebeu a vacina. No Brasil não é comum, mas também é utilizada. Com mais atenção e um pouco de esforço, percebi.

        • João says:

          “Como resultado ficaram pessoas crónicas com problemas de imunidade por levar a vacina.”

          O que se entende nesta frase?

          • eu2 says:

            Também fiquei confuso inicialmente.

            Pessoas crónicas com problemas de imunidade -> pessoas com problemas de imunidade crónicos = grupos de risco

          • André says:

            eu entendo: pessoas com problemas crónicos e de imunidades e que deveriam tomar a vacina ficaram sem vacina para tomar, pois houve uma corrida à vacina por parte de pessoas saudáveis e a mesma esgotou.

    • Woot! says:

      Essa foi outra das que não tomei precisamente porque estavam todos doidos para tomar a vacina…no meu trabalho oferecem a vacina a toda a gente anualmente. A quantidade de pessoas saudáveis a ser vacinada é enorme. Muitos deles raramente tiveram gripe, não são de risco e mesmo assim querem tomar a vacina…imagina com a do Covid.

      • AD9 says:

        A situação com o covid é diferente. Um dos objectivos com o COVID é criares a situação de imunidade de grupo e conseguires que o virus pare de fazer ping pong por todo o lado.
        Aqui em casa também só os mais velhos (e um primo que tem uma doença respiratória) é que tomam a da gripe mas a do COVID convém que chegue ao maior número possível de pessoas.

        • ... says:

          Se o objectivo da imunidade de grupo é a vacina “chegar ao maior numero possível”,porque não aplica o mesmo conceito à vacina da gripe?
          -a gripe também faz ping-pong por todo o lado.Este vírus também é perigoso para a mesma população que toma a vacina da gripe.

          • AD9 says:

            Também é recomendado e por isso até é oferecido às pessoas de grupo de risco.
            Agora hoje em dia a gripe acaba por ser sazonal e não causar grandes danos á maioria das pessoas e o pessoal facilita mas continua a ser recomendado que tomes. Em relação ao covid a principal preocupação tem a ver com anticorpos. No caso português de reinfecção acho que foi uma questão de 3 meses .

          • ... says:

            Caro @AD9,

            Desviou-se da pergunta.Porque esta vacina TEM de chegar ao maior numero de pessoas?

            Já agora,falou em anticorpos e reinfecção de covid19;a haver reinfecções,a imunidade de grupo é crença e não facto,e por continuação,o efeito imunizante da vacina terá efeito quanto tempo?Uma das grandes incógnitas deste vírus é quanto dura a imunidade após infecção.Outra incógnita é se o vírus tiver mutações suficientes(como aconteceu no sul de Inglaterra,Dinamarca e Austrália),esta vacina terá efeito imunizante com essas mutações?

          • AD9 says:

            E eu respondi. A da gripe também é recomendada mas tal como com a do COVID não obrigas ninguém.
            O que se sabe é que os anticorpos naturais não estão a durar mais que um par de meses e a esperança é que a vacina consiga elevar este número para perto do ano. Agora e respondendo também á tua última pergunta,teremos de esperar para ver se funciona, ficar parados á espera que se resolva é que está visto que não resolve nada.

          • ... says:

            Caro @AD9,

            A questão era,porque não se fala em imunidade de grupo para a gripe?(Simplifiquei a questão)

            Ficar parados como os países Asiáticos que estão habituados a lidar com epidemias?Eles não esperaram por vacinas e resolveram o problema como resolveram antes outra epidemias.Ou será que ficar à espera que a vacina acrescente tempo de imunização sem sabermos se o conseguirá,é que é ficar parado?

          • AD9 says:

            Homem mas a imunidade de grupo (infelizmente) não garante que ninguém apanhe a doença, quer dizer que num grupo de 10 pessoas se houver uma infectada em vez de se propagar para 7 pessoas contagia uma. Não é uma cura definitiva mas é um avanço.
            O povo asiático está habituado a problemas respiratórios sim mas isso não evitou sequer que o virus se propaga-se por lá de igual forma.

          • ... says:

            Caro @AD9,

            Imunidade de grupo é um conceito que não se aplica à gripe,mas quer aplicar à covid,sem existirem dados que confirmem se tal é possível.Suécia que apostou em tal imunidade de grupo,Manaus no Brasil com mais de 76% de infectados,não atingiram tal imunidade…ou seja,o que diz sobre imunidade é contrário aos dados;as próprias farmacêuticas não sabem se a vacina consegue atingir tal imunidade de grupo(apesar dos testes preliminares),e se atingir,durante quanto tempo.
            -se a gripe muda todos os anos,e este corona parece mudar com rapidez;se para a gripe não se fala em imunidade de grupo(a vacina é só para grupos específicos),porque fala em atingir a imunidade de grupo para um vírus em transformação constante(e com isso vacina universal)?

            Apesar os milhares de estudos produzidos sobre este corona,as perguntas essenciais,continuam sem resposta:uma dessas questões é a que expus acima,e que o caro @AD9 afirmou com veemência saber a resposta.

            Sobre asiáticos,verifique o Vietname por exemplo e confronte com o que afirmou sobre os mesmos asiáticos.

            Cumprimentos.

        • eu2 says:

          Para já o objetivo das vacinas do COVID é proteger as pessoas de maior risco, pois ainda estamos bem longe da imunidade de grupo. Depois quando já estiverem todas vacinadas (as que aceitaram) e começarem a vacinar os saudáveis é que a imunidade de grupo se torna o próximo objetivo.

    • André R. says:

      “A vacina da gripe é para quem necessita, não para pessoas saudáveis.”?…
      Sem comentários… faz uma reflexão melhor que tu consegues, eu acredito em ti…

      • Woot! says:

        Se não fosse mais para quem “necessita” (grupos de risco) porque razão haveria o governo de ter a mesma opinião e oferecer a vacina sem qualquer custo para essas mesmas pessoas? Se todos precisam há uma descriminação grande contra as pessoas saudáveis aka fora dos grupos de risco, ou não?

    • says:

      A vacina da gripe é para quem necessita, o problema é que o (des)governo não encomendou as suficientes.
      E a culpa é das pessoas que se queriam vacinar ? Essa é a lógica do (des)governo em que os culpados são as pessoas, mas nunca o (des)governo.

  3. Spoky says:

    Vamos ver…

    “Lets begin with a few facts. Not OPINONS.

    mRNA technology for vaccines has never been tested in humans long term before.
    mRNA injects genetic instructions into you, to program your cells.
    Pfitzer has been granted immunity from prosecution by the UK
    Oxford are one of the best in the world and decided to go with tried and tested vaccine technology which only yielded 60% effectiveness.
    Many doctors & Scientists are against the Pfitzer vaccine due to not enough testing, including Michael Yeadon, the Respiratory doctor who worked for Pfitzer in the past
    Pfitzer had multiple lawsuits against them in the past for using people from 3rd world countries as Guinea pigs.
    The Vaccine does not stop you transmitting the virus, the only point of a vaccine is to protect yourself, and only yourself.
    The documentation provided to the UK gov from Pfitzer stated that Fertility issues in women is UNKNOWN. This is to do with the possibility of it causing your immune system to attack proteins in the placenta.
    The majority of the public in the UK have been found to be against the Pfitzer Vaccine.

    Não obrigado, depois de uma pessoa ter tido uma reação alergica a isso. Quem garante que não temos outro tipo de reação? Uma condição auto-imune não aparece do dia para a noite, mas a longo prazo poderá causar esse efeito. E a partir dai, são eles caso isso aconteça.

    Vão pagar medicação? Deslocações? Complicações? É óbvio que não! Então não obriguem a quem não quer tomar, a tomar.

    O Dinheiro das vacinas é pago com os nossos impostos.

    E ainda acreditam que isto foi de origem animal? Poupem-me!
    https://www.publico.pt/2020/12/15/ciencia/noticia/reino-unido-detecta-variante-virus-responsavel-aumento-casos-sul-1943016

    https://pplware.sapo.pt/ciencia/china-laboratorio-deixa-escapar-bacteria-da-brucelose-e-infeta-mais-de-10-mil-pessoas/ (Com o Coronavirus tal não poderia acontecer também hmmm…)

    E é isto. Toma quem quer, e quer correr riscos ou acha que deve tomar para evitar e poder voltar ao normal, tomem. Mas não obriguem, a quem não as quer tomar a tomar. É inconstituicional.

    E a grande maioria das pessoas vai tomar por medo, qual é a desculpa de muita gente “se não tomas vais contagiar todos” mentira, se são assim tão pros da vacina, acreditam tanto numa vacina.

    Que chegam a duvidar da sua eficácia? Algo está mal ai haha, para essas pessoas que são apoiantes das Vacinas.

    • Paulo says:

      Sabes lêr?….” e, como sabemos, a vacina não é obrigatória no nosso país.”……tanta lenga lenga par dizer que não queres tomar, não queres não tomas ponto final, ninguém te vai obrigar.

      • ervilhoid says:

        pode ser obrigado por outra forma, basta que ninguém te dê trabalho por não teres vacina, o que vais fazer?

        • Joao Ptt says:

          Se já tiver a sua própria empresa provavelmente isso não se aplica, o mesmo se fizer uma ele próprio. Resolvido. Próximo.

        • Spoky says:

          Aldrabar na documentação das vacinas 🙂

        • Marte says:

          Eu para ser motorista também tenho de ter carta de condução. Sem ela, até poderia conduzir igual ou melhor, mas não me davam trabalho (legal).

          • Spoky says:

            Comparar conduzir com uma Vacina, o que é que tu não podes fazer se não tomares uma Vacina, podes fazer tudo!

            O que é que não podes fazer quando não tens carta de condução? Entregar encomendas etc.

            Coisas completamente diferentes, que descabida comparação. lol

          • Woot! says:

            É completamente diferente porque na carta de condução não te metem coisas não testadas dentro do corpo.

          • Samuel MG says:

            Spoky é por essas e por outras é houve mortes por sarampo. A vacinação é importante pois cria imunidade. O dia em que a penicilina curava tudo já acabou há muito tempo.

          • eu2 says:

            Spoky sem vacina não podes não apanhar a doença.

            “Ah, mas a vacina não garante a 100%…”

            A carta de condução também não garante a 100% que consigas conduzir em segurança. E podes fazer as mesmas coisas (entregar encomendas) por exemplo a pé (ou outro método que não precise de carta).

            Não vejo motivo para essa comparação não fazer sentido. Só mesmo porque não te interessa.

          • eu2 says:

            Woot, a vacina foi sim testada, assim como a carta de condução (no exame de condução). Se não foi testada por tempo suficiente, isso aplica-se aos dois.

    • Mike says:

      Até certo ponto entendo (acho) onde queres chegar… Mas, termina assim o primeiro parágrafo do artigo “… a vacina não é obrigatória no nosso país.”

    • R says:

      A ignorância é tão grande que não merece resposta. Utilize melhor o seu tempo e pesquise/leia informação credível.
      E aconselho-o a nunca tomar nenhum medicamento ou comer o que quer que seja porque pode ter alguma recção adversa.

      • Spoky says:

        Esse argumento é tão ridiculo “leia informação credível” mas qual é que é informação credível, o que se lê na CMTV? Idem.. Só mesmo quem não vive em Portugal é que não sabe o que a CMTV fez e faz… De credível tem muito pouco.

        Estudos Cientificos? Toda a gente sabe que a qualquer momento, a qualquer altura pode surgir um estudo cientifico que indique o contrário, isso acontece em muitos Estudos.

        O problema aqui não é comer, alias nem sequer é comparável comer com Vacina!
        Uma Vacina é injectada, e não pode ser removida! Um comer é completamente diferente.

        Toma lá:
        https://streamable.com/l6ljmy – Minuto 6:24 (Quem diz é o próprio, não me venhas dizer que ele nunca disse e tens ai um ponto interessante que ele diz

        “depois de ter essa infrastrutura digital, o modo como voce pensa sobre os beneficios do governo pode ser feito de maneira diferente ” dito pelo próprio.)

    • Carlos says:

      se fossemos todos a ter medo de reações alérgicas, os pais não dariam aos seus filhos, só para citar alguns dos mais perigosos:
      – Ovos
      – Morangos
      – Amendoins

      E nunca arriscariam a penicilina!

      • ... says:

        A prevalência de reacções alérgicas está a aumentar consideravelmente em todo o mundo e a medicina não sabe explicar tal fenómeno,apesar de o conseguir tratar se tratado em tempo útil.
        -ter atenção a tal fenómeno não é medo,é prudência!

        As reacções alérgicas registadas são importantes para aferir a segurança;e se durante os ensaios clínicos não se registaram tais reacções,é porque pacientes com historial das mesmas não terão sido incluídos nesses ensaios ou a terem sido incluídos porque só agora aparecem essas reacções.

    • AD9 says:

      Só uma pergunta, pq é que não puseste a fonte do primeiro copy paste?
      Quanto ao resto acontece o mesmo com a vacina da gripe, todos os anos tem uma com uma fórmula diferente para dar resposta às estirpes mais atuais e ativas. E tiveste um caso de Legionella aqui em Portugal também chegou ao país todo?
      Mas pronto se queres acreditar em pessoal anti vax sem formação nenhuma do que em especialistas que já andam nisto há uns aninhos estás á vontade, agora não critiques quem não o fizer.

      • Woot! says:

        A vacina da gripe é diferente todos os anos mas não usa tecnologia inovadora, usa a mesma tecnologia old school simplesmente com a “versão” do virus do ano.

    • Luisão says:

      Se não houvesse apoiantes das vacinas, se calhar não estavas aqui a escrever comentários. As vacinas já salvaram milhões e milhões de vidas no mundo inteiro. Mas és livre de não tomar vacinas, tens que ter é consciência que pões a tua e a vida dos outros em perigo.

    • eu2 says:

      “mRNA technology for vaccines has never been tested in humans long term before.”
      – É verdade que mRNA é uma tecnologia nova. Mas por alguma razão dá confiança a muitos especialistas (não todos). Talvez porque correu demasiado bem nos testes em animais, ou por ter um método de funcionamento muito simples. Mas é preciso lembrar que essa frase está desatualizada (ou ler a última palavra). A vacina já foi testada em humanos, acabou de ser. A questão que ainda se coloca é quanto tempo dura a imunidade e se haverá efeitos secundários a longo prazo.

      “mRNA injects genetic instructions into you, to program your cells.”
      Dito dessa forma parece que te estão a programar A TI. Na verdade essa tecnologia programa as tuas células para produzir as proteínas do espigão do vírus, para permitir ganhar imunidade. Essa programação é temporária, pois é feita no RNA e não no DNA, então o organismo elimina essas instruções passado acho que uns 2 meses (confirmem se quiserem).

      “Pfitzer had multiple lawsuits against them in the past for using people from 3rd world countries as Guinea pigs.”
      Se desconfias da Pfizer pelas suas ações do passado, tens por ex. a Moderna. Mas pelo menos isso que dizes que eles fizeram não é falsificação de dados, é uma fonte anti ética de dados; supõem-se que os dados continuam corretos. Assim isso sozinho não te dá razão para desconfiares da vacina da pfizer.

      “The Vaccine does not stop you transmitting the virus, the only point of a vaccine is to protect yourself, and only yourself.”
      Meia verdade, meia mentira, nem sem como chamar a isso. A vacina PODE impedir a pessoa de transmitir o vírus, se impedir a pessoa de ficar infetada. Não termos dados acerca disso não quer dizer que isso não possa acontecer. Temos provavelmente exemplos de outras vacinas que fazem isso.
      O que sabemos é que a vacina é muito eficaz a impedir a infeção, e nos poucos casos em que ela ainda acontece, a doença não é tão grave.

      “The documentation provided to the UK gov from Pfitzer stated that Fertility issues in women is UNKNOWN. This is to do with the possibility of it causing your immune system to attack proteins in the placenta.”
      Grávidas: não tomem ainda. Daqui a 9 meses no máximo já podem.

      “The majority of the public in the UK have been found to be against the Pfitzer Vaccine.”
      É normal e compreensível. Em março/abril todos diziam que as vacinas levam todas pelo menos um ano a ficarem prontas, nunca menos. Agora muitos não acreditam.

      “depois de uma pessoa ter tido uma reação alergica a isso. ”
      Existem pessoas com todo o tipo de alergias. Tem mais a ver com a pessoa que tem a alergia do que com o produto. Há quem esteja a pensar não dar a vacina a quem tenha histórico de alergias (e a pfizer consentiu).

      “Então não obriguem a quem não quer tomar, a tomar.”
      Já vi que andas colado às tuas ideias, e das tuas ideias ninguém te tira. Ao menos dá atenção ao que se está a passar à tua volta. Já foi dito várias vezes que a vacina será voluntária em Portugal.

      “O Dinheiro das vacinas é pago com os nossos impostos.”
      Sim, e depois? Vais pagar menos impostos se não tomares a vacina?

      “E ainda acreditam que isto foi de origem animal?”
      O coronavírus ainda não se sabe com certeza onde se originou. Mas pelos vistos a genética indica que foi de origem natural.

      “Com o Coronavirus tal não poderia acontecer também”
      Para o leigo, coronavirus, brucelose, gripe, etc, é tudo a mesma coisa. É fácil pensar que pode acontecer a mesma coisa a tudo porque é tudo igual. Mas para quem estuda isso ao pormenor sabe que não é bem assim.

      “Toma quem quer, e quer correr riscos ou acha que deve tomar para evitar e poder voltar ao normal, tomem. Mas não obriguem, a quem não as quer tomar a tomar. É inconstituicional.”
      Concordo 100%. É preciso equilibrar os riscos de tomar com os riscos de não tomar (apanhar a doença, transmitir a alguém próximo de quem se gosta, continuar a perpetuar a pandemia e a crise económica, etc).

      “qual é a desculpa de muita gente “se não tomas vais contagiar todos” mentira, se são assim tão pros da vacina, acreditam tanto numa vacina. Que chegam a duvidar da sua eficácia? Algo está mal ai haha, para essas pessoas que são apoiantes das Vacinas.”
      Estás a dizer que as pessoas tomam a vacina para não contagiar outros e depois são hipócritas porque os especialistas duvidam da sua eficácia?? Será que estamos a falar da mesma pessoa? Ah, e realmente a opinião de pessoas não especialistas vale o que vale. Já os especialistas vê lá se são os mesmos. Mas também há hipócritas. Mas não vais desconsiderar os argumentos só porque o mensageiro não se sabe comportar. Isso é ad hominem (pesquisa).

    • Filipe says:

      “The majority of the public in the UK have been found to be against the Pfitzer Vaccine”.

      De onde é que caiu essa preciosidade? Eu sigo atentamente a situação no RU e nunca tal ouvi falar!

  4. Woot! says:

    Portanto quem não tem médico de família não vai receber a SMS? Ou foram buscar os números de telefone a outro lado?

    • Sergio says:

      É preciso ter médico de família?
      Não basta ter o nº de utente e telefone?

      • Woot! says:

        Não faço ideia, eu não estou interessado na vacina mas não tenho médico de família portanto o meu número não está registado em nenhum lado. Devem existir uns quantos milhares assim. Eu estava a assumir que chegassem ao número pelos dados do médico de família.

        • Sergio says:

          Nunca recebeste aqueles ‘avisos’ do governo, por exemplo da ARS relacionado com o COVID ou da Proteção Civil quando vem as ‘tempestades’…?
          Nunca ligaste para a saúde24 onde te pedem todos os teus dados?
          Também não tenho médico de família, mas recebo esses sms.

          • Vitor says:

            Mais um…não tenho médico de família e também recebo as mensagens! Existe pessoal que ainda acredita ser “anónimo”…

          • Woot! says:

            Esses SMS são enviadas para as torres celulares e não para nenhum telemóvel em especifico. Essas SMS de aviso não são respondíveis, são situações completamente distintas. Além do mais, mesmo essas SMS de difusão podem ser desligadas no próprio telemóvel, por default até costumavam vir desligadas, por acaso nos últimos dois telemóveis que comprei estão ativadas por default.

            E também nunca liguei para a saúde 24 felizmente, mas mesmo que ligue, eles têm autorização para difundir o meu número fora do âmbito da chamada que efetuei? Com o GDPR, duvido bastante.

  5. José Fonseca Amadeu says:

    Acabei de receber, respondi TALVEZ, ainda não obtive follow-up.

  6. Miguel Nóbrega says:

    E instalar o StayAwayCovid?

  7. ze pinto says:

    As falhas vão ser imensas, incomesuráveis…A incapacidade desta gente que desgoverna Portugal não tem limites.
    Mais uma vez vai haver carne para canhão e vão ser os mais desprotegidos..

  8. Miguel says:

    Quem tiver pressa, cedo a minha não me importo de esperar mais 1 ano sem ela.

  9. ervilhoid says:

    Alguém me explica se ficamos imunes porque temos que andar com máscara e porque aqueles que vão tomar estão preocupados com quem se recusa a tomar?

    • Spoky says:

      É o que costumo dizer… Eu e a…
      https://streamable.com/kdvzlc

      Oooops, não conseguiu falar tudo.

    • Woot! says:

      A primeira não te sei responder, mas acredito que seja porque senão terias que andar com uma tatuagem na testa a dizer “imunizado”.

      Quanto à segunda, os que estão preocupados com quem se recusa a tomar é porque não estão a fazer o “bem comum” é a resposta mais usual. Eu não vou tomar e estou cheio de ouvir as preocupações dos outros e que esperam que fique no fim da fila quando for ao SNS etc. É ignorar.

      • ervilhoid says:

        Bem comum!?
        Se tomares, o que te afecta aqueles que não tomam? Não consigo perceber

        • Woot! says:

          Não sei, pergunta-lhes a eles, entretanto deve aparecer algum aqui para te dar resposta.

          Mas posso-te dizer que no lar onde está o avô da minha mulher enviaram uma comunicação para os familiares a dizer que quem não tomasse a vacina teria que encontrar outro lar porque poderia infetar os restantes utentes do lar LOL só rir.

          • SP says:

            https://www.webmd.com/cold-and-flu/qa/how-long-does-it-take-for-a-flu-vaccine-to-work

            Ao tempo que andas a comentar pensei que percebias alguma coisa da cena mas parece que não. Isto não é propriamente como injectar droga na veia, não vai começar logo “a bater”. Uma “simples” vacina da gripe, algo que o teu corpo está mais do que habituado demora 2 semanas a ter o efeito pretendido, quanto mais algo novo para o teu corpo.
            Acho que não é preciso dizer o que vai acontecer se disseres às pessoas que estão imunes depois de tomarem a vacina, já é o filme que é sem ela quanto mais.

          • Woot! says:

            @SP

            Não percebeste, e não estás por dentro para perceber mas eu explico.

            Imaginando que todos são vacinados no lar e que vão manter as restrições até Março/Abril segundo eles e a vacina será supostamente administrada em Janeiro/Fevereiro e tendo ainda em conta que estão num lar e já normalmente não saem de lá, que diferença faz um utente não levar a vacina?

          • S says:

            A minha resposta é para ti e para ervilhoid. É óbvio que esta vacina não vai criar o novo mundo, é mais uma medida preventiva, porventura aquela que poderá fazer mais efeito (pelo menos assim espero porque posso garantir que segue as medidas está tão farto de tudo isto como qualquer outro).
            Agora é óbvio que lares e semelhantes vão forçar a vacinação que é para depois dizerem que fizeram a parte deles. Se mantiverem a atenção ao resto das medidas já vai ser uma sorte em certos sítios. A quantidade de lares que não têm pessoal suficiente ou com qualificações é ridículo também.

          • ervilhoid says:

            @S não respondeste à pergunta, não disseste nada até

        • eu2 says:

          Talvez porque se não tomares e ficares doente com covid e fores lotar o hospital (junto com muitos outros) e depois eu partir uma perna e precisar de lá ir não ter lugar para mim. Ou porque a vacina não protege a 100% e a imunidade de grupo continua importante. Ou porque não vamos vacinar toda a gente, mesmo dentro dos grupos de risco (por causa de alergia à vacina por exemplo). Ou porque já estamos fartos de ver gráficos de número de casos a aumentar e queremos ver essa “m****” a descer duma vez por todas.

  10. R says:

    Ainda há uns dias noticiaram uma “reacção adversa grave” no braço onde foi administrada a vacina. Essa “reacção adversa grave” passou em 24-48h com a aplicação local de Fenistil. Isto é ” jornalixo”
    É com estas notícias que se engana quem pouco sabe.

    • Spoky says:

      Passou dizes bem, passou… E se passar para uma condição auto-imune? Vais aplicar também Fenistil no braço para passar pela a barreira hematoencefálica, haver se a coisa resulta.

      Hahaha, tu estas bem enquadrado no Sistema, é isso que eles querem. Pessoas convictas de que a Vacinação é o caminho certo para depois aplicar o Sistema que tanto querem.

      O problema não esta no Costa, nem em Portugal mas sim em quem quer dominar e ter controlo. E esses paises e PESSOAS sabes muito bem quem são.

  11. Louro says:

    Quando pensas que isto nao vai bater mais no fundo, eis que sai uma noticia que te mostra exactamente o contrário…

    Ao invés de distribuirem as vacinas pelo país e meterem os centros de saúde a ligar para as pessoas da lista de risco nao, vao mandar uma sms e se a sms nao chegar ou for ignorada nao se passa nada…

    Bem, a outra dizia que nao ia haver falta de vacinas, assim pois nao… muita gente nao a vai tomar porque nao vai ver a sms…

  12. Algo says:

    Eu sou contra a vacina e alivia-me o facto de não ser obrigado a tomá-la.

    Li recentemente que a vacina contem penicilina e não é recomenda a pessoas que tem síndrome de Guillain-Barre, problemas cardiovasculares.

    Se nem o próprio CEO da Pfizer pretende tomá-la muito menos eu.

    • scp says:

      O CEO da pfizer provavelmente também não toma todas as vacinas e medicamentos que a sua empresa produz. Haja um bocado de lógica. Se ele é CEO dá-se ao luxo de não a tomar, mas se por acaso apanhar o vírus de certeza que pretende tomá-la.

      • PI says:

        Concordo! Haja lógica e bom senso!! Mas pegando no que o @Algo referiu, na verdade, o CEO da Pfizer disse algures publicamente que os membros executivos da empresa não vão “furar a fila” para serem vacinados. No caso do próprio, estamos a falar de uma pessoa consciente, perto dos seus 60 anos, que não trabalha na linha da frente. Apesar de ir aguardar pela sua vez para ser vacinado, por outro lado também o quer fazer para mostrar confiança na Pfizer.

  13. Xnelox says:

    Conclusão, se for para questionários da treta que valem o que valem, o estado tem o INE a ligar para o pessoal repetitivamente, se é para saúde, brincam aos SMS…

  14. Godlike says:

    A minha fé na humanidade restaurou um pouco ao ler estes comentários. É bom ver que as pessoas estão finalmente a fazer uso do pensamento crítico.

    • Spoky says:

      Ora aí está. Eu não sou contra quem toma. Mas ao contrário de muitos. Penso nas consequências, onde, quem, o quê etc.

      A maioria das pessoas acredita no sistema, e é isso que eles querem, malta que oiça e diga “sim senhor a vacina não tem perigo você diz não tem”.

      Nem sabem se questionar os efeitos a longo prazo ( que nesta fase não é ainda possível determinar)

      As pessoas não entendem isso. Estão mais preocupadas com as que não vão tomar, do que as que vão tomar e querem tomar.

      É ridiculo eu sei, eu também concordo. Mas vê-se gente (aquele que só acredita no sistema) preocupada com quem não vai tomar.

      Quem quiser tomar que a tome. Nunca proibi nem nunca iria proibir. Agora tenham é consciência que cada um tem um espírito autocrítico em relação ao que deve ou não injectar no corpo.

      O corpo é nosso , eu injecto aquilo que bem me apetecer e se me apetecer.

      As crianças são vacinadas porque não tem conhecimento nem raciocínio lógico e aproveitam esse facto.

      Nos meus filhos vacinas não irão ser dadas e se forem, será o mínimo possível é que nem apareço lol.

      • Woot! says:

        Uma coisa é estarem a falar de vacinas COVID, outra é ser um completo anti-vax. Eu também não vou dar vacinas COVID (para já) a nenhum filho meu, mas as outras levou-as todas, inclusive as opcionais.

        Para as crianças é obrigatório serem tomadas as vacinas, não só podes perder a criança por negligência como não são aceites em nenhuma escola sem o boletim de vacinas em dia.

        Depois em muitos empregos também te pedem o boletim de vacinas e as obrigatórias têm de estar lá por isso é que acho que colocar esta vacina como obrigatória é ridiculo.

  15. PORTUGAL says:

    Depois de Quatro voluntários vacinados contra a Covid-19 nos ensaios dos EUA ficaram com paralisia facial, dispenso isso.

    • SP says:

      https: //www.nsctotal.com.br/noticias/nao-ha-comprovacao-de-que-vacina-da-pfizer-tenha-causado-paralisia-de-bell-em-voluntarios

    • Rui says:

      Interessante, tens uma fonte credível ou isso só aparece em sites terraplanistas?

      • Woot! says:

        O que é credível para ti? CMTV, TVI? Temos que perguntar, o trump só acredita na Fox, em qual acreditas tu? Pode ser a Forbes?

        https://www.forbes.com/sites/ninashapiro/2020/12/16/can-getting-the-coronavirus-vaccine-lead-to-bells-palsy/?sh=2ebe1ad26c83

        “In the Moderna group, four individuals out of 30,000 reported facial paralysis, three who had received the vaccine, and one who received the placebo. Four of the 43,000 participants in the Pfizer trial developed facial nerve paralysis. All of these were in the vaccine arm of the trial.”

        Não digo que a paralisia esteja relacionada com a vacina pois há pouca info. Tanto pode estar como não estar, até porque um dos que levou o placebo também ficou com paralisia. Mas dizer que só está em sites terraplanistas é de rir.

        • SP says:

          Sinceramente ter dúvidas sobre a vacina é natural e racional mas vocês estão á procura de qualquer argumento para deitar abaixo.
          Eu tenho (um bocadinho só) de fé que quem está á frente das decisões não vai arriscar a vida (ou a saude) de milhões de pessoas.
          Isto já parece a vacina da gripe A que bastou me uma rápida pesquisa e encontro um especialista sueco, um dos países mais sofreu do problema, a garantir que a narcolepsia vinha da própria gripe A e que nada tinha a ver com a vacina. Tanto que acho que tiveste 300 casos em 90 milhões de pessoas vacinadas.
          É preciso ter calma nestas alturas e não disparar pars todo o lado.

        • Samuel MG says:

          A tua informação vem de um artigo baseado em fake news!! Caso não saibas as vacinas atuam sobre células e não sobre os tendões portanto nunca poderiam causar paralisia facial ou outra.

        • Samuel MG says:

          “Um placebo (do latim placebo, que significa “agradarei”) é um fármaco, terapia ou procedimento inerte, que apresenta, no entanto, efeitos terapêuticos devido aos efeitos psicológicos da crença do paciente de que ele está a ser tratado.”

          “Por exemplo, um comprimido de vitamina C pode aliviar a dor de cabeça de quem acredite estar ingerindo um analgésico, sendo um exemplo clássico de que o que melhora é não apenas o conteúdo do que ingerimos mas também o acreditar que estamos a ser tratados”

  16. p.rodrigues says:

    “Quando chegar a altura de vacinar as pessoas dos grupos prioritários nos centros de saúde, estes serão contactados por SMS para indicar se desejam ou não ser vacinados. Se responder que “sim” será sugerido um agendamento, com hora, local e dia. Se responder que “não”, não será feito o agendamento. Se não responder, haverá um contacto para determinar o interesse.” – https://zap.aeiou.pt/vacinacao-prioritarios-abril-sms-366615

    Será assim e não como está escrito no presente artigo…

  17. Reis says:

    9.750 Vacinas. 0.1% da população.

    Deve ser brincadeira !

  18. Sardinha Enlatada says:

    Eu so pergunto uma coisa. Para pessoas saudaveis e sem sintomas de que serve a vacina ? Nao me digam que tem o virus e vao continuar a infectar ? Me poupem a bebedeira intelectual de algumas pessoas. Com medo do que os outros tomam ou nao tomam a vacina.

    • Jorge says:

      Não foi apenas uma pergunta mas ok eu respondo. Uma vacina serve para o organismo de quem a toma criar defesas contra a doença para a qual a vacina foi criada. Dessa forma se o vacinado entrar em contacto com a doença e se for infetado a doença não se conseguem desenvolver evitando agravamento da mesma com consequências mais ou menos graves. Graças às vacinas conseguiu-se erradicar doenças muito graves da sociedade desde sarampo, tuberculose, tetano e muitas outras. O facto de haver algumas pessoas que não se querem vacinar por si só não causa problema de maior, no entanto se houver uma grande percentagem o que acontece é que deixa de existir a tal imunidade de grupo, ou seja, a imunidade de grupo evita que as doenças se consigam propagar na população protegendo dessa forma aqueles que por uma razão ou outra não se queiram vacinar. Um caso que se fala é a do sarampo que começam a existir alguns casos pois cada vez existem mais crianças que não se vacinam. Só uma nota: eu não sou médico, nem pertenço ao ‘Sistema’ aprendi estas cenas no meu nono ano à cerca de 25 anos atrás.

      • Luisão says:

        Ah aquele saudoso nono ano, em que aprendíamos tudo até medicina geral! Foi pena eu não ter nascido tão tarde, podia ser médico “apenas” com o nono ano de há 25 anos atrás. Medicina em Coimbra, mais especialização e estágio? Estudassem no nono ano há 25 anos atrás!

        • Jorge says:

          Não sei se estás no gozo ou não, mas é verdade. Aprendiam-se umas coisas. Pelo menos para quem era interessado. Saudoso não sou, gosto muito mais do momento que vivo hoje apesar desta situações

          • Luisão says:

            Tenho muitas dúvidas que tenhas aprendido “estas cenas” no teu nono ano. Acho que só aprendes alguma coisa em pesquisa académica, em livros da especialidade, em cursos, pesquisa na internet em sites fidedignos. Até que pelo simples facto a ciência está em constante evolução, por exemplo, tu aprendeste que Plutão era um planeta e hoje já não é assim ensinado entre outras coisas.

    • Jorge says:

      Não compreendo porquê tens essas dúvidas, no meu nono ano havia uma disciplina de opção que no caso da escola onde estuava era alternadamente saúde e desporto a cada ano. No meu saiu-me saúde.Lembro-me de diversos assuntos entre os quais as vacinas, as contaminações de alimentos por bactérias, parasitas,..( ainda hoje me inoja o ciclo de vida das ténias). Talvez tenha sido uma daquelas disciplinas marcantes, no entanto estou numa área muito longe da saúde. engenharia

  19. Sardinha Enlatada says:

    Outra observacao. Eu tambem nao tomo a vacina da gripe. E entao ? Nao posso ficar engripado ter sintomas e depois curar-me ? o covid nao ha-de ser muito diferente. Com ou sem vacina, os que sao saudaveis nao vao prejudicar os outros. Nao me parece que este virus esteja ao nivel dessas outras doencas como sarampo, tuberculose e afins. Este virus covid mais parece um derivado do virus da gripe.

    • SSD says:

      Se após todo este tempo ainda têm de te dizer que os assintomáticos podem infectar outros, acho que te devias informar um bocadinho antes de comentar sobre estes assuntos.
      Quanto á parte final acho que basta comparar os números de infectados e/ou mortos (embora no caso das outras seja quase inexistentes) para se perceber a diferença entre a gravidade das doenças.
      De resto a covid e a gripe são ambas infecções respiratórias provocadas por virus diferentes. Agora enquanto o corpo não se “habituar” ao covid este será mais forte, resistente e até letal em comparação com a gripe.

      • Sardinha Enlatada says:

        Apos este tempo todo eu ainda nao fui formatado, ao contrario de ti, que continuas a disseminar mentiras sem fundamento. Assintomaticos nao infectam nada covid. Alguem falou que transmite e outros que nao transmite em que ficamos ? A comunicacao social e o santo graal da verdade obviamente.

        • SSD says:

          “Assintomaticos nao infectam nada covid. Alguem falou que transmite e outros que nao transmite em que ficamos ?

          Ou seja também não sabes mas vais para a versão que te dá jeito.
          Ok então, eu sofri a lavagem mas ao menos não tenho a mania que sou o dono da verdade. Tanto quanto eu sei o que se tem dito há meses é com carga viral mais baixa mas sem sintomas podes transmitir também e que até estás mais contagioso nas horas antes de te tornares sintomático ou seja quando o virus se torna ativo.
          No fundo é como ires para a cama com alguém, também podes escolher não usar proteção e não acontecer nada mas também não é uma opção que acontece.

        • SSD says:

          “Assintomaticos nao infectam nada covid. Alguem falou que transmite e outros que nao transmite em que ficamos ? ”

          Ou seja também não sabes mas escolhes a a opção que te permite fazer aquilo que queres, certo?
          Eu posso ter sido lavado mas ao menos não me acho dono da verdade.
          Neste momento tudo indica que os assintomáticos mesmo possuindo uma carga viral mais baixa possam transmitir. Para além de que os pré-sintomaticos podem passar várias horas até terem sintomas ou terem sintomas tão ligeiros que não associem a esta doença.
          Por isso sentir-se bem não é uma desculpa válida para fugir á vacina mas da forma que falas aposto que até a máscara deves recusar por isso nem vou perder mais tempo nesta luta.

    • SP says:

      https://expresso.pt/sociedade/2020-12-13-Covid-19.-Contagio-e-elevado-ate-ao-quinto-dia-de-sintomas

      Esquece o dr peixinho é o maior especialista aqui do sítio. O Trump até anda a ver se despacha o Fauci para o levar para la.
      Ah e não percas tempo. Se o excelentíssimo se dignar a responder vai dizer que estudos não são científicamente comprovados contudo ele continua a pregar contra tudo e todos tendo como base só a sua opinião de “não cordeiro”. Pq é assim que o mundo funciona, também foi assim que descobrimos os aliens na area 51, que a terra é plana etc. Pq aquele que vai contra a corrente está imediatamente certo

  20. Luisão says:

    Tanta gente boa em medicina geral, pulmunar, infecciologia, etc. Até parecem perceber mais que certos de médicos por aí andam. Obrigado pela vossa informação e partilha de informação irrelevante. Sim irrelevante porque independentemente de dizerem que isto ou aquilo é bom ou mau, se faz bem ou mal, uma coisa é certa este vírus, que provavelmente vai passar a epidémico e a partir e aí passaremos aos poucos à nossa vida normal. A humanidade já passou por outras pandemias quando não havia metade da tecnologia que hoje há e ultrapassou todas! Temos que aprender com os erros que cometemos no passado e no presente

  21. SANDOKAN 1513 says:

    Evidentemente que tomarei a vacina.Não me quero sujeitar a passar por este tipo de perigos tão grandes como é o coronavírus.

  22. #Fernando says:

    Mais uma porta aberta a sms de burlas. Será que ninguém pensa em segurança neste país?? Vão surgir mais e mais SMS de esquemas e links pra coisas falsas. Enfim.

  23. ANGELO OCHOA says:

    FICO A AGUAR POR SMS DO SNS E RESPONDEREI SIM

  24. ANGELO OCHOA says:

    SOU DOENTE PULMONAR

  25. ANGELO OCHOA says:

    TENHO 76 ANOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.