PplWare Mobile

Conheça os 5 telemóveis com maior radiação


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Unknown says:

    Todos androids, claro o barato sai caro, iphone the best. Fluido, uodates e perfeito

  2. ervilhoid says:

    Alguns sites fazem referência à taxa de propagação em relação ao corpo e à cabeça em separado!!!

    Aqui Nexus 4 0.48 W/Kg (corpo) 0.41 W/Kg (Cabeça)

  3. Andre Vieira says:

    Seria interessante mencionarem duas categorias diferentes de radiação: Iónica e não-iónica. Já agora explicar as diferenças entre elas.

    Talvez assim se consigam evitar alarmismos e deixar de pensar em hipóteses totalmente absurdas relativamente à radiação emitida pelos telemóveis.

  4. Olly says:

    Onde posso conseguir uma lista mais detalhada dos telemóveis e da radiação que emanam?

  5. Paulo Silva says:

    Aqui está um artigo muito interessante, é bom ficar a par destas coisas.
    Cumprimentos

  6. Rui Silva says:

    O iPhone 6/6 Plus não estavam em 1.58/1.59?

  7. Para Totós says:

    “The guidelines created a measure of the rate that body tissue absorbs radiation energy during cell phone use called the specific absorption rate (SAR). The SAR for cell phone radiation was set at a maximum of 1.6 watts of energy absorbed per kilogram of body weight. The limit was set due to the thermal effects of cell phone radiation (all RF radiation can heat human body tissue at high enough levels) – it was not set to mitigate other biological effects cell phone radiation might have such as DNA damage or cancer.”

    Níveis SAR Iphones até ao 5

    Apple iPhone 5 1.18 AT&T
    Apple iPhone 4S 1.11 Sprint Nextel
    Apple iPhone 4S 1.11 Verizon Wireless
    Apple iPhone 4S 1.11 AT&T
    Apple iPhone 4 1.18 Virgin Mobile
    Apple iPhone 4 1.18 Verizon Wireless
    Apple iPhone 4 1.17 AT&T
    Apple iPhone 3GS 0.79 AT&T
    Apple iPhone 3G 1.38 AT&T
    Apple iPhone 0.974 AT&T

  8. irlm says:

    e os Lumia quanto têem?

  9. FG says:

    Essas chinesices, que nem sequer passam pelas entidades reguladoras, devem ter valores interessantes, devem…

    • rmcrys says:

      LOL, pensei exactamente o mesmo 🙂

      Nem sei como funciona a homologacäo na Europa, visto que já deu uma reportagem que os chinocas até já falsificam o símbolo (vem impresso no plástico) como se a CE tivesse autorizado LOLOL

  10. android says:

    Os melhores são os que não emitem radiação nenhuma, pois gastam menos bateria e o cerebro dura mais. Esses custam muito mais pois usam a tecnologia quantum entanglement para comunicarem sem radiação e há uma APP para Android que permite fazer isso mas foi impedida de sair porque o antigo dono da maçã reivindicou uma patente do outro lado e comunicou para cá com este sistema.

  11. Victor Martins says:

    Não há nenhum Samsung nos telefones citados.
    Samsung Note 4, the best phone in the world.

    • rmcrys says:

      Subscrevo.

      Mas admito que fiquei admirado com a performance/preco do meu Moto G (2° telemóvel).

      Digamos que o que um topo-de-gama (Note 4, iPhone 6, Nexus 6, etc) oferece por Euro vs. a um Moto G, é claramente mau.

  12. ricardo says:

    Boa tarde,
    Alguém sabe se o uso de auricular por bluetooth minimiza a situação ?
    Em príncipio sim, a não ser que a energia envolvida para efectuar a conectividade seja da mesma ordem de grandeza.
    Cumps,
    Ricardo

  13. Mr.Antunes says:

    Podiam também explicar que isso são valores máximos e que a maior parte do tempo esses valores nunca são atingidos.

    No artigo falam em SAR EU mas os exemplos que dão também estão em SAR EU?
    É que o Moto E tem medição de 0.76 W/kg (cabeça) EU. 1.5 W/kg é o valor para a versão Americana do Moto E para o valor medido no corpo. (na versão US, na cabeça, foi medido 0.97 W/kg (head))
    Tendo em conta que o valor Americano é de 0.97 W/kg numa grama, se pensarem que o valor de 0.76 W/kg está “diluído” em 10g, pensem lá quanto dará o valor EU para o corpo? Presumo que não tenha nada a ver com os 1.5 W/kg que publicam.

    Comparar alhos com bogalhos não é lá muito bom, ainda por cima com tecnologias de comunicação bastante diferentes (USA vs EU)…

    Seria agradável que corrigissem as informações ou então dizer que este artigo só se aplica aos EUA, só para não induzir os vossos leitores em erro 😉

    http://rfhealth-sar.motorola.com/SAR/sar.html

  14. sakura says:

    o top é IFONE apple devido as capas em aluminio.

  15. tiago says:

    Cada vez gosto mais do meu 5320 Xpressmusic… lolol

  16. dajosova says:

    Curiosamento, no tempo em que se vendiam muitos telemóveis Motorola em Portugal, também era connhecida como sendo a marca com maior radiação!!! Há coisas que custam a mudar…

  17. Ppalma says:

    Eu farto me de rir com os viciados dos iphone´s… aple´s e companhia LDA… iphone é uma trampa . pagam 600€ por um calhau igual aos outros que está na moda. e que para qualquer coisinha que querem fazer têm de pagar. vêm com desculpas que é melhor, mais segurança etc… é tudo trampa!

  18. kaska says:

    curioso como o problema do cancro ou da saúde humana deixou de ter interesse para passar logo à guerra entre apple e androids e outras coisas… isso é que é importante, este artigo não interessa nada, lol

    • dajosova says:

      Bem observado… já chateiam essas “guerrinhas” inúteis.
      Ainda se adeptos de ambos os sistemas conseguissem ter bom senso e discernimento para apontar vantagens e desvantagens de cada uma delas a cada atualização/probelma novos que surgem mas não.

      Felizmente na maior parte dos casos os artigos aqui no Peopleware por si só são informativos, pese embora a imparcialidade seja questionável vamos lendo abordagens e perspectivas de ambos os lados. Até no jornalismo profissional a imparcialidade nem sempre se consegue; por isso em geral estou satisfeito com os conteúdos que aqui leio.

      Pena é só mesmo muitos leitores não contribuirem de forma construtiva para este tema quente.

      Quanto à radiação não sei realmente a que ponto (médio-longo prazo) não haverá de facto consequências nefastas para a n/ saúde. Andar sempre com equipamentos próximos de nós (bolso, mesinha de cabeceira, etc.). Não é à toa que os cancros aparecem… e não é só pelas radiações mas também pela alimentação adulterada e ar contaminado, a outros níveis.

      Como hoje em dia há muita dependência destes dispositivos eletrónicos, o meu conselho de leigo é desligarem sempre que possível e quando não usam rádio-frequências (wi-fi, etc.) de forma a minimizar o impacto, por prevenção e um bocado de sorte!

      Cumprimentos.

  19. p. says:

    Andam a reciclar noticias?

    É só tirar a questão do iPhone 6 ser mais SAR? 🙂

    https://pplware.sapo.pt/apple/nivel-de-radiacao-do-iphone-6-e-iphone-6-pluse-elevado/

  20. K0izo says:

    Tanto o SAR como as redes Wifi entre outras frequencias emitidas pelas antenas das redes móveis mais tarde ou mais cedo vão ser expostas por cientistas não subornados à crua verdade do mal que fazem à nossa saúde, tal como aconteceu com a história do Chumbo.

    A História repete-se uma vez mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.