PplWare Mobile

Cientistas acreditam que pode haver mundos com mais variedade de vida do que a Terra


Imagem: NASA | iStock

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. LA says:

    Tenham Juízo…

  2. Luis Silva says:

    Realy!!

    Olha algo que uma pessoa com dois dedos de testa não hade pensar, claro que há. O universo é tão imensamente grande e com variedades de planetas tem que haver diversos tipos de vida r alguns mais ricos que outros.
    Se assim não fosse não teriamos descoberto vida até nos lugares mais complicados da Terra

  3. anon says:

    Basicamente tudo pode existir até que for provado o contrário.

    • Sujeito says:

      É ao contrário. Não podes provar uma negativa.

      Basicamente tudo pode NÃO existir até ser provado o contrário.

      • anon says:

        A sério? Então 2000 anos atrás não existia a vida só porque na altura não foi provado o contrário?

      • Luis Silva says:

        Não!!!!
        Ele está certo tudo existe só temos de descobrir tudo já está por ai.
        É como a história de Deus provem que ele não existe porque a maioria acredita na sua existência.

        • José Moreira says:

          Há diferença enorme entre “acreditar” e “saber”.
          1 – A não-existência, seja do que for, NUNCA pode ser provada. Ou então, prova-me que não existem elefantes cor-de-rosa.
          2 – Quem afirma um facto é que tem de provar a sua afirmação. Se eu afirmo que há gambosinos, eu é que tenho de prova a sua existência, não és tu que terás de provar que não existem.
          3 – Ou seja, estamos perante uma enorme falácia.
          4 – Mas vamos admitir, porque me dá jeito, que Deus existe. Eu pergunto: como é que souberam? Viram-no? Falaram com ele? Ou ouviram dizer e acreditaram?
          5 – A existência de seres noutro(s) planeta(s) é uma mera hipótese.
          6 – Hipótese essa baseada em factos reais: há vida no planeta Terra, por que não noutros planetas?
          7 – Quais são os factos reais que possam basear a hipótese da existência de Deus?

          • JJ_ says:

            Haver vida…

          • Luís Silva says:

            ponto 7
            Tudo o que o Homem não criou Deus criou.
            Reconhece-se a obra pelo seu criador.
            Mais….
            Um efeito inteligente tem de ter uma causa inteligente.
            O Universo não surgiu do nada, ora, se não surgiu do nada algo teve de dar o primeiro impulso, como uma força dá impulso a algo.
            O Universo não pode ter surgido do caos da desorientação para o equilíbrio.

            O Homem acha-se inteligente para dizer que não existe vida para além da vida na Terra, mas existe mais vida do que imaginam, em outros estados físicos e não físicos.
            Eu por exemplo não tenho de provar a existência de Deus, quem não acredita é que tem de provar a sua não existência.
            Basta um raciocínio lógico para percebermos a causa de um efeito existente.

            O Homem irá perceber a sua existência não agora, mas quando se achar mais maduro para entender aquilo que ainda não pode compreender o que ainda está acima da sua razão…

          • gui says:

            Caro José Moreira – Há diferença enorme entre “acreditar” e “saber”.
            – Perfeitamente. Partindo dessa premissa, passo a responder o item 7 do seu post: Quais são os factos reais que possam basear a hipótese da existência de Deus?
            – Já que ninguém pode provar a inexistência de Deus, e considerando que ‘sabemos’ que existe vida na Terra mas não sabemos como ela surgiu, pois a ciência nunca conseguiu explicar ou replicar a vida em laboratório; podemos considerar por raciocínio lógico que deve haver um Criador (Deus).

          • Hugo says:

            Gui e Luís, segundo o vosso ponto de vista existe um criador…e até aí tudo bem, pois deve ter havido efectivamente um “inicio”. Agora dizer que foi Deus, sendo que Deus foi um conceito inventado pelo homem…não faz sentido.
            Por definição, se tivesse de acreditar em algo, seria no Satanás.

          • Luís Silva says:

            Hugo, basta raciocinar, achas mesmo que Universo teria sido criado apenas por pura sorte de colisão de sei lá o quê?
            E mesmo nós… tudo à nossa volta, existe equilíbrio universal que nem te passa pela cabeça, mesmo o Homem um ser que é inteligente teve de surgir de algo inteligente.

            A lógica e a razão leva-nos a pensar na existência de algo bem superior a nós.
            Claro que na maioria do raciocinio das pessoas não conseguem conceber Deus por não perceber Deus e nem conseguir entender o infinito e a eternidade, e muito menos conceber diferentes estados de dimensões.

            Muitas destas questões estão contidas nas obras básicas da doutrina espirita.

            E não Deus não é uma ideia concebida pelo Homem, e Satanás/diabo sim, pois não pde haver algo tão poderoso como Deus, pois Deus é único e todo poderoso, inteligência suprema, nós criamos a figura de Deus porque só vemos o mal e não o infinito amor de Deus

          • Hugo says:

            Luís Silva…não discuto religiões. os teus argumentos não tem ponta por onde se pegue e NÃO, não basta raciocinar e achar que 1 + 1 só porque sim.

          • Hugo says:

            *que 1+1 são 2…

          • Nuno V says:

            @Luís Vida
            O teu argumento inteiro não passa de um non sequitur, a grande maioria destes a afirmação do consequente.

            “Tudo o que o Homem não criou Deus criou.”
            Consegues demonstrar que foi deus que criou?

            “Um efeito inteligente tem de ter uma causa inteligente.”
            Consegues demonstrar que um efeito inteligente tem SEMPRE uma causa inteligente? E já agora tens que definir o que é efeito inteligente e causa inteligente.

            “O Universo não surgiu do nada, ora, se não surgiu do nada algo teve de dar o primeiro impulso, como uma força dá impulso a algo.”
            Consegues demonstrar que alguém precisa de dar o primeiro impulso?

            “O Homem acha-se inteligente para dizer que não existe vida para além da vida na Terra”
            Com esta é que eu me parti a rir, tu leste sequer o artigo?

            “mas existe mais vida do que imaginam, em outros estados físicos e não físicos.”
            Clarifica o que queres dizer.

            “Eu por exemplo não tenho de provar a existência de Deus, quem não acredita é que tem de provar a sua não existência.”
            Outra falácia lógica sobre a forma de um desvio do ónus da prova. O ónus da prova fica sempre sobre quem faz a afirmação positiva. Ora se tu te recusas a fornecer provas sobre a tua afirmação, podemos descartar esta imediatamente. Já ouviste falar da navalha de Hitchens. Bem como existem muitas pessoas que não acreditam em deus, mas também não acreditam que este não exista. Ou também nunca ouviste falar sobre os agnósticos?

            “Basta um raciocínio lógico para percebermos a causa de um efeito existente.”
            Então porque razão tudo aquilo que descobrimos até agora sobre a realidade tiveram causas naturais e não super-naturais? Até parece que deus não é necessário.

            “O Homem irá perceber a sua existência não agora, mas quando se achar mais maduro para entender aquilo que ainda não pode compreender o que ainda está acima da sua razão…”
            Ou seja, quando o homem for mais ignorante e acreditar tudo em fé sem qualquer tipo de reserva ou raciocínio lógico.

          • Nuno V says:

            @Luís Silva
            “Hugo, basta raciocinar, achas mesmo que Universo teria sido criado apenas por pura sorte de colisão de sei lá o quê?”
            Primeiro, estás a assumir que universo foi criado. Esta afirmação não tem fundamento. Nem muito sabemos como este foi criado, existem múltiplas hipóteses como a do Multi-verso como acabaste de referir, mas para já, não passa de uma hipótese.

            “E mesmo nós… tudo à nossa volta, existe equilíbrio universal que nem te passa pela cabeça, mesmo o Homem um ser que é inteligente teve de surgir de algo inteligente.”
            Define equilíbrio universal.

            “A lógica e a razão leva-nos a pensar na existência de algo bem superior a nós.”
            Não, a fé leva-nos a tal. Se fosse a razão, seria de esperar que cada vez mais os cientistas e as pessoas mais educadas fossem crentes, mas a tendência demonstra que é o inverso.

            “Claro que na maioria do raciocinio das pessoas não conseguem conceber Deus por não perceber Deus e nem conseguir entender o infinito e a eternidade, e muito menos conceber diferentes estados de dimensões.”
            Deixa-me adivinhar, quem percebe da realidade são os charlatães, como curandeiros da fé, vendedores de óleos essenciais,…

            “E não Deus não é uma ideia concebida pelo Homem, e Satanás/diabo sim, pois não pde haver algo tão poderoso como Deus, pois Deus é único e todo poderoso, inteligência suprema, nós criamos a figura de Deus porque só vemos o mal e não o infinito amor de Deus”
            O deus que as pessoas acreditam é sim ideia concebida pelos seres humanos. Olha como por exemplo para a religião cristã, que teve a sua origem no judaísmo rabínico, e este por sua vez este evoluiu de religiões mais antigas, algumas delas politeístas. Ou como por exemplo o Hinduísmo que diz respeito a outros deuses. Até pode existir um deus, por mais improvável que seja, mas mesmo que tal seja verdade, não vai ser o deus que as pessoas adoram.

        • ze says:

          Também acreditas no pai natal?

        • Hugo says:

          LOL Aqui sim, é caso pra dizer “ganhem juízo”.

        • rjSampaio says:

          E Luís, tens alguma prova que Deus existe?
          E se o que afirmas é verdade, e se Deus é inteligente, o que criou Deus?

          • Luis Silva says:

            Mais uma vez afirmo as provas nem sempre são de maneira que pensamos.
            E isto não são discusões religiosas tal como hugo diz pois espiritismo não é religião.
            Como qualquer pesquisador e como foi karde ou Rivail que era professor e investigador, tudo carece de pesquisa e metodos experimentais, e se vamos falar de certas coisas à que estudar e não vir falar da forma como o hugo.
            A existência de Deus basta-nos o raciocinio e lógica para percebermos a sua existência e lógica.
            Ora até há uns 500 anos atrás tudo gritava por dizer-se que certas coisas não podiam existir o que hoje já se prova que existem tal e qual que outras se vão aperceber que existem mas nem sempre pelos métodos que conhecemos, uma boa leitura das obras básicas do espiritismo que serve para qualquer um seja que crença tenha pois é uma filosofia aberta, como ciência e doutrina.
            Tudo tem uma resposta tenos é de ser nós a procura-la para a entendermos, eu não te posso passar o porquê da existência de Deus pelas coisas que já estudei, pesquisei e vivi, não é algo que se demonstre mas sim se sente e se raciocine.
            Bem haja

          • rjSampaio says:

            @Luis Silva

            Mas tens mais alguma situação que saibas que algo exista sem provas?

        • rjSampaio says:

          @gui

          E quando não sabia os o que era a trovoada dizíamos que era Zeus.
          Quando não sabíamos que era a doença era demonios.
          A esquisofernia era possessão.

          Raciocínio lógico diz me que simplesmente ainda não resolvemos a questão, dizer que é Deus… Não é lógico.

          • João says:

            Faz-me lembrar o livro “A cruz e o punhal” do David Wilkerson. É um livro verídico dum pastor evangélico duma cidade pequena que partiu para evangelizar os gangs de Nova York.
            Não há absolutamente nada no livro que prove que Deus existe, no entanto os acontecimentos verídicos descritos são espetaculares, não fazem nenhum sentido e desafiam toda a lógica…

    • Toni da Adega says:

      E neste caso é simples. Basta ir a todos os planetas de todos os sistemas de todas as galáxia e verificar se existe ou não.

  4. Almir says:

    Tem vida sim dis na bíblia a muitas moradas na casa do meu pai

  5. José Pedro says:

    Até porque aqui neste nosso planeta se vai destruindo, com afinco e militância, a biodiversidade.

  6. Pablo Bessa says:

    Bolsonaro, Trump, etc…. tantos outros… n é preciso procurar muito.
    Aliás, urgente arranjar alternativas para apanharem a nave e voltarem para casa.

  7. gui says:

    O mais importante aqui é definir com rigorosa exatidão científica o que é VIDA, coisa que até hoje a ciência não definiu e nunca conseguiu explicar a própria ‘origem’ da vida; limitando-se a especulações fantasiosas, jamais comprovadas ou replicadas em laboratório, apesar das várias tentativas fracassadas.

    • Toni da Adega says:

      Fazendo a pesquisa encontra-se com rigor e exatidão científica o que é vida. No YouTube encontrámos todas as provas

      • gui says:

        Refutação sem fundamento é o mesmo que nada. Mostre onde estão essas tais provas.

        • Toni da Adega says:

          Cientista nao é suficiente, é preciso ser inteligente para ver a verdade e fazer a pesquisa. No YouTube encontrámos todas as provas.

        • José Moreira says:

          Pois se tu és o primeiro a afirmar, sem fundamento, a existência de um deus, como é que podes exigir fundamentos aos outros?
          Já agora: ” ciência não definiu e nunca conseguiu explicar a própria ‘origem’ da vida”. Tens a certeza? Já ouviste falar em, e já leste algo acerca de, Alexandr Oparin? Ou ficas-te, apenas, pela Biblia?

  8. Fixo says:

    Olha a novidade!
    E vida consciente.
    Um universo inteiro só com o bicho homem era um desperdício do caraças!

  9. costa says:

    só falta aparecer aqui os da Terra plana

  10. Gustavo Jorge says:

    Não é preciso andar atrás dessa variedade de vida fora da terra, pois ela já vem ter connosco a muito tempo e se calhar algum sortudos já lá foram ver.

  11. José Moreira says:

    Lendo alguns comentários, fico confuso: como é possível certas pessoas escreverem em computador – cientificamente provado que é obra do Demónio? Como é que trogloditas mentais conseguem, de algum modo, mexer em informática?

  12. José Moreira says:

    @Caro Gui, não consigo perceber o “raciocínio lógico”, defeito meu, certamente. Mas a sua explicação é mais do que suficiente para perceber a razão por que, ao longo de milénios, o Homem teve necessidade de criar deuses: precisamente para responder às perguntas para as quais não tinha resposta. Pelo que falta saber qual dos deuses que foram existendo e deixando de existir foi o autor da dita “criação”. Deus é que sabe… E falta saber que foi, finalmente, que criou Deus. Mas para essa pergunta,há resposta. É só ler a História.

  13. Um indivíduo que não se leva a sério says:

    Eu não concordo com a parte em que está escrito “A vida na Terra não é a mais adequada e poderá haver planetas com melhores condições do que o nosso. No entanto, onde estará aquela que pode ser a Nova Terra?”. Escreveram isto porque estamos a dar cabo da Terra? É que caso contrário, não faz sentido porque nascemos neste planeta, a nossa biologia e a das outras espécies foi feita para sobreviver e adaptar-se ao ambiente terreste que infelizmente, sim, está a mudar sem precedentes.

    • Vítor M. says:

      Por essas razões que descreveste. Na verdade nascemos cá, mas também é verdade que não estamos completamente adaptados à vida cá. Há até um livro fantástico sobre as nossas incompatibilidades com o planeta 😉 algumas fazem muito sentido. Mas, além de tudo, a questão ambiental como referiste e bem.

      Segundo os cientistas, poderá haver outros planetas com vida (seja ela de que forma for) melhor adaptada ao planeta.

      PS: há quem diga que não nascemos no planeta Terra, dadas as incompatibilidades em muitas áreas. É uma conversa interessante.

      • José Pedro says:

        Um dos exemplos dados é a dificuldade que os olhos dos humanos têm em aguentar a luz do Sol.

        • Vítor M. says:

          Exato. Esse é um dos muitos exemplos sim.

          • Gustavo Jorge says:

            Outro reside novamente com o sol, não aguentamos muito tempo debaixo de um sol abrazador. Ficamos queimadinhos!!!!

          • Vítor M. says:

            Exato. Outro que li, refere que a pressão atmosférica, que provoca dores e problemas mais graves no esqueleto, não são compatíveis com um ser vivo que foi evoluindo desde há milhões de anos na Terra. Por isso, o autor do livro, afirma que o ser humano, há muitos milhões de anos, não apareceu cá, foi posto sim cá como sendo um castigo, uma espécie de prisão. Ele há coisas!!!

          • Nuno V says:

            @Vítor M.
            Certamente quem escreveu tal não era um antropólogo, ou muito um paleontólogo. Isto porque existe uma miríade de fósseis que demonstra que o ser humano, tal como os restantes seres vivos evoluíram de um antepassado comum. Portanto apenas faria sentido se toda a vida fosse colocada neste planeta como forma de castigo. Mas isto tem outro problema, visto que a vida aparentemente apareceu neste planeta de forma natural, logo significaria que a vida em si seria um castigo.

          • Vítor M. says:

            Nuno, quem faz estas afirmações é um senhor chamado Ellis Silver que, supostamente, é um experiente estudioso da raça humana. Agora, eu acho tudo muito interessante, são abordagens com justificações muito rebuscadas. 😀

        • Fixo says:

          Nem mais! E a dificuldade de respirar debaixo de água num planeta 2/3 cobertos por água? Somos originários de um oplaneta árido com um sol fraquito, pela certa 😉

          • José Moreira says:

            Concordo. O que é mais interessante, porém, é que há teorias que insistem em que a vida teve origem na água. Ou seja, viemos da água, mas não nos aguentamos completamente dentro dela.

      • Nuno V says:

        O Ellis Silver, não é nenhum estudioso da raça humana, é sim um charlatão. Diz que é um ecologista com PhD, mas não há registo de possuir tal. Diz que é um professor, mas não há registo de alguma vez ter sido tal. E os argumentos dele sao totalmente destruído pelos biólogos, antropólogos e palentogolos que realmente estudaram a matéria e trabalharam na área, seja no campo como no laboratório. O ser humano, sem margem qualquer de dúvida evoluiu na terra.

    • José Pedro says:

      A nossa biologia não é assim tão adequada à sobrevivência. Derivado desse facto, desenvolveram-se capacidades gregárias e culturais. O Homem criou a cultura para se proteger da natureza. Simultaneamente, aprisionou-se na cultura e afastou-se da natureza. Cultura como tudo o que é próprio do Homem mas não faz parte da sua biologia.

  14. José Pedro says:

    Tenho como princípios, não discutir religião, política e futebol. Isto é uma exceção. Penso que a existência de Deus não se prova e que só a tentativa é uma perda de tempo. Penso que provar que Deus existe é o mesmo que provar que o Amor existe. Não se veem mas é possível observar/sentir os seus efeitos. Também não confundo religião com igrejas ou seitas. Estas são formadas por homens, aquela diz respeito ao espírito. O mesmo espírito que já levava o Homo Sapiens de Neandertal, há dezenas ou centenas de milhares de anos, a sepultar ritualmente os seus mortos.

    • José Moreira says:

      Não será uma questão de discutir religião – até porque Deus não é património de nenhuma religião em particular. Discutir Deus não significa, necessariamente, discutir religião.
      Quanto à existência – ou não – de Deus, há uma série de perguntas que eu costumo formular – e para as quais nunca obtive qualquer resposta objectiva. Assim:
      – O que é Deus?
      – Como é que sabem que ele existe? Ouviram contar, ou têm evidências concretas da sua existência? Nesta segunda hipótese, quais?
      Quanto ao Amor: existe, sim, e é comprovável cientificamente. Não tenho conhecimentos para entrar em pormenores, mas sei que provoca alterações hormonais, por exemplo. Aliás, todos os sentimentos alteram o organismo. Não se pode (?) provar que o Medo existe, mas está provado, cientificamente, que o medo pode fazer urinar pelas pernas abaixo. Por exemplo. Duvido de que Deus o consiga fazer. Alçiás, não há provas – eu escrevi PROVAS – de que Deus tenha, alguma vez, feito o que quer que tenha sido. Apenas porque não existe.

      • José Pedro says:

        Não quero entrar na discussão da existência ou não existência de Deus. Vou só pegar na sua frase de que o Amor provoca alterações hormonais e o medo poder fazer-nos urinar, para lembrar os estigmatizados. São fenómenos complicados que acho impossível de tratar aqui, até porque não estou habilitado para isso. Religião é, de qualquer modo, algo bastante mais abrangente do que a ideia de Deus, principalmente, a de um Deus criador e omnipresente. Já para não referir aquele Deus masculino, barbudo, intervencionista e todo poderoso. Pessoalmente, acho que isso não existe. Terá sido imaginado por pessoas que viveram há muito tempo, que escreveram sobre isso e cujos escritos são hoje considerados sagrados, isto é, indiscutíveis. Mas, se outros aceitam e acreditam nisso, eu respeito. Desde que me respeitem a mim, também, o que nem sempre acontece.

  15. N1ldo says:

    @Nuno V, e outros que não acredita na existência de Deus.
    Resposta pra eles.
    .
    Eu acredito em Deus, eu vejo Deus (sua obra)em cada detalhes de sua criação, uma célula do seu corpo tem centenas de Gigabytes de informações e isso não é o acaso.
    Mas pronto, vejamos pelas probalidades matemáticas. Existe? Sim ou Não? ou seja, temos 50% pra que exista e 50% pelo contrário.
    Você não acredita blz, mas pra eu que acredito após minha morte vou estar aguardando a volta de Jesus Cristo para minha ressurreição e com ele e os demais salvos que acreditaram também.
    Mas…
    Se…
    Por ventura…
    Talvez…
    Ele não exista, o que eu perdi?
    E se..
    Talvez…
    Por ventura…
    Ele realmente exista, entende o que perderá?
    Poderia dizer mais coisas, mas estou no telemóvel e não rola escrever textão.

    • Nuno V says:

      “Eu acredito em Deus, eu vejo Deus (sua obra)em cada detalhes de sua criação”
      Impressão subjetiva, logo, sem interesse para determinar se deus existe ou não.

      “uma célula do seu corpo tem centenas de Gigabytes de informações e isso não é o acaso.”
      Primeiro uma célula não contêm gigabytes de informação. Uma célula contêm informação genética, mas a palavra informação neste contexto em nada têm a ver com teoria da informação. Ou seja é uma falácia de definição.

      “Mas pronto, vejamos pelas probalidades matemáticas. Existe? Sim ou Não? ou seja, temos 50% pra que exista e 50% pelo contrário.”
      Só porque a possibilidade de deus existir ou não ter apenas duas respostas não significa que a probabilidade seja 50-50. A possibilidade de uma pessoa ganhar a lotaria após ter jogado tem duas soluções ou ganha, ou não, isso significa que a possibilidade de ganhar é 50%. Estás a tirar números do traseiro.

      O resto do teu comentário significa que acreditas em deus por o medo te coage a tal. Por isso é que a bíblia sagrada diz que, ou acreditamos, ou então agrada-nos um destino pior que a morte. Sim, porque as pessoas que não acreditam têm bilhete garantido no inferno, pois não existe pior ofensa do que a ofensa de não acreditar, isto mesmo que tenha feito bem pelo mundo fora. No entanto, os crentes têm entrada garantida no céu desde que peçam perdão. Que sistema justo. Mas obrigado por teres esclarecido tal.

      • N1ldo says:

        É evidente que eu quis dizer que, *transformando em códigos binários as informações genéticas não é? não entendi como não entendeu.
        Quanto ao 50/50 até que argumentou bem, mas novamente nao entendeu, eu parti de só termos essas duas opções, no euromilhões tem milhares de probabilidades, mas precisa ser estúpido?
        Partindo do suposto que Deus existe, ninguém vai pro céu por medo de ir pro inferno, ou por ter feito o bem pelo mundo afora.

        • Nuno V says:

          Lamento, mas o genoma completo do ser humano não chega a um único gigabyte, quanto mais a centenas de gigabytes. Mas mesmo que fosse uma centena de yottabytes, era irrelevante. Informação genética não tem nada a ver com a teoria da informação. No entanto, o teu Deus fez uma criação tão perfeita que apenas uma pequeníssima parte (menos de 2%) dos nossos genes são codificadores. Tal como seria de esperar da vida que não foi guiada durante o processo evolutivo e evoluiu de forma natural. Até porque, embora não tenhamos todas as respostas, tudo indica que a vida também originou através de processos naturais.

          Tu é que não entendeste. Sim, no euro milhões tens milhões (não milhares, 50C5*11C2=116531800) de combinações (não probabilidades). Uma proposição pode ter duas soluções, não significa que a probabilidade de ambas as soluções sejam iguais. Daí a minha comparação.

          “ninguém vai pro céu … por ter feito o bem pelo mundo afora.”
          Foste tu que disseste, não fui eu.

          • N1ldo says:

            O genoma completo não chega a um único giga…
            fico por aqui.

          • Nuno V says:

            Claro que ficas por aqui, o teu argumento é na sua totalidade falicioso. Tu misturas conceitos para chegares a uma conclusão preferida.

            Diz-me uma coisa, se eu escrever a posição, a um dado instante, de um fotão, no computador, esta vai ocupar espaço em memória, significa que o fotão contém essa informação? Se quando no instante seguinte o fotão estiver numa posição diferente significa que a informação deste mudou? Estás a transcrever propriedades de um objecto para um computador, não significa que o objecto possua tal informação. O mesmo se diz ao genoma humano.

            Já agora, explica-me também porque razão conseguimos sintetizar ribonucleotídeos usando as mesmas condições da terra na altura, bem como conseguimos à uns anos sintetizar RNA, isto tudo usando processos naturais. Mais parece que a vida apareceu na terra
            incidentalmente sem algum tipo de criador a guiar esta.

            Mas faz-me assim, arranja-me um, apenas um, artigo científico revisto pelos pares que faça tal afirmação. De fontes de creacioniatas e apologistas arranjas certamente aos milhares, agora fontes científicas o número vai ser precisamente zero. Até lá, passa bem.

    • rjSampaio says:

      “Se…
      Por ventura…
      Talvez…
      Ele não exista, o que eu perdi?”

      O que perdeste?
      Podes ir parar ao inferno musulmano, ao indu, ao nórdico etc etc.

      Existem milhares de religiões, milhares de deuses que não acreditas, eu só não acredito num deus a mais que tu…

      Vai lá ler a Bíblia e ver as coisas horríveis que foram feitas em nome de Deus, e depois diz que esperas que jesus venha e que mande para o inferno os teus filhos por não terem sido batizados, por serem homossexuais, por comerem marisco, por usarem tesidos de vários materiais, etc etc etc.

      Até o Papa acredita em evolução, e vens tu dizer que que é a pala de Deus que somos assim.

      • N1ldo says:

        Deus não é o SER, Deus é o nome desse SER, logo, o Deus dos mulçumanos pode ter outro nome, mas em sua crença, ser mesmo SER,
        e assim por diante.
        O ser humano é assim mesmo, fazem muitas merdas em nome de Deus, em nome na paz, em nome do meio ambiente, em nome da justiça, em nome de qualquer coisa pra se justificar.

        • Nuno V says:

          O Deus dos muçulmanos são, realmente, uma versão diferente do deus do Cristianismo e do Judaismo. Afinal de contas, tanto o Cristianismo, como o Islamismo evoluiram do Judaismo. No entanto existem religiões com deuses totalmente diferentes, bem como existem religiões politeístas, que acreditam em multiplos deuses?

          É verdade que abraçar ideologias de forma absoluta tendem a toldar o nosso julgamento e a levar-nos a cometer crimes hediondos. No entanto, no caso da religião é facil cometermos crimes quando somos extremistas, pois o livros adorados incitam-nos tal.

    • José Moreira says:

      A única coisa em que eu também acredito, daquilo que você escreveu, é que vai esperar a vinda de Jesus Cristo. Vai, sim senhor! E olhe que vai esperar muuuuuiiiiito tempo.

      • N1ldo says:

        @José Moreira
        Não há problemas quanto a isso, a gente quando morre “deixa” de existir e o tempo para pra gente, como se você fosse dormir super cansado e acorda as 7 da manhã e diz, mas já? a noite passou como num segundo.
        Pouco importa se ele vem daqui a 10, 100, 1000, 10000 anos, pra mim será como num instante, além do que, o quê são um milhão de anos se comparado com a eternidade? 🙂

        • José Moreira says:

          E ao fim de todo esse tempo, o seu corpo – que já é menos do que poeira – vai voltar à vida? E os corpos de todos aqueles milhões de milhões de pessoas que morreram antes de Cristo, e que nem sabiam que o gajo existia? E também as passoas que, entretanto, vão morrer? Não acha que é gente a mais? Vai caber tudo, no globo? E você “acredita” nisso, ou “sabe” que vai acontecer? Se sabe, em que dados concretos se baseia? Dá para responder a tudo, ou, como alguém já fez, fica pelo “Ponto 7”?

          • N1ldo says:

            Como disse, não há esse “tempo” pra quem está morto. Sim, daí a promessa de ressurreição. desde a criação até o último a nascer tem oportunidade de “salvação”, pois cada um de nós seremos julgados de acordo com o nosso conhecimento, e não é preciso ser cristão para que sua mente te acuse do que é certo e do que é errado. Eu acredito nisso, e sei, dados concretos está na bíblia em suas profecias já compridas, basta ler e comparar com a história, há várias. poderia explicar um pouco mais, mas por aqui é complicado ainda mais escrevendo num telemóvel, e também não deve te interessar, então pronto, fica assim.
            Eu admiro um ateu sincero, tem o ateu sincero e o atoa, o ateu sincero as vezes tem mais fé do que eu, é preciso muito mais fé pra ser evolucionista que criacionista. 🙂

          • Nuno V says:

            Disseste bem, tu acreditas nisto, mas não sabes.

            Primeiro gostaria de saber a que ateus te referes? Não sei se é do teu conhecimento mas como por exemplo, uma boa parte dos budistas são ateus, mesmo possuindo uma religião. Mas eu acho que te referes aos ateus racionais que não ecreditam em causas improváveis.

            A quantidade de fé necessária para suportar a evolução é exactamente 0. Tudo que a teoria da evolução afirma é suportado por uma quantidade de provas tão grande que é neste momento altamente improvável que esta venha a ser refutada. Para não falar que está tem aplicação prática na biologia, medicina,…

            Mas diz-me lá qual é a tua contestação com a teoria da evolução. Apresenta-me casos específicos que a teoria da evolução não consiga explicar.

  16. José Pedro says:

    Ei, pessoal! pplware é um site de tecnologia! 😀

  17. Jorge says:

    Há vida e nós somos criação de vida inteligente,mas só vê quem realmente quer ver. A maioria prefere palas..

    • Nuno V says:

      Mas que grande projecção psicológica. Não existe uma única evidência que suporte a ideia que a criação da vida foi orquestrada por um criador. Nem sequer os cientistas mais renomeados que acreditam em Deus dizem tal. Até pode ser possível que Deus tenha criado o universo, agora a vida aparaceu, evidentemente, de processos naturais. Resumindo, tu é que usas palas, mas gostas de projectar as tuas falhas naquelas pessoas que não as partilham.

      • José Moreira says:

        @Nuno V: ” Até pode ser possível que Deus tenha criado o universo (…)” Pois, mas para isso era preciso que Deus existisse. E não há a menor prova disso.

        • Nuno V says:

          Nem eu nunca afirmei que existe qualquer prova a favor de deus, até porque eu nem sequer acredito na sua existência. Falei apenas hipoteticamente.

  18. dajosova says:

    …não mais do que nas rastas do Bob Marley.

  19. José Moreira says:

    @N1ldo eu já disse, noutro local, que há uma diferença enorme entre “acreditar” e “saber”. Por exemplo, você acredita em TUDO o que a Bíblia diz? Então, terá de acreditar que a Terra é plana, e que o Sol é que se move em torno dela. Está na Bíblia. Porque eu SEI que a Tera é esférica, e gira em torno do Sol. E não, N1ldo, não é preciso ter fé, para acreditar na Evolução; basta olhar. Quer um exemplo? Todos os anos a vacina da gripeé mudada. Sabe porquê? Porque o vírus da gripe EVOLUI. Ou vai-me dizer que Deus cria vírus gripais a cada ano que passa? Sabe por que as baratas são resistentes aos insecticidas? Porque EVOLUEM, tornando-se resistentes a cada insecticida inventado.
    Quanto às profecias da Bíblia, elas cumpriram-se, sim senhor. Tal como as profecias de Nostradamus, ou do Bandarra (este, português de Trancoso). Todas as profecias se cumprem, o que é preciso é interpretá-las de acordo com o que nós queiramos que elas signifiquem. Olhe, na antiga Grécia, as Pitonisas falavam com os deuses (esses existiram mesmo, há estátuas a comprová-lo) e, depois, cabia aos sacerdotes, interpretar as palavras da Pitonisa.
    Finalmente: este, não será o local apropriado, e tenho dúvidas de que vocè tenha a mente suficientemente aberta; mas eu teria muito gosto em explicar-lhe como e porquê – e por quem – a Bíblia foi escrita. Mas é difícil, principalmente quando se argumenta contra aquilo que as pessoas chamam “fé” – mas não conseguem explicar o que é a “fé”. Por isso, se quiser continuar com a conversa, encontra-me no “face” em José Carlos Moreira.

  20. N1ldo says:

    Sim, acredito em tudo que a bíblia diz, e a bíblia não diz que a terra é plana, mas muita gente pensa que a bíblia foi ditada por Deus e não foi, ela foi inspirada, a única passagem escrita pelo próprio Deus foi a dos 10 mandamentos, os autores tinha a inspiração de Deus mas usavam suas palavras e seu conhecimento, Josué orou e o sol parou, era assim que se acreditava na altura, foi a “poucos dias” que descobrimos o que sabemos hoje sobre a terra e o universo afora, heresia ou falta de estudo correto das escrituras afirmar que a terra é plana. (texto dentro do contexto, com propósito original e cultural da época). (não acredito na terra plana, mas admito que no campo teórico é até interessante, com certas exceções, por exemplo de que há uma cúpula de água no céu, e que o sol, lua e demais astros estão abaixo da cúpula, e são ridiculamente pequenos.)
    É evidente que após a criação a natureza começou a evoluir por si só, os terremotos, furacões e todas as forças da natureza moldaram o planeta que temos hoje, e não parou de se modificar, assim como os animais de todas as espécies.
    Não sou estudado, tenho apenas o ensino médio, que equivale ao 12a ano cá em Portugal, não percebo nada de mitologia grega entre outras.
    tenho algum conhecimento sobre a bíblia, quando foi escrita, quem escreveu, pra que finalidade, é preciso saber diferenciar os fatos históricos, poéticos, testemunha ocular, profecias etc..
    Eu não disse aqui a que denominação frequento pq não vem ao casa, mas gosto de comparar as crenças de várias denominações com a minha, e muitas delas são fantasiosas e é por essas crenças que muitos ficam céticos a respeito da bíblia e de Deus.
    Seguimos a linha de raciocínio historicista da bíblia, ou seja, nela está o relato desde a criação até o *fim dessa terra, acho que não preciso dizer que não está aos detalhes, está apenas o essencial.
    Antes que me esqueça, o homem sim, esse não evoluiu em nada, fez foi é retroceder.
    Tenho sim a mente aberta, exatamente por esse motivo não acredito que tudo que existe, desde a eternidade passada e futura está ao acaso. Alguma crença que tenho pode até estar errada admito, (mas não se comparado com as que conheço, pois antes de entrar pra minha denominação comparei com várias outras), mas que existe um criador disso tudo existe, simplesmente pra mim não faz sentido não existir, e esse criador é Deus.

    a teoria do big bang por exemplo, acho ridícula, imagina, volte a fita até o fim em ultra, super, mega, High, hiper rápida. kkkkkkk
    que ponto chegamos antes ainda da partícula de átomo que explodiu? ao nada, o quê é nada? como do nada cria se algo? por isso disse que é preciso ter mais fé que eu pra crer que no nada se fez algo. (no caso de Deus não existir)

    • dajosova says:

      N1ldo, só o facto do José Moreira afirmar que a Bíblia diz que a Terra é plana já demonstra completa ignorância. Além disso os argumentos são tipicamente falaciosos e fracos.
      O problema é que seres “minúsculos” como o ser humano julgam-se muito inteligentes para explicar a existência ou inexistência de Deus.

      • Nuno V says:

        Se leres a Bíblia literalmente, lamento, mas está descreve a terra como sendo plana, acente em pilares, coberta com um firmamento que separa as águas de cima das de baixo, e o firmamento possui janelas para deixar passar a água da chuva.

        • José Moreira says:

          Caríssimo, está provado cientificamente que os ateus sabem mais de Bíblia do que os crentes. Porque os ateus lêem a Bíblia com espírito crítico, coisa que os crentes não fazem. Aliás, basta ler os comentários. 🙂

        • N1ldo says:

          Façamos o seguinte, você entende sobre evolução, argumente sobre isso, pq de bíblia já percebi que você não percebe nada. kkkkkkkk é por isso que já foi dito aqui que “a gente interpreta do jeito que queremos” bobagem é essa jovem.

          • Nuno V says:

            Génesis 1:7: E Deus fez então o firmamento, separando assim as águas que estão do lado de baixo das que estão do lado de cima. E assim aconteceu.

            Génesis 1:14-18: Deus disse então: «Que existam luzeiros no firmamento, para distinguirem o dia da noite; e que eles sirvam de sinal para marcar as divisões do tempo, os dias e os anos. E que esses luzeiros, colocados no céu, sirvam também para iluminar a terra.» E assim aconteceu. Deus fez os dois grandes luzeiros: o maior deles, o Sol, para presidir ao dia, e o mais pequeno, a Lua, para presidir à noite, e ainda as estrelas. Colocou-os no firmamento, para iluminarem a terra e presidirem ao dia e à noite, fazendo assim a separação entre a luz e a escuridão. E Deus achou que aquilo eram coisas boas.

            Jon 37:18: Serás capaz, como ele, de estender o firmamento, firme e liso como um espelho de cristal?

            Salmos 104:5: Assentaste a terra sobre bases firmes, para que ela se mantenha segura.

            Isaías 24:18: O que fugir para escapar aos gritos de terror, cairá na cova; e se puder sair da cova, será apanhado na armadilha. Abrem-se as comportas do céu e a terra treme até aos fundamentos.

            Mateus 4:8: O Diabo levou-o ainda a um monte muito alto, mostrou-lhe dali todos os países do mundo com as suas grandezas e disse: «Tudo isto te darei se de joelhos me adorares.» Jesus respondeu: «Vai-te, Satanás! A Escritura diz: Adorarás o Senhor teu Deus e só a ele prestarás culto.»

            A bíblia descreve a terra tal e qual como os antigos hebreus percebiam esta. Uma terra plana assente em fundações, coberta por um firmamento. E apenas mostrei algumas passagens muito rápidas. Existem toneladas de outras.

            Isto entre outras absurdidades, como morcegos serem pássaros, baleias serem peixes, mostras um pau com riscas a uma vaca grávida e os bezerros nascem listrados, os coelhos são ruminantes, cura-se a lepra espalhando sangue com uma varinha mágica,… Podia estar aqui o dia todo. Isto para não falar nas atrocidades lá descritas. A minha recomendação para alguém deixar de acreditar a bíblia, é ler a bíblia de inicio ao fim.

      • José Moreira says:

        Olá, dajosova. Admito que os meus argumentos sejam falaciosos. Mas a verdade é que tu não conseguiste refutar um único. Consegues? Ao menos um? Com factos?
        Já agora. Não é o “facto do José Moreira”, é o”o facto DE” o José Moreira… O facto não é meu, é DE afirmar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.