Quantcast
PplWare Mobile

Artigo 17º: Acesso a emails por juízes? Marcelo pede fiscalização à lei

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Ricardo Lemos says:

    Se fossem estes apenas os problemas da lei do cibercrime em Portugal.
    Esta lei em especifico tinha como objetivo tornar mais fácil a apreensão de correio eletrónico e assim também evitar a destruição de prova.
    Mas existe sempre o outro lado da moeda, que é o acesso indevido a informação pessoal.

  2. José Maria Oliveira Simões says:

    Recomendo vivamente que se utilize conta de email fora de Portugal, nomeadamente o ProtonMail https://protonmail.com/pt/ . O email é encriptado, proporcionando a privacidade das comunicações e dificultando a vida aos coscuvilheiros da vida dos outros.

  3. outra vez !! says:

    A empresa de vigilância Paragon descobriu uma forma de entrar em várias aplicações de smartphone encriptadas. Trata-se de uma organização Israelita que foi fundada em 2019 e revela que consegue fazer tudo isto remotamente.
    A revista Forbes que já analisou esta questão diz que pouco se sabe sobre a Paragon Solutions. Sabe-se que esta empresa tem 50 colaboradores e não tem um site. Entretanto foi fundada por Ehud Schneorson, o antigo responsável pela unidade 8200, na prática o equivalente israelita da americana NSA.

  4. AG says:

    Atenção ao título: juízes / ministério público – coisas diferentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.