Quantcast
PplWare Mobile

ALERTA: Risco de ataques terroristas contra localizações de vacinas

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Vida De Gandin says:

    Não percebo nada, mas se isso acontecer vai ser o fim do Afeganistão, guarda bem o que digo.

  2. A.F. says:

    Por muito que eu seja contra as vacinas, este tipo de acto é altamente condenável pelo o meu carácter.
    Estes sujeitos se um dia chegarem a tentar por em pratica os intuitos anunciados, espero que sejam apanhados e punidos severamente.
    Se fosse eu a ditar a sentença, espetava-lhe com 60 doses de vacina Covid (aquela que tivesse maior probabilidade de efeitos secundários ou todas que existem no mercado) todas de seguida mas com intervalos de 10 minutos.

    • Toni says:

      A.F.. . Como se explica que seja contra as vacinas? Fazem-lhe comichão? 224 anos depois e não acredita em vacinas? Sabia que todas as vacinas têm efeitos secundários mas que os benefícios são muito superiores às consequências das diversas doenças? Se por acaso tiver filhos, não os vacina? Parece que tem muito tempo livre e mais acesso à internet do que devia.. cumprimentos

      • Spoky says:

        «Sabia que todas as vacinas têm efeitos secundários mas que os benefícios são muito superiores às consequências das diversas doenças? »

        São? Então estas a dizer que caso exista um efeito secundário raro, como Choque que leve a morte, é muito superior as consequências das outras doenças?

        É que já foi reportado… não foi 1 nem 2.. Esta gente da para rir!

        • ToFerreira says:

          Um efeito secundário raro é mais precoupante que uma pandemia com as consequências que estão à vista? Rir de quê?!

        • Toni says:

          Sim… Todas as vacinas assentam neste pressuposto… Todas as vacinas do Plano Nacional de Vacinação têm efeitos secundários desde leves, moderados a graves, incluindo a morte. Os medicamentos também. Benuron, Ibuprofeno… todos

          Cumprimentos

      • A.F. says:

        Se estudasse, iria perceber que as vacinas têm uma Autorização Condicional, logo passam a ser duvidosas para mim, como também as probabilidades de acontecer-me algo como ao amigo deste senhor “CRP” (https://pplware.sapo.pt/ciencia/covid-19-variante-delta-duplica-risco-de-internamento-diz-estudo/#comment-2842532), são existentes, e mais, prefiro usar a minha imunidade natural (nunca fui a um hospital ou centro de saúde, por motivo de doença e o mesmo para família restante) e do meu lado ninguém foi vacinado nem vai ser, mas fazemos testes, usamos mascaras e desinfectamos as mãos.
        Penso pela minha cabeça, não gosto de ser coagido e não me deixo influenciar pelo medo( nem pela Internet, nem pela comunicação social).
        Contudo defendo e aceito que quem pretender ser vacinado que o faça.
        Espero ter satisfeito a sua curiosidade.

        PS: Não vou entrar em discussões, nem em troca de contradições, nem respondo a mais nenhum comentário, de ninguém. Cada um fica com a sua opinião. Estou cansado das opiniões, afirmações e factos, tanto dum lado como do outro.

        • Toni says:

          Caro A.F… quando se inicia uma resposta pela frase ” Se estudasse” , está apenas a demonstrar uma total falta de respeito para com quem lhe fez perguntas válidas. Na verdade,interpreto esse comentário jocoso de forma leviana pois o senhor não sabe quem está a responder ou as quais as minhas habilitações literárias, assim como a minha área profissional. Enfim… no entanto muito me apraz que nem o senhor ou a sua família alguma vez tenham recorrido aos serviços de saúde por qualquer motivo de doença. No entanto, quero relembrá-lo que a imunidade natural não existe na grande maioria das doenças adquiridas, quer sejam de origem bacterian, viral, fúngica, protozoária ou outras. No caso da doença provocada pelo coronavirus Covid19, não existe imunidade natural… mais uma vez fico muito satisfeito por tomar todas as precauções. Um bem haja. Cumprimentos

          • A.F. says:

            Concordo plenamente com citado “total falta de respeito para com quem lhe fez perguntas válidas”, desde já as minhas sinceras desculpas.
            Todo o resto, mantenho o que disse, respeito o seu argumento, contudo é apenas o seu argumento, que vale o que vale.

          • A.F. says:

            “Todas as vacinas do Plano Nacional de Vacinação têm efeitos secundários desde leves, moderados a graves, incluindo a morte”

            No entanto, no seu conhecimento profissional, diz que mesmo havendo probabilidade de efeitos colaterais irreversíveis de qualquer medicamento, e como especialista no assunto afirma que se deve prosseguir com o tratamento para proteger os outros, mesmo que essa vacina(medicamento) tenha que ser administrada contra a minha vontade. Que eu saiba não cometi nenhum crime, e a pena de morte foi abolida.
            Eu tenho que morrer (ou outros efeitos colaterais) para outros ficarem vivos (saudáveis), ou então interpretei mal.

            Grato pela sua amabilidade e troca de opiniões. Cumprimentos

        • ToFerreira says:

          Andam os investigadores a estudar durante anos, a investigar durante meses ou anos, a desenvolver conclusões que são avaliadas e validadas por outros, para quê? Afinal basta “pensar pela minha cabeça”. A diferença é que estes entram em discussões, aceitam contradições e têm de responder a outros, e têm de assumir as consequências dos seus actos.

  3. Joao says:

    A serio? Foi na China que apareceu? Não tinha mesmo ideia

  4. Joao says:

    Noticia TSF de Dezembro 2020
    ” Pandemia, cuidados de saúde e envelhecimento
    Segundo o sistema de informação da mortalidade da DGS, na comparação homóloga com 2019, até 10 de dezembro, os 115 mil óbitos contados até agora representam uma subida que ronda os 9%.

    Este ano, 2020, teve até agora mais cerca de nove mil mortos que em igual período de 2019 sendo que, recorde-se, perto de 5 mil foram causados diretamente pela Covid-19.”

    Entao quer dizer que de Dezembro ate agora morreram 12.721 pessoas de Covid.
    Ai estes numeros, estes numeros ai ai

  5. Sardinha Enlatada says:

    “embora, até ao momento, não existam indicações concretas de planos para atentados.” Nao tem certeza de nada do que vai acontecer mas ja estao a preparar terreno na comunicacao social. E assim que se comecam os boatos, depois e o caos que se ve, previsoes que nao acontecem mas que foram divulgadas. Com o terrorismo e a mesma coisa. So ainda nao explicaram foi porque motivo terroristas iriam fazer isso. O que nao falta por esse mundo fora sao vacinas a serem fabricadas, mais lote menos lote destruido iria parar alguma coisa ? Mas pronto agora ate os terroristas entram no barulho do virus. Nao tem medo de ser atacados pelo covid ? lol

    • ToFerreira says:

      “So ainda nao explicaram foi porque motivo terroristas iriam fazer isso”.
      Segundo parágrafo: “Attacks on such targets would both hit large crowds and generate intensive media coverage”
      Mais um que “pensa pela sua cabeça”.

      • Sardinha Enlatada says:

        LOLOL oh ToFerreira e isso e la motivo ? atingiriam grandes multidoes ? Oii ? Gerariam intensa cobertura de media. Bem isso ate pode ser verdade mas o que nao faltam por ai sao noticias Covid mais uma menos uma nao ia fazer diferenca.

        • Hugo says:

          Gerariam imensa cobertura de media?loooool o Google tradutor está quase perfeito ahahah
          O sardinha não acredita em ninguém. Nem em cientistas, secretas, na mãe, no pai. Este homem é um visionário.

  6. Marco Duarte says:

    Parei de ler onde diz “contra o negacionismo” Portanto os vacinados nao espalham o covid nem vão parar ao Hospital muito menos podem morrer de/com covid LOL ,artigo escrito logo por quem onde nao se podia esperar outra coisa, mentes pequenas pensamentos curtos .

    • ToFerreira says:

      Escreve agora em português, a ver se te percebemos.

      • jonas says:

        ToFerreira, yá, realmente também não entendi o que esse gajo está prai a tentar dizer….

        • Marco Duarte says:

          @jonas “gajo” deves de pensar que estás a falar com a tua família de adotados só pode .

          @ToFerreira quando acabar a “febre” do Covid vais fazer o que mesmo da vida.

          @Hugo Conclusão: Não se pode questionar nem duvidar pois dessa forma mete se um rotulo de “negacionista” , quem levou a vacina magina deseja logo a morte a quem optou por nao levar . depois o pensamento curto é meu.

          • ToFerreira says:

            Achar que hoje depois do covid vou acabar fazendo o que onde sempre fiz mas a ti quanto já não sei sendo portanto alghém assim tão dotado Lol ,só digo que ,ser .um grande desperdicio ser estando .perdido nestes Lol comentarios

          • Sardinha Enlatada says:

            O ToFerreira quando terminar a pandemia vai ficar no desemprego. Vais cortar mato lol

      • Marco Duarte says:

        @ToFerreira Escreve agora em português, a ver se te percebemos.

        • A.F. says:

          Realmente, por muito esforço que faça não consegui entender patavina.
          Mas criticar outros por dizer “encima” já não importa.

          Sempre me ensinaram que para corrigir os outros, temos que ter moral para o fazer.

          • Pedro V says:

            Lamento, mas lá tenho de insistir no mesmo.
            Em Portugal fala-se muito do banal, do supérfluo. A todo instante se apontam dedos. Enquanto por aí não derem um passo em frente nas mentalidades, não passarão dos coitadinhos da Europa. Portugal é visto como uma Roménia. Um pouco mais evoluído pois é ajudado pelos países mais ricos desde 1986. Não é assim de estranhar que quase ao fim de 40 anos de ajudas não consigam alimentar muito mais do que egos.
            O futebol… Os programas de mal-dizer… As novelas umas atrás das outras… O país dos coitadinhos que não conseguem ter uma troca de argumentos sem mostrarem a sua pequenez. Os políticos são o vosso espelho.

    • Hugo says:

      Se há vacinados que morrem à tua conclusão é que a vacina não serve de nada? Não é assim que funciona. Como disseste, e bem, pensamentos curtos, é o que tens.

    • A.F. says:

      “Marco Duarte” como bom Português que sou entendi perfeitamente a tua escrita, não sou como o Espanhol, que não faz o mínimo de esforço, para perceber seja o que for.
      No te entiendo, no te entiendo!

  7. Pedro V says:

    Fake news… Quem controla os mídia controla a informação. Quem controla a informação controla as massas. Depois de espremidos os limões, vai-se a ver e contam-se pelos dedos de uma mão os “controladores” (donos) dos mídia.
    Um dos Rothschild dizia há uns anos que a Internet tinha sido a pior invenção. Isto porque ainda era “livre”. Hoje já dorme mais descansado. Os polícias do pensamento já dominam tudo.
    De dia para dia a mordaça vai ficando mais apertada. Até ao dia.

    • ToFerreira says:

      Ainda gostava de saber quando foi a altura em que cada um podia dizer livremente o que quisesse sem consequencias.

      • CRP says:

        A Ignorância, Fanatismo e o Medo matam mais do que qualquer vírus.
        Fanatismo é uma doença, e compromete a saúde mental.

        O fanatismo, é classificado como uma doença. Ele é um comportamento disfuncional, e é considerado um transtorno mental, e se caracteriza por uma crença ou comportamento que não admite refutação, que é defendida de forma obsessiva e apaixonada e que deixa muito pouco espaço para a tolerância às ideias contrárias.

  8. José Maria Almeida Rainha de Oliveira Simões says:

    Esta palavra “negacionismo” faz-me lembrar uma outra inventada pelos camaradas, a palavra “retornado”. Ou este outro chavão das “alterações climáticas” ou da “sustentabilidade” ou “Fake News” (tudo aquilo que não convém ser divulgado). Esta nova do “terrorismo” é a pérola encima do bolo. A nova ditadura até já inventou o “passaporte covid-19”. Salazar, volta que estás perdoado, ao pé destes eras um democrata. Diria mesmo um santo.

    • Hugo says:

      Por mim ias pra Coreia do Norte. Ficávamos ambos felizes e não se estragava casa nenhuma.

      • José Maria Oliveira Simões says:

        Thanks, but no thanks … Não aceito a oferta do bilhete da viagem para essas bandas!
        Vá para lá vocemecê. Ides e não volteis! E não digais que ides daqui deste jardim à beira mar plantado. Desta terra Lusa, de onde partiram um dia em naus para as sete partidas do mundo, homens garbosos (homens mesmo de verdade). Mas, aceitai esta outra sugestão, ide para a China. Recomendo vivamente, lá até tem campos de reeducação , mais ou menos, como na antiga Alemanha Nazi … vulgo, campos de concentração (os gulag chineses) . São um tipo hotéis, aonde lhe oferecem umas frugais refeições com dormidas gratuitas e claro está, trabalhos forçados. A mim, não põe você uma rolha na boca. Ainda está para nascer o primeiro … quantos são ? quantos são ? (em ar de desafio).

    • ToFerreira says:

      A palavra “encima” também foi inventada pelos mesmos camaradas, no contexto (errado) em que foi usada?

  9. Sardinha Enlatada says:

    A pandemia esta a morrer, so alguns combatentes neste site e que continuam a acreditar nela. Para o ano ha mais com a variante Delta plus ++ pro versao sem limites. Desta vez nao e no braco, tem de preparar o rab*nho

    • Hugo says:

      Onde queres chegar com essa tentativa de piada imbecil? Levar medicação no rabo é homossexual? Homossexualidade tem piada? Estás a escavar cada vez mais fundo. Nem o meu avô tem essa mentalidade.

  10. José Maria Oliveira Simões says:

    Não é piada !!!! É um facto que aconteceu na China. Em vez de dar a vacina no braço, obrigaram os pobres diabos a arriar as calças. É uma coisa que me faz confusão tal ter acontecido. Mas enfim, já nada me admira … O que acontece nos Países socialistas e comunistas é de ficar pura e simplesmente com os olhos em bico. Já há até o passaporte convid, por isso não me admira que um qualquer trambolho prepotente, candidato a ditador bacoco, se lembre de obrigar o macacal a arriar as calças. Por exemplo, na Africa do Sul, a policia entrou num hospital para prender os médicos que medicaram doentes com covid-19 com um medicamento “proibido”. Esse tal medicamento “proibido” é uns dos que tem salvo muita gente em todo o mundo. Já agora, um pedido. Deixe de ser mal educado e insultar os outros. Administração pplware … onde anda o moderador ? Aqui fica o repto …

    • Hugo says:

      E então? Nunca levaram supositórios? Acho que já têm idade suficiente para ultrapassar isso e assumir que se fosse eficaz…não haveria problema absolutamente nenhum. já agora eram testes por via anal e não vacina.
      Em ralação à história que contas os medicamentos não eram para o covid19 embora fosse “vendido” como tal e eram provenientes de mercado paralelo. Obviamente que foram interceptados.

      • José Maria Oliveira Simões says:

        Por acaso também me chegou aos ouvidos, os tais testes no anus (mas é tão descabelado que não quis acreditar). Quanto aos medicamentos, é sintomático que tenham mandado prender os médicos. Para o comum dos mortais, o mais importante é salvar vidas. Essa de mandar proibir medicamentos que ajudam a curar (comprovadamente eficientes e eficazes) os doentes de covid é de pasmar. Entre deixar morrer ou salvar as vidas, vejo com bons olhos usar os medicamentos “proibidos”. Não há duvida, o dinheiro a falar mais alto! Os lobbys das farmacêuticas tem um poder incalculável. É a tal base, “FAKE NEWS” (não convêm, portanto … pimba, cá vai disto).

  11. Angel says:

    Na minha óptica , alem das farmacêuticas , se o terrorismo entrar nisto e claro tem que ter algum lucro não por pura maldade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.