Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: Variante Delta duplica risco de internamento diz estudo

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Hugo says:

    Espero pelos comentários dos especialistas cá do sítio 😀

    • Spoky says:

      Sim, claro até porque os especialistas sabem o que dizem, hoje dizem A, amanhã dizem B, depois do amanhã dizem C.

      E isto juntando vários especialistas temos aqui uma variedade de opiniões, decisões e alarmes.

      Afinal quem é que é o especialista e quem é que está a dizer a verdade? Algum deles terá que estar enganado ou a mentir!

      Oh wait, já me esqueci é o Hugo, o gajo com a mania que as pessoas “negacionistas” não podem ter a sua opinião / teoria.

      Mas os ditos “especialistas” podem e eles próprios contradizem-se uns aos outros. Mas isso claro que o menino Hugo não quer saber ou finge que não vê.

      É assim.

      • Roger says:

        Hugo, pescaste o maior chalupa do site.

      • Hugo says:

        A ciência evolui… Os ignorantes criticam. Um dia vai haver uma solução, melhor que as actuais pelo menos… E adivinha de onde surgirá? Podes ter a tua opinião mas se não é fundamentada, no mínimo, não a tentes sobrepor ao aos factos até então comprovados. Se tiveres fundamento serei o primeiro a dar-lhe valor.

        • Spoky says:

          E onde é que as dos especialistas é fundamentada? Eles fazem previsões, não podem fundamentar algo que não aconteceu

          São teorias lá está, previsões. Que podem tanto dar certo como errado, não deixa de ser uma teoria!

          Percebeu? De diferente não têm nada. Volto a repetir os especialistas que criticam os negacionistas ou aqueles que tem a opinião diferente e pontos de vista fazem o mesmo! Contradizem uns aos outros.

          Se um especialistas certificado em medicina tiver um canal no YouTube e dar a sua opinião é um charlatão, fake news.

          Se for na TV já é especialista é para rir! Com vocês mesmo.
          É para rir ou para chorar?

          • ToFerreira says:

            Estás mesmo a falar a sério?!
            Não sabes distinguir uma opinião de uma previsão fundamentada???
            A opinião de um “certificado em medicina” vale tanto como a de um certificado em construção civil, se não for fundada. A tua ignorância sobre algo tão básico é mesmo para chorar. Se aparece o dr. xing xong, com 90 anos, demente, mas que ganhou o prémio nobel da medicina há 30 anos atrás, já vais comer tudo o que ele disser sem confirmar a fundamentação.

      • Manuel da Costa says:

        99% dos negacionistas acreditam que já morreram 800000 milhões de pessoas, só de serem vacinadas, quando menos de 2000 pessoas morreram de Covid-19 no mundo todo.
        Este resultado foi obtido na manifestação, no Porto, com mais de 16000 pessoas, onde André Ventura acabou por ser infectado, há 3 semanas atrás.

    • honorato says:

      eu estou a ver que quer tenhamos a vacina ou não os vírus espalha se na mesma so ajuda a que nao vamos para UCI nao é verdade os que especialistas dizem.

      • Manuel da Costa says:

        Se não és internado, é sinal que a vacina te protege. Com toda a gente vacinada, o vírus acabará por ficar sem espaço e vai desaparecer. É que estar infectado 7 a 10 dias, com a vacina, não é estar infectado 60 a 180 dias, como tem acontecido com milhares de pessoas, mesmo que com poucos sintomas.

      • ToFerreira says:

        Tu “estás a ver”… vês isso nas borras do café ou nos búzios?

  2. Ricardo says:

    Usem uma máscara por favor salvem os mais frágeis e muitos que julgam estar fora das estatísticas

  3. Filipe says:

    O medo…
    Ora, idades? Patologias? Quadro clinico?

  4. R says:

    Se querem noticiar com rigor, incluam o link para o estudo por favor.

  5. Alpha says:

    Como é possível o chorrilho de estudos da treta até em revistas como o The Lancet.

    “This cohort study was done among all patients with COVID-19 in England between March 29 and May 23, 2021”

    Ou seja, com uma em declínio e outra em ascenção nesse período :D.

  6. art says:

    Segundo o Dr Geert Vanden Bossche a grande disseminação da variante Delta foi consequência da interação do vírus com a população vacinada , ou seja o grau de imunidade da população….All of the more infectious variants were isolated before end 2020. So why is it that only quite recently have the more competitive ones started to spread widely…. it can, indeed, be difficult to understand that viral spread in a population is determined by the interplay between viral infectious pressure and population-level immune pressure. O Froes que explique melhor já que aPfizer e AstraZeneca lhe pagam https://andre-dias.net/os-lucros-do-vendedor-de-medo-e-vacinas-froes/ . No fundo , o que as vacinas fizeram foi selecionar a variante mais perigosa…

    • Nuno Teixeira says:

      “No fundo , o que as vacinas fizeram foi selecionar a variante mais perigosa…”

      Sim, claro! As vacinas selecionaram uma variante que nem existia na altura…

      • art says:

        Não percebes nadinha ..mas deixa lá que os especialistas de tv também parece que não, embora agora percebo que o Froes faz figura de parvo só para vender vacinas e ganhar mais…ao ficares protegido especificamente para um tipo de vírus , ficas desprotegido para as variações ..assim permites que as variantes mais recentes se reproduzam mais livremente…por isso é que os vacinados podem ser muito perigosos para os não vacinados …nem sequer se sabe quando surgiu o covid-19 , mas pelos vistos tu sabes tudo..tiraste-lhe uma foto quando surgiu ?

    • Luis Rosalino says:

      Quem é o André Dias?

      • art says:

        está no blog …O meu nome é André Dias. Sou Doutorado em Modelação de Doenças Pulmonares pela Universidade de Tromso, na Noruega, casa do Centro Norueguês de Telemedicina parceiro de referência da OMS. Desenvolvi o trabalho experimental no Instituto de Estatistica médica e Epidemiologia da Universidade Técnica de Munique em colaboração com o Helmholtz Zentrum Munique, uma das mais prestigiadas instituições do mundo na área de investigação em epidemiologia.

    • Manuel da Costa says:

      Olhó site que afirmou que morreram 8000 jovens no Porto no passado dia 12 de Agosto… é com um site que vendeu mais de 540000 euros em publicidade, com vídeos de ambulâncias “a recolher 50 a 60 cadáveres em cada visita” é que serve de prova? ROTFLLLLLLLLLLLL

  7. LR says:

    Tens noção de que a variante Delta apareceu no ano passado, certo? Antes das vacinas, sabias? Ou seja, o vírus trabalhou por antecipação…

    • Manuel da Costa says:

      Aquele site é um desinformador em grande.
      Foi o principal promotor da parvoíce que morreram centenas de pessoas com a vacinação… apresentando coisas ao estilo dos “médicos pela verdade”.

  8. sempaleio says:

    outra vez arroz

  9. TugaStone says:

    Mas que bom. Mas que bom que é os vacinados estarem tão mais protegidos do que os negacionistas. Que bom que é vivermos num país de carneiros. Será que assim nos vão deixar em paz? ou vão continuar a chamar-nos de assassinos insensiveis ( apesar de sermos uma extrema minoria ), responsáveis por todos os internamentos UCI em Portugal? Será?

    • honorato says:

      eu estou a ver que quer tenhamos a vacina ou não os vírus espalha se na mesma só ajuda a que não vamos para UCI não é verdade os que especialistas dizem.

    • Hugo says:

      Inventa o que quiseres. És parte do problema e não da solução. Disso podes ter a certeza. Não há volta a dar.

      • Antonio says:

        E quando estiver uma média de 90% de pessoas vacinaras e as variantes, internamentos e mortes continuarem a acontecer, a quem vão atribuir as culpas?
        É no próximo inverno quando os internamentos e mortes forem maioritariamente de pessoas totalmente vacinadas, que desculpa vão dar?
        Há pessoas que ainda não perceberam que a realidade ultrapassa a ficção.

        • miguel says:

          lol não estragues a pintura, quero ver daqui a 2 meses quem eles vão culpar já que quando tiver 90% já não podem deitar a culpa aos tais “negacionistas” já que praticamente quem morre está tudo vacinado que são os idosos.

          Mas não se preocupem “vai ficar tudo bem” 😀

        • Hugo says:

          Sim, se tivéssemos 100% da população vacinada continuaria a morrer gente de covid. Lá está, o facto de usarem esse argumento mostra o quão ignorantes são e o quão longe da realidade andam.

          • Hugo says:

            Também ninguém atribui culpas aos negacionistas nem procuramos desculpas para o que quer que seja. Só tentamos que sejam menos burros. Deviam era agradecer 😀

          • Antonio says:

            Ignorantes?
            Eu até sou Eugenista e defendo que o planeta Terra só entra nos “eixos” se morderem 3/4 da população mundial.
            Estás a perceber onde quero chegar, ou é preciso fazer um desenho?

          • Hugo says:

            O que aconteceria se amanhã ficasse apenas 1/4 da população no planeta? Acabava o aquecimento global? Acabavam as guerras? A fome? O covid?
            Faz lá um desenho.

          • Antonio says:

            Se não percebeste o desenho, só “mostra o quão ignorantes são e quão longe da realidade andam”.
            Respondo com a tua afirmação. Percebo que andas mesmo longe da realidade. Eu disse que a realidade ultrapassa a ficção. Não chegaste lá ainda? Se não chegaste, nunca vais chegar. Continua na tua ignorância, que eu fico com a minha, porque infelizmente “só sei que nada sei”.
            Bom fim de semana.

          • Hugo says:

            LOOOOL O típico “só digo mais uma coisa: não digo mais nada”.

        • ToFerreira says:

          Vocês estão a falar a sério?!
          É óbvio que quantos mais estiverem vacinados, maior vai ser a percentagem de vacinados internados e mortos. Não invertam as coisas para enganar as pessoas! Se querem saber os efeitos das vacinas têm de comparar é a percentagem de vacinados internados e de não-vacinados internados.

    • Manuel da Costa says:

      Será que o que aconteceu ao vosso grande líder (e não estou a falar dos 7000000000000000000 “médicos pela verdade” “juízes pela verdade” e “jovens contra o governo e a DGS”) na manifestação de negacionistas, no Porto, onde 873 pessoas foram infectadas? Cerca de 77% dos presentes, deram positivo em testes feitos entre 6 a 12 dias depois da dita manifestação.

  10. Sardinha Enlatada says:

    A mim me parece que esta variante delta ser mais perigosa e uma ideia abstracta criada pelos media. Existe algum site oficial que confirme a letalidade desta variante ? Numero de mortos ou internamentos tambem ajudava a perceber o perigo desta variante ou nao. Senao arrisco-me a dizer que esta variante e para continuar a fomentar o medo, que ja e pouco entre as pessoas.

    • Hugo says:

      E eu arrisco-me a dizer que és burro. Ficamos empatados mas eu tenho as probabilidades a meu favor.

      • Sardinha Enlatada says:

        Pesoal e so para avisar que este Hugo e um autentico vampiro. Ha outros tambem por aqui entao e evitar as diarreiras deles. Hugo arranja uma namorada se nao tiveres e deixa a opiniao dos outros em paz, se e burrice ou nao e a minha opiniao. Arranja uma para ti.

        • Hugo says:

          Não vás pra esses lados. Não sabes nada sobre mim. Limita-te às asneiras que tens dito por aqui que já tens pano pra mangas.

        • ToFerreira says:

          Sai mais um comentário, mais uma falácia – argumentum ad hominem.
          Como queres ser levado a sério, se não consegues construir um único comentário não falacioso?!

    • ToFerreira says:

      “Site oficial”… “revista médica Lancet Infectious Diseases” diz-te alguma coisa? Ou um site oficial é o que alguém referiu ali para cima, onde cada post está carregado de falsidades?

    • Nuno Teixeira says:

      Sabes a diferença entre opinião e factos? Este artigo indica um estudo que analisou o risco de internamento entre as variantes alpha e delta através de dados de pessoas que foram internadas.

  11. C.V. says:

    E a variante que vem aí em 2022, que os especialistas dizem que é muito mais mortífera que a delta?
    E também dizem que os não vacinados é que vão ser os supercontagiadores?
    Estes especialistas é que são bons. Não sabem qual é a variante nem onde vai surgir, mas já sabem que é muito mais mortífera, que vem no inicio do ano e que os não vacinados é que vão ser os supercontagiadores.
    Ó Hugo diz lá à gente qual é a variante, vá lá, não faças sofrer a malta.

  12. Sardinha Enlatada says:

    Tu tambem es ToFerreira. Levar a serio ? Tudo nesta pandemia e contraditorio e muitas coisas falso. Nunca vi um virus ser assim para as pessoas. Ou e A ou B nao e A nem B. A unica coisa que sabemos e que mata pessoas sem duvida, mas agora o numero de mortes e aquele. Voces querem inventar o que ? Querem aumentar uma gota parecendo que e um Oceano ? Tenham juizo, e parem de formentar medos e falsidades. Isto e tanto uma pandemia como a gripe que por obra magica agora nao ha casos de gripe. E se a mascara ajudou a evitar casos de gripe e nao ajuda a evitar casos de Covid ? Ahaha esta comunicacao social devia ser mais criativa nas mentiras. Repito, tudo a volta deste virus sao mentiras ou meias verdades, ninguem consegue provar-me o contrario. Mas cada um com sua opiniao. Hoje a variante Delta, depois a Delta ++ o objectivo disto e prolongar a agenda Covid, eles sabem muito bem o que andam a fazer. Esperemos que aquela accao em tribunal venha a dar frutos. Ê para voces ja nao respondo mais.

    • ToFerreira says:

      A ti ninguém te consegue provar nada porque mesmo esfregando os factos na cara, olhas para o lado, olhas para o dr John Doe que tem uma opinião sem dados que a fundamentem e comes tudo o que ele disser, está provado só porque saiu da boca dele.

    • A.F. says:

      “E para vocês já não respondo mais.”
      Já devias ter feito isso a mais tempo, estas a gastar energias com formatados.
      Se ninguém lhes der trela, eles ficam a falar sozinhos.

      Isto esta começar a mudar, tenho falado com algumas pessoas que reconhecem que foram manipuladas pela comunicação social e caíram à 1ª, mas já não caiem na 2ª.

      • Nuno Teixeira says:

        Confundes um pouco manipulação com o comportamento dos virus. Como se um virus fosse uma coisa estática e todas as pessoas reagissem da mesma maneira às vacinas.

        • CRP says:

          Acabei de falar com um vacinado que cruzava-me todos os dias com ele(Jogging diário),mas já não o via a algum tempo e hoje mal o reconheci.
          Estava parcialmente paralisado do lado direito (o olho direito quase saia da orbita), e o motivo desta situação (AVC) foi causada após 3 horas da toma da 2º dose e já na 1º teve sintomas graves que ficou de cama quase uma semana.
          Com muita dificuldade lá se conseguiu exprimir (lágrimas no olhos) o sentimento de raiva dele contra a vacina porque vai ficar com sequelas físicas e emocionais para a vida toda, chamando de assassinos todos aqueles que defendem a vacina fervorosamente.

          Eu também sou vacinado e até estava preparado para a 3º dose mas depois deste episódio no meu corpo não entra mais nada, e mais revoltado estou, por este tipo de noticias não ser divulgado a alertar as pessoas para a possibilidade de sequelas graves. Agora até acredito que tenha havido mortes provocadas pelas vacinas mas de certeza que foram silenciadas.

          Pimenta no Cu dos outros é refresco no meu, aprendi o verdadeiro significado desta frase.

          • CRP says:

            Quando vi este video (youtube.com/watch?v=r1wc9AHqaKw)pensei que era gozo, depois pensei que era meias verdades pois era de fontes seguras, sabem o penso agora?
            mméééé!

          • Hugo says:

            Uma amiga minha morreu de covid há uns meses. 35 anos. Não bebia. Não fumava. Se estivesse viva poderia ao menos escolher se queria ou não a vacina. O caso do teu amigo é uma infelicidade rara mas a escolha que ele fez foi a certa. Se soubéssemos o futuro isto não tinha piada nenhuma.

          • C.S. says:

            Por isso é que as vacinas não podem ser obrigatórias, senão tinham de pagar uma indemnização ao teu amigo.
            Quem o mandou assinar um papel a dizer que era de livre vontade?

        • Nuno Teixeira says:

          C.S. Incrivel como distorces as coisas.
          Se a vacina fosse obrigatória, isso seria contra as liberdades individuais. Não sendo, é para não se responsabilizarem pelos efeitos secundários.
          Decide-te!

          • C.S. says:

            Onde é que está a distorção?
            É mentira o que eu disse? As conclusões são tuas.
            O que eu decidi já está decidido há muito tempo.

        • A.F. says:

          “mas a escolha que ele fez foi a certa”

          É por isso, que por muito que pintes o Mundo cor-de-rosa, ele será sempre verde e azul para mim.
          A tristeza que me deu essa tua afirmação, porque eras daqueles comentadores que eu ainda tinha consideração.

        • A.F. says:

          “mas a escolha que ele fez foi a certa”

          É por isso, que por muito que pintes o Mundo cor-de-rosa, ele será sempre verde e azul para mim.
          A tristeza que me deu essa tua afirmação, porque eras daqueles comentadores que eu ainda tinha consideração.

        • CRP says:

          “é uma infelicidade rara, mas a escolha que ele fez foi a certa.”

          Ò excelentíssimo cavalheiro, você é formado em Jumentaria?
          (Os jumentos que me desculpem)

          Provavelmente toda as sua família teve um AVC, e você foi o único que escapou, para ficar a ver os efeitos colaterais e poder jubilar-se.

          É uma infelicidade rara, BESTAS como você nascerem.
          (As minhas sinceras desculpas a Sua Mãe, que não tem culpa nenhuma de ter tido um filho com síndrome de Capgras)

          Faça um favor a sociedade e imole-se, porque nem uma morte rápida você merece.

          Se tudo o que eu disse acima, lhe encaixar no seu cérebro de galinha (as galinhas que desculpem também), deia-me a sua resposta para que eu possa ignora-lo.

          PS: Se não responder, é porque também encaixou.

          • Hugo says:

            Sim, escolher a vacina em vez do covid é a escolha certa. E sim foi uma infelicidade rara. Dá as voltas que quiseres ao texto, os números não mentem. Em relação ao teu comentário acho qd que devias tomar um calmante e aprender a conjugar o verbo “DAR”.

          • A.F. says:

            O Jumento armado em srº perfeito como se nunca tivesse cometido um erro gramatical e aproveitando-se do mesmo erro para justificar a falta de capacidade de ser empático, até com a própria família.

            Tomem a vacina que se não tiverem efeitos colaterais agora, vão te-las no futuro, ou não.
            Mas como sempre defendi, que cada um tem que decidir por si próprio, se deve permitir injectar vacinas duvidosas no seu corpo, mantenho a mesma posição.
            Não há-de ser estes pseudo-especialista, com argumentos duvidosos, que façam mudar de ideias aos mais atentos.

            Acredito mais que pseudo-especialista daqui, sofram Síndrome de Cotard, ninguém os leva a serio.

            Dou por terminada a minha intervenção neste artigo, ignorando por completo os Imortais Cotard.

          • Hugo says:

            Informem-se. O que eu disse é verdade e o estudo não é meu. Acho que não faltei ao respeito a ninguém. Foram vocês que o fizeram. Manquem-se.

          • Hugo says:

            Se lês o comentário dele e o meu e achas que eu é que insultei recomendo-te aulas de Português, porque algo está mal nessa cabeça.

  13. SANDOKAN 1513 says:

    Eu só espero e até peço a Deus que não apareça mais nenhuma variante deste vírus que é para ver se isto desaparece o mais rápido possível. 😐

    • Antonio says:

      Sandokan 1513, era bom que assim fosse, mas não é essa a agenda. A agenda é o prolongar ao máximo todo este “circo”. Claro que o vírus existe, mas a forma de o “rentabilizar” é inédita na história.
      Só daqui a 20 ou 30 anos é que se vai ter noção do que atualmente está a acontecer.

  14. João says:

    Acho que não é isso que diz o estudo: “The HRs for vaccinated patients with the delta variant versus the alpha variant (adjusted HR for hospital admission 1·94 [95% CI 0·47–8·05] and for hospital admission or emergency care attendance 1·58 [0·69–3·61]) WERE SIMILAR to the HRs for unvaccinated patients (2·32 [1·29–4·16] and 1·43 [1·04–1·97]; p=0·82 for both) but the precision for the vaccinated subgroup was low.”

  15. Sardinha Enlatada says:

    So para acrescentar mais uma coisa, todos estes estudos sao meras opinioes, alguns podem estar certos outros errados, mas se nao passarem de estudos, sao apenas isso mais teorias. Isso nao se reflecte necessariamente numa verdade.

    • Nuno Teixeira says:

      Deixa de ser BURRO! Este estudo não é uma opinião é uma análise feita a partir de DADOS. Aliás todos os estudos sérios e que sigam o método científico são feitos a partir de dados

      • C.S. says:

        A talidomida também era muito boa para o enjoo das grávidas. Esteve mais de três anos no mercado, vê no que deu. É sempre tudo muito sério.

        • Hugo says:

          Nada como recuar para o século passado e assumir que o que aconteceu se voltará a repetir para provarmos o nosso ponto.

        • Nuno Teixeira says:

          Porque na altura que a talidomida foi descoberta (nos anos 50) não se acreditava que os medicamentos afectavam os fetos.
          Quando se detectou que esse medicamento realmente provocava malformação os medicamentos começaram a ser obrigatoriamente testados em coelhos e macacos que ‘simulam’ a formação de fetos tal como os humanos.

    • Hugo says:

      Aiaiai… Não acreditas na malta burrinho. Devias voltar à escola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.