Quantcast
PplWare Mobile

Xiaomi poderá estar a criar os seus próprios processadores com a ajuda da MediaTek

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. Renato Nismo says:

    depois não lançam kernel e source decentes para:
    – comunidade fazer custom roms nas próximas 5 novas versões android estáveis

    – trabalharem com xiaomi.eu sem grandes problemas, muito melhor que rom chinesa e global

    – a possibilidade de recuperar do hardbrick via software, sem pagar a authorized account ou levar à loja Mi que fica centenas de kms

    – muitas versões do google camera e hypercam são simplesmente “plug & play”, só instalar e funciona pelo menos alguma coisa, depois os devs optimizam uns dias e fica perfeito, não como o do Wyroczen com o RN8Pro que ainda está há 8 meses a ser optimizado e o Night Mode continua longe da perfeição

    – depois de 3 4 ou 5 anos ainda exister suporte a apps e certificação playstore, no meu caso RN2 com mediatek de 5 anos já não quer instalar messenger e 1 outra app mais recente e a solução foi apkmirror, e já empancou completamente devido a problema de playstore e serviços google, devido a certificação expirada, e eu resolvi com root e editar o build.prop, e tenho tlm de reserva e tablet da snapdragon, ainda mais antigos, e funcionam na boa.

    só os que não exploram a fundo e trocam tlms todos os anos é que teimam a dizer que mediateks são melhores, sem saberem desses problemas todos, isto para além do aquecimento e battery hungry.

    snapdragon continua a ser o rei quase disto tudo.

  2. Luis says:

    Parceria com a Mediatek? Fiquem quietos mas é..

  3. Boas noticias says:

    Isto são boas noticias, quem critica não tem noção da realidade.

    A Qualcomm quer o monopólio do mercado para praticar os preços que bem entender.
    Ainda bem que os dois maiores players (Samsung e Huawei) não usam snapdragon, senão o preço do processador seria um absurdo (mais do que já é para terem noção o Snap 865 ronda os 150€)

    Vejo petições na net para a Samsung deixar de usar Exynos e passar a usar Snapdragon e penso para mim, esta gente não tem noção de como funciona o mercado. Com a proibição da Huawei usar os serviços google já se notou um aumento de preços enorme, imagina se a Samsung começasse a usar snapdragon.

    O que se quer é concorrência, a mediatek não tem bom historial, mas do que tenho visto o Helio G90T está muito bom, e o Dimensity parece muito promissor. A mediatek tem é desenvolver um processador topo de gama ao nível da Qualcomm porque na gama média já está bem ao nível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.