PplWare Mobile

Qualcomm mostrou que o seu Snapdragon 8cx é mais poderoso que um i5 da Intel


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. pedro says:

    Finalmente está a acabar a hegemonia da Intel. A AMD já tem melhor custo / beneficio / performance / preço, agora a ARM com processadores com maior eficiência energética …. A iIntel ultimamente só lançava processadores “overcloclados” de fábrica a preços absurdos …. mais nada !!!

    • Pedro Fonseca says:

      Mesmo. E se não fosse a AMD ainda estavamos com lançamentos de Core i7 quad core e 14nm em 2019.

      • int3 says:

        i9 de 12 cores físicos a 2.9GHz aqui.
        Não sei qual é o stress dos 14nm.

        • JCFB says:

          Não é o stress dos 14nm, é o stress de teres produtos da concorrencia com bastante melhor custo beneficio.
          Suponho que tenhas o i9 7920x, processador esse que certamente custou mais de 1000€ e tem um tdp de 140w. Diz-me la se não tem um terrivel custo beneficio.
          Por menor preço atualmente compras um threadripper 2950x de 16 nucleos com (admito, ligeiramente maior tdp) mas melhor performance multicore, e daqui a 6 semanas sera possivel até comprar um cpu com a mesma quantidade de cores a metade do preço.
          Para nao falar que esse i9 é de uma plataforma morta à nascença e que o melhor cpu que funcionará aí vai ser no maximo o i9-7980XE.

    • int3 says:

      Não entendo esse ódio.
      AMD para servir de torradeiras não obrigado.
      Estás-te a esquecer de um pormenor muito importante. ARM, dado que é RISC, tem um custo na performance a médio-longo prazo. Para altas gamas de processadores já é fraco comparando com a intel e AMD, que são CISC, no ISA x86 ou x64-86.
      Os IS em RISC são de cumprimento fixos (4 bytes) por isso tens aqui um desperdício enorme de ciclos e tamanho dos binários ao contrário de CISC que são dependentes do contexto (pode ter 1 byte até 8 bytes ou no seu formato mais longo possível é 15 bytes).

      Por exemplo:
      CISC consegues correr em simultâneo na unidade de aritmética de um número elevado a 8 (exemplo) 2x por ALU (por core) em apenas 1 ciclo e o tamanho da operação é de apenas 4 bytes cada (se é 2x então dá 8 é carregado na perfeição) (0x48C1E108).
      em RISC estás tramado. só corres 1x por ALU por core porque está fixo em tamanho em 4 bytes e por acaso. 0xD378DC00 (é a codificação).

      Um exemplo mais extremo é incrementos. um simples incremento de um registo ocupa apenas 1 byte em CISC. Podes ter então 8 instruções carregadas num único ciclo para incrementar 8 registos distintos. O RISC? 4 bytes complementa desperdiçados e acabas por literalmente usar o “add x0,x0,#1” em vez de apenas “inc rax” por exemplo. (0x91000400 em ARM vs 0x40 em CISC – há otimizações que pode levar a intel ou amd usar 1 byte 0x40 (inc rax) em vez de 3 bytes 0x48FFC0 verificando se o valor pode vir fazer signal overflow).

      Isto foi muito generalizado. ARM (RISC) é boa arch para apenas computação de baixa tensão e performance. CISC (IA-32 e x64) para performance e alto poder de processamento.

      • nomadewolf says:

        Caro,

        Neste momento as torradeiras são Intel!…
        A AMD ganha em IPC, performance/watt e performance/€
        O único motivo para comprar Intel é se o processador velho avariou e tencionares substituir por um novo igual…

    • int3 says:

      Esqueci-me de mencionar que a eficiência energética é igual. Nem te preocupas-te em ver que CPU dai era. i5 ultra-voltage. Por isso é um i5 para laptops fraquinhos. 15W apenas de consumo vs os 7W do ARM. A diferença não é abismal dado que a quantidade de coisas que o intel faz é muitíssimo maior que o ARM. A ARM não suporta instruções AVX (SVE em ARM mas nem sequer saiu para o público).

  2. Fulano says:

    Uma mentira contada muitas vezes continua a ser uma mentira…

  3. PAULO SILVA says:

    Era bom era…
    eu que possa por a mão em um pc com ARM e depois mostro o bench.

  4. Oscar says:

    No Photoshop review, o preview do PC da Intel é bem maior. Será que isso não afeta a performance?

  5. João Loureiro says:

    Esqueceram-se foi de dizer que o PC “Competitor” está a usar a última versão do Photoshop, que é mais pesada, enquanto o deles está a utilizar uma versão mais antiga. Se é para comparar, comparem de igual para igual.

  6. Devsys says:

    Os PCs nem são iguais…
    Já nem val a pena dizer que em termos de compilação das apps, a informação é zero.
    Portanto, tretas.
    Mas apesar de este tipo de publicidade ridícula não ajudar, existe no mercado Lenovo Yoga C630 que quem já experimentou diz ser parecido a usar um computador com Intel i3.
    Na prática, para portáteis, de preferência para pessoas que não usem em trabalho muito intenso, daqui a uns 4 a 5 anos vai ser uma opção a sério.
    Para desktop, tipicamente para grande volume de processamento, nem de perto nem de longe bate o que já existe.

  7. Blackbit says:

    Qual o I5? O de geracao 4? 5? 6, 7 ou 8?

  8. PGomes says:

    Não é de admirar que a ARM esteja a apanhar a Intel em termos de desempenho e com as vantagens da arquitetura ARM em relação ao X86, em termos de consumo, o resultado são CPUs muito mais eficientes.
    Após tantos anos com a divisão de CPUs completamente estagnada. Desde a série 6000 que os CPUs da Intel são meros rebrands com ums Mhz em cima. Zero melhorias de arquitetura, zero melhorias de IPC.
    A Intel é uma empresa parada no tempo, a dormir nos seus sucessos e agora está a perder a sua vantagem.

    • int3 says:

      Aconselho-te a investigar porque só supões disparates.
      ARM não é imune às leis físicas e têm muitos problemas em performance.
      A comparação feita foi minimamente ridícula porque são pcs distintos, com versões de software distintos. Nada por igual, só montes de variáveis ignoradas que afetam os resultados.

  9. Arcanjo_Gabriel says:

    Já andam com essa história à muito mais de 10 anos…

  10. Mário César says:

    Para vosso bem, não façam notícias com “bate um i5” sem especificar no texto qual o modelo. Dá a entender que não percebem do que estão a falar, porque qualquer pessoa que perceba sabe que i5 não quer dizer muito. Pode ser uma versão “u”, pode ser uma geração antiga. Enfim, sejam sérios, ou o vosso público irá cobrar a factura.

    • Vítor M. says:

      Viva Mário. Na verdade, o que dizes não faz sentido (não estás a considerar o artigo e apenas levas à letra uma frase truncada), até porque sendo um i5, mesmo sendo um U, de 8ª geração, não deixa de ter um valor comparativo. Neste caso em particular, a comparação é sobre diferentes arquiteturas, provavelmente isso não percebeste. A intenção, tal como foi mostrado, não é falar dos segmentos, ou dos núcleos, é “comparar” arquiteturas (em desempenho relativo). Na verdade é dar a entender que a Qualcomm tem feito um trabalho notável com o Snapdragon 8cx 😉

      Abr.

      • Tiago Freitas says:

        Concordo com a opinião do Mário César. Foi o que pensei quando li.

        A diferença entre gerações e modelos de i5 são demasiado grandes. No entanto, é claro que o que o novo processador ARM consegue fazer em tempos semelhantes a um outro computador com i5 é extraordinário.

        • Vítor M. says:

          No contexto do artigo, sem truncar as frases, a análise é à arquitetura lado a lado. E sim, isso é extraordinário. Se truncarmos, até podemos dissertar sobre o que quisermos, mas não conta 😉

          Abr.

    • Nuno V says:

      A versão testada do i5 era o 8250U

  11. Nildo says:

    Portáteis ainda mais finos e mais leves, muito bom.

  12. int3 says:

    Deixa só sair o benchmark em GFLOPS e aí quero ver quem ganha.
    Comparar um processador “u” com quase 3 anos, 1.6GHz stock clock com 4 cores é no mínimo idiota.
    Esse i5 consegue em média 9.87 GOPS e 21.36 GFLOPS.
    Quero ver deste mesmo processador o mesmo. Tenho dificuldade em acreditar que está ao mesmo nível.

  13. JCFB says:

    IMO arm e AMD são o futuro.
    Já chega das torradeiras 14nm+++++++++++++++++++++ da intel

  14. nomadewolf says:

    IMO RISC-V FTW!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.