Quantcast
PplWare Mobile

Fábricas de chips na China têm agora também problemas de falta de energia

                                    
                                

Fonte: The New York Times

Autor: Marisa Pinto


  1. Rui Manuel says:

    Têm que pedir ajuda ao João Pedro Matos Fernandes

  2. FreakOnALeash says:

    The perfect storm!
    Por isso a China corre atrás de novas tecnologias de produção de energia nuclear com grande empenho! A fábrica do mundo está demasiado poluída para fabricar com recurso a energia fóssil, mas a produção de energia renovável ou menos poluente ainda não é o suficiente para suprir as necessidades da fábrica!

  3. Rui Ferreira says:

    se calhar chegou a altura de parar com a mineração das criptocenas e canalizar essa energia para a produção industrial 😛

  4. TugAzeiteiro says:

    O grande problema do Sec. XXI… a produção de energia!

  5. Sabe-se lá says:

    Isto parece o “Comand and Conquer” da vida real. Preciso de mais recursos, construo “fábricas”. Depois falta energia! Para aumentar a energia, preciso de contruir “centrais energéticas” ou aumentar a sua produção, mas para isso, preciso dos recursos que não tenho 🙁
    Isto está a ficar bonito… só resta saber se a culpa é só da pandemia ou anda alguém a “fechar a torneira” e a dizer que não há…

  6. Trumpetas says:

    não é muita coincidência a china anunciar que tem armas que fazem “cair/desativar” energia elétrica e passado poucos dias várias fábricas não terem energia?

  7. Ru says:

    E querem toda a gente a andar de carro eléctrico…. Vai ser bonito, o preço por kw.

    • David Guerreiro says:

      Lá não sei, mas em Portugal sai bem caro, especialmente se cais no erro de carregar o carro na garagem de casa.

      • Blackbit says:

        nada mais errado!
        O custo de carregar um carro eletrico é bem inferior ao de encher o deposito de um carro a gasolina/gasoleo.
        Pf pesquisa no google, ha muitos artigos a fazer essas analises de custo.

        • O mundo perdeu o juízo says:

          Essa equação é sobre o consumo diario ou o mensal?
          a conta de carregar o carro todos os dias é mais baixa do que abastecer um carro da mesma classe 2 vezes ao mês ?
          ( 2 x ao mês é o que eu faço )

          • Milhais says:

            Tu fazes o calculo como fazes num carro normal, preco por Km. Vamos a um carro como o Renault Zoe tem um consumo de 165 Wh/km comparando com um carro normal sao 1.8 l/100km. Podes agora ir a tua factura da EDP e ver quanto e que pagas. A bateria do Zoe tem uma capacidade de 55kWh.

  8. Sardinha Enlatada says:

    Mas alguem tem duvidas ? O covid foi o ponto de partida para a nova Era que ai vem. Igual o 11 de Setembro que definiu uma nova era da dualidade da vida. Agora ao fim de nao sei quanto tempo e que ha falta de energia, falta de luz, falta de chips falta de nao sei o que mais e falta de ar. Enfim.

  9. PedroLeal says:

    Agora que todas as transações que involvam criptomoedas foram tornadas ilegais, qual será o proximo bode expiatório?

  10. Electricista de Serviço says:

    Não vos posso apelidar de mentirosos, já que escreveram: “devido à reduzida produção no âmbito do equilíbrio produção x poluição.”, só que, se isto não for trocado por miúdos, não explicam nada. Ponham lá os nomes nos bois. Digam que é por causa da meta verde. Até os comunistas chineses vão atrás dessa balela. Que se há-de fazer. Por cá vamos parar, não por falta de energia, mas por os preços serem exorbitantes. Lá iremos brevemente. Depois gostava de ver os nomes dos artistas que nos conduziram a este descalabro, se não for pedir muito.

  11. Miguel Real says:

    Contudo a população chinesa per capita é de consumismo muito inferior ao da “sociedade ocidental”, (Europa mas nem toda e Americas mas nem todas), assim alem do mercado interno depende das exportações para enriquecer, (e da impressora de notas), mas como ainda acumula muitos “Bilhetes de Tesouro dos E.UA.” tirou partido da ‘dificuldade’ e está com os trunfos do baralho na mão e não se assusta com o “Ocidente”. Concluindo cabe-nos a Nós por cá fazer todo o possível para RRR e Diversificar com o conhecimento que temos e ganhar autonomia da China, Russia, E.U.A., N.A.T.O. sem ficarmos sós mas a um ritmo que nunca foi visto na UE; contas feitas: tá lindo tá ondas de choque a amortizar. Energia…

  12. opl@po.lk says:

    Falta aqui a questão essencial: O governo do Xi Jinping quis impor o embargo à importação de carvão da Austrália quando a Austrália disse que se devia investigar a origem do vírus. O resultado foi desastrodo para a China, dado que não há alternativas ao carvão australiano, que tem alto valor calorífico. E na China mais de metade de toda a electridade é gerada a partir de carvão. Já para não falar que produzem 51% do aço ao nível mundial, que também consome intensivamente carvão.

    Essa guerra comercial levou a um aumento de preço do carvão que já está a levar fábricas à falência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.