Quantcast
PplWare Mobile

Empresa cria PC gaming retro que tem até drive falso para disquete

                                    
                                

Fonte: Origin

Autor: Marisa Pinto


  1. ze ze says:

    Nada inovador até porque imprimir a frente de uma caixa antiga e colar por cima nada tem de retro, apenas demonstra a falta de imginaçao.

  2. Alas says:

    “… atenção aos pormenores teve bastante dedicação por parte da empresa, uma vez que este PC conta até com UMA drive falsa para disquetes…”
    Consigo ver ver DUAS drives de disquetes…..a baixo do leitor de CD’s está um a drive de 5 1/4 mais abaixo a de 3 1/2!!!

    • Rui says:

      Estragaste-me a pergunta 🙂

    • Rui says:

      Ainda vi, nunca as usei, de 8″. Mas de 5 1/4 usei muitas, as de 3 1/2 então nem se fala, primeiro as de 720KB e depois as DD de 1.44MB, que basicamente bastava fazer um furo nas de 720 e milagrosamente passavam a ser DD. Para os mais novos imaginem o que era instalar o Windows 95 ou 98 em disquetes?? Era dezenas de disquetes.

      • Rui says:

        E depois uma delas dar erro (sectores danificados!!!!!!!)
        Malditas disquetes! Assim como os discos rígidos, só nos últimos anos a fiabilidade tem aumentado bastante. À mais de 20 anos, era um luxo um pc sem disco com sectores danificados!!!!!!

        Entretanto descobri a Iomega com aquelas disquetes gordas de 100Mega e abandonei as disquetes de 3 1/2. Ainda tenho por casa o leitor Iomega e disquetes de 100Mega!

        Assim que surgiram as pen USB, tudo passou a ser mais simples!!!!!

  3. Rui says:

    Quem lê a PPLWARE sabe o que é que levava a 2ª baía a contar de cima para baixo? E já viram alguma à frente? 🙂

    A 3ª baía ainda é relativamente recente, mas a 2ª não!!!!

  4. Realista says:

    O RBG fez-me ficar mal disposto…

  5. JR says:

    O botão TURBO que fazia exatamente o contrário <3

  6. Há cada gajo says:

    Eu arranjo umas caixas das antigas com entradas verdadeiras. E com as drives a funcionar.

    • José Carlos da Silva says:

      Na verdade bastavam as frentes das drives, para não ocuparem espaço desnecessariamente dentro da caixa.

      Em tempos cheguei a ter uma dessas caixas antigas com uma tampa cortada, com acrílico ajustado. Mais tarde pintei-a de preto, ficou uma cagada e acabei por investir numa caixa decente eheh

  7. Barquense says:

    E quem se lembra de um aplicativo para formatar disquetes a 2MB?

  8. jorge says:

    basicamente um pc actual, 2x mais caro por causa de um autocolante com aspecto “retro”. Epa, mas esta gente tem assim tanto tempo livre para fazer estas inutilidades?

  9. Helder Pinto says:

    Que treta… “…a atenção aos pormenores teve bastante dedicação por parte da empresa”… um autocolante com a imagem de um leitor de cds e duas drives de disquetes?!?!
    Pelo preço que estão a pedir NO MINIMO metiam tampas plásticas a simular esses dispositivos… moldes para isso não faltam!!

  10. D. says:

    Caixas e paineis branco cinza que ficavam amarelados com o tempo. E o botãozinho do turbo.
    Nos novos computadores escondem tudo de lado.

  11. Fernando Adão says:

    já que era para fazer algo limitado, que o fizesse funcional, podia ter feito uma USB nessa unidade de disquete e um disquete com uma unidade flash, isto seria nostálgico, impressão qualquer gráfica faz.

  12. JCFB says:

    Grande coisa. Agarro numa caixa velha atx e faço o mesmo por menos. E se quisesse ir mais longe ate punha um floppy drive verdadeiro.

  13. lol says:

    Assim é fácil, com autocolantes eu transformo meu PC ate numa Bimbi!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.