Agora é a atualização da Intel que causa problemas aos PCs


Destaques PPLWARE

30 Respostas

  1. Zeze says:

    Andam todos com muito medo. Aos anos que os PC’s teem essas vulnerabilidades para interesse de alguns governos. Agora é que andam aflitos. Deixem lá isso. Que interesse é que alguém pode ter nos vossos PC’s? Se libertaram esta informação de vulnerabilidades é porque já estão a explorar outras que nenhum de nós tem conhecimento. Se não teem nada a esconder preocupem-se com coisas realmente importantes. O preço do barril de petróleo está baixíssimo e o gasóleo está quase a 1.50€ o litro. É o que dá a hipocrisia da energia limpa com baterias cheias de metais pesados. Na prática só estão a substituir o lobby do petróleo pelo lobby da electricidade. No final o prejuízo é quase o mesmo. A Europa é quem menos polui e é o continente que menos margem tem para reduzir a poluição que faz, exactamente por ser quem menos polui. Obriguem a redução de emissões na China, Índia e EUA e desaparece o aquecimento global. Falem do que é importante. Falem da vergonha que é não haver subsídios para acabar com os sem abrigos em Portugal quando há subsídios e casas grátis para os ciganos que nada contribuem para a sociedade. Quando não há dinheiro para a comida de um sem abrigo nas há comparticipação para a metadona dos toxicodependentes. Falem do tipo de governação parlamentar partidária para a qual não houve nenhum referendo e só existe este tipo de governação corrupta porque meia dúzia de iluminados escolheu este tipo de política sem consultar o povo. Falem do monopólio da electricidade em Portugal com preços acima da média europeia. Falhas nos processadores é o menor dos nossos problemas.

    • Rogério says:

      Porque existem vários outros sites / blogs que tratam disso, este aqui é sobre tecnologia.

    • Carlos Reis says:

      Plenamente de acordo.

    • polo says:

      Prefiro estar rodeado do electricos e não levar com o fumo todo nas bentas para não ficar assim.

    • Allez says:

      Per capita, a Europa poluí tanto quanto a China e mais do que a Índia.

      • Jorge L. says:

        Não confundir as emissões de CO2 com a toda poluição que é feita, o CO2 é apenas uma das maneiras de medir um problema maior.
        Mas sim no CO2 Europa está nos tops.

        Top 10 emitters 2013 (% of global total):
        29 China
        15 USA
        10 EU
        7.1 India
        5.3 Russian Federation
        3.7 Japan
        2.2 Germany
        1.8 Republic of Korea
        1.8 Iran
        1.5 Saudi Arabia

    • Nuno says:

      Per capita a Europa não é assim tão limpa como parece. A China se não me engano per capita a China polui tanto como nós, e neste momento investe bem mais que qualquer outro país, e mesmo, mais que a Europa inteira, em energias renováveis e desenvolvimento de nova tecnologias limpas.

    • outeiro says:

      Caro Zeze, não sei a sua idade, mas eu que já tenho idade avançada, votei em 1976 para uma assembleia Constituinte que elaborou a primeira constituição pós 25 de abril, criando um regime parlamentar semi-presidenciaista.
      Votei eu e milhões de portugueses, sendo a maior participação de sempre em eleições em Portugal. Fomos todos nós que votamos que elegeram os deputados à constituinte, com programas bem definidos pelos vários partidos.
      Como vê não foram meia dúzia de iluminados que escolheram este regime.
      É o melhor regime? Penso que sim, e como diria Churchill, político conservador britânico, “A democracia é a pior forma de governo imaginável, à excepção de todas as outras que foram experimentadas”. Bom domingo.

    • Jorge L. says:

      O problema é que qualquer pessoa que trabalhe e construa um futuro, como por exemplo uma empresa. Aí já existirá interesse em explorar essas falhas, seja para retirar informação ou até mesmo dados de contas bancárias o que vai depois prejudicar imensas pessoas.

      O preço do petróleo é preocupante mas não há muito a fazer, muitos países forçam a OPEP a reduzir ainda mais para o preço subir.

      As baterias já são praticamente 100% recicláveis, basta estudar o assunto. A Tesla e a Panasonic dizem que as deles são mesmo 100%.

      A Europa no CO2 é o 3.º maior poluidor, basta pesquisar que em 2013 (do global) – China 29%, USA 15% e EU 10%.

      E mesmo que se pare todas as emissões as alterações climáticas não vão desaparecer de um momento para o outro. O planeta é como uma “bateria”, após estar carregada vai libertando aos poucos.

      Subsídios, ora cá está o grande problema português. É como a droga este problema, vicia!
      Tem de haver é subsídios de apoio ao desenvolvimento do país e à criação de riqueza, só assim se acaba com a pobreza. Estar a dar subsídios é o mesmo que tapar o sol com uma peneira, nunca vão ser suficientes.
      E a metadona embora não fosse apoiante no inicio, salvou muita gente e reduziu os problemas. Anda a passar uma reportagem sobre isso. Muito interessante, dê uma vista de olhos.

      A governação parlamentar não falo porque não me parece que exista alternativa melhor e não vou criticar por criticar. E atenção que não foi escolhida sem consultar o povo, existe desde o 25 de abril e as leis são públicas.

      O monopólio da electricidade – ora finalmente concordamos com algo.

      Mas também faltou falar do futebol… Tanta gente que se deixa embalar a ver uns gajos dar uns toques numa bola com os pés e ganhar milhares e milhões. É triste que a ciência e os grandes feitos sejam colocados de parte assim que se ouve um apito e se dá um pontapé numa bola.

      • Sujeito says:

        Em concordância com a maioria do que foi dito. Mas faço um reparo que costuma passar ao lado:

        Pobrezaa não se termina com a criação de riqueza. A criação de riqueza, da maneira como se tem feito, leva necessariamente a mais pobreza.

    • Hugo Gomes says:

      Tao e o que isto tem a haver com a intel?

  2. Evolution says:

    Bem dito sim senhor

  3. José Pacheco says:

    Mande isto para as redações do ditos “jornais”

  4. João Carlos says:

    Clap clap para o comentário do Zeze

  5. Belmiro says:

    Eu tenho um Surface Pro 3 com um Haswell e nas últimas semanas não recebi nenhum update de BIOS. Após os updates do Windows não tive problemas, quanto a perda de performance nas tarefas habituais (pouco pesadas para o CPU) não notei nada, nas pesadas não sei porque nunca medi antes logo não posso comparar.

  6. Hugo Gomes says:

    Isto agora durante uns meses vai ser uma salganhada de updates que arranjam e desarranjam vai la vai eu se fizer é so do windows. O resto deixa o mar acalmar e ter a certezinha absoluta ainda para mais se vier a dita grande update do windows 10 em março ou abril vai ser outra dor de cabeça para muitos.

  7. AR says:

    Apos o último update fiquei com um erro inaccessible_boot_device. Já tentei varias coisas e nada. Infelizmente não sei porque motivo o restauro de sistema esta desativado quando já o tinha ativado.
    Agora é restaurar o windows, salvar alguns ficheiros, recuperar uma imagem de sistema e rezar para que corra tudo bem. Que belos updates, realmente…

  8. cgi says:

    Eu nunca atualizei o windows 7..nem sp1 tenho
    aqui a bombar E7400 2,80ghz oc 3,60ghz
    não fasso caso de atualizaçoes de segurança

  9. falcaobranco says:

    Eu nunca actualizei uma BIOS de computadores que tive até hoje… e não vai ser agora!! Mas o que o zezé disse, tem razão, existem coisas mais importantes na vida que o computador estar afectado com algo que só agora têm interesse em “vender” a informação…

  10. Zeze says:

    Não comam toda a palha que vos colocam à frente. Em vários artigos na Internet há informação de que quando os veículos eléctricos forem a maioria vai haver um problema para ter matéria prima para o fabrico de novas baterias. Aqui vejo comentários que são 100% reciclaveis. Em que ficamos?
    Vamos ser objectivos e pragmáticos. O que se está a passar é substituir o lobby do petróleo pelo da electricidade. PONTO! Os problemas que aparecerem à posterior o povo paga.
    Só espero é que não inventem uma nova guerra por causa das energias. Se há produto que envolve tanto ou mais dinheiro que as armas, as drogas, medicamentos e telecomunicações é sem dúvida as fontes de energia.

  11. Zeze says:

    E digo mais, deviamos mesmo juntar-nos e criar um movimento ou um partido político, o que quer que seja, anti lobbys e anti corrupção. Este país está uma vergonha. Qualquer um de vós está informado sobre energia. Digam me lá se justifica o que se paga de energia eléctrica em Portugal quando dispomos de tanto parque eólico e de tanta barragem construída pelo estado com o dinheiro de todos nós. Quando somos o país europeu com mais desenvolvimento em energias renováveis. Já nem falo do rácio ordenados do cidadão comum /custo de energia. Quem diz energia dez telecomunicações. É um abuso e o povo português é exageradamente pacífico e “deixa andar”.

    • Jorge L. says:

      Você precisa seriamente de melhorar os seus conhecimentos.
      E quanto à eletricidade, sim pagamos caro mas não exageremos nem espalhe falsidades porque estamos muito longe de ser o país europeu que mais investe. e o que temos não é nada para o que gastamos.
      De resto nem vale a pena discutir.

      • Zeze says:

        Não sou eu que preciso de me informar melhor.
        http://www.edpsu.pt/pt/origemdaenergia/Pages/OrigensdaEnergia.aspx
        Basta ir a esse link da EDP. 54% da energia vem da energia eólica e 11.5% hídrica e 7.1% outras renováveis. Portanto só 23% vem de combustíveis fósseis! Se tivermos em conta que as barragens fomos nós que pagámos e as torres de produção eólica fora largamente subsidiadas pelo estado e pela UE explique me lá porque raio é a electricidade tão cara. Mas justifique com factos, com gráficos e se possível de fontes fidedignas!

  12. CMatomic says:

    só a falta os ratos saírem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.