Quantcast
PplWare Mobile

Uma oscilação na órbita da Lua poderá trazer-nos cheias recordes na década de 2030

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Robin says:

    A desculpa é das alterações climaticas , como se nunca existisse cheias

    • FAR says:

      Se sabe usar a internet para vir a um forum partilhar a sua opinião desinformada, pode muito bem usar o google para se informar.

      • Zé Fonseca A. says:

        Toda a opinião relativa às alterações climáticas é desinformada, quer seja a reconhecer quer seja a negar. Isto porque não existe ninguém nem nenhum estudo nem nenhum cientista que possa afirmar a causa e as consequências com certezas.
        O que se sabe é que as alterações climáticas são ciclicas e que talvez o homem possa ter tido algum tipo de influencia em acelerar as que estamos a viver, contudo isto não é consensual na comunidade cientifica, muito menos que a acção humana poderá fazer algo para travar estas alterações.

        No caso concreto das cheias houve muita construção que nos ultimos 50/100 anos foi construída em zonas de antigos rios que ou foram desviados, secaram ou deram lugar a barragens e mesmo em zonas argilosas ou em antigos leitos de cheias de rios, por isso é natural que venhamos a assistir cada vez mais a estes cenários, mais que não é mais que o percurso natural das coisas.

  2. Miguel says:

    As alterações climáticas são reais, no entanto acho que nada tem a ver com o homem basta estudar o nosso planeta para ver que sempre aconteceu estas alteracoes e com fenómenos muito mais devastadores que o homem ainda não viu.

  3. Joao Ptt says:

    As alterações climáticas são um alerta para as pessoas acordarem do seu sono espiritual, para começarem a valorizar o que realmente interessa.

    No actualidade é devido a um cometa/ planeta que se aproxima deste planeta e que já há muitas décadas influência o planeta e seus habitantes…. se a pequena Lua já afecta imensamente a Terra imagine-se um cometa/ planeta gigantesco cerca de 6 vezes maiores que Júpiter e já dará para entender o quão poderá afectar a Terra fisicamente, pior ainda será quando a certa altura passar próximo do planeta… verdadeira loucura de alterações estão previstas… um astrónomo que falhou a altura em que passaria (ainda não passou), disse que a influência directa mais forte deveria ser sentida aqui na Terra durante uns 9 dias.

    • João says:

      “um cometa/ planeta gigantesco cerca de 6 vezes maiores que Júpiter”

      Um bocadinho grande demais para passar tão despercebido que apenas um astrónomo o viu. E deve ser um planeta bem delicado e simpático para, dado que com tal tamanho (e presumívelmente massa), ainda nem se ter feito notar em nenhum objecto no nosso sistema.

      • Joao Ptt says:

        Porque deve ter visto o planeta com os olhos astrais, ou da alma… se tivesse visto com os olhos físicos não deveria ter falhado tanto na previsão temporal… mas quando se vê com os outros olhos a conversão para o tempo terreno torna-se mais difícil, e por vezes questões culturais ou de convicção pessoal podem influenciar os cálculos, e ainda para mais o próprio admitia que este cometa/ planeta não se regia pelas mesmas regras que a maioria dos outros astros aqui mais próximos, o que certamente só contribui para tornar ainda mais difícil a conversão temporal terrena pois não terá base comparativa fiável.

        O mesmo afirmou que os outros astrónomos iriam ficar surpreendidos até mesmo quando ele estivesse claramente visível a todos, e que iriam tentar dar muitas explicações, quanto mais serem capazes de detectar o mesmo a grande distância, porque aparentemente só será visível quando estiver do lado em que vai passar pela Terra então iluminado pelo actual Sol. Também li algures de outra fonte que existia a possibilidade de alguns astrónomos virem a detectá-lo algum tempo antes quando ainda estiver atrás do Sol antes de fazer a curva para vir em direcção a este planeta, e que tal deveria acontecer durante um eclipse solar, mas que em princípio ninguém iria dar muita importância apesar de ficarem surpreendidos por estar ali algo com o qual não estavam a contar… quando voltar passado algum tempo é que vão eventualmente entender quão importante tinha sido aquela descoberta, se fizerem sequer a associação entre uma coisa e a outra.

        Seja como for não fará diferença, detectarem-no ou não, não alterará nada em termos de efeitos aqui na Terra. Pouco se poderá fazer para estar preparado pois aparentemente até partes de placas continentais irão se afundar e novas vão surgir, vulcões vão se activar por todo o lado, terramotos por toda a parte, tsunamis, etc. é um pouco… onde é que se vão “esconder”?

    • jaquim says:

      O comentário típico de nabos, para não dizer outras coisas…

    • Toni da Adega says:

      Planeta cerca de 6 vezes maiores que Júpiter isso é metade do tamanho do Sol.
      E para ser um planeta necessita de ter uma orbita numa estrela, que por si só deverá enorme.
      Já agora qual é sabe o nome e localizacao desse sistema/planeta?

      • Joao Ptt says:

        Não, não sei onde está esse cometa/ planeta… aparentemente chamam-lhe um cometa por causa do trajecto e um planeta por causa da massa, daí cometa/ planeta. Supostamente anda entre este Sol próximo do nosso planeta e um outro Sol distante.

        As previsões é que os astrónomos na melhor das hipóteses só detectem o mesmo durante um eclipse solar, que será pouco tempo antes de fazer a curva que o levará a passar próximo da Terra altura então em que será iluminado pelo Sol, e ainda assim haverá grande confusão pensando que se trata de algum outro planeta dos conhecidos actualmente, enfim. Se o descobrirem durante o eclipse a previsão é de que os astrónomos fiquem surpreendidos por estar ali alguma coisa, mas que não deem a importância devida… não que desse para fazer alguma coisa, mas pronto… uma pessoa pensa que com tanta gente e meios envolvidos deveriam ser capazes de detectar um cometa/ planeta umas 6 vezes maior que Júpiter, mas aparentemente não serão capazes, muito menos de perceber alguma coisa do que realmente se passa antes de já vir do lado de cá do Sol, quando basicamente toda a gente for capaz de o ver e a partir de certo momento… sentir as consequências da proximidade no próprio planeta.

  4. PorcoDoPunjab says:

    Eu quase que seria capaz de apostar que o culpado pela oscilação da Lua é o Trump….

  5. Jon says:

    Hm amarem uma corda à lua på ela não fugir então tipo
    Fazam mais barragem pra impedir cheias
    Loool quando já n tem mais por onde se desculparem… Enfim
    A lavagem cerebral não funciona comigo

  6. Paulo Camarao says:

    Aquecimento global e uma treta por isso jamais vou em cantigas e vou continuar a usar o meu carro a diesel e levar a vida normal. Acreditar em aquecimentos globais, covids e voodoos e para quem quer

    • Chalupa pela verdade says:

      Pior é quem acredita que a terra é redonda e achatada nos pólos e não plana. Isso que me desculpem mas é o cúmulo da estupidez. Já para não falar em Deuses e outros fantasmas que estes gajos inventam para nos controlarem.

      • jaquim says:

        Tens toda a razão, eu já fui ao fim da terra, voltei para trás para vir buscar o parapente… Aquilo é que vai ser adrenalina a saldar do fim da terra…

    • Claudemiro says:

      Eu também tenho um carro a diesel e já pago pelo IUC, cerca de 250 Euros por ano, para diminuir o aquecimneto global, mas não vejo nada a diminuir.Penso é que,neste andar cada vez irá aumentar é mais,dizendo sempre que é por causa do aquecimento global. Acho que têm qualquer dia que arranjar outra justificação,porque esta já vai estando gasta, para nos levarem cada vez mais guita.

  7. CA says:

    Grande parte do pessoal que opina aqui neste forum sua estupidez deviam levar uns bons pares de estalos para acordarem para a realidade…

  8. Miguel says:

    E o que querem fazer? Enviar um bate-chapas para a lua?

  9. João says:

    21 cm em 141 anos? uau

  10. PorcoDoPunjab says:

    Não me preocupo com o aquecimento global, quando vier ligo o ac.

  11. SANDOKAN 1513 says:

    Em pleno pico do Verão já se vê as diferenças do tempo na Bélgica,na Alemanha,na Áustria e na Itália,que são os países que estão a ser fustigados com inundações e chuvas monumentais nestes últimos dias.Já morreram muitas,mas muitas pessoas por causa destes gravíssimos temporais.E em plena época de veraneio !!

    • Jon says:

      E depois a culpa é do aquecimento?? Com muita água? Será que a água era quente pelo menos

      • SANDOKAN 1513 says:

        É do clima que está a mudar imenso.Você por acaso sabia ou já leu que a região do Algarve e o sul de Espanha podem-se tornar em zonas áridas,tipo desertos,no ano de 2100 ?? É muito preocupante.Dizem que as areias no norte de África irão invadir completamente estas duas zonas.Vai ser “lindo”,se vai… 😐

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.