PplWare Mobile

Pepsi planeia projetar anúncio gigante no céu noturno através de satélites


Imagem: Astronomy

Fonte: Futurism

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Jo says:

    Será que conseguimos arranjar um ad-block para isto?

  2. Miguel Lemos says:

    Não tarda e o céu à noite fica perecido com os sites cheios de popups cheios de publicidade

  3. Miguel Lemos says:

    Não tarda e o céu à noite fica perecido com os sites cheios de popups cheios de publicidade

  4. Marco says:

    Falando em lixo espacial… inventam esta!

  5. Fixo says:

    Não se pode abatê-lo?

  6. DrFrank says:

    Não! NÃO! e NÃÃÃÃO!!!!

    Absolutamente contra esta ideia que mais parece um movimento intestinal. Mas quem lhes dá direito de poluirem o céu noturno sem mais nem menos? Basta esta ter sucesso para comecarem a aparecer popups por todo o lado.

    como se já não bastasse a poluicão luminosa das cidades ainda vem com esta m*****.

    Alguém para se juntar a mim e criarmos uns rockets para abater isso?

  7. falcaobranco says:

    Não nos façam isto…por favor… não existem maneira de fazermos um “abaixo-assinado” online pelo mundo fora? Isto é ridiculo…

  8. Bruh says:

    Para mim é muito simples, publicidade que eu veja no céu, será publicidade de coisas que deixarei de usar.

  9. Miguel says:

    Mas que #¿$?%!¡.. acabem já com essa ideia!
    Se aparecer no ceu fica na minha memória para não comprar mais..

  10. PGomes says:

    Poluição nos céus do planeta, obrigado, mas não obrigado.
    Talvez seja preciso uma campanha de boicote contra a Pepsi para mudarem de ideias e portarem-se como pessoas responsáveis.

  11. João says:

    Plenamente de acordo com o Carl Sagan!!!

    É uma verdadeira ABOMINAÇÃO!!!

  12. Victor says:

    Gostava mais da ideia de ter uma Deathstar a orbitar o planeta…isto não

  13. AlexX says:

    Lembrei o Blade Runner original em que passavam dirigíveis com publicidade além da que já figurava nas fachadas dos edifícios. Tranquilos que a Portugal não chegará nos próximos 5 anos. E mesmo do espaço, não será visível a 70km da periferia duma cidade nem vai tirar qualquer brilho às estrelas enquanto também não houver geoengenharia. Mas acho que a maioria nas cidades vai adorar isso, e se possível com muitas cores.

  14. Sergio J says:

    Obviamente completamente contra. O céu é de todos nós. Vejo todos a falar de poluição visual. Nos anos 80 éramos todos contra a poluição visual nas serras, hoje é cool falarmos de energias renováveis, mas não olhamos ao impacto visual das eólicas e hídricas nas nossas serras, para já não falar de outros impactos, mas que para esta discussão não importam.

    Com isto quero dizer que o que nos chamamos de aberração, as proximss gerações podem ver outros benificios que agora não estamos a ver. Mas voltando a frisar o céu noturno é de todos nós e não de uns marmelos quaisquer.

  15. Daniel says:

    Finalmente parece que estamos no futuro, agora vamos esperar os zé-modinha-astronomos querendo estragar a modernidade.
    O bom é que esses anúncios vão acabar com a festa UFO no céu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.