PplWare Mobile

Rússia quer lançar satélites para o espaço para criar anúncios luminosos


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Pedro R. says:

    Que ideia mais horrível! Espero que haja suficiente bom senso para que isso nunca seja autorizado!

  2. UmNomeQualquer says:

    Como se já não chegasse a poluição luminosa já existente, vamos inventar algo para tramar ainda mais isto tudo. Muito porreiro em termos tecnológicos, no entanto, em termos ambientais e visuais será um desastre, just saying…

  3. Danilo says:

    Espero que seja autorizado, só pra contrariar os que não querem.

    Evolução já!

    • Mateus Pinto says:

      “Evolução”? Então sair de noite para ver as estrelas ou mesmo um passeio romântico e levar com publicidade do Mcdonalds ou anúncios de carros deve ser muito bom… Lolol

      • José says:

        +1. Isto não é evolução! Evoluir é estudar, formar-se e usar de bom senso! Isto é um atentado à inteligência e e ao mais elementar bom senso, pois destrói nada dá de melhor nem inova em relação à nossa qualidade vida. Além disso é uma agressão estúpida e escusada ao mundo natural, mais uma!

      • Danilo says:

        Sim, você deve ser daqueles que falam mal do Windows 10 e preferem o Windows 7.
        Quem vive do passado é museu.
        As estrelas estão sempre no céu, e só agora que vão lançar propagandas você percebe a existência delas?
        Que tal mudar de planeta e deixa a humanidade evoluir? Vá pra Marte e monte sua sociedade alternativa lá.

        • Mig says:

          Cê viu? O que uma coisa tem a ver com a outra? Que confusão vai aí dentro.. “As estrelas… só agora percebe a existência delas”. Pessoas estúpidas que se dizem evoluídas nunca perceberam existência de estrelas. Pessoas estúpidas têm um conceito de qualidade de vida desturcido da realidade. Infelizmente é assim neste mundo ‘evoluído’!

    • Mig says:

      Deves ser muito evoluído deves!

  4. Lucas says:

    Agora estou me sentido realmente no futuro.
    Quem disse que o espaço é a ultima fronteira?

  5. Falcão Azul says:

    Que estupidez !! Mais “lixo” luminoso a poluir-nos os céus.Enfim…

  6. Lucio says:

    Pra mim pouco me importa

  7. MAD says:

    Ou seja nós um dia para vermos as estrelas temos de ser ricos e temos de pagar ao elon musk para viajar no space x para passarmos a camada de publicidade (lixo espacial) e apreciar as estrelas. Pode não parecer mas esta publicidade no céu provoca imensos problemas na observação espacial em que se precisa do mínimo luz possível. E outra coisa a fiscalidade quem é que vai ganhar dinheiro com isto e onde vai ser tributado porque a publicidade será mundial, por exemplo será visto em Portugal mas o estado Português não verá um tostão para os seus cofres o mesmo acontecerá no resto do mundo parece-me que irá gerar imensa discórdia entre vários países .

    • JJ_ says:

      Se o satélite publicitário estiver bem configurado, ele pode muito bem acompanhar a orbita da terra para poder estar sempre sobre mesma região do planeta.
      Qualquer das formas, tirando a Rússia, EUA, Austrália e talvez Brasil, não vejo muitos mais países que consigam usar este tipo de situação sem afectar países terceiros.

      • José Lerias says:

        Satélites geoestacionários têm de estar sobre a linha do equador e a 36.000 km de distância da terra. Chatisse da física.

        • José says:

          O que é quer quer José? Esta gente quando usa a “coisa que pensa” fica cheias de dores! É o mundo cheio da estupidez humana que temos.

        • JJ_ says:

          @José Lerias… Obrigado pela observação. Não tinha essa noção, pois também nunca tinha analisado esse detalhe. Obrigado.

          @José… Infelizmente temos o mundo cheio de estupidez. Mas, felizmente alguns preferem usar a “coisa que pensa” para comunicar e esclarecer pontos e ideias, e quando aplicável admitir que uma observação feita pode estar incorrecta. Já outros usam essa “coisa”, simplesmente para distribuir critica pouco ou nada construtiva, talvez porque essa “coisa” que tem não é capaz de fazer aquilo para que serve… “pensar”.

  8. DdD says:

    vai ter sucesso em países de 3o mundo tipo Brasil.

    eu uso Adblock

  9. Tuga says:

    “… merecem a nossa melhor atenção.”?? Pedro Pinto
    Já imaginou olhar para o céu e NÃO conseguir visualizar uma ESTRELA, CONSTELAÇÃO, PLANETA…
    Que estupidez!!

    • José says:

      Nem mais! É uma atentando e pode prejudicar mais ainda o mundo natural, como a orientação das aves, os ciclos naturais da flora etc etc. Isto não serve para nada a não ser poluir. Caso uma ideias destas vá para a frente, de imediato deixo de comprar o quer que seja anunciado por esta via! Já estou farto de publicidade, ao ponto de nem sequer ligar alguma atenção a toda e qualquer uma que passe pois mente manipula e julga que impõe (imporá certamente aos espíritos mais fracos, a mim não), é que sequer nem perco tempo com isso. comigo a publicidade efeitos contrários àquilo que se pretende obter com ela.

    • Danilo says:

      Mas já é assim, nunca ouviu falar de poluição luminosa? Qual a graça ver pontos de luz no céu?

  10. PGomes says:

    Mais poluição luminosa, mais lixo no espaço. Orbigado, mas não obrigado.

  11. Sergio says:

    Vai chegar ao ponto de termos que pagar para puder ver o céu estrelado -.-‘

  12. Pedro R. says:

    As agências espaciais e os observatórios astronómicos nunca o permitirão. Alguns governos, incluindo o russo, gastam percentagens demasiado grandes dos seus orçamentos nesse tipo de investimentos para perderem tudo nas mãos de comerciantes e publicitários. Já agora, será bom lembrar que evolução e progresso não são sinónimos e, grande parte das vezes, nem sequer caminham juntos. Existe evolução negativa, algo que contraria o progresso. Exemplos são aos milhares, mas dou só o da gasolina com chumbo. Grande invenção até se perceber o mal que fez. Progresso é, isso sim, a criação da Agência Espacial Portuguesa e da base espacial nos Açores.

  13. Sierra says:

    Agora já não posso fazer a coisa mais simples e pacífica do mundo:
    Apreciar as estrelas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.