Quantcast
PplWare Mobile

Neuralink de Elon Musk quer meter sensores no cérebro humano já em 2020

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Maria Inês Coelho


  1. Tim says:

    Obrigado Elon, por fazeres a raça humana evoluir e melhorar.

  2. Martinho Gonçalves says:

    Não obrigada, perfiro me manter Humano até a último. está perto o fim da liberdade mental. daqui uns anos não estou a monitorizar Máquinas na rede mas sim cerebros humanos.

    • Zgibz says:

      “Não obrigada”, se não precisares, há quem precise. Quem não vê, não ouve, não anda correctamente, vai agradecer todas estas melhorias.

    • Rodrigo says:

      Concordo com o que dizes, mas se de depois de um grave acidente perderes as capacidades de visão se calhar irias ponderar a tua afirmação caso a implantação destes sensores te desse a capacidade de voltar a ver o mundo.

      • paulo says:

        Pode até ser verdade mas as intenções são muito obvias além disso.

        • S says:

          As tuas talvez.

          • paulo says:

            toda inovação abre muitos precedentes por exemplo : tv , durante o período do auge ela mentiu e criou falsos costumes que só prejudicou a humanidade desde então, Smartphone, os sinais do vicio já são presentes mas os resultados ainda não chegaram a publico . Para mi o neurolink não passa de um telemóvel dentro da cabeça

  3. Fundou says:

    Este gajo é o maior teatro de actualidade. Tudo Fake. David Copperfield de hoje.

  4. PoPeY says:

    Tudo tão futuristico e depois comunicação via Bluetooth? Isso é tão ano 2000 e pouco… -.-‘

  5. Joao M. says:

    ha uns anos lembro-me de ver um documentario no discovery ou national geographic onde mostravam como um cego poderia voltar a ve rusando um implante ligado à zona do cerebro responsavel pela visão e usando de uma camara. A visão nao era perfeita e o sujeito (um cego) afirmava que conseguia ver silhoetas.. algo fantastico para alguém que nunca viu na vida.
    Esta ideia dos implantes não é nova, do ponto de vista médico, mas poderá ser uma excelente ferramenta para questões do dia-a-dia. O ser humano evoluio bastante principalmente quando começou a usar ferramentas para facilitar o seu dia-a-dia. O medo dos chips e implantes está muito relaccionado com os filmes que vemos, os livros que lemos, e o medo – normal – do desconhecido. Com a IA é a mesma coisa.. inventa-se algo que pode vir a revolucionar o mundo e começam as teorias de que temos uma SKYNET ou que toda agente vai para o desemprego..
    Os implantes serão, com certeza, uma excelente ferramenta, principalmente para uso medico (imaginem doencas como Alzheimer. por exemplo, com esta solucao.)

  6. paulo says:

    O problema todo e que as pessoas fazem muita expectativa por nada ficando logo após frustrados pelo marketing falso.

  7. Paulo Nogueira says:

    Não sei se marketing falso… Só sei que faz o que promete… Mais ano menos ano, mas faz… E uma coisa é certa, está no caminho certo criando as empresas que vão dominar a tecnologia, partilhando o conhecimento entre elas… E não existe ninguém até hoje no mundo com a visão dele… Daí todos os novos empresários quererem ser os novos Elon… Mas ainda bem pra aumentar a competitividade e os preços diminuírem, pois n tenho dinheiro pra um Tesla.. quem sabe, daqui a 5 anos e em 2 mão lol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.