Quantcast
PplWare Mobile

NASA cria equipa de 16 pessoas para investigar OVNIs

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. IKAROS says:

    Não são extraterrestres, são extra dimensionais do planeta Terra.

    • Vasco says:

      Nao são nada. Somos nós, no futuro, a visitar o passado, mas na mesma linha de tempo, cumprindo directivas de não poder alterar nada no passado e daí a ausência de aproximações e contactos expressivos… Nota: como é óbvio não acredito em nada do que escrevi, mas é um bom script para histórias de ficção científica.

      • SANDOKAN 1513 says:

        Então este comentário entra e foi publicado 4 minutos depois do meu,que a esta hora,ainda não foi publicado ?? Um comentário aqui feito e por publicar há mais de 1 hora e 15 minutos ?? Fogo. 😐

        • sergio says:

          mas devo dizer que vocês não têm imaginação ou criatividade original, essas ideias já existem e certamente foram “Googlar” por elas. Isso chama-se Hipótese Interdimensional e vários ufólogos e físicos teóricos a apresentaram.

  2. Hali says:

    Desde que apareceram telemóveis com câmara, as notícias sobre OVNIs praticamente reduziram 90%

    PQ será? ,,

    • sergio says:

      mentira!. Isso é comentário de cepticismo e de quem não acredita no tema.
      Avistamentos têm aumentado, o pior é que agora os cépticos vêm logo dizer que são “drones” ou satélites da Starlink, e as pessoas vão deixando de partilhar vídeos.
      Mas surgiram vídeos oficiais da força aérea americana, bem conhecidos, e deu nos telejornais. O Pentágono admitiu que eram um objecto voador não-humano. Depois é que surgiu este alarido todo de criarem uma task force de investigação OVNI, e a NASA também vai criar uma.

  3. Akiruim says:

    Finalmente uma visão científica sobre este fenômeno, estou farto de ver o Alienigenas no canal Historia, onde afirmam que um bando de patos a voar em V são naves…

  4. SANDOKAN 1513 says:

    E não me convidaram ?? 🙂

  5. sergio says:

    A NASA sabe imensas coisas e nas últimas décadas aparecem objetos estranhos, em vídeos de missões espaciais e da estação espacial (a antiga MIR, que já nem existe) e da mais recente Estação Espacial Internacional (ISS). A NASA tem visto imensas coisas mas tem estado calada.

  6. Vitor Pereira says:

    Agora é oficial, mas desde 1970 que isso existe principalmente para alterarem fotos e imagens já não falando das comunicações. São uns palhaços, mas ricos com um orçamento astronómico.
    E tudo começou com o programa GEMINI. Idiotas que andaram a esconder informação durante décadas. Felizmente que algumas informações saíram ver Armstrong e Fletcher.

  7. TugAzeiteiro says:

    Mas alguém acredita que a NASA vai divulgar alguma coisa de relevante sem a ordem direta vinda de cima? O que não faltam são objetos “não identificados” nos live feed e cortam a emissão para o estúdio às três pancadas…

  8. Dana Scully says:

    Embebedem quem trabalha nas secretas, espionagem e complexo militar etc façam as perguntas certas que a verdade sai cá para fora! só para o povo é que os OVNIS são não identificados.

  9. AlexX says:

    Adorei a expressão de T Zurbuchen 😀
    Se dos dados sair um 7 e vejam entidades azuladas com pigmentos amarelos afirmando serem de “Uranus” ou Nubirubi, fica mais fácil explicar o inexplicável sem que metam deuses ao barulho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.