PplWare Mobile

NASA alerta que “Asteroide do Apocalipse” surgirá no Dia de São Valentim


Imagem: Express

Fonte: Nasa

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Hugo Nabais says:

    The effect of a Bennu impact on Earth would be insignificant on a planetary scale. The Earth is not strongly disturbed by such an impact and loses negligible mass. The impact does not make a noticeable change in the tilt of Earth’s axis and it does not shift the Earth’s orbit noticeably. Local effects, however, would be much more noticeable.

  2. Miguel says:

    Ao contrário do que está escrito, o asteróide não será visível a olho nu.

  3. Edson Kleber says:

    Kkkkkkk
    Esses cientistas que estuda essas coisas, tão de brincadeira…
    É minha vó que está chegando no Brasil esses dias para pular carnaval,essa rocha que sobrevoa as alturas e a máquina mortífera da minha vó

  4. Miguel Costa says:

    Copiaram tudo o que estava na notícia… não notando que o Express corrigiu a notícia, 4 horas depois de apresentada, pois a original dizia que o objecto estaria “abaixo da altitude da ISS” que se seria visível como “uma grande lua a movimentar-se a alta velocidade pelo céu, podendo provocar auroras boreais até ao equador”.
    Depois da notícia “chocante”, foi corrigida para esta que foi traduzida… deixaram foi ficar o título que não dava para mudar. 😀

  5. Alceurd says:

    A nasa poderia esclarecer como esse asteróide passará pelo domo ( = firmamento ), tendo em vista que NEM 100 BOMBAS ATÔMICAS CONSEGUIRAM NA OPERAÇÃO BLUE FISH ….

    • Jorge Carvalho says:

      Não acertas-te uma ….

      Estás-te a referir a operação fishbowl ?
      Se sim , nem foram 100 nem o objetivo era passar em lado nenhum,
      Em todo o caso podes sempre questionar a nasa como raio é que caiu um na russia à poucos anos.

      Abc

      • David Martins says:

        O asteroide que caiu na russia era de dimensões pequenas. A NASA dá prioridade a objectos maiores, até porque esses sao mais faceis de identificar. Asteroides como os que cairam na russia ha aos montes, e quase impossível identificar e rastrear as orbitas de todos. Todos os anos, muitos deles chegam a colidir com a terra, mas dado que a maior parte da superfície terrestre está coberta por oceanos, é lá que a maior parte cai.

  6. Joao says:

    Oh estrela, queres cometa? aahahah

  7. Aurélio says:

    Asteróides e crateras com tamanhos “à pescador” e a gente continua a acreditar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.