Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Bennu

Segunda-feira a NASA traz para casa um pedaço do asteroide Bennu

Ano passado, a nave espacial da NASA, OSIRIS-REx tocou no asteroide Bennu. Foi a primeira nave da agência espacial norte-americana a fazê-lo. Entre vários desafios, o maior foi recolher um pedaço da rocha.

Esta semana, o OSIRIS-REx começará a sua jornada de volta à Terra. A NASA irá transmitir ao vivo o evento.

Ilustração da nave OSIRIS-REx a sair do asteroide Bennu.


NASA toca com sucesso no asteroide Bennu e alcança mais um marco na exploração espacial

A evolução da tecnologia e do conhecimento sobre os asteroides, leva a que estes pedaços de rocha possam ser estudados. Além de contar a história do Universo desde há milhões de anos, estes astros podem ser importantes para descobrirmos a origem do nosso próprio planeta. Assim, numa missão carimbada com êxito, a NASA conseguiu tocar com um braço da sua sonda OSIRIS-REx no asteroide Bennu.

A agência espacial norte-americana mostrou imagens incríveis do momento em que a nave marcou o solo deste viajante do espaço.

Imagem da nave OSIRIS-REx da NASA a tocar no asteroide Bennu.


Cientistas identificam indícios de água corrente na superfície do asteroide Bennu

Bennu é um asteroide do grupo Apolo descoberto no dia 11 de setembro de 1999. Esta rocha espacial desperta um interesse particular porque tem um potencial grande de colidir com a Terra. Contudo, além desse facto, Bennu parece indiciar que já teve água a fluir na sua superfície. Segundo informação da sonda OSIRIS-REx, que estuda “de perto” o asteroide, há marcas de rios.

Provavelmente estará a pensar como pode num asteroide haver água, rios e outros indicadores de algo tão precioso à vida. Os cientistas descobriram agora algumas novidades e curiosidades.

Imagem do asteroide Bennu que pode ter água


NASA alerta que “Asteroide do Apocalipse” surgirá no Dia de São Valentim

As rotas dos asteroides são calculadas tendo em vista possíveis colisões com o nosso planeta nos anos futuros. No caso do chamado “asteroide do Apocalipse” há a probabilidade de que entre em colisão com a Terra daqui a 100 anos, segundo a NASA.

Este ano iremos ver a passagem deste objeto no próximo dia 14 de fevereiro e surgirá então a partir do lado direito de Marte.

NASA alerta que Asteroide do Apocalipse surgirá no Dia de São Valentim e será visto do planeta terra