PplWare Mobile

Japão lançou um elevador espacial em miniatura


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. TwoEyez says:

    E isso só de um lado do planeta não vai destabilizar a sua rotação?

  2. TwoEyez says:

    E isso só de um lado do planeta não vai destabilizar a sua rotação?

    • Vox says:

      A for¢a necessaria para levantar uma carga no elevador e’ uma gota de agua em rela¢ao a massa da terra. O problema e’ a resistencia do cabo

      • Renato Sousa says:

        isto nunca vai sair do papel, pois quem vai financiar isto??
        que interesse tem um elevador para o espaco ?? turismo?? (nao é sustentavel)
        logo mesmo que algum dia exista, vai aconetcer como o concorde entre outras, nao vai ser economicamente viavel e acabou

  3. Carlos1 says:

    Eu confio muito nos projetos do País do Sol Nascente, são metódicos e muito competentes, o que se passa é que estão de novo a cortar o cordão umbilical com os USA, aliás como muitos outros incluindo o que resta da UE

    • MárioDias says:

      @Carlos1 Eu não confiava tanto assim. Como a historia prova os japoneses têm também os seus enorme fracassos. Na segunda guerra mundial foi proposto ao Imperador entre raio mortal ou bombas atómicas, e ele escolheu o raio mortal que provavelmente fez que ele perdesse a guerra.

      • Nuno V says:

        Errado, o Japão teve dois programas de desenvolvimento de armas nucleares. Uma das razões que levou ao fracasso destes, foi a mesma que levou aos alemães pelo mesmo caminho, a falta de urânio de qualidade.
        É verdade que os japoneses tinham um programa para a criação de um DEW, bem como os alemães tinham um. Mas estes funcionaram em paralelo com o programa nuclear.

    • Oliveira says:

      Só um otário e incauto acredita nessas FANTOCHADAS

  4. pia says:

    Só os japoneses pra fazerem algo assim, agora olhe Portugal e o Brasil, nem sequer tem lugar no espaço.

  5. Oliveira says:

    Palha para incautos, tudo fotoshop e CGI imagens geradas por computador, só uma comunicação social rasca é que dá cobertura a estas fantochadas. A TERRA É PLANA

  6. Ruy Acquaviva says:

    Como ficção científica é extremamente interessante. Recomendo fortemente a leitura do livro “As fontes do paraíso” de Arthur C. Clarke que aborda a construção do elevador espacial. O livro é um pouco antigo (publicado pela primeira vez em 1979), mas é um clássico da ficção científica e uma obra prima do autor.
    Porém os desafios para a construção de um dispositivo como esse estão muito além da capacidade científica e tecnológica atual, tornando-se uma impossibilidade técnica cuja superação só pode ser vislumbrada a longo prazo. Além dos desafios técnicos há ainda a questão econômica. O projeto de de tamanha magnitude que seu investimento supera em ordens de grandeza qualquer coisa se já se feito pela humanidade.
    As pessoas as vezes não se dão conta de certos fatos. Trata-se de um cabo de cem mil quilômetros suspenso no espaço. Existe alguma estrutura humana atual que tenha um tamanho contínuo de cem mil quilômetros? Alguma estrutura humana chega próximo a essa dimensão?
    Não duvido que seja possível construir tal estrutura em um futuro distante (embora não seja também uma certeza), mas tenho fortes dúvidas de que seria a melhor forma de realizar lançamentos espaciais. Cada viagem teria um custo bem menor, mas o investimento inicial e os custos de manutenção (que certamente seriam também gigantescos) só seriam cobertos em muito tempo e mesmo assim com uso intenso. Até se chegar a esse ponto pode muito bem ser possível o desenvolvimento de uma tecnologia com melhor relação custo/benefício.
    Enfim, acho o assunto fascinante, mas preocupa-me ver previsões como essa para 2050, totalmente irreais, que acabam apenas iludindo as pessoas e gerando em seguida fortes decepções. Acho isso contraproducente, desestimulando o público de pois de um entusiasmo vazio. Uma postura mais realista é bem melhor para manter o interesse geral em astronomia e astronáutica.

    • MárioDias says:

      @Ruy Acquaviva desculpa pegar na tua pergunta e responder a ela mesma. “Existe alguma estrutura humana atual que tenha um tamanho contínuo de cem mil quilômetros? ” Sim, a estupidez. A um meses atrás tambem se falou de um arranha céus com premissas iguais. Vê o lado positivo tinhas só 11 países a se candidatarem a ficarem com o elevador. De resto estou de acordo contigo são estas noticias que fazem as pessoas acreditarem na banha da cobra.

      • Nuno V says:

        Parabéns pela equivocação que acabaste cometer. O arranha céus de que falas não é viável, e a própria empresa que o apresentou, Clouds Architecture, diz que é um conceito especulativo, logo não tem base na realidade. Dizes ainda que é através da mesma premissa, quando não o é. Um é um arranha-céus pendurado de um asteróide (não tem qualquer tipo de ligação à terra, excepto gravitacional), outro é um um elevador preso à terra, cujo centro de massa se encontra na posição de uma órbita geosincrona.

        • MárioDias says:

          @Nuno V vai ver como foi apresentado nas tv´s, blogs etc etc. Na apresentação do projecto só esta a dizer especulativo no fim do site debaixo de uma foto. E com frases como : “Analemma Tower is a proposal for the world’s tallest building ever” “While researching atmospheric conditions for this project,” “Manipulating asteroids is no longer relegated to science fiction” e com ajuda de tv e tudo mais que não sabem o que dizem levam as pessoas ao engano.

          • Vítor M. says:

            Não é nada disso, o que leva as pessoas ao engano é só lerem os títulos e verem as imagens. Se lessem tudo e percebessem o enquadramento e entendessem o propósito descrito, nunca seriam enganadas.

          • MárioDias says:

            @Vitor M. pode pesquisar por esse mundo fora o que dizem desta “noticia”. https://www.youtube.com/watch?v=rmhq8lIDBVM até tem aqui o vídeo de um canal americano. Tire as suas conclusões. Vá ver Solar roadways, Fontus, sai em tudo o que é noticia e ninguém fala com um engenheiro ou fisico ou fazem pesquisa para saber a verdade e existe imensa gente que perde dinheiro. Pessoas confiam que os mídia digam a verdade ou que pelo menos tenham feito o seu trabalho.

          • Vítor M. says:

            Mário, o que eu referi é que estes projetos muitas vezes são lançados por empresas e outros organismos em modo experimental, até para perceber algumas reações de elementos quando colocados em cenários espaciais. Este é um desses casos, que parte do mesmo plano que há 40 anos atrás se falava num vai-vem espacial que fizesse uma rota turística ao espaço, na altura acharam a ideia extravagante demais, hoje, passados esses 40 ou 50 anos, está prestes a começar.

          • Nuno V says:

            Eu não estou interessado na forma como foi apresentado. Eles podem dizer o que quiserem. Um charlatão que te queira vender um cristal para te curar de qualquer tipo de problema, não quer dizer que esteja a dizer a verdade.

            Neste caso não estamos a falar de uma empresa de arquitetos, mas de equipas de engenheiros e cientistas. É óbvio que ainda temos toneladas de problemas a ultrapassar para o elevador ser uma possibilidade. E até é possível que nunca consigamos ultrapassar esses problemas. Mas até descobrirmos que não temos capacidade para fazermos este funcionar, este deve ser investigado.

          • MárioDias says:

            Focando outra vez no elevador, estou totalmente de acordo com vocês na parte destas visões as vezes serem mal interpretadas como loucas ou impossíveis. Mas neste caso especifico já várias pessoas do mundo académico pegaram neste assunto e fizeram as contas. Pois bem: energia suficiente para ir buscar um asteróide e estaciona-lo aqui. distancia do asteróide à terra. forças estimadas. impactos económicos e afins. conclusão: não é prático, não é viável, economicamente impraticável. mesmo que exista a tecnologia para o fazer não existe o dinheiro para o fazer. Ah para não falar na energia necessária para o fazer.
            Isto não são assuntos novos, e já foram amplamente discutido. Muitos destas experiencias que são feitos no espaço não são sinonimo de que realmente queiram fazer algo com um elevador ou outra ideia mais ou menos louca. Mas sim realição esperiencias para que tenham um conjunto de dados que possam trabalhar para compreender estruturas, materiais, etc como se comportam no espaço. só para comparação investiguem quantas experiências foram feitas só com água na ISS. E na terra H2O é muito bem conhecida mas no espaço não tínhamos noção nenhuma como se comportava.

          • Nuno V says:

            Mas quem é que te disse que o contrapeso vai ser um asteróide? Mais uma vez, estas a confundir este projecto com a torre.

    • Oliveira says:

      Parece que os japoneses vão abandonar a ideia do elevador e vão construir uma escada, tristeza ainda há incautos que acreditam nessas fantochadas

    • Oliveira says:

      O Arthur C. Clarke era um maçon e criador de banda desenhada, só um tipo muito estúpido e incauto acredita em fantochadas

  7. Wishmaster says:

    E isto vai servir precisamente para……? lolol
    Além de ser totalmente impraticável.

    Também vou fazer um site e pôr lá umas ideias malucas. Ah esperem, isso já existe na BD de ficção científica..

    • Nuno V says:

      Simples, para levar carga para o espaço.

      Também havia muita gente que achava que o foguete era uma maluquice, que os aviões eram uma ilusão,… Olha agora para o presente.

      Mas vindo de ti não esperaria outro tipo de comentário.

      • Wishmaster says:

        É…a ISS está a cerca de 340km da terra…Estes querem fazer um elevador com milhares de km’s…
        A Humanidade atingiu o “Fim da História”. No futuro, os avanços que existirão serão ao nível da nanotecnologia; criação de órgãos humanos; o ser humano será metade humano, metade “máquina”. Quanto ao espaço, só daqui por mais de 500 anos, para não dizer que ficaremos confinados a este planeta, precisamente porque já atingimos um avanço tecnológico limitado pelos materiais que temos na Terra e esse avanço não nos permite ir além da órbita terrestre.
        Os nanotubos de carbono são uma tecnologia com quase 30 anos! Não houve qualquer avanço para outros materiais que nos permitam ir além. Concluindo, o ser humano está limitado. Está no Universo como um grão de areia está no deserto do Saara. E é nesse condição minúscula e nessa escala microscópica que ficará. Cada vez me convenço mais disso.
        Antes até acreditava que íamos dominar o sistema solar, viagens para outro planeta, no ano 2020!!! Que parecia um ano tão, mas tão longínquo…E então? Nada. Zero. Vazio. Estagnação pura.
        Nem os fundos dos oceanos conhecemos inteiramente, quanto mais ir mais longe no Espaço…

      • Nuno V says:

        Primeiro, levar carga para o espaço não equivale levar carga para o ISS.
        Segundo, tal como disse num outro comentátio, o centro de massa têm que obrigatoriamente situar-se em orbita geosincrona. Isso não significa que o elevador apenas tenha 2 pisos.
        Terceiro, a sério que o ISS orbita a uma altura substancialmente inferior ao centro de massa do elevador? O que te levou a essa conclusão? Será porque o tempo de orbita da ISS ser pouco mais de 90 minutos e o do elevador ser quase 24 horas?
        Quarto, não, a humanidade não atingiu o “Fim da História”, nem nenhuma estagnação. Muito pelo contrário, o nosso conhecimento progride cada vez mais depressa. Apenas um tapadinho que não quer ver os avanços feitos pela ciência é que é capaz de dizer o que acabaste de dizer.
        Quinto, os nanotubos não têm 30 anos, mas sim mais de 65 anos. Mas estás a contar desde a sua descoberta até ao presente. Lamento ter que te informar mas apenas melhoramos a produção de CNTs de forma a utilizar estes bem mais recentemente.

        • MárioDias says:

          @Nuno V quando tiveres um nanotubo de 2 metros de altura depois diz alguma coisa. Neste ponto actual os cientistas especulam que num futuro talvez se pudesse fazer o cabos, mas atenção só os cabos sem nenhum peso nos próprios cabos.

          • Nuno V says:

            Ou seja, para ti é, não conseguimos neste momento, logo desistimos. Se toda a gente tivesse esse tipo de pensamento ainda estávamos a viver em cavernas.

            “mas atenção só os cabos sem nenhum peso nos próprios cabos.”
            Troca isso por miúdos, que queres dizer? Termos um cabo sem massa?

          • MárioDias says:

            Pegando na tua frase também posso aplicar à alquimia Como não conseguiste transformar rocha em ouro quer dizer que não é possível? basta ires tentando varias coisas certo? e hoje em vez de ciência tinhas alquimistas a tentar criar ouro.
            O ser humano tem que ser racional e perceber com bases cientificas o que é possível ou não com a tecnologia que temos. Quando a tecnologia evolui outras pessoas pegam no trabalho que outros deixaram e conseguem concretizar os projectos. Mas neste caso é mais complexo que isso. Não estamos só a falar de tecnologia mas sim de dinheiro, energia e afins.

            Em relação à frase que eu disse era que existia cientistas muito optimistas sobre a tecnologia de nano tubos. Conseguiria se criar vários cabos para o elevador mas que só conseguiram aguentar o seu próprio peso. Se acoplarem uma cabine os cabos iriam colapsar porque não conseguiriam aguentar o peso da cabine.

          • Nuno V says:

            Neste momento a acho que estás simplesmente a ser um troll. A alquimia era um conceito proto-cientifico. Nem tudo na alquimia estava errado, e a alquimia abriu caminho para o aparecimento da química. A alquimia também nunca tentou transformar rochas em ouro, mas sim metais em ouro, a rocha é maioritariamente oxigénio e sílicio. No entanto os métodos usados para transformar metais em ouro não era baseado na realidade, mas sim em premissas filosóficas, e nunca iria funcionar nos moldes propostos. Mas, tecnicamente é possível transformar metais em ouro. Quando olhares para uma supernova, ficas a saber que esta está a fundir elementos presentes na estrela e transformar algum destes em elementos mais pesados que o ferro, como por exemplo, ouro.

            No entanto, o elevador pode funcionar, desde que consiguamos resolver os problemas. Para já não temos tecnologia para o tornar realidade. Mais uma vez isso não significa que será sempre assim. E não penses que estamos a dedicar todos os nossos recursos e esforços em tentar construir um. Nem sequer próximo disso. O que foi feito agora é um simples teste do conceito.

            Estás a dizer que as outras invenções não gastaram energia, dinheiro e afins? Olha como por exemplo para os aviões, quanto tempo demoramos entre os primeiros teste de voo à aviação que possuímos? Quanto dinheiro é energia gastamos?

            Os CNTs ainda estão na sua infância. Tal como disse, não possuir a tecnologia não significa nunca possuir.

    • Hugo says:

      Existe uma diferença enorme entre dizer “vou fazer” e “fazer qualquer coisa”.
      Invariavelmente o que tu fazes neste forum é absolutamente ZERO. Sempre aziado. Tudo está mal e ninguém tem razão.
      Mentalidade aberta, algum sentido crítico e humildade seriam muito bons para que realmente debitasses algo útil para esta comunidade. Lamento que tenhas tal dificuldade.

      • Wishmaster says:

        A analisar comentário…
        Detectado comentário/resposta que inclui ataque pessoal.
        A verificar parâmetros de utilidade no comentário…
        Não foram encontrados quaisquer parâmetros de utilidade.
        A iniciar procedimento…[Ignorar]
        A ignorar… 0||||||||||||………100%
        0||||||||||||||||||||||100%
        Ignorado com sucesso.

        • Hugo says:

          Tal como eu disse…ZERO 😀

          • Wishmaster says:

            Ah…..tens razão, sim senhor, aceite as minhas sinceras desculpas, senhor pseudo-administrador deste site 🙂 que usa um avatar engraçado, se queres censurar podes ir fazer isso com os teus amigos “punkistas” de extrema-direita 😉

          • Vítor M. says:

            Malta, tenham lá atenção ao que dizem e gastem tempo sim em diálogos proveitosos, com conteúdo, assim fica parvo estar a ler estes ataques infantis e já vos vi com excelentes argumentos.

          • Wishmaster says:

            E não sei se percebeste, mas estava a ser irónico….

          • Hugo says:

            Não estou a censurar, mas sim a constatar que o teu comentário inicial é meramente “destrutivo”. Só isso.
            Um avatar não diz NADA sobre mim. É uma imagem apenas.
            Extrema direita e punk são coisas bastante diferentes, já para não referir que podes ser um anarquista, negro…e de carapinha.
            E agora, como o Vítor disse, e bem, retiro-me desta sequência de não-informação…

  8. Oliveira says:

    O planeta terra é plano tipo uma pizza com uma borda de gelo a 360º existe um domo onde nada entra e nada sai. Terra redonda satélites meteoritos e extraterrestres só em ficção científica e CGI imagens geradas por computador

  9. Oliveira says:

    A terra é PLANA tudo o que a NASA diz é FANTOCHADAS só incautos acreditam vessas VIGARICES

    • Nuno V says:

      Ou seja, a separação de um primeiro estágio é prova que bateu contra o firmamento? Se a idiotice pagasse imposto estarias com uma dívida multimilionária ao fisco. Deixa-me adivinhar também és daqueles acéfalos que acredita que a terra têm 6000 anos e que a evolução das espécies nunca aconteceu?

  10. Oliveira says:

    Os cientistas astronómicos e autornautas de meia tijela, o destino vai ser o desemprego já não falta muito A TERRA É PLANA

    • Nuno V says:

      Posso perguntar qual é o nível da tua educação? Pela conversa parece que não passaste do ensino básico (ensino fundamental se fores brasileiro).

      • Oliveira says:

        Não sou doutor nem engenheiro. Por isso é que acredito que a terra é 100% plana ao nível da água do mar, e não essa bola NOJENTA E RANHOSA isso é para incautos como tu

        • Nuno V says:

          Tenho que concordar contigo, é por causa da tua falta de educação que tu acreditas na terra plana. Ou seja, és ignorante. Isto torna-te uma presa fácil para charlatães que te querem enganar com pseudo-ciência de forma a fazerem dinheiro rápido. O que tu precisas é de pensamento crítico, cepticismo e de encheres a tua cabeça com conhecimento factual.

          • Oliveira says:

            Ignorante és tu. Que acreditas que vives numa bola molhada giratória a 1600kms hora
            Deves ser mais inteligente que este tipo que está neste vídeo
            https://www.youtube.com/watch?v=Lyd3DVo229k

          • Nuno says:

            Se ele realmente for formado em geofísica, significa que é um charlatão, pois ele não pode dizer que é ignorante sobre o assunto. Quando ele diz algo que é falso, demonstrávelmente falso, significa que está a mentir. E contrariamente do que ele diz, a escola não é para doutrinação, mas sim para educação. Por alguma razão os “terraplanistas” se encontram maioritariamente nos países em que o sistema educativo falhou, ou se encontra a falhar. Isto faz com que as pessoas sejam ignorantes e sejam alvos fáceis para pessoas como este.

            E começa logo no inicio com uma mentira. A ideia da terra plana não é um modelo, é uma descrição. Um modelo não é simplesmente dizer: “Ei, a terra é redonda / plana”. Um modelo é algo com capacidade explicativa e preditiva. Até agora nenhum idiota que acredita que a terra é plana providenciou um. No entanto, temos um modelo que funciona em que a terra é representada como um globo em orbita do sol. E sabemos que funciona porque conseguimos saber com extrema precisão o próximo nascer e pôr do sol em qualquer local do planeta nos anos vindouros, bem como o percurso que o sol percorre no céu, o percurso da lua no céu, os eclipses solares e lunares para os próximos 200 anos, bem como de onde estes são visíveis,… Ora se os “terraplanistas” possuem um modelo, quero vê-los a usar este para calcular o que disse a cima.

            O resto do vídeo é uma valente mistura de saladas de palavras, nonsequiturs, espantalhos, projeção,…

            Eu não sei se és brasileiro ou português. Mas explica-me uma coisa, porquê que eu, em Portugal, não consigo ver σ Octantis, no entanto, quem se encontrar na parte do Brasil a sul do equador consegue. No entanto eu consigo ver Polaris, enquanto a outra pessoa não consegue a ver. Porquê que quem se encontra no hemisfério sul e olha para sul vê as estrelas a “girarem” no sentido horário sobre um ponto, no entanto, no hemisfério norte, se olhar para norte vejo as estrelas a “girarem” no sentido anti-horário sobre um ponto (estes pontos são conhecidos como polos celestes)? Eu já te tinha feito esta pergunta noutro artigo, mas nunca respondeste. Se não conseguires dar explicação a este facto, então é melhor começares a reavaliar no que tu acreditas.

    • TwoEyez says:

      Pergunto se o sol que ilumina esta terra plana também é plano? E diz-me se a terra é plana, o que há no final do plano, é tipo o filme do “thor” em que a água no planeta “asgard” caí para o infinito.
      Se a terra é plana e formos de avião até ao fim saímos da terra e ficamos sem nada por baixo? Ajuda-me a entender estas questões por favor.

  11. Oliveira says:

    Tem aqui mais um vídeo da fraudulenta NASA
    https://www.youtube.com/watch?v=mOU4szq8Gbg

    • MárioDias says:

      Um bom troll. eu dou um 8 por pegares num assunto ridículo e meteres esta gente a fazer texto enormes. continua estas no bom caminho.

      • Oliveira says:

        Não me digas, que também acreditas que vives numa bola molhada giratória que gira a 1600kms hora

        • MárioDias says:

          Eu acredito que estou dentro de uma simulação de realidade, para que o meu cérebro continue activo, quando estou num coma profundo, dentro de uma nave espacial de elon musk em direcção a marte. eu so sei que marte tem forma de Donut isso é que me importa.

  12. Oliveira says:

    Um terrapanista consegue 200 ou mais provas em como a terra é plana, um globaloide não consegue uma prova em como a terra é uma bola molhada giratória.

    • Nuno V says:

      Tu nem sequer sabes o que constitui prova, logo aceitas essas 200 “provas”. O que Eric disse é uma lista de 200 afirmações, afirmações estas que são todas falaciosas. Por alguma razão ele não discute com ninguém com um ponto de vista diferente para defender os seus pontos.

      O Eric é um valente desonesto em que a sua primeira prova é uma mentira. Ele diz que nenhuma imagem tirada de aviões ou balões de grande altitude mostram um horizonte curvo, o problema é que as imagens tiradas de um ponto alto o suficiente mostra, sem qualquer tipo de dúvida que o horizonte é curvo. Claro que Eric nega tal, e apenas mostra as imagens que lhe apetece para suportar a sua posição. Se notares, todas as imagens, sem excepção, do género que o Eric coloca, quando esta é tirada de um ponto muito alto, ele mostra imagens em que o horizonte se encontra abaixo do centro da imagem. Porquê que é importante apenas usar imagens em que o horizonte se encontra no centro? Porque as lentes usadas nos balões, são grandes angulares que distorcem a imagem. Pega numa action cam, aponta para uma folha quadriculada e vais perceber o que quero dizer. Agora, nessa mesma folha, desenha várias linhas rectas que se intersectam num único ponto, pega na câmara e aponta de forma a que o ponto de intersecção fique precisamente no centro da imagem. O que vais ver é que continuas a ver as quadrículas distorcidas, no entanto, as linhas são rectas. Depois move a câmara de forma a este ponto ficar descentralizado e reparas que as linhas passam a ser curvilíneas. Dubay sabe disso, por isso é que mostra, em todas as imagens de alta altitude, o horizonte descentralizado. Quando se analisa a fonte de onde este retirou as imagens e procurámos uma frame com o horizonte no centro, reparamos que o horizonte é curvo, se a terra fosse plana o horizonte seria sempre recto com a câmara nesta posição.

      A segunda é outra mentira. Ele diz que o horizonte está sempre ao nível dos olhos, independentemente da altura, para tal ser verdade, a Terra não precisa de ser apenas plana, mas também infinita. Entretanto entra num avião, e usa um teodolito, vais reparar que quando te encontras em altitude de cruzeiro que o horizonte está, de facto, vários graus abaixo do nível dos olhos. Claro que ele sabe que este ângulo é muito pequeno, na ordem dos 3° dependendo da altitude, e que sem qualquer tipo de referência não vamos topar que o horizonte encontra-se, de facto, abaixo do nível dos olhos.

      Quando as 2 primeiras “provas” de 200 são mentiras não há necessidade de ver o resto.

      Passa bem com a tua fé.

      • Oliveira says:

        Mais tarde ou mais cedo você vai ver que a razão está deste lado

        • Nuno V says:

          Só isto? Olhas para o meu comentário e ignoras-o na totalidade sem sequer tocares num único ponto? Resumindo, tu é que tens a mente totalmente fechada. Como a tua educação deixa muito a desejar recorres a uma falácia, falácia esta em que projetas as tuas falhas naqueles que não as partilham. Bem como claramente sofres do efeito de Dunning-Kruger, em que te achas mais educado que todos os especialistas de sempre.

          E não, a razão não está do teu lado, pois eu sei com uma confiança absoluta que a terra é redonda, pois os factos mostram que esta é inequivocamente redonda. Se queres que alguém com dois dedos de testa mude de opinião tens que apresentar factos objetivamente verificáveis que demonstram tal (lembra-te provas não são afirmações infundadas, nem muito menos retórica).

      • Oliveira says:

        Explique como é que um avião ao chegar a altitude de cruzeiro 12 mil pés, percorre 14 mil kms em 14 ou 15 horas sempre na mesma altitude sem nenhuma correção. Não me diga que depois de mais esta ainda continua com essa venda nos olhos.

        • Hugo says:

          LOL Então pega em dois aviões. Os dois partem de portugal em sentidos opostos, à mesma velocidade e em linha recta. Ambos chegarão novamente a portugal….e….com tempos de viagem diferentes.
          Em que cenário isto seria possível?
          Por favor, explica-me porque estou a achar hilariante a arrogância da tua convicção e se o teu argumento for razoável, provavelmente, vou-me sentir muito bem por aprender algo novo e tão grandioso.

          • Oliveira says:

            Se o globo gira a 1600kms hora, então porque é que um avião sai de Portugal para nova yorque, e vice versa o tempo de viagem é igual, se a terra girasse como defendem alguns iluminados o tempo de viagem nunca poderia ser igual, tinha que haver uma diferença de horas

          • Hugo says:

            O tempo NÃO É igual. Se já andaste de avião sabes bem que isso é mentira.

          • Hugo says:

            O que te faz falta é estudar física.
            No fundo o que estás a dizer é o mesmo que:
            Vou num carro a 200kmh. Mando uma maçã ao ar e ela cai novamente na minha mão, LOGO, o carro está parado, o que é definitivamente FALSO.

        • Nuno V says:

          Eu sei que tu não tens sequer um entendimento elementar de física. Bem como sei que se me der ao trabalho de to explicar, tu vais rejeitar tal explicação na totalidade usando uma desculpa ad hoc, ou então fazes como em cima em que a ignoras.

          • Oliveira says:

            Contra factos não há argumentos, a água seja doce ou salgada em estado líquido em modo algum faz curva, a água procura sempre o seu caminho até ficar nivelada.

          • Oliveira says:

            Prefiro pensar diferente.
            Do que pensar igual aos outros…e descobrir que estamos todos errados…(Eca de Queiros)

          • Nuno V says:

            Faz-me um favor e define a palavra facto. Depois de o fazeres vamos ver se tens factos ou não.

      • Ruy Acquaviva says:

        Nuno V, não adianta tentar argumentar, só estás a alimentar o troll. O sujeito age de má fé, está a troçar de todos com uma palhaçada ridícula. Se te diverte está bem, mas não leve a sério porque o troll está a escarnecer de todos.

  13. Oliveira says:

    Tudo o que a NASA apesenta é fraude, satélites meteoritos planetas, água em forma de bolha para tentar justificar o injustificável, só um tipo muito estúpido e incauto acredita nas vigarices que a NASA apresenta

    • Wishmaster says:

      Ó Oliveira,
      Que uma pessoa duvide das coisas quando existem indícios de haver manipulação, ou pela idoneidade da pessoa ou entidade que nos apresenta os dados, imagens, etc, ou pelas coisas não fazerem sentido, tudo bem, devemos questionar e não aceitar cegamente tudo o que nos apresentam.
      Outra coisa é refutar algo que ninguém questiona e quem questiona, não apresenta argumentos e provas conclusivas…
      Então como explicam os planistas que se pegares num barco e transporte terrestre e partires do Porto, sempre para Oeste, em linha recta, passas o México, oceano pacífico e continuas pela Rússia ou China, sempre em linha recta, vens dar ao Porto na mesma…? Isso seria impossível numa Terra plana, porque se te deslocasses sempre em linha recta, irias bater sempre no tal muro de gelo que dizem que existe à volta do suposto disco que é a Terra.
      Mas os planistas podem demonstrar que está tudo errado. Façam um crowdfunding, já que são tantos adeptos (pelos vistos) e façam a viagem que eu descrevi acima. Assim poderão ver pelos próprios olhos e não pelo que a NASA diz…
      (quanto à NASA, sem invalidar o que disse acima, acredito que exista muitas vezes manipulação ou modelos 3D ultra-realistas).

      • Oliveira says:

        Tu ficas te preso na bola globo que te apresentaram na escola quando eras criança, e não consegues sair dessa mentira, sai pesquisa pensa, e vais ver que nada do que te ensinaram sobre o planeta é verdade não faz sentido.

  14. Wishmaster says:

    @Hugo
    Então isto é o quê? “Admin’s acabem com esta palhaçada sff.”
    O homem está a expressar a sua opinião (embora a meu ver, totalmente errada).
    E quanto ao resto, estamos numa sociedade em que cada vez mais os comentários inoportunos ou que colocam em causa a ordem estabelecida são vistos como “destrutivos”, conspiracionistas, entre outros.
    Só demonstrei o meu cepticismo para com o projecto japonês, com uma boa dose de sarcasmo. Queres aplaudir o projecto a dizer que é maravilhoso e vai mesmo acontecer? Força, não te chateio por isso.
    E por aqui também termino este assunto.
    PS: punkistas de extrema-direita foi dito com ironia.

  15. TwoEyez says:

    “Se o globo gira a 1600kms hora, então porque é que um avião sai de Portugal para nova yorque, e vice versa o tempo de viagem é igual, se a terra girasse como defendem alguns iluminados o tempo de viagem nunca poderia ser igual, tinha que haver uma diferença de horas”

    Oliveira, és muita burro! A terra gira assim como tudo nela até a atmosfera… cromo…

    • Wishmaster says:

      Exacto.

      Já os ventos, aí sim, poderão haver ganhos de tempo. Quando na aviação se diz que “apanhou vento de cauda”. Dá para poupar combustível quando isso acontece e/ou chegar mais rápido ao destino.

    • Oliveira says:

      Mais um iluminado, a terra não gira. A terra é imóvel e estacionária

  16. Oliveira says:

    Oliver ibanez terraplanista espanhol com 350 mil inscrtos no canal
    https://www.youtube.com/watch?v=ZZYcib_DB0A

  17. Filipe santos4 says:

    Boa noite.
    Acho que esta gente não cresceu, ficaram na historia do João pé de feijão.
    É grave, os cientistas todos preocupados com um segundo que a terra abranda de 100 em 100 anos ou mais peço desculpa mas não posso precisar ao certo e agora vem um cientista que esta preso não se sabe onde, quiçá num afamado manicómio, dizer que isto é que é.
    Agora, eu que nada percebo de ciência espacial, mas sendo que fisicamente o planeta terra um corpo que roda sobre o seu próprio eixo quando se fixa algo num ponto provoca desequilíbrio e quanto mais afastado maior será o desequilíbrio.
    Haverá quem diga, mas vai acompanhar exatamente a rotação da terra!
    E o dia que correr mal, não é um foguete espacial que o lançamento correu mal e perdeu -se infelizmente meia dúzia de vidas.
    Mas vão limpar o lixo espacial que temos deixado a vaguear nessa área????

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.