Quantcast
PplWare Mobile

Já há um plano louco para Terraformar Marte com um campo magnético artificial

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. iDroid says:

    Parece-me uma ideia engenhosa.

  2. André says:

    Call DESTINI!

  3. Douglas Charles Cunha says:

    Dinheiro sendo desperdiçado a rodo. Marte não terá nunca como habitar a vida, nunca.
    Por que não usam o dinheiro gasto com a impossibilidade viver em Marte para cuidar da Terra?

    • MACnista says:

      + 1 Ora nem mais Douglas, nem mais!!

    • lopes says:

      É assim, para avançar nas descobertas cientificas é preciso investir tempo e dinheiro como é natural, se não hoje em vivíamos na gruta, e fizer nunca sobre algo que nenhum de nós que está aqui a comentar vai ter o prazer de presenciar pois quando esse altura chegar já não estamos cá.

      • Douglas Charles Cunha says:

        Sou totalmente favorável ao investimento em coisas que darão retorno. Marte não tem futuro como morada de seres vivos. No máximo servirá como um ponto de parada em viagens espaciais ou como depósito de lixo.

        • lopes says:

          É a tua visão das coisas, mas lá está, visão limitada, e dar logo como impossível de realizar, algo que nem vais estar cá para ver.

        • André says:

          Em ciência, muitas vezes não se sabe quando algo irá dar retorno. O CERN foi uma dessas ideias que se desenvolveu sem saber do retorno. No entanto, qual o dinheiro gasto neste projeto? Não passa de um estudo, e todos os dias aparecem estudos. A não ser que o dinheiro gasto na investigação também é errado…?

        • Manuel Costa says:

          E gastar 200000000000000000 milhões de dólares, para produzir comida para 1000 milhões de humanos, destruindo 8700000 espécies animais e vegetais para proveito dos 1000 milhões de humanos, é a melhor forma de evoluir a nossa espécie?

        • Alberto says:

          Vejam isto por outro lado, se conseguirem desenvolver um campo magnético para Marte, essa tecnologia poderá ser utilizada na terra para reduzir a destruição que aí vem causada pelas emissões que estão a destruir a nossa camada protectora

      • Há cada gajo says:

        Deixaste de viver na gruta porque tinhas necessidade de não viver na gruta. Não tens necessidade de viver em Marte.

    • Tonheco says:

      Já muitos a “gastar dinheiro a cuidar da Terra”.
      Vamos ser se o “cuidar de Marte” cola nos dóllars.

    • rjSampaio says:

      “Marte não terá nunca como habitar a vida, nunca”

      E como sabes disso? para a tua geração e muitas seguintes certamente não, e se calhar nem mesmo para a especie humana com a conheçemos, mas dizer “nunca” é bem complicado mesmo para um especialista no assunto, e se o fores é favor partilhar o “ónus da prova”

    • 9s921 says:

      +1
      Mais nada. Concordo.

      Se fosse um planeta com vida, ainda era naquela.. agora tantos problemas pra resolver aqui e andam a queimar dinheiro em Marte.

  4. Memória says:

    Palha para burros. Nunca fomos à Lua quanto mais terraformar Marte. Tudo CGI para entreter o povo.

  5. N. Pinto says:

    Uma alternativa será a criação de bases marcianas totalmente subterrâneas.

    • Tonheco says:

      O verdadeiro plano é captar financiamento com desculpas de “pseudo-investigações”, o costume numa era dos milhões estudos diários, tipo supermercado.
      O que mais impressiona é os comentários “sérios” a tratar o tema como se de algo útil e real se tratasse. Q

      Fica fácil de perceber como muita gente consegue viver da política.

  6. Génesis says:

    Já estamos a pensar em terraformar, mas ainda não sabemos se existe vida em Marte.

    Nem que seja um micróbio, o que nos dá o direito de o extinguir? Isto já para não falar das sondas carregadas de micróbios terrestres que já podem estar a contaminar o planeta.

    Ainda não temos descernimento para este tipo de aventuras.

  7. @morcomzola says:

    Grande empreitada, sim Sr. !

  8. ZeDasCabras says:

    ficção cientifica

  9. Manuel Costa says:

    Seria mais fácil aplicar esse sistema a Vénus, para despejar boa parte da atmosfera para fora do planeta e torná-lo, novamente, habitável…
    A TERRA NÃO IRÁ DEVOLVER A LUA!!! FOI ROUBADA HÁ 400 MILHÕES DE ANOS É NOSSA!!!

  10. Sardinha Enlatada says:

    E assim que se comecam os boatos. Amanha as pessoas acordam e pensam que ja podem comprar um hotel 5 estrelas em Marte. O homem passa a vida a criar mentiras atras de mentiras, e um ciclo vicioso e quem se trama e a humanidade.

  11. Jnmartins says:

    Gostava de estar vivo daqui a centenas de anos para voltar a esta thead e escrever “lol”

  12. Cade says:

    O ser humano já conseguiu tanto é verdade,até está a conseguir destruir o planeta em que vive.

  13. FreakOnALeash says:

    Para Phobos e Deimos é melhor mandar o DoomGuy/Slayer à frente dos cientistas…só para prevenir!

  14. João R says:

    Julgo que todos têm que partir do pressuposto de que qualquer ideia absurda tem sempre nas suas conclusões alguma resposta para algo que existe ou possa vir a existir. Algumas das realidades de hoje tiverem origem em ideias absurdas que resultaram ou noutras que não resultando deram origem a outras realidades.

  15. Pefro says:

    Os recursos na terra tem os anos contados. A procura para minerais/metais essenciais para o desenvolvimento de um futuro sustentável e limpo é várias x superior a oferta disponível e as reservas conhecidas.
    A corrida por colonizar Marte por mais irreal que pareça agora terá mais tarde ou mais cedo que ser feita. O que será das futuras gerações após 2050? A ver vamos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.