Quantcast
PplWare Mobile

Isolamento social pode alterar a estrutura do cérebro humano

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. Mysta says:

    Somos um ser instintamente social.
    Digam o que disserem, vamos ser sempre e como em tudo na vida, contrariar o instinto não tem como dar certo.

    • Sergio Dias says:

      Sim, somos… mas quando maioria das pessoas a tua volta são totalmente idiotas, irresponsáveis e intoleráveis, então refugias-te no teu espaço e convives de forma diferente. O ser humano é capas de tomar decisões e raciocinar e ter bom senso. Mas o que assistimos diariamente, é que maioria das pessoas, tem défices nestes skills e são extremamente egoístas. Portanto, é socializar com quem queremos, quando queremos e se quisermos. Nem sempre significa doença mental.

  2. SANDOKAN 1513 says:

    Excelente artigo e muito relevante nesta altura,nestes tempos que estamos a passar.

  3. compro essa também says:

    Estar com pessoas é fundamental e o virtual nem aos calcanhares se consegue aproximar …

  4. Alguém says:

    Eu há muitos anos que não tenho amigos, nem 1, sou só eu e a minha mulher, e também desde que a pandemia começou saímos para passear apenas 1 ou 2 vezes no máximo, já lá vão 2 anos e meio.

    Passo semanas inteiras sem sair do apartamento e se for preciso durante meses ou mais de 1 ano quando fico desempregado e não sinto necessidade de sair.

    Mas gostava de ter amigos.

  5. Sergio says:

    Concordo, eu pessoalmente notei bem a diferença em mim e nos que me rodeiam, após o período de lockdown.

    Na minha vida profissional dependo da minha capacidade de comunicação e conseguir criar cenários para conquistar o cliente e vender-lhe o meu produto, isso pode ser feito por vários caminhos.
    A verdade é que a determinada altura todo o isolamento tirou-me grande parte dessa “agilidade”.
    Pouco me interessava se estava em casa a ler 30 artigos por dia se depois não os desenvolvia com outras pessoas, ou seja ao outro dia já pouco me lembrava.
    A compreensão e memorização vem muito da sequencia que damos ao que aprendemos.

    Os amigos.. tenho alguns completamento mortos socialmente, pessoas que antigamente adoravam estar a falar sobre qualquer coisa numa esplanada, só conseguem ter dois temas, futebol e séries..
    E dá-me que pensar, porque houve ali um retrocesso grande na cabeça da pessoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.