PplWare Mobile

Cientistas criaram embriões humanos sintéticos através de células estaminais

                                    
                                

Fonte: Sky News

Autor: Ana Sofia Neto


  1. anonimo says:

    Ao estilo Frankenstein …

  2. Pintalarim Fintal says:

    Quando é que um asteroide rebenta de vez com a porcaria deste planeta e gente podre que o habita?

  3. Joaquim Sobreiro says:

    Lentamente se vai caminhando. Vem uma notícia bombástica. Há uma reacção. Depois, uma solução mais suave. É aceite e ainda se agradece por não ser tão duro como o anunciado no início. Engenharia social.

  4. Ivo says:

    Criar uma raça humana sintética.

  5. Victor von Frankenstein says:

    It’s alive alive!

  6. AlexX says:

    É o assumir de algo que é feito há décadas em laboratórios militares, desde início dos anos 70 pelo que está escrito. Ao contrário dos clones, híbridos e sintéticos não precisam de comer nem de beber, e têm um tempo de vida limitado e incerto (< 6 meses) até que algo dá tilt e deixam de funcionar bem, tendo que seguir para abate. É muita ciência.

    • iDroid says:

      Tu é que deste tilt há muito tempo…

      • AlexX says:

        Mas isso também não é novidade. Ainda assim consegui gerar perplexidade (ou incredibilidade) suficiente em ti que te levou a refutar o que disse com essa verdade. Se os comentários tivessem som, o teu não seria o R2-D2 alarmando o mundo do tilt do alexandre, mas sim o pac-man quando é apanhado por um fantasma.

    • Joaquim Sobreiro says:

      Acrescento, as notícias que já não são novas e que agora crescem, para o transplante de útero. Tudo encaixa no mesmo objetivo: aceitação do transhumanismo.

      • AlexX says:

        Se habitas ou movimentas-te num grande centro, já vais vendo muita juventude tão focada no ecrã dos telemóveis que já vivem noutra realidade. A maioria vai adorar o transhumanismo, para mais já tivemos várias vezes cientistas de renome na tv afirmando que os humanos serão que nem deuses.
        O passado foi esquecido e os mesmos erros serão cometidos com o consentimento dessa maioria.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.